História TEACHER: um amor proibido (Jin) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin
Visualizações 160
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Ficar sem você dói tanto


Fanfic / Fanfiction TEACHER: um amor proibido (Jin) - Capítulo 21 - Ficar sem você dói tanto

.. ligação off

(...)

Assim que desligo o celular solto o choro e as lágrimas começam a escorrer sobre o meu rosto. Ainda estava na dúvida se eu tinha feito o certo ou não, mas se aquilo era para o bem dele, então tinha feito o certo, não poderia ficar parada vendo ele destruir sua carreira como professor por minha causa.

....

Depois de algumas horas Yang e J-Hope sobem para conversar comigo.

J-Hope: Yang me disse que você ia conversar com Jin. - Disse sentando-se na poltrona ao lado com Yang.

(S/N): Eu resolvi o nosso caso, dei um tempo, e nesse tempo se ele me esquecer então será o certo. - digo enquanto estava me fazendo de dura tentando segurar o choro.

Yang: Mas como pode desistir do amor de vocês assim tão fácil?

(S/N): Eu não desisti Yang, eu só fiz o que era o certo. Vocês sabem que eu nunca gostei de prejudicar as pessoas.

J-Hope: E você não está arrependida do que fez? 

(S/N): Eu vou sofrer muito com isso dentro de mim, mas só desejo o bem dele mais que tudo pois eu o amo e quero lhe ver feliz, eu não era a pessoa certa pra ele, apenas isso.

J-Hope: Ok então se essa foi sua decisão, qualquer coisa vamos estar aqui pro que precisar. - disse enquanto ele e Yang pegavam em minha mão.

(S/N): Obrigada, fico feliz em saber que tenho vocês ao meu lado.

Ficamos conversando mas ainda naquele clima tenso. Como já estava ficando tarde Yang e J-Hope já estavam indo embora.

Yang: Até segunda na escola, se recupere logo. - disse enquanto saía pela porta com Hobi.

Era terça feira, então iria passar praticamente uma semana em casa me recuperando. Assim seria melhor, não ia ver Jin todos os dias, pois se fosse pra ver ele seria bem difícil.

Assim que eles sairão comecei a chorar novamente, aquilo estava doendo tanto dentro de mim, mas era o certo a ser feito, mesmo sabendo que eu ia sofrer.

P.O.V Jin

Não pude acreditar nas palavras de (s/n), mas eu já tinha medo que isso fosse acontecer, pois conhecia o caráter dela, sei que ela nunca iria deixar uma pessoa se prejudicar assim ao lado dela.

Assim que ela desligou o telefone eu fiquei imóvel por alguns segundos sem acreditar no que estava acontecendo, depois que acordei pra realidade que fui perceber realmente o que tinha acontecido.

Colocando as mãos em meu rosto só conseguia chorar de raiva e tristeza. Não estava com raiva de (s/n) mas sim daquele momento, do porque dela ter feito isso.

Jogado no sofá aos prantos escuto o celular tocar, na esperança de ser (s/n) corro até o mesmo, mas era apenas um colega do trabalho, então desligo o celular e jogo em um canto, naquele momento não queria fazer nada, nem mesmo falar com alguém.

Subo até meu quarto, entro na suíte, ligo a torneira da banheira e preparo um banho. Pego uma garrafa de uísque, uma carteira de cigarro, tiro a roupa e entro na banheira.

Fico ali naquele estado, desmoronado, acabado e aos prantos. Quando fui perceber já tinha bebido metade da garrafa de uísque. 

Solto a garrafa no chão, ainda deitado na banheira coloco a cabeça embaixo da água, assim deixando todos o meu corpo coberto pela água e fico deitado no fundo da banheira. Fecho os olhos por alguns minutos, quando percebo estava sonhando e no sonho vinha a imagem de (s/n) sorrindo para mim, chamando pelo meu nome e dizendo que me amava, quando derrepente ela some e tudo fica preto.

Levando ligeiramente de dentro da água assustado e percebo que era apenas um sonho, talvez nunca mais iria poder ver aquele seu belo sorriso chamando por mim. 

Depois de algumas horas tomo um banho, visto um roupão e me jogo na cama com a intenção de dormir e não acordar tão cedo.

....

P.O.V (S/N)

Fiquei à noite toda em claro, não conseguia tirar Jin da cabeça, aquilo tudo estava me corroendo por dentro, só conseguia chorar ao lembrar dele.

Me levanto no meio da madrugada e vou até a janela do quarto, logo em seguida começa a chover, então sento na janela e fico observando a chuva.

Me lembro que uma vez disse à Jin que tinha um sonho, que era ganhar um beijo na chuva. Começo a rir de mim mesma por ter falado algo tão idiota, mas uma lágrima escorre ao mesmo tempo e fico triste novamente.

...

Depois de algum tempo volto a me deitar e consigo dormir. Acordo com papai que veio se despedir de mim, pois já estava indo para o trabalho.

Papai: Vai precisar de alguma coisa? Posso pedir pra sua tia vim pra cá.

(S/N): Não precisa, vou ficar bem sozinha papai, qualquer coisa eu ligo.

Ele se despede de mim dando-me um beijo na testa.

Desço até a cozinha, tomo café da manhã, e enrolada no edredom me deito no sofá e começo a assitir meus doramas.

Enquanto estava assistindo escuto a campainha tocar e vou abrir a porta, quando abro vejo que era ...

..










Notas Finais


Música: For You (BTS) ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...