História Tempestade em Ionia - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Personagens Janna, Karma, Master Yi, Singed, Wukong
Tags Ação, Hentai, Janna, Karma, League Of Legends, Luta, Master Yi
Visualizações 22
Palavras 1.601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um pouco de ação, huh? Espero que gostem.

Capítulo 4 - Capítulo 4 - Insanidade


O portão de madeira tinha o dobro de altura de Yi. Assim que ele o empurrou com as mãos, sentiu as pequenas farpas pressionarem a ponta de seus dedos. Apesar de aparentar ser um humano normal, a força e velocidade daquele homem eram extraordinárias, e o mínimo de esforço foi suficiente para abrir o portão.

Entretanto, o inimigo que ele iria enfrentar era tão temível quanto os anos de treino de Master Yi. E o espadachim sabia exatamente sobre isso. Sua mão esquerda segurava a tsuka, pronto para pegar a sua Espada Eterna a qualquer momento.

Quando deu os primeiros passos, se deparou com um salão de pouca iluminação. Uma série de pilares sustentavam a construção. O chão era de concreto, sem nenhum detalhe especial. A iluminação precária era feita por algumas tochas que estavam presas nos pilares, porém não eram em todos. Contudo, ao fundo do salão, bem no centro, um grande círculo feito de Hextech dissipava eletricidade, e vários raios recorrentes eram disparados dando alguns flashes que brilhavam em todo o salão.

Yi piscou em reflexo quando viu o primeiro desses raios. Seu coração estava calmo, e no segundo já havia se concentrado o suficiente para não desviar sua atenção. Logo atrás desse círculo, Master Yi percebeu um grande tronco de madeira, com cerca de três metros de altura. Neste grande tronco estava presa Janna. No mesmo segundo em que Yi a viu, sua mão apertou forte a tsuka de sua espada.

Janna estava presa por várias argolas Hextech, que eram estendidas por correntes. Seu corpo estava suspenso. A cabeça da mulher estava jogada para baixo, era impossível ver seu rosto. Ela parecia sem forças. Seus longos cabelos pretos, com um leve tom de azulado, repousavam pelo seu corpo. A respiração dela era bem fraca, seu corpo palpitava suavemente, sem forças. Várias gotas de suor escorriam pelas largas coxas do espírito. Os músculos dela estavam totalmente relaxados, pois ela já não tinha o mínimo de força para sair daquela situação.

O espírito dos ventos usava uma linda yukata rosa, que era amarrada na cintura por um grande laço de mesma cor. Em qualquer outra situação que alguém pudesse ver aquela mulher, se depararia não com um espírito, mas sim com uma Deusa – a julgar por sua beleza. Mas vê-la naquela situação era degradante. Janna parecia a face da própria miséria, e era impossível não sentir um aperto no coração ao ver aquele abuso. Yi lembrou-se no mesmo momento da dor que o espírito sentiu.

Mas por mais que desejasse apenas correr para salvá-la, ele não podia ignorar quem estava próximo a ela: Singed! O reconhecido Químico Louco de Zaun. Ver Singed era o mesmo que ver uma atrocidade: seu corpo era completamente degenerado. Um corpo magro e recoberto de panos, que escondiam todas as queimaduras que ele havia ganho ao longo dos anos por suas poções. Um olhar doentio que divulgava propósito nenhum além do sadismo. Em seus pulsos, grandes pulseiras de espinhos.

Porém o mais preocupante daquela criatura não eram suas vestes, e sim suas armas. Um enorme vidro era preso em suas costas, e dentro dele, um líquido viscoso e verde borbulhava. Esse mesmo líquido era até um pouco fluorescente, e não bastaria muito para aquele ácido queimar a pele do que tocasse. Singed também trazia consigo um grande escudo, revestido de espinhos, que poderia usar tanto para se defender como para atacar.

Yi não sentiu medo. A única coisa que estava em sua mente, era a lembrança da dor de Janna. Não havia espaço nem mesmo para o ódio da vingança sobre seu povo. Aquela era a paz que ele precisava para a batalha – não um rancor de tempos passados, e sim um propósito para ajudar quem precisava.

Yi sacou sua espada em um movimento ligeiro. Seu corpo praticamente vôou em direção à Singed. Os passos rápidos praticamente não faziam barulho no chão, tal que ele se movia como o vento. Porém, quando faltava apenas alguns metros para atacar Singed, Yi ficou totalmente preso por um líquido grudento que estava no chão.

- Ora ora! – Uma voz grossa, estranha e apática saiu da boca de Singed. Até mesmo sua boca era recoberta por uma faixa, fazendo com que sua voz saísse abafada. – O que temos aqui? Quem é você? Hahahah! – Uma risada acompanhou seu discurso. No mesmo momento, Singed se virou para tomar atenção a sua visita. – Parece que você caiu no meu mega-adesivo. A que devo sua visita?

O espadachim ficou atônico, por alguns segundos. Tentou mover os pés, mas sempre que forçava seus pés para cima, o adesivo o puxava para baixo. Parecia impossível sair dali.

- Solte Janna logo! O que você quer com ela? Pare de fazê-la sofrer! – Contestou. Sua mão não deixou a espada por um só segundo.

Singed soltou uma chuva de risadas. Aquilo tudo parecia muito engraçado para ele, apesar de toda situação ser um show desnatural.

- Ah, eu só quero misturar... Misturar... Misturar... E mexer. – A cabeça de Singed virava de um lado pro outro, conforme falava. Ele parecia não ter um pensamento lógico. Era realmente um louco. – Estou roubando todo o poder dela. E estou criando... Uma poção... Que vai me dar o poder que eu preciso! Ha! Ha!

- Uma mente egoísta não trará nenhum fruto – Yi respondeu. Porém Singed não gostou nenhum pouco da resposta. Singed começou a correr na direção de Yi.

Yi, como pode, se posicionou para contra-atacar. Quando Singed estava no meio do caminho, ele tirou uma poção que estava presa em sua cintura e a tomou.

- Sabe de uma coisa? – Singed gritou – Minha poção mais mortal leva o nome de meu mestre! – E em questão de segundos após tomar a Poção da Insanidade, a velocidade de Singed aumentou exponencialmente. Yi o acompanhava no olhar, porém Singed simplesmente esumiu de seu campo de visão. Quando menos percebeu, o espadachim sentiu algo o segurar pelas costas. O lunático arremessou Yi há metros de distância, arrancando o guerreiro de seu Mega-Adesivo. O corpo de Yi foi lançado em um dos pilares, que foi destruído no mesmo instante.

Os destroços recaíram pelo corpo de Yi. Vários arranhos ficaram em seu braço e alguns pequenos cortes em sua costa. O guerreiro Wuju escutava a risada do cientista. Juntou as forças que pode e se levantou, mantendo o restante de sua concentração em sua respiração. O que dava habilidade aos guerreiros Wuju era conseguir manter a calma independente do momento, e Yi tinha exatamente o que precisava – seus pés livres. Yi segurou sua espada eterna e saiu correndo em direção a Singed, como um vento.

Porém Singed, graças a sua Poção da Insanidade, possuia uma velocidade equiparável ao do guerreiro. E para a surpresa de Master Yi, o louco não lutou de frente com ele, e sim começou a fugir. Do grande frasco preso nas costas de Singed, o ácido era dissipado no chão. Yi cometeu o erro de  pisar algumas vezes, tentando seguir o maníaco que estava correndo, e sentiu uma forte queimadura subir pelos seus pés.

Sua vestimenta era desmanchada instantâneamente, e Yi pode sentir seus pés queimarem em carne viva. Yi recuou com um pulo para trás no mesmo instante. Uma gota de suor escorreu pela testa do guerreiro, que ofegava com a dor. As risadas insanas de Singed não paravam.

Algo estava claro na mente do espadachim, porém. Ele teria que usar todas suas forças para derrotar aquele inimigo. Yi se colocou em posição de lótus, ali mesmo, e começou a meditar como havia feito para se conectar com a Janna.

A mesma aura esverdeada emanou de seu corpo. Diversas espadas de energia, como réplicas de sua Espada Eterna, rodeavam-no. Seus pés foram curados em questão de segundos, e ele pode sentir sua energia emanar sobre cada célula de seu corpo.

Yi abriu os olhos e suas pupilas estavam totalmente dilatadas.

- Estilo Wuju! – Gritou – Highlander!

E como um raio, Yi já estava sobre seus pés novamente. Yi começou a correr em direção a Singed, porém dessa vez ele tinha pelo menos o triplo da velocidade. Aquela era a técnica especial de Yi, adquirida após centenas de anos de treinamento. A velocidade dele era incomparável. Ele parecia se mover como os raios que eram expelidos do círculo Hextech que roubava as energias de Janna.

Yi pisou novamente no ácido de Singed, porém a aura esverdeada que emanava de seu corpo agia rápido para curá-lo. Foram apenas alguns segundos para Yi chegar próximo do lunático.

- Ataque Alpha! – Singed, atônito, se virou para se defender de Yi. Seu escudo foi colocado diretamente na frente de seu corpo. Ele não ria mais.

Porém, Yi havia sumido assim que gritou Ataque Alpha. Nesse momento, ele era a própria luz. Singed sentiu uma série de cortes sobre seu corpo – nas costas, cabeça, pernas, braços. Tudo em um único segundo. Não havia defesas para a Espada Eterna do guerreiro Wuju.

Singed caiu morto, com um único ataque daquele guerreiro. O espadachim estava a seu lado, parado. Guardou sua Espada Eterna que emanava uma energia amarela, que aos poucos foi se dissipando.

- Pobre homem – suspirou – uma mente que não está em paz nunca poderá encontrar a felicidade.

Mas tudo aquilo ainda não estava terminado. Janna palpitava, seu corpo pulsava – estava chegando em seu limite. O círculo Hextech soltou um raio de energia que não se dissipou: estava ligado diretamente a Janna. Yi olhou para a situação e percebeu, que na realidade, esse mesmo raio não estava saindo do círculo, mas sim sugando o resto de energia que o espírito tinha.

Yi correu em direção a garota.


Notas Finais


Adorei usar as habilidades dos personagens. Tá chegando no final já. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...