1. Spirit Fanfics >
  2. Tear In My Heart CHONI >
  3. Capítulo 6

História Tear In My Heart CHONI - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


olha só, quem é vivo sempre aparece né?

eu juro que tentei atualizar antes mas eu fiquei totalmente sem inspiração pra escrever, além de digitar esse capítulo umas 10 vezes até sair essa versão.

eu decidi atualizar os capítulos com a pandemia e provavelmente vou contar umas coisas do que tem acontecido comigo durante essa quarentena.

bom capítulo galeris!

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Tear In My Heart CHONI - Capítulo 6 - Capítulo 6

Quando eu disse que Toni iria se arrepender do que falou, eu só não esperava que eu também me arrependeria da aposta. Aparentemente, a garota teve a mesma ideia que eu, ou seja, sempre que eu a provocava, ela fazia o mesmo. Durante esses dias, estamos sempre "brigando" por qualquer motivo até criar uma tensão sexual, e aí precisamos sair de perto uma da outra pra não ceder a isso.

Minha situação com Antoinette ao longo desses dias estava muito melhor, comparado ao começo da aposta. Sempre estamos trocando ofensas, é claro, mas também conseguimos manter diálogos como pessoas normais que quase não se odeiam, porém isso geralmente só acontece com a presença das outras duas garotas, caso contrário nós acabamos brigando.

Hoje completam três semanas que Toni e Betty (a loira não queria ficar sozinha no apartamento delas) estão conosco aqui no apartamento, Betty tem dormido junto com Veronica, eu tenho certeza de que essas duas se pegam escondidas mas não assumem, elas estão mais grudadas do que nunca e os olhares que trocam durante o dia então, totalmente boiolinhas uma pela outra.

Confesso que estava cada vez mais difícil dormir com Toni na minha cama, eu sei que a ideia foi minha, mas porra eu deveria ter pensado melhor nisso. Eu tenho o costume de dormir com alguma camiseta larga e shorts curto e é claro que a Topaz dorme do mesmo jeito, então eu tenho que ver aquelas pernas maravilhosas todos os dias ali tão pertinho, mas eu tô determinada a não cair nas garras dessa tampinha de novo, nunca trabalhei meu autocontrole tão bem.

Decidimos não sair nesse final de semana, os noticiários estavam falando sobre um novo vírus, portanto não quisemos arriscar e já começamos a seguir os protocolos de segurança recomendados. Já que íamos ficar em casa e não tínhamos feito compras, Ronnie e Betty foram ao mercado e além das compras de mês, trouxeram também muitos doces, salgadinhos e bebidas, faríamos uma sessão de filmes e séries.

Toni e eu ficamos responsáveis por desinfetar todas as compras e guardar em seus respectivos lugares e por mais incrível que pareça, conseguimos fazer isso conversando tranquilamente e até rindo, mesmo sem a presença das outras duas garotas que haviam ido tomar banho assim que chegaram. Quando terminei de guardar tudo, fui tomar banho e colocar um pijama, ou seja, uma camiseta e um shorts. 

Assim que saí do meu quarto, as meninas já estavam na sala terminando de colocar os doces e salgadinhos na mesinha de centro e Betty estava fazendo pipoca já que iríamos assistir um filme primeiro, fui até a geladeira e peguei uma garrafa de vinho, as meninas escolheram Carol para a sessão de cinema, eu já tinha ouvido falar sobre esse filme porém não tinha visto.

O filme é realmente muito bom, a história se passa nos anos 50, duas mulheres se conhecem e uma delas convida a outra para passar o Natal junto de si depois de alguns dias, sapatão é realmente emocionada né? Acabaram de se conhecer e já vão viajar juntas no Natal gente. 

Eu estava com minha atenção totalmente no filme, até que começou a cena de sexo entre as duas e olha, foi um gatilho do caralho, eu já esperava que tivesse uma cena dessa, afinal estava óbvio que as duas iriam transar, dava pra ver a tensão sexual durante as cenas, as reações nesse momento foram diferentes: Betty engasgou e ficou vermelha quando percebeu o que aconteceria, Ronnie e eu rimos da garota e Toni que estava ao meu lado na ponta do sofá, apenas respirou fundo e deu uma olhada rápida, porém não tão rápida assim já que eu vi, para mim e quando percebeu que eu vi, voltou a me encarar e ficamos nisso por uns 2 minutos.

- Vocês duas não vão se pegar agora né? Esperem o filme terminar pelo menos. - Ouvimos Veronica falando. Toni riu e voltou a assistir ao filme, eu me virei para Lodge e revirei os olhos apenas.

Depois que o filme acabou, levei os baldes de pipoca para a cozinha e já coloquei mais para fazer, ainda iremos ver mais alguma coisa. Quando terminei, peguei um cigarro, uma taça com vinho e fui pra varanda. Na sala, vi Betty e Ronnie conversando e tentando escolher algo pra assistir.

- Então, já escolheram o que vamos assistir? - Perguntei assim que entrei na sala.

- Betty quer assistir algo de terror ou criminal e eu e Toni queremos ver RuPaul. Ou seja, a decisão está com você Bombshell. - Veronica falou e todas ficaram me olhando em expectativa. Eu realmente não queria ver nada sobre crimes ou de terror, e precisava terminar RPDR com a Ronnie, não foi uma escolha difícil.

- Eu quero assistir RuPaul, desculpa Cooper, depois a gente vê qualquer coisa que você escolher. - Vi Toni e Ronnie comemorando minha escolha e Betty apenas suspirou, certeza que daqui a pouco ela vai estar vidrada nas drags e em todas as tretas.

Começamos da primeira temporada, já que Betty nunca tinha assistido, a loira ficou viciada o que resultou em assistirmos a uns 7 episódios de uma vez. Acho que tomamos umas 6 garrafas de vinho enquanto o reality passava e quando percebemos já estava começando a amanhecer e decidimos dormir um pouco, vamos assistir o resto mais tarde.

Entrei no meu quarto e me joguei na cama, não percebi que estava com tanto sono assim, mas acabei adormecendo em segundos, nem vi quando Toni se deitou também. Acordei no outro dia por volta das 13h, percebi que estava sozinha na cama, me espreguicei e fui em direção ao banheiro fazer minha higiene matinal, como ainda estava com sono aproveitei pra tomar um banho, quando saí troquei de roupa e fui pra sala.

Betty estava sentada no sofá com Ronnie de um lado e Toni do outro, elas estavam terminando a primeira temporada de RuPaul, não culpo a loira por ficar viciada. Peguei uma xícara de café e fui pra varanda fumar, eu sei que fumo demais tá? Mas câncer não é meritocracia ok?! Eu sei de todos os riscos e mesmo assim não quero parar de fumar, ainda não pelo menos. Enfim, depois de tomar meu café, me juntei a elas, terminamos a temporada e fomos fazer algo pro almoço.

Almoçamos macarrão com molho branco e brócolis, todas na mesa e conversando sobre coisas aleatórias. De vez em quando eu pegava uns olhares de Antoinette para mim, óbvio que eu a encarava até que ela desviasse o olhar e voltava a comer como se nada tivesse acontecido. Ficamos um bom tempo conversando na mesa, Toni e eu ficamos responsáveis pela louça, ela tiraria a mesa e eu lavaria tudo.

Eu estava lavando as coisas quando senti Toni passar por trás de mim para pegar uma taça no armário, sinceramente, que filha de uma puta, ela podia muito bem ter pego uma das taças do escorredor ao invés de me dar uma encoxada dessa. Que inferno de mulher viu, mas como não sou idiota, rebolei nessa miniatura de praga do Egito mesmo, ouvi ela suspirando e sorri satisfeita. Ela pensa que é bagunça é? Vamos ver quem vai ceder primeiro nessa guerra que acabei de criar na minha cabeça.

Durante a tarde ficamos maratonando o reality, Betty estava 100% cadelinha da RuPaula sim! A loira quase nem piscava, eu estava rindo e mexendo nas minhas redes sociais, não tinha nada novo como sempre. Decidi me deitar um pouco, entrei no quarto e me joguei de bruços na cama, senti quando Toni deitou ao meu lado mas acabei cochilando. 

Acordei depois de um tempo, um braço estava na minha cintura me abraçando e senti o corpo de Antoinette grudado no meu, nossas mãos estavam entrelaçadas e eu me pergunto: EM QUE MOMENTO ESSA MERDA ACONTECEU? PUTA QUE PARIU CHERYL O QUE ROLOU? QUEM É ELA? Putz eu tô tão desesperada que usei todos os memes de uma vez. Eu tô abraçada na anã Topaz e não consigo me mexer, eu tô travada aqui, será que ela realmente está dormindo ou ela percebeu meu surto interno e tá rindo da minha cara? Merda, ok eu não preciso surtar por isso né? Afinal é só a Topaz, tipo eu já dormi com ela duas vezes, então por que caralhos meu coração tá disparado e minha mão tá suando? E se ela sentir minha mão suada? Mas que porra viu, eu vou levantar daqui, é isso. Não preciso me torturar assim não, eu hein. 

Quando eu finalmente ia levantar, a porta abriu com tudo e tanto eu quanto a alpinista de rodapé nos assustamos, Betty ficou estatística quando viu a posição em que estávamos, já Veronica estava rindo escandalosamente, ela chorava de tanto rir e eu estava mais vermelha do que um pimentão. Senti Toni escondendo o rosto na minha nuca e mostrei o dedo para a Lodge, enquanto a Cooper arrastava a morena pra fora do meu quarto. Que ódio, pra quê fui inventar de tirar uma soneca? Veronica vai falar disso pelo resto da minha vida.

Antoinette deu aquele suspiro de quando se está quase dormindo no meu pescoço e senti meu corpo todo se arrepiando e foi nesse momento em que me levantei num pulo e corri pro banheiro, eu precisava urgente de um banho frio.


Notas Finais


e é isso né?! espero que tenham gostado desse capítulo e não me matem por favor hahahaha

eu prometo que vou tentar atualizar mais rápido dessa vez ok? me digam o que acharam, pode ser que me incentive a escrever mais rápido kk

enfim, se puderem fiquem em casa, bebam água, lavem as mãos, usem alquingel e se sair USE A MÁSCARA DIREITO!!!

até a próxima, beijos de glitter


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...