História Tell Me You Love Me - Camren - Capítulo 65


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Depressão, Drama, Romance
Visualizações 1.733
Palavras 1.417
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia, espero que estejam com coletes.

Capítulo 65 - Só agora que percebeu?


P.O.V  Camila

Lauren me olhava faminta, seus olhos estão brilhando intensamente, antes eram verdes e agora ficou acinzentados, aquela mudança de cor me deixou completamente molhada. Estou vestindo a fantasia de gata que é um vestidinho de couro preto colado totalmente ao meu corpo, vem com um rabo felpudo cinza com alguns detalhes pretos, orelhinhas de gato no topo de minha cabeça, salto alto vermelho nos pés e para finalizar, um lindo chicote de couro. Dei uma voltinha pelo quarto só para a minha noiva ver de todos os ângulos o meu corpo quase exposto, Lauren continuou estática no local e com a boca aberta. Me aproximo dela com um sorriso malicioso, passo o chicote em seu pescoço e a vejo se arrepiando.

Dou uma chicotada em seu braço exposto e a mesma salta para o lado se assustando, aproveito para fechar a porta e tranca-la, Lauren balançou a cabeça e me fitou dos pés a cabeça. O único barulho que se fazia presente é dos meus saltos e do meu chicote, empurro a minha noiva até que ela se sentasse na cama, ela continuava muda. Deslizo o meu chicote desde o seu pescoço até parar em sua barriga coberta pela blusa, cravo as minhas unhas em seu braço e arranho até uma certa parte.

- O gato comeu a sua língua? Alias, uma gata – Sussurro perto do seu ouvido.

- C-camila...

- Yo te quiero mi amor – Murmurei o meu perfeito espanhol.

- Porra!

- A regra é o seguinte – Colo a minha boca em sua orelha – Eu mando e você obedece, combinado?

- S-sim – Lauren gaguejou e umedeceu os lábios – Quer dizer, o que você vai fazer comigo?

- Nada amorzinho, apenas vamos brincar – Mordo o lóbulo de sua orelha – Tire toda a sua roupa.

- O que?

- Me obedeça – Mando com uma voz firme – Tire toda a sua roupa, se você não me obedecer vai ser pior.

- C-certo – Lauren acenou algumas vezes e foi removendo peça por peça de seu corpo até que ficou totalmente nua – Pronto.

- Boa garota – Arrasto novamente o meu chicote pela sua pele exposta, passo pelo vale de seus seios e vou descendo até a sua barriga, arranho com as minhas unhas aquele local maravilhoso – Amo sua barriga gostosa.

- Camila...não provoca.

- Quieta baby – Sento em seu colo – Eu mando aqui.

Ataco os seus lábios sem dar chance para ela retrucar, Lauren segurou firme em minha bunda e pressionou mais contra ela, mordo um tanto forte o seu lábio inferior e deixo uma longa chupada. Minha noiva tratou de tomar a minha língua para sua, me deixando completamente anestesiada mas eu não posso perder o foco. Arranho as suas costas com gosto, foi um tanto forte mas percebi que ela gostou assim que aumentou a intensidade do beijo e chupou a minha língua demoradamente, arranho a sua cintura e volto para as costas, quero vê-la totalmente marcada. Corto o beijo fazendo um estalo soar, Lauren me olhou frustrada e eu apenas sorri maldosa, mordo de leve o seu pescoço e me afasto ainda com um sorriso diabólico.

- Será que você está molhadinha? – Chicoteio a sua costela.

- Veja você mesma – Lauren arfou, dou-lhe mais uma chicotada mas dessa vez acertou em sua barriga, o local ficou avermelhado.

- Vou ver de pertinho – Passo o chicote em suas coxas macias e bato na bater interna, fico de joelho no chão perto da sua intimidade.

- Isso é tão bom – Lauren sussurrou, seus olhos queimavam o meu corpo.

- Não comemore antes da hora – Pisco um olho, dou uma longa lambida em seu sexo constatando estar muito molhado – Que delicia.

- Oh Camila! – Lauren tratou de segurar em meu cabelo.

- Não mandei você fazer isso – Me levanto e vejo a sua expressão de brava.

- Pode continuar o que você começou – Lauren falou brava – Anda Cabello.

- Jauregui, você não tem poder algum – Pego a sua mão e rapidamente encaixo um lado da algema felpuda, a mesma me encara surpresa e eu aproveito a sua distração para prender a sua outra mão – Prontinho baby, não vai tocar em mim.

- Camila!

- Me chupa – Mando.

- Como?

- Se vira.

Lauren me olhou com pura raiva e rosnou para mim, fiquei em sua frente, tirei calmamente o meu vestido de couro revelando a minha lingerie preta quase mostrando o meu sexo. Minha noiva rosnou novamente, parecia um selvagem faminta. Tiro a minha calcinha e o meu sutiã, ficando exposta. Lauren rapidamente se levantou da maneira que pode e se ajoelhou no chão, com as mãos presas em suas costas. Abri bem as pernas e a sua boca se encaixou ali, jogo a cabeça para trás o senti-la me chupando intensamente, sua língua se infiltrou no meio de minhas dobras e alcançou o meu clitóris, urrei ao senti-la sugando o meu nervo para dentro de sua boca e dando uma mordidinha no final. Lauren se remexia, sabia que estava desconfortável por não estar usando as mãos.

- Eso es tan bueno – Sussurrei entre gemidos.

- Camila, é tão sexy você falando assim.

Chicoteio o seu ombro e faço a minha melhor cara de séria, Lauren entendeu o recado, ela voltou a me chupar com maestria, prendeu o meu nervo entre seus dentes e deslizou a língua na ponta do mesmo. Seguro em sua cabeça para me manter em pé, minhas pernas tremiam de tanto prazer que estou recebendo, sua língua deslizava para cima e para baixo explorando cada canto molhado, seus lábios brilhavam pela minha lubrificação natural. Cravo as minhas unhas no vão de suas costas e arranho até onde eu consigo, rebolo contra a sua boca sentindo o meu corpo ficando tremulo. Bato com o chicote em sua coluna e passo a ponta em sua nuca, Lauren ergueu o olhar para mim e deu uma longa chupada no meu nervo, aquilo foi o meu fim.

- Oh Laureeen! – Gemi arrastadamente – Assim...oh...isso!

- Porra Cabello! – Lauren sugou até a ultima gota do meu gozo – Gostosa da porra.

- Gostou de ficar esperando? – Indago passando o chicote pelo seu corpo todo.

- Estou aqui explodindo de excitação – Lauren resmungou e olhou para baixo – Amor, esse salto ficou uma delicia em você.

- Cala essa boquinha gostosa – Mordo o seu lábio inferior – Como você foi uma boa garota, vou te compensar.

- Faça-o, por favor.

Ajudo a Lauren se levantar e ela se senta na beirada da cama, fico de joelhos e encaro o seu sexo molhado de pura excitação, dou uma longa lambida e volto a encara-la. Minha noiva parecia estar com esperança de que eu continuasse, não vou mais maltrata-la. Agarro as suas coxas e abocanho o seu sexo úmido, escutei o seu gemido rouco chamando pelo o meu nome e isso apenas inflou o meu ego. Sugo o seu clitóris para dentro de minha boca dando algumas chupadas que fizeram aquele famoso sucção, desço a minha língua para a sua entrada e fico rodeando por aquele local, Lauren gemia sem pudor algum e puxava o meu cabelo com certa força. Estou adorando esse sexo selvagem.

- Vai gatinha, acaba comigo.

- Miau – Miei contra o seu sexo, a escutei gemer novamente.

- Mulherão da porra.

Penetro a minha língua em sua entrada e fico girando-a ali causando mais prazer ainda, retiro a minha língua e substituo por dois dedos, começo a estocar freneticamente sem intervalos. Lauren gemia em sequencia, suas mãos não paravam inquietas em meu corpo. Olho para o seu rosto vejo que ela já me olhava, uso a mão livre para pegar o chicote e lascar em sua coxa interna, Lauren abaixou o tronco e deu uma puta de uma mordida gostosa em meu lábio, senti o gosto metálico do sangue. Arranho a sua coxa com certa força e enfio fundo os meus dedos até onde conseguiram, a branquela arregalou os olhos e jogou a cabeça para trás liberando o seu orgasmo.

- Puta merda – Lauren arqueou o seu quadril e eu lambi todo o seu liquido – Que boca gostosa.

- Miau – Miei novamente e arregalo os olhos ao perceber suas mãos livre – COMO VOCÊ FEZ ISSO QUE EU NÃO PERCEBI?

- Sou mestre em escapar das coisas – Lauren piscou um olho – Só agora que percebeu?

- Eu estava muito ocupada em perceber algo do tipo – Solto uma risada – Você é foda amor.

- Obrigada – Lauren me deu um selinho – Eu te amo.

- Eu também te amo – Deito a cabeça em seu ombro.


Notas Finais


Lauren é espertinha kkkk gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...