História Tell Me You Love Me - Camren - Capítulo 61


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Depressão, Drama, Romance
Visualizações 942
Palavras 1.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia amores da titia.

Capítulo 61 - Realmente esse produto é bom demais


P.O.V  Camila

Segurei com delicadeza o produto sexual, meus olhos continuavam arregalados e eu nem imaginava que a minha noiva fosse comprar aquilo. Na minha frente tem as famosas bolinhas tailandesas, sabe aquelas bolinhas que são grudadas umas nas outras e no final tem uma argola? É essa mesmo, obviamente já vi na internet mas não sabia que aquilo funcionava de verdade, já que no pornô as mulheres são pagas para fazer aquele escândalo todo. Nunca testei produtos sexuais, tive a primeira experiência com a Lauren daquelas bolinhas do prazer e agora é outro tipo de bolinhas, confesso que estou ansiosa para senti-las dentro de mim e ver o quanto de prazer eu vou receber.

Deixei aquelas bolinhas em cima da cama e abri um sorriso malicioso para a minha noiva, Lauren riu baixinho enquanto balançava a cabeça, levo as minhas mãos para a barra de minha blusa e puxo para cima até tirar do meu corpo, isso sem tirar os olhos da branquela. Desabotoo o botão do meu short e removo aquele pano inútil, apalpo os meus seios por cima do sutiã e aproveito para tira-lo também. Na hora que eu ia tirar a calcinha, a Lauren fez que não com o dedo e se aproximou.

- Deixa que eu tiro – Lauren se ajoelhou em minha frente, minha boca salivou com a visão.

- O que está fazendo?

- Apenas tirando – Lauren prendeu o elástico de minha calcinha entre os dentes e foi tirando com a boca, aquilo só me fez ficar molhada.

- Céus! – Exclamei com a visão, minha noiva foi se levantando e deixando beijos molhados por minha barriga, passou pelo vale dos meus seios e alcançou a minha boca com um selinho.

- Você está nua e eu não – Lauren fez um beicinho.

- Deixa que eu resolvo isso – Tiro a sua blusa sem enrolação nenhum, vejo-a que está sem sutiã – Nossa!

- Ainda falta a ultima peça – Lauren riu roucamente perto do meu ouvido.

- Oh sim – Desço a sua calcinha por suas pernas até que livrei daquele pano inútil – Problema resolvido.

- Está pronta para ter o melhor orgasmo?

- Se aquilo mesmo funcionar.

- A vendedora disse que funciona cem por cento – Lauren sorriu de lado – Se não der certo, vou enfiar aquelas bolinhas no rabo dela.

- Nossa que agressiva.

- Sei que você adora isso – Lauren deu mais um passo em minha direção.

- Amo uma selvagem – Murmuro em seu ouvido, aproveito para morder o lóbulo.

Lauren partiu para me beijar mas antes eu passei a língua desde o seu queixo até em seus lábios, só assim iniciamos um beijo desesperado e intenso, algo bem devorador. Suas mãos apalpavam o meu corpo todo, ora apertava a minha cintura, ora tateava as minhas costas até que ela resolveu segurar em minha bunda e apertar com gosto, até arfei contra a sua boca macia. Arranho a sua nuca até o vão de suas costas, isso foi apenas um incentivo para que a minha noiva continuasse a apertar a minha bunda. Eu recebia varias mordidas nos lábios e em troca, eu deixava alguns chupões nos da Lauren, nossas línguas entraram em combate. Dessa vez é um beijo de língua vulgar, nossas línguas se roçavam fora da boca e por um momento abri os meus olhos só para enxergar aquela cena sexy. Tem um fio de saliva ligada entre as nossas línguas, volto a fechar os olhos quando recebo uma chupada em minha língua. Lauren me pegou no colo e me colocou delicadamente na cama.

- Amo quando nos beijamos assim – Lauren sussurrou, seus seios roçaram nos meus e eu acabei arfando.

- Amor, eu quero logo experimentar – Cravo as minhas unhas no começo de suas costas e arranho até o final.

- Huum – Lauren ronronou, ela se afastou levemente e apertou os bicos dos meus peitos – Já que você está sendo boazinha, vou te fazer provar.

- Vai doer?

- Confia em mim, meu amor – Lauren me olhou carinhosamente – Não vai doer, mas se isso acontecer, você me avisa.

- Uhum.

Lauren tateou pela cama até achar o produto sexual, ela abriu um lindo sorriso e aproximou aquelas bolinhas perto da minha boca, abro a mesma e começo a chupar aquilo para lubrificar, minha noiva não tirava os olhos de mim nem por um segundo, ela está adorando a cena. Ela tirou o produto da minha boca e arrastou por minha barriga, me arrepiei com o contato, até que chegou em minha intimidade molhada, Lauren passou as bolinhas por entre minhas dobras e desceu mais ainda até alcançar a minha entrada, senti penetrando dentro de mim e não era algo de outro mundo, porem é uma delicia. Seus olhos me fitavam querendo uma aprovação ou saber se está machucando.

- Pode ir, isso não machuca.

Lauren penetrou completamente e eu acabei gemendo, fiquei surpresa com isso, mal tinha sido penetrada e já estava gemendo? Céus, esse produto é prestável. Seguro firme em seu cabelo enquanto a minha noiva estocava aquelas bolinhas dentro de mim, deixando apenas a argola para o lado de fora, meu quadril começou a ficar inquieto e passou a se remexer implorando por mais contato. Lauren deixou as bolinhas todas dentro de mim e abocanhou o meu clitóris, eu não sabia explicar como era a sensação, saber que tem algo dentro de mim e que está parado, parece que da mais prazer e instiga para continuar. Nesse momento eu já gemia como uma louca, arranhava as costas da fazendeira e puxava seus cabelos negros, sua língua brincava com o meu nervo e sugava para dentro da sua boca.

- Oh Lauren! – Gemi sem pudor algum, comecei a rebolar contra a sua boca – Mais rápido.

- Você está quase lá? – Lauren perguntou, sua língua se esfregava no meu nervo e aquilo me levava a loucura – Eu preciso saber.

- E-estou...pelo amor de Deus, esse produto é maravilhoso – Falei entre gemidos.

- Então se prepare para o melhor orgasmo – Lauren mal tinha terminado de dizer, meu corpo já tremulava, ela puxou com tudo a argola retirando as bolinhas rapidamente de dentro de mim.

- LAUREEEN...- Gemi arrastadamente e quem sabe um pouco escandalosa, o meu orgasmo saiu fervente de dentro de mim.

- É bom, não é?

- É a melhor coisa – Ofego, tento tranquilizar a minha respiração – Isso foi uma delicia.

- Você fica tão gostosa assim.

- É a minha vez.

- Achei que não fosse dizer isso – Lauren piscou um olho.

Troco as nossas posições ficando agora por cima, pego o produto e sem enrolações, enfio dentro da minha noiva, escutei o seu gemido rouco e isso me instigou a continuar. Passo a estocar as bolinhas em um vai e vem rápido, meus olhos sempre fitando as suas esmeraldas para saber se está tudo bem, Lauren gemia e arqueava as costas, a sua pele brilhava pelo suor, essa visão é tão incrível. Empurro fundo as bolinhas até onde puder, puxo pela argolinha e aquilo fez ela gemer mais alto ainda.

- Oh céus, eu vou...

Coloco novamente as bolinhas dentro dela e puxo, fico fazendo isso freneticamente sem nenhuma pausa, estava adorando sentir suas unhas curtas em minha pele ou escutar seus gemidos implorativos. Lauren não sabia ficar quieta na cama, sempre fazendo algo ou se remexendo implorando por mais prazer, até que vi seu corpo tremulando. Abocanho o seu clitóris que nem ela fez comigo e chupo o seu nervo, aquela sucção gostosa se fazia presente. Enfio fundo as bolinhas na sua entrada e vou até o final, quando o seu gemido aumentou, puxo a argolinha com rapidez.

- Camila...isso....assim – Lauren praticamente ficou sentada na cama e o seu orgasmo saiu com tudo.

- Nossa – Umedeço os meus lábios ao encarar aquela delicia.

- Realmente esse produto é bom demais.

- Eu disse!

- Estou tremula até agora – Lauren se jogou na cama e eu deitei em seu peito – Amo você.

- Eu te amo amor.


Notas Finais


Morri de ri com os comentários do cap anterior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...