História Teddy x James - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Teddy James
Visualizações 70
Palavras 1.343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiê voltei, olha que eu fiquei mal o dia inteiro por fazer esse capítulo então me amem (Brinks), espero que vcs se divirtam lendo.

Capítulo 3 - Uma noite reveladora


Fanfic / Fanfiction Teddy x James - Capítulo 3 - Uma noite reveladora

       POV JAMES


      ~ algumas horas depois.


Depois da apresentação do “Bars And Melody” a escola toda é liberada, eu Clay e outras 6 pessoas estávamos amontoados no canto da quadra conversando sobre assuntos aleatórios até que vejo James entrar pela porta ao lado onde estávamos e logo todos o encaram, ele nem se importa é como se não estivéssemos ali.

De repente os dois garotos “Leondre” e “Charlie” do “Bars and Melody” que ainda estavam no palco olham para James e lhe dão um sorriso incrivelmente bobo, ele vai em direção a eles enquanto Leondre vem correndo desesperadamente na direção de James.

Ao se encontrarem Leondre dá um pulo e se agarra em James entrelaçando suas pernas na cintura dele enquanto o esmagava num abraço louco.

-Leondre: JAMES SEU LINDO COMO É BOM TE VER DE NOVO.

Ouço James dar gargalhadas escandalosas enquanto coloca gentilmente aquele garoto no chão delicadamente, todos a minha volta não dão nem mesmo um piu.

O que estava mais desnorteado era Clay, já que ele é um fã do Bars And Melody desde que eles iniciaram sua carreira.

-Charlie: iaw man, como você tá, já faz um ano que a gente não se vê.

-James: é verdade, eu senti falta de vocês...

Vejo eles darem um abraço bem forte... parecia bastante bom aquele abraço, como James apareceu uma garota extremamente linda entrando na quadra e logo que viu James deu um grito escandaloso e saiu correndo para abraça-lo.

-Shopia: JAAAAAAMESSSSSSSS, Meu Deus como você está lindo, olha para isso.

-James: kkkkkkkkk, você também continua maravilhosa.

-Charlie: Ei vamos comer lá no Dudda's?

-Leondre: Vamos!!!!

-Shophia: Você pode ir James?

-James: Se for por vocês é lógico!

Eles saem pela a entrada do outro lado rindo feito loucos, e eu meio que invejei aquilo...


     ~Corte de tempo 4 horas depois


Já estou a caminho da festa da Sara, e passo na casa de Clay e ele já estava pronto, chegamos rapidamente a festa dela e já estava lotado a maioria das pessoas estavam na piscina, fomos entrando e encontramos a Sara completamente louca.

-Sara: meus queridos vocês vieram.

Nos deu um abraço forte.

-Sara: Vão lá para a piscina, a maior parte estão lá.

Vamos seguindo por dentro da casa até nos encontrarmos com alguns amigos que estavam na beira da piscina e logo vamos cumprimenta-los.

Ao olhar para frente vejo do outro lado da piscina James aqueles dois garotos que fizeram a apresentação e aquela garota linda que entrou logo depois.

Coro violentamente ao ver o corpo definido sem blusa de James, e logo baixo a cabeça.


       ~Corte de Tempo 1 hora depois


A festa já estava uma loucura, já tínhamos bebido pra caralho e logo percebo que Clay não estava por perto, vou atrás dele, procuro em tudo que é buraco e eu não acho, decido ir para o segundo andar, tinha um corredor e no meio do corredor havia outro corredor lateral levando a algum lugar, vou passando por esse corredor escuro e ao chegar perto da bifurcação do corredor lateral ouço duas vozes, me esgueiro colado a parede e vejo que Clay estava contra a parede enquanto James estava apoiado com uma de suas mãos na parede ao lado do rosto de Clay.

-Clay: Me desculpa... eu era um idiota, eu não queria fazer aquilo realmente.

Ele estava chorando, coisa que eu nunca tinha visto.

-James: O que você fez não tem mais conserto.... Eu não quero saber de você e muito menos quero olhar para sua cara novamente.

-Clay: Eu sei que eu fui um merda, mas eu só fiz aquilo porquê eu te amava e ainda te amo...eu queria que você me notasse.

-James: não importa mais, você para mim não passa de um escroto.

Vejo ele sair de perto do Clay, e logo Clay cai de joelhos colocando sua testa no chão e chorando desesperadamente, ouço James vir e me jogo numa porta que estava encostada ao meu lado e a fecho silenciosamente.

Pouco tempo depois ouço passos e soluços passarem pelo quarto onde eu estava e descendo as escadas, fico mais um tempo pensando sobre o que eles estavam falando exatamente… mas não consigo pensar em algo, eles já se encontraram antes?

Desço para a festa novamente e não vejo nenhum dos dois, bem… devem ter ido embora, vejo os amigos de James ainda sentados do outro lado da piscina e resolvo ir lá para ver se descubro algo sobre o que tá acontecendo.

-Teddy: oi… eu posso sentar com vocês?

-Sophia: Claro, é sempre bom ter mais gente pra conversar.

-Teddy: Obrigado, sou Teddy prazer.

-Leondre: sou Léo.

Ele se levanta e me dá um abraço forte que me faz corar um pouco.

-Sophia: oi sou Sophia.

Ela dá um sorriso simpático.

-Charlie: sou Charlie prazer em conhecê-lo.

Ele se levanta e aperta minha mão carinhosamente.

Me sento junto deles e logo pergunto.

-Teddy: sabe… eu sou da sala do James…

Vejo todos me encararem com um olhar interessado.

-Teddy: Eu queria saber melhor sobre ele… eu sei que é estranho, mas poderiam me falar um pouco sobre ele?

-Sophia: Bem… James já estudou na escola que ele está agora.

Ao ouvir aquilo fiquei completamente confuso.

-Teddy: O que ?

-Leondre: Sim, ele estudou na escola há 3 anos atrás, antes de entrar para o exército.

-Teddy: sério?

-Charlie: sim, olha uma foto dele antigamente.

Charlie mostra uma foto de James antiga e meu mundo caiu, Teddy é aquele garotinho que o Clay estava espancando no beco naquele tempo.


     ~Flashback on

-Teddy: vamos Clay a aula já vai começar deixe esse pobre coitado em paz.

-Clay: ok.

Vejo eles largarem aquele serzinho no chão como se fosse lixo, e aquilo meio que parte meu coração…

Ao chegar na porta da escola começa a chover forte e logo falo.

-Teddy: esqueci de fazer uma coisa, vão na frente.

-Clay: ta, mas não demora muito.

Volto silenciosamente naquele beco, eu estou é louco com certeza aquele garoto já deve ter ido embora.

Ao chegar perto do beco ouço um choro desesperado, e aquilo me quebra o coração mais ainda.. fico do lado do beco encostado na parede ouvindo ele chorar, aquilo era uma tortura para mim, mas eu merecia…

Ouço ele se levantar, e corro igual a um retardado para atrás de um poste…

Ele estava tão destruído o sangue descendo pelo seu rosto, mas seu rosto era de puro ódio tanto ódio que nem mesmo percebeu que ele passou por mim, dessa vez Clay passou dos limites.

     ~Corte de tempo 2 dias depois


Aquele garoto faltou ontem e faltou hoje também… o que será que aconteceu?

-Dhallila: queridos, sinto lhes informar, mas nosso colega de classe James teve que sair da escola.

-Clay: ei parece que o pirralhinho não aguentou a pressão kkkkkk.

-Teddy: você pode fechar essa boca um pouco Clay, estou com dor de cabeça.

-Clay: … tá, desculpa.

-Teddy: obrigado.


     ~Flashback off


-Leondre: Teddy… você está bem?

-Teddy: estou… não é nada.

-Sophia: você está pálido.

-Teddy: é eu não estou muito bem… acho que vou para casa.

-Charlie: já estamos indo também quer uma carona?

-Teddy: seria ótimo…

-Sophia: vamos… ainda bem que você não bebeu Charlie.

-Charlie: pois é…


    ~Corte de tempo 25 minutos depois


Já estou na porta de casa, agradeço por eles terem me deixado e logo entro para casa, estou destruído só quero minha cama… e esquecer da merda que fiz...


        ~POV CLAY


Vou para casa totalmente destruído, ele nem mesmo tocou em mim, mas a dor é tão grande… eu sou desprezível, acabei com qualquer chance de ter o garoto que sempre quis comigo e agora eu to aqui… eu só queria que ele me perdoasse.

Ao chegar em casa vejo minha mãe me olhar com aquele olhar de desprezo de sempre.

Senhora neves: ei moleque tem um miojo na geladeira se quiser fazer, logo depois de comer suba para o seu quarto, não quero ver sua cara hoje.

Vejo ela falar isso com uma garrafa de cachaça barata na mão…

-Clay: Sim senhora.

Subi para meu quarto e lá mesmo eu chorei mais ainda, pois eu não tenho mais nenhum motivo para ser feliz, até minha mãe me despreza, eu só queria esquecer o que aconteceu.


      POV JAMES


Estava chegando no meu apartamento e assim que entro lágrimas começam a descer pelo meu rosto sigo para o banheiro tomo um banho quente e longo, coloco uma roupa quente e logo deito na cama... eu só queria esquecer o que eu fiz.




Notas Finais


Bem gente é isso bjs bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...