História Tem que ser você - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 24
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - O que deu em mim?


Fanfic / Fanfiction Tem que ser você - Capítulo 4 - O que deu em mim?

             ... Virei pra trás e dei dedo para ele, e escutei o Niall o repreendendo, quando não tinha mais ninguém me vendo, sai correndo, coloquei os pés na água, e todas as recordações e memórias vinheram a tona..... 

Niall on:

  

O dia estava sendo perfeito, fui buscar as meninas junto do Zayn, estava morrendo de saudade da minha pequena. Fomos para casa, mostrei elas o quarto e fiquei junto dos meninos. Estava um clima tão bom, eu rir que rolei do Louis contando que a s/a tinha caído da escada, e para piorar, tinha sido a segunda vez. Como estávamos atoa, as meninas tiveram a ideia da gente brincar de verdade ou desafio. Estava tudo indo bem, até que o Louis perguntou pro Harry o que ele achou da s/n. Então, ele começou a falar um monte de baboseira, e tocou no nome do nosso pai, bom, na verdade é pai de sangue da S/a, mas eu o considerava meu pai de verdade. Sim, somos irmãos da mesma mãe, mas de pais diferentes. O que ele não sabe, na verdade, com exceção da Lucy, ninguém ali sabia o que de fato aconteceu com nosso pai. Vendo toda aquela situação, só me restou repreende-lo.

Harry: JÁ PENSOU EM SER ATRIZ? VOCÊ TEM DOM, SUA FALSA FINGIDA.

Eu: JA CHEGA HARRY – avistei ela saindo em direção a porta dos fundos – O que deu em você?? – falei indo pra cima dele, mas o Zayn me segurou.

Harry: Não sei, desculpa – falou se levantando e indo em direção aos quartos – é só que..

Eu: A desculpa não tem que ser para mim, Harry.

Lucy: Acho que vou atrás dela – falou se levantando

Louis: Niall, o que aconteceu com o pai de vocês, que deixou minha desastrada tão mal?

Eu:

 

Flashback on:

 

Hoje é o aniversário de 10 anos da s/n. Estávamos todos empolgados, inclusive Lucy que já estava com a s/n brincando na piscina.

S/n: Papai, papai, o senhor não vai entrar não?

Taylor: Calma minha princesinha, eu só preciso ir ali antes, buscar seu presente, e iremos passar a tarde toda nos divertindo.

S/n: Então vai logo papai!

Taylor: Grandão, eu vou buscar o presente da sua irmã, você fica de olho nela para mim?

Niall: Sim papai – apesar de não ser de sangue, sempre tratei Taylor como meu pai

Taylor: Eu te amo meu filho – e me deu um beijo na testa. Foi na s/n que estava brincando com Lucy e fez o mesmo.

 

Flashback off.

    

Eu: Com isso ele saiu de casa, e nós ficamos brincando a tarde inteira na piscina, nossa mãe, S/n, Lucy, a mãe dela que se tornou uma grande amiga da minha mãe. As horas foram passando, e nada do nosso pai chegar, a s/a perguntava dele toda hora, e minha mãe dizia que ele já deveria está chegando, apesar da pouca idade, percebi que minha mãe estava preocupada. Passaram mais algumas horas, e veio à notícia da fatalidade, um cara bêbado furou o sinal e pegou nosso pai bem em cheio, na porta do motorista, onde ele estava. Por mais que tentasse, não tinha mais jeito, ele morreu na hora. – abaixei a cabeça – Quando a s/a soube, ela começou a se culpar, dizendo que se não fosse por causa do presente dela, ele ainda estaria vivo. Nós falamos pra ela, que não era culpa dela o que aconteceu que tinha sido uma fatalidade, mas ela era muito apegada a ele, e não quis saber.

Liam: Nossa Nialler, você nunca tinha tocado nesse assunto com a gente.

Eu: Sim, pois foi uma perda para ambos, e eu lembro o estado que ela ficou, se culpando, chorando dia e noite. Por isso não tocamos nesse assunto, pela S/n.

Zayn: Acredito que ela deve está muito mal, vou atrás dela.

Eu: Melhor não, Lucy foi conversar com ela, e logo elas virão para cá, deixa as duas sozinhas.

Zayn apenas assentiu e ficamos esperando elas voltarem, até que o Louis resolve ir atrás do Harry.

 

Seu Nome on:

 

Fiquei fitando a água, e apesar do Niall, minha mãe e a Lucy sempre dizerem que não tenha sido minha culpa o que aconteceu, eu ainda sinto uma ponta de culpa, pois ele saiu para buscar o meu presente, e o melhor presente seria se ele tivesse ficado em casa, e estivesse comigo até hoje. Limpo as lágrimas que não paravam de cair, e vejo alguém se aproximar.

XX: Oi meu amor – viro e vejo que era a Lucy, se sentando ao meu lado.

 Eu: Oi Lucy – disse me virando pra ela

Lucy: Eu sei que é difícil para você, deita aqui – coloquei minha cabeça no colo dela e ela começou a fazer carinho – não leva ele a sério, ele não sabia o que estava falando.

Eu: Por que Lucy, porque ele tinha que tocar nesse assunto? Nosso dia estava sendo incrível. E o que me surpreende, foi pelo fato dele ter ido no meu quarto mais cedo, sido totalmente educado comigo, e o pior de tudo – cortei meus pensamentos – não, nada.

Lucy: O que você ia falar?

Eu: Nada não, era bobagem deixa para lá.

Lucy: Tudo bem, se precisar conversar, sabe que estarei aqui sempre – me levantei a abraçando – agora vamos entrar, pois já está escuro, vai tomar um banho, que vou lá no seu quarto para gente assistir uns filmes.

Finalmente dei um sorriso, sim, eu tenho a melhor amiga do mundo todo. Depois que ela voltou para dentro de casa, esperei uns minutos e fui para o meu quarto.

 

Harry on:

 

Juro que não sei o que me deu, na hora que eu vi a irmã do Niall, eu senti uma onda de calor passar pelo meu corpo. Como não conseguimos ser apresentados descentemente, fui atrás dela, para me apresentar.

Depois de algum tempo, fomos brincar de verdade ou desafio, e estava tudo muito engraçado, Zayn teve que tomar uma latinha de coca inteira de vez, e quando ele disse que se ele passasse mal, era pra S/n cuidar dele, eu já fiquei meio assim, mas tudo piorou quando Lucy desafiou a S/n dá um selinho no Zayn, eu senti uma raiva tão grande, que nem conseguia olhar para ela. Ficamos brincando mais um tempo, até cair em mim e no Louis, como eu já estava sem ânimo e paciência pedi logo verdade, para acabar com isso logo, e veio a seguinte pergunta:  “O que achou da S/a?”, eu olhei para ela, que estava me olhando certamente esperando a resposta, e lembrei da cena dela e o Zayn se beijando, foi apenas um selinho, eu sei, mas me deu uma raiva, ciúmes, misto de sentimentos e comecei a falar um monte de coisa, mas nada daquilo que saiu era verdade, eu não achava nada daquilo que eu estava falando, mas quando me dei conta já era tarde demais, ela estava segurando para não chorar, e foi nessa hora que reparei que tinha feito merda. Quando ela saiu, eu só consegui piorar mais a situação.

Eu: JÁ PENSOU EM SER ATRIZ? VOCÊ TEM DOM, SUA FALSA FINGIDA.

O Niall me repreendeu, e se não fosse pelo Zayn, acho que estaria com um olho roxo no momento. A única coisa que saiu da minha boca foi desculpa, vim para o quarto, e quando estava nas escadas escutei o Niall falar que as desculpas deveria ser para a S/n, e desde então, estou aqui trancado no quarto, olhando para o teto e pensando na merda que eu fiz. Isso Harry, começou bem. Revirei os olhos e acabei dormindo.


Notas Finais


Se tudo der certo, ainda posto mais 2 capítulos hoje, estou muito feliz pela volta do Harry !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...