1. Spirit Fanfics >
  2. Technology In My Mind - JIKOOK >
  3. Chapter Three: Beyond yourself

História Technology In My Mind - JIKOOK - Capítulo 4


Escrita por: e Bunny_-A


Notas do Autor


Vocês gostaram do novo banner? Eu particularmente adorei :3

Créditos do banner a: @Nyaamix

Capítulo 4 - Chapter Three: Beyond yourself


Fanfic / Fanfiction Technology In My Mind - JIKOOK - Capítulo 4 - Chapter Three: Beyond yourself

5 anos atrás -
Lugar: desconhecido 
- Horário: desconhecido

Jimin levantou a cabeça quando percebera dois garotos entrando junto com a mulher que o leva até as alas. O garoto de cabelos castanhos estava acanhado e totalmente com medo. Ele tinha mãos trêmulas assim como o outro garoto que não saia de trás do de cabelos acastanhado. A porta foi fechada fazendo a moça ir embora.

– Vocês estão bem? – Perguntou Jimin apreensivo. Era óbvio que os meninos ali não estavam – Acho que não. – Sorriu fechado e melancólico.

– Aon... – Soluçou o garoto de cabelos esverdeados – Aonde estamos? – Jimin saiu de sua cama, dando vista totalmente de seu corpo e aparência aos meninos.

– Em um laboratório. Não sei aonde. Mas em um laboratório. – Respondeu tendo em resposta uma tremedeira – Eu fiquei do mesmo jeito quando descobri que era um laboratório. – Se sentou em umas das cadeiras de metal que tinha ali – Vocês são irmãos? – Mudou de assunto.

– Pri-primos.. – Corrigiu o acastanhado se sentando também na cadeira de metal – Você parece o único em sã daqui.

– Não sou mas já que vocês acabaram de chegar.

– Está certo... – Os garotos ainda estavam trêmulos – Você está aqui a quanto tempo?

– Há três meses. – Respondeu assustando os garotos.

– Como sabe? – Perguntou o esverdeado olhando ao redor e franzido o cenho ao voltar seu olhar para Jimin – Não parece ter um calendário aqui.

– Na verdade tem sim. – Olhou para os dois garotos e logo depois fixou seu olhar na cama – Esperem. – Se levantou e foi em direção a cama, se agachando e abrindo uma porta que nem dava pra ser vista. Pegou algo de lá e mostrou aos meninos.

– Como você conseguiu um desses? – Perguntou o esverdeado – Eles não parecem querer saber se vocês sabem ou não o calendário.

– Vocês foram sequestrados, certo? – Jimin perguntou e os dois paralisaram diante daquela pergunta.

– N-nã.. não.  – Jimin franze o cenho.

Por que eles não foram sequestrados assim como ele? Será que todos não eram sequestrados? Mas... Como seria outro meio sem ser o sequestro? Eram tantas perguntas que o garoto abanou a cabeça de um lado para o outro, espantando os pensamentos.

– Não sou curioso e vocês parecem não se sentir confortável sobre falar isso. – Disse Jimin e os outros dois assentiram – Bom, você precisa apenas seguir as regras. Todas muito bem! – Deu ênfase no "muito".

– Para quê? – Perguntou o esverdeado.

– Para conseguir pequenos prêmios. – Os dois franziram o cenho e Jimin suspirou – Está vendo aquele cara na nossa frente? – Perguntou e os garotos olharam para frente. Jimin tinha razão. Tinha um cara, musculoso e totalmente sorridente – Está vendo todos os aparelhos que nós não temos aqui? – E mais uma vez Jimin tinha razão. O homem tinha televisão, um pequeno som, se vissem bem também tinha um MP3, um calendário e etc. — o estranho é que não tinha um celular.

– Como ele ganhou tudo aquilo!? E por que esse cara é tão sorridente?! – O acastanhado quase exclamou franzindo o cenho para logo depois fazer um careta.

– Ele ganhou porque se comportou. E bom.. eu não sei porque ele é tão sorridente. – Respondeu Jimin para logo depois continuar – Vocês perceberam que o caminho até aqui, tinham pessoas com alguns sorrisos também? Outros chorando com um sorriso enorme, alguns desesperados com sorrisos no rosto, outros apenas sorrindo enorme. – Os outros concordaram. Tinham realmente pessoas assim cada um em um lugar que mais parecia uma prisão.

– Estou com medo... – Disse o esverdeado.

– Bom... Eu não sei se os testes são os mesmos, mas quando terminamos os testes você vai embora. – Revelou Jimin – Mas mudando de assunto. Qual é o nome de vocês?

– Meu nome é Jeon Jungkook. – Respondeu o acastanhado.

– E o meu é Min Yoongi. – Jimin assentiu entendendo – E o seu? 

– Meu nome? É Jimin, Park Jimin. – O ruivo sorriu sem perceber. 

Ele agora teria com quem falar, além de si mesmo.

[...]

Atualmente - 
Lugar: desconhecido
- Horário: desconhecido

– Eu... Eu não sei. – Respondeu Jimin – E-e-eu.. eu preciso de um tempo! Tenho que processar tudo isso! – Ele se levanta saindo da cama e revesa seu olhar entre a Kim e o Jay.

– Nós entendemos, querido. – Compreendeu a Kim, e logo depois sorriu terno.

– Nós iremos deixá-lo aqui e quando quiser sair, aperte aquele botão vermelho que ele vai te acompanhar até o local em que seus amigos estão. – Disse Jaebeom, saindo logo depois junto a Kim.

Jimin respirou fundo antes de olhar o local em que estava. Viu uma porta ali no lado esquerdo do quarto e achou que era o banheiro. Se virou e viu umas roupas pretas ali. Pegou qualquer uma e foi para o banheiro. O banheiro não era muito extravagante, mas também não era ruim.

Tirou as roupas e ligou o chuveiro, entrou na água e decidiu molhar seu cabelo. Percebera agora, mas seu corpo está quente, então decide tomar um banho gelado rápido. Banho tomado, roupas colocadas só faltava Jimin ter coragem de apertar o botão vermelho que estava ali na porta.

– Vamos Jimin! Você consegue! Pra que esse nervosismo? – Murmurou para si mesmo. Respirou fundo e apertou o botão. Se assustou ao ver que era um holograma.

– Olá senhor Park. – Era uma moça, particularmente bonita. Cabelos loiros com raízes castanhas, bochechas reconchudas – Meu nome é Kim Yong-sun, mas me chame de Solar. – Sorriu mostrando seus dentes perfeitamente alinhados – Me acompanhe para a ala 766 lá encontrará seus amigos. – Jimin assentiu seguindo a moça loira.

– Você é só um robô? – Perguntou Jimin, curioso. A moça riu.

– Não, Park. Eu sou uma humana que participa dessa organização. – Jimin fez um O com a boca.

– Entendo. – O caminho foi silencioso. O ligar era realmente muito grande. Jimin e o holograma chegaram na tal ala, a sala era espelhado ou seja não dava pra ver quem estava dentro da ala.

Com o coração acelerado, ele abre a porta se surpreendendo um pouco ao ver que Jungkook e Yoongi também estavam ali. Ele não imaginava que os dois estariam ali, pensou que estava só Taehyung, Jin e Namjoon. Os garotos olharam para Jimin sorridente, menos um, que tinha sua expressão neutra e fixa no vaso de flor que continha na sala.

E novamente... Jimin sentiu borboletas no estômago ao olhar naqueles olhos castanhos escuros, que o prendia. Olhos escuros, tinha escuridão nele ao mesmo tempo que um brilho. Agora o garoto — Jungkook — estava com um rosto mais maduro. Não está igual antes, um rosto de bebê. Está um homem ali. Seu rosto é marcado por um maxilar bem definido e um cabelo bem arrumado, seus lábios finos e ao mesmo tempo carnudos, um tanto avermelhados, suas íris negras que, agora, olhavam os de Jimin com profunda seriedade.

Jimin e Jungkook já tiveram sim seus casos, mas isso foi á cinco anos atrás. Os dois garotos já chegaram a namorar, mas por serem imaturos demais sempre brigavam e não tinham uma conversa adequada. Isso era certo, o relacionamento não iria longe. Park foi quem decidiu terminar, óbvio que não foi um término um tanto pacífico, mas ficaram de acordo com o término já que aquele relacionamento estava ficando insuportável. A troca de olhares foi encerrado por uma tosse.

– Senti saudades, Jiminie. – Começou Jin e Jimin olhou para todos com as bochechas rubras e sorriu.

– Eu também. – Respondeu sorridente – Faz tempo que não nos vemos, certo? 

 


Notas Finais


Eu decidi colocar a Solar na fanfic, por que? Porque sim ;-;

Minhas outras fanfic:

https://www.spiritfanfiction.com/listas/-minhas-historias-6163677


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...