História Teen Wolf - Umbra - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Chris Argent, Cora Hale, Corey Bryant, Danny Mahealani, Derek Hale, Ethan, Gerard Argent, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kate Argent, Kira Yukimura, Laura Hale, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Victória Argent
Tags Argent, Brasil, Cora Hale, Scalia, Scalisson, Stalia, Stydia, Teen Wolf, Theira
Visualizações 14
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá My Friends! Espero que aproveitem a leitura e é claro, interajam! O rumo da história depende da opinião e participação de vocês 💙.

Capítulo 1 - 1. "Férias"


Fanfic / Fanfiction Teen Wolf - Umbra - Capítulo 1 - 1. "Férias"

-- Aqui faz tanto calor! -- Lydia arranca o casaco no qual estava vestida.

-- Eu concordo! -- Stiles anda cambaleante parecendo que havia acabado de sair do banho, mas na verdade ele precisava de um. Derek solta uma risada, continuava impecável com aquela jaqueta preta. Como ele conseguia? Aparentemente nenhuma gota de suor corria pelo seu corpo. Aparentemente. Stiles finalmente se apóia nele tirando do seu rosto o sorriso para dar espaço a uma carranca ameaçadora, Stiles resolveu que seria melhor se apoiar em seu melhor amigo que analisava o aeroporto como se estivesse em Marte. Ele não esperava que o Brasil fosse tão... Brasil como conhecemos.

-- É o Brasil, foram avisados sobre isso. O que esperavam? -- Malia fala de maneira intelectual. Mas não poderia dizer que uma parte sua não concordava.

-- Esperávamos que fosse quente, não um forno! -- Theo se pronuncia.

-- Vamos logo, parecemos idiotas parados no aeroporto. -- Derek coloca novamente os óculos de sol e não perde a pose. Seria totalmente tosco se ele não fosse tão bonito.

-- Derek tem razão. Não sabemos o que esperar dos caçadores em momento algum. -- Scott afirma mas não dá uma passo a frente.

-- Eu concordo, parecemos idiotas. -- Theo se põe a andar para fora do aeroporto. Eles ficariam mesmo com medo da cidade?

Estavam em Brasília, mas se fosse por Derek estariam na Amazônia, lá teriam mais chances de encontrar o que estavam procurando.

-- Só por curiosidade, aonde ficaremos mesmo? -- Lydia resolve se certificar. Por mais que houvessem planejado aquela viagem a algum tempo, de repente a ruiva teve um sonho e no outro dia estavam em um avião.

-- Na minha casa. -- Derek acompanha os passos de Theo, a diferença é que ele sabia para onde ia, e Theo não. O grupo se entreolhou um tanto duvidoso, mas o sorriso de Scott os tranquilizou. -- Vamos? -- Derek olha sobre o ombro. Os rostos nervosos o fizeram sorrir.

Havia somente um carro, grande e preto como sempre eram os carros do Hale. Como todos caberiam ali? No estilo mais coração de mãe o possível, tinha que haver espaço. Derek como dono do carro dirigiu e Scott sendo Scott se sentou na frente. Stiles nunca imaginou que precisaria se sentar no colo de alguém... se sentiu gordo sentado no colo de Lydia.

-- Estam bem acomodados? -- Scott pergunta se virando para trás com um sorriso. Mas os rostos não tão contentes e a risada de Derek muito contente fez tudo parecer que não.

Se é que era possível o calor aumentou no carro. E não teria como ser o contrário já que o ar condicionado estava desligado e somente as janela de Derek aberta. Talvez ele quizesse fazer as crianças sobre a sua supervisão sofrerem um pouco. 

-- Eu sempre achei que gostasse da antiga casa dos Hale, mas não imaginei que gostasse tanto a ponto de comprar uma em outro país. -- Stiles observa uma casa destruída a beira da estrada. Derek preferiu ignorar o comentário sarcástico. Eles estavam passando por uma estrada arrodeada de árvores, que parecia conter uma pequena floresta.

-- Não mora na cidade grande? -- Lydia observa que mal haviam casas naquele lado.

-- Eu comprei um casarão aqui a um tempo. -- corrigindo: Derek quis dizer que "convenceu" Peter a comprar aquela casa ali a menos de uma semana.

-- Um casarão? -- uma curiosidade desperta em Malia. Ela sabia que na verdade Peter havia contribuído mais do que os créditos diziam.

-- Uma casa comum não suportaria tantas variações de humor. -- Theo fala com riso ao olhar para a janela, ele tinha razão pois nem sabia como pessoas tão diferentes poderiam ser tão unidas.

-- Lydia, -- Stiles sussurra pela garota embaixo dele. -- O que acha de trocarmos de lugar? Eu gostaria de sentar no banco.

O humano obviamente não se lembrou que estava em um carro cheio de lobisomens que fizeram questão de encará-lo.

-- Não. -- a ruiva diz simplesmente.

-- Tá! -- Malia suspira aborrecida com vontade de lançar Stiles do carro. O clima do Brasil estava começando a afetar o seu humor e simplesmente não conseguiu acreditar que havia começado a chover. Pulou para o colo de Theo o deixando momentaneamente com olhos arregalados. Scott não poderia fingir que não se importou com o gesto.

-- Está muito longe? -- Stiles pergunta.

-- Não.

Scott não conseguiu se focar na  conversa que se seguiu já que basicamente Stiles perguntava quando chegariam e Derek respondia com um 'não' para tudo, principalmente quando esse diálogo se seguiu várias vezes. Estava preocupado em ter deixado Liam e Peter em Beacon Hills. A ligação entre um alfa e seu beta eram tão intensas quanto a de um pai para um filho, era meio que assim que via Liam, por mais que fosse crescido o suficiente para se cuidar. Essa mesma ligação ainda era fraca entre Peter e Scott, mas existia... sendo ele quem o transformou em lobisomem. Mas a sua maior preocupação mesmo era que os caçadores voltassem, era que Liam se descontrola-se, era ele perto de Peter pois sabia o quanto o homem poderia ser influenciador, era medo porque eles eram a sua família e estavam em outro país.

-- Chegamos? -- Stiles volta a perguntar.

-- Por favor Stiles, Cale a boca! -- Malia se exalta.

-- Não. -- Derek reponde antes de sair do carro. Scott o segue e logo vêem a imensa casa vermelha onde atrás repousava um corrego calmo e silêncioso.

-- Eu pesquisei bastante, aonde encontrou isso aqui? -- Lydia pergunta a Derek ainda adimirada. Aquele lugar parecia mais um recanto de férias do que realmente uma missão em que procurariam por mais como eles. Ela aproveitaria para tomar um sol, sabia reconhecer que estava muito pálida.

-- Eu encontrei em Brasília. -- diz o óbvio e vai para dentro da casa, que observado por Scott e Stiles, já estava aberta, ou seja, já havia algum morador.

-- Tem algo que ainda não sabemos? -- Scott pergunta.

-- Vocês se lembram da...

-- Derek! -- uma garota pequena e forte vem em sua direção enlaçando o seu pescoço com força, poderia dizer que aquele abraço tirou o seu ar.

-- Vocês se lembram da... -- novamente Derek tenta falar mais o ar lhe falta. 

--... Cora. --  Stiles completa a frase. Como poderia esquecê-la? A irmã mais nova de Derek parece se dar conta dos outros ao seu redor. Lydia revira os olhos um tanto mais ansiosa para aproveitar o clima com um biquíni.

-- Essa é Malia, a sua sobrinha desconhecida. -- Derek sorri e caminha para dentro da casa ignorando a presença dos outros.

-- Cora? -- Malia a encara. Era estranho pertencer aquela família... e principalmente sua tia ter a sua idade.

-- Malia. -- ela sorri e entra na casa. Stiles esperava que ela falasse com ele... Mas não seria nostálgico, era bom reencontrar a Hale caçula mas era só isso.

Por enquanto, entrariam naquela casa e aproveitaria a pequena parte do paraíso sossegado que lhes foi dado antes que tudo desmorona-sse. Mas no fim, Derek tinha razão, deveriam ter ido para a Amazônia, era lá que a nossa "Pandora" se encontrava.


Notas Finais


Então... o que vocês acharam? Eu espero muito que tenham gostado. Até o próximo capítulo! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...