1. Spirit Fanfics >
  2. Tempo - TaeYoonSeok >
  3. O tempo

História Tempo - TaeYoonSeok - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Um bônus que eu tenho pronto a muito tempo, mas é tão... Ah ...

Capítulo 2 - O tempo


Fanfic / Fanfiction Tempo - TaeYoonSeok - Capítulo 2 - O tempo

" Verão, depois do ensino médio, quando nos conhecemos

Nós nos beijávamos no seu Mustang ouvindo Radiohead

E no meu aniversário de 18 anos, nós fizemos tatuagens iguais

Costumávamos roubar as bebidas dos seus pais e subir no telhado

Conversar sobre nosso futuro como se soubéssemos de algo

Nunca planejei que um dia eu estaria perdendo você"

- Hoseok ... Você viu o Taehyung?

Yoongi me cutucou nas costelas enquanto eu me preparava para dar uma tacada com o taco de sinuca, ele havia chegado de repente enquanto eu jogava com uns conhecidos do bar

- Eu não, ele deveria estar com você hoje - eu dei um gole na bebida alcoólica

- Deveria mas ele não apareceu

- Hm ... Vai ver ele dormiu, você sabe que ele dorme quando chega da escola

- Eu fui na casa dele e a senhora Kim disse que ele saiu

Eu franzi o cenho, o olhando confuso após outra tacada

- Achei que ele pudesse estar com você ...

- Eu não vi o Taehyung depois que o deixei na aula

- Okay, agora eu definitivamente estou ficando preocupado sabemos que o Taehyung ou está com você ou comigo

Eu guardei o taco, avisando que não iria jogar mais, chamei Yoongi com um manear de cabeça e andamos até a saída do bar

O Mustang dele estava estacionado na porta e eu me apioei no capô

- Você foi na casa do TaeYong? Ele pode estar lá

- Não... Você foi minha segunda opção depois da casa dele

- Então vamos lá

Eu entrei no lado do carona e ele entrou ligando o veículo

- Se o Taehyung estiver lá eu vou dar nele, não custava avisar

- Relaxa, você sabe que o Taehyung é doidinho e vive no mundo da lua - eu lhe dei um beijinho na bochecha mas ele virou o rosto me dando um selinho

- O que você estava fazendo no bar em plena terça feira, Jung Hoseok ?!

- Jogando e bebendo ... Eu não queria ficar em casa

- Seu pai novamente ? - eu assisti - Já disse pra você vim morar comigo

- Você sabe que eu não posso - ele rolou os olhos

- Okay mas vá pra minha casa não para o bar pelo menos

- Eu gosto do bar, me divirto - ele desviou a atenção da rua, me olhando sugestivo

- Eu espero que seja só com os jogos que você se divirta

- Com ciúmes, bebê?

- Cala a boca

Eu ri, mas fiquei quieto o resto do caminho até a casa do primo de Taehyung, aonde eu realmente esperava que ele estivesse

- Pronto ... Toca a campainha e vê se ele esta

- Porque eu?

- Você é mais amigo do TaeYong que eu e mais desinibido também - ele me empurrou pelo ombro

- Eu já volto - lhe dei um selinho e sai do carro

Andei até a porta, apertando a campainha

Não demorou muito para a senhora Lee abrir

- Olá, Hoseok

- Olá, senhora Lee - eu me curvei respeitoso - O Taehyung esta por aqui ?

- O Taehyung? Sim, ele c....

- Mãe, deixa que eu falo com o Hoseok - TaeYong chegou de forma desesperada

- Hm, ta bom ... Até mais, Hoseok

- Ate , boa noite - senhora Lee sumiu das minhas vistas, ficando apenas Taeyong - Taehyung esta aqui? - ele suspirou

- Yoongi veio ? - eu assisti - Pode chamar ele ? Você três precisam ter uma conversa

Eu chamei o Yoongi com um manear de mãos, ficando nervoso com o tom da fala de Taeyong, parecia sério

- O que foi ? Taehyung não está?

- Ele esta

- Vão lá em cima no meu quarto e por favor sejam legais com o Taehyung - TaeYong nos puxou nos empurrando escada a cima

- Porque eu não seria legal com o meu bebê?! - Yoongi deu de ombros subindo logo atrás de mim

Nós chegamos no corredor logo dando de cara com a porta do quarto de Taeyong, Yoongi abriu sem mais delongas

- Taehyung, estávamos te procurando, bebê ... - ele estava sentado na cama, de pernas traçadas

- É, eu fui na sua casa e sua mãe disse que você havia saído - Yoongi lhe deu um beijinho - Vamos lá pra minha casa ?

- Não ... - Taehyung falou baixinho, com voz de choro

- Você estava chorando, bebê? Porque?

- Eu preciso contar uma coisa pra vocês ... Mas eu estou com medo

- Desde quando você tem medo de nós, Taehyung ?! Diga logo

- Vocês prometem que não vão ficar zangados ?

- A gente nunca fica zangado com você, Taehyung ... Fala, paixão - Yoongi lhe tocou em seus cabelos dourados, por Deus como Taehyung é lindo

Taehyung se esticou todo, pegando algo sobre a penteadeira ao lado da cama

- Eu estou esperando um bebê - ele deslizou o teste pelo colchão até o Yoongi, voltando a chorar

- Um ... Bebê ? - ele assentiu

- Taehyung ... uau ... Nossa... - Yoongi se levantou da cama - Por essa eu não esperava

- Vocês falaram que não iam ficar bravos

- Eu não estou bravo, Taehyung ... Estou surpreso, em choque - Yoongi o respondeu, tocando os próprios cabelos

- Taehyung, você ainda nem terminou o ensino médio ... E nossa situação afetiva não é fácil

- Eu sei, meus pais vão me expulsar de casa - Taehyung afundou o rosto no travesseiro chorando de forma intensa - Eu vou ser um sem teto com um bebê

- Amor, para com isso, vai - Yoongi alisou suas costas - Você sabe que minha casa é sua casa

Yoongi mora sozinho desde os dezessete, quando seu pai simplesmente foi embora, o deixando sozinho

O boato que rondava a cidade era que o senhor Min havia ficado devendo pessoas perigosas e então fugiu, mas o fato foi que Yoongi teve que começar a trabalhar cedo para poder sobreviver sozinho, pagar as contas da casa, e por isso acabou largando a escola antes de se formar, e agora com vinte dois anos ele tem uma vida estável como mecânico 

Eu terminei os estudos, ano passado e ao contrário dele, não trabalho, e o Taehyung , bom, nosso bebê sequer estava no ultimo ano, cursa o segundo do ensino médio

Nós estamos tão ferrados

- Mas é um bebê, Yoongi ... Como eu vou cuidar de um bebê ? O que vão falar de mim?! Da minha família? Eu vou ser uma vergonha - ele soluçou

- Taehyung, para ... Esse nervosismo todo não vai fazer bem ao bebê - Yoongi encheu o rostinho dele de beijinhos - Eu vou cuidar de você e do bebê, você não precisa ficar assim .... Não é, Hoseok?

- Eu ... Eu não sei - eu estava chocado demais, assustado com o fato de ser pai, de uma responsabilidade desse tamanho, qualquer garoto de dezenove ficaria

- Hoseok!

- Estou assustado, caramba! Vocês sabem que as coisas não são fáceis entre mim e meu pai, como eu vou dizer que eu vou ter um bebê? Ele vai me matar! - Yoongi rolou os olhos

- Você também fez agora você também vai assumir

- Eu nem sei se é meu, pode ser seu

- Achei que tudo era dos três!

Eu passei a mão nos cabelos indo até a janela pegar um pouco de ar enquanto Taehyung chorava aninhado em Yoongi

- Você está sendo um irresponsável e infantil, Hoseok

- Irresponsável foi o Taehyung

- Eu não fiz sexo sozinho, Hoseok - ele rebateu, limpando o catarro que escorria devido ao choro - Mas talvez eu tenha sido irresponsável quando aceitei namorar um idiota igual você

- Taehyung!

Eu sai do quarto batendo a porta desci as escadas e fui embora

¥ Pov - Yoongi ¥

- Você não precisava ser tão duro, Taehyung

- Eu estou nervoso, com medo e o Hoseok vem dizer que eu sou irresponsável? Eu não tranzei sozinho e ele é mais velho, ele deveria ser o responsável por usar preservativo e você também caso seja seu ...

- Eu sei, me desculpe ... Admito que as vezes eu não uso

- Eu sei... - ele suspirou - Se meu pai me expulsar eu posso mesmo ir para sua casa? - ele me olhou com os olhos cheio de lágrimas

- É claro que sim, você é o meu bebê e eu vou cuidar de você, principalmente agora- eu lhe dei um beijinho na testa

- Queria que o Hoseok pensasse assim...

- Você sabe como ele é, vai passar e ele vai vim te pedir desculpas , ele só esta amedrontado, você vai ver

- Espero que sim

- Você quer ir pra casa? - ele negou com a cabeça

- Quero ir pra sua - ele estava manhosinho

- Tudo bem então ... Vamos ... - eu o ajudei a levantar

Descemos, nos despedimos de Taeyong e fomos embora

Taehyung adormeceu com a cabeça encostada na janela, meu amor é lindo

Eu encarei sua barriga, ainda sem volume, logo ela cresceria assim como meu filho ali dentro e eu cuidaria dos dois, cuidaria dos meus dois bebês

.... 💮 ....

Dois Meses Depois

Era um dia normal, eu tinha deixado Taehyung na escola de manhã, Hoseok fazia isso, ele levava o Taehyung pra escola de manhã e eu o buscava já que o horário de saída dele é o mesmo do meu horário de almoço na oficina, mas já fazem dois meses que o Hoseok praticamente sumiu, Taehyung esta destruído por isso

Também já havia o deixado em casa e estava novamente no trabalho

- Yoongi ... - Taeyong veio correndo atrás de mim

- Hey, aqui é meu local de trabalho pega leve ... - eu limpei as mãos sujas de óleo de motor - O que foi?

- Taehyung ... O pai dele descobriu da gravidez e bateu nele - ele balançava as mãos, nervoso

- Como é ?! Aonde o Taehyung está?!

- Na sua casa

Eu sai correndo, sem me importar se seria demitido, nada me importava mais do que o Taehyung agora

Eu vi o corpinho pequeno dele sentado no degrau da porta, ele não tinha as chaves

- Amor... - eu me joguei no chão, ficando da sua altura

Meu coração doeu ao ver as marcas em seu braço

- Ele bateu em mim, de cinto - Taehyung chorou

- Me desculpa por não estar lá pra defender você, amor... - eu lhe dei um beijinho na testa - Vamos entrar, vem

Eu tirei as chaves do bolso, abrindo a porta e o ajudei a entrar, eu estava preocupado com a saúde do bebê agora

- Você fica aqui de agora em diante, comigo, eu não vou deixar seu pai tocar mais um dedo em você - eu fui até a cozinha buscar água pra ele

- Eu não tenho roupas e nem nada, eu só sai correndo para cá

- Você usa as minhas até conseguimos pegar as suas - ele assentiu bebendo a água, foi possível ver suas mãos trêmulas

- As pessoas não vão mais ter dúvidas de que somos um casal ...

O Taehyung tinha medo de como seria quando as pessoas descobrissem que somos um casal homossexual , em pleno 1970 as pessoas são preconceituosas

A maioria dos homossexuais se casam, tem filhos e são infelizes a vida toda, tirando o fato de cometerem adultério, mas nós não éramos assim, eu não era, eu queria me casar com o Taehyung e com o idiota do Hoseok, e eu não estava nem ai para a sociedade, mas o Taehyung sim

- .... você sabe o que falam de nós por ai - eu assenti - Eles não vão ter dúvidas agora

- Eu não tô nem ai, não são eles que pagam a minhas contas e não é com eles que eu namoro então eles que se fodam, Taehyung

- Yoongi ... Não fala esse palavreado

- Desculpa, mas é que eu fico nervoso com tamanha hipocrisia, você sabe que a maioria trai a esposa na primeira esquina e eu sou o errado por amar você?! Por você ser homem?

- Eu sei... - ele se deitou no sofá - Eu amo quando você diz que me ama - ele sorriu

- Você sabe que eu amo você, que eu amo você demais - eu lhe dei um beijinho nos lábios

- Meu corpo doi ... - ele choramingou

- Toma um banho e deita la na cama, vai ser bom - ele assentiu

Alguém bateu na porta sem parar, parecia nervoso

- Deve ser o meu pai, amor não deixa ele entrar - os olhinhos do Taehyung encheram de lágrimas, ele estava com medo

- Eu não vou deixar - eu lhe dei um beijinho na testa - Se acalma

Eu levantei e fui até a porta antes que a pessoa a derrubasse

- Aonde está o Taehyung ?

- No sofá

Hoseok entrou igual bala indo atrás do Taehyung, provavelmente já havia ficado sabendo

- Amor, como você está? - Hoseok tentou o tocar mas Taehyung o estapeou

- Você não me chama de amor, você sumiu por dois meses, Hoseok

- Eu estava assustado, Taehyung, precisava pensar

- E precisava de dois meses pra isso?! Você nem telefonou

- Desculpa... Eu estava ocupado- Taehyung rolou os olhos indignado - Eu estava procurando um emprego pra cuidar do nosso bebê, o Yoongi não pode fazer isso sozinho

Tanto eu quanto o Taehyung o olhamos surpresos

- Eu estava assustado com medo, mas depois eu fui pondo a cabeça no lugar, como você disse, tudo é dos três então esse bebê também é meu, e eu vou cuidar... E pra isso estava atrás de emprego

- E você sabe conseguiu ? - Hoseok assentiu

- Para um primeiro emprego é até bom, começo segunda ... - ele deu de ombros - Me desculpa, amor ...

- Você não vai sumir mais? Ou ser idiota?

- Não, me desculpe pelas coisas idiotas que eu disse

Taehyung assentiu abrindo os braços para o acolher em um abraço

- O Taehyung vai morar aqui agora, Hoseok

- É melhor, eu iria ficar preocupado com ele junto com o senhor Kim, por Deus eu mato ele se ele te fizer algo, Taehyung

- Nem brinca com isso, eu preciso de você aqui não na cadeia

- Porque você não vem também, Hoseok?! - eu fiz a proposta a ele pela milésima vez

- É amor, vem ... - Taehyung passou os dedinhos longos nos cabelos do Hoseok - Fica aqui comigo, com Yoongi e com o bebê

Hoseok passou a mão no rosto, fez careta, sorriu, pensou e pensou

- Tá, ta bom, eu venho morar aqui - Taehyung encheu a bochecha fofinha do Hoseok de beijinhos

- Já era sem tempo ...

- Você não deveria estar na oficina agora, Yoongi?

- Eu larguei tudo quando eu soube o que aconteceu .... Mas agora que você está aqui eu vou voltar, fica com o Taehyung, okay ?

- Eu nunca vou deixar o Taehyung

¥ Pov - Hoseok ¥

Foi assim que nossa família começou, Taehyung estudava enquanto nosso bebê crescia dentro de si, e eu e o Yoongi trabalhávamos

Ao final de semana nós mesmos começamos a fazer reformas na casa, trocando o aspecto de casa de homem solteiro e a deixando com cara de casa de família, porque era o que tinha se formado ali dentro, éramos uma família diferente, única, mas éramos

O pai do Taehyung apareceu tentando o levar de volta para casa, mas desistiu quando viu que eu e Yoongi não permitiriamos

Montamos o quartinho do nosso bebê, estava lindo esperando por Seokjin

Nós casamos, só nós três na praia e uma gravação da voz de um padre num toca disco

- Hoseok, não! Está frio

- Então diz que me ama - eu o tinha no colo, o ameaçando jogar no mar

- Eu amo você, eu te amo muito

- Eu acho que o Taehyung merecia um banho de mar - Yoongi veio correndo, jogando o braço em volta do meu pescoço

- Você tá vendo, ele quer fazer maldade com você, amor - eu pus Taehyung no chão, pegando a garrafa de vidro com cerveja que o Yoongi havia ido buscar

- Vem aqui que eu vou te jogar no mar, Taehyung

Taehyung saiu correndo com o Yoongi atrás dele, era possível ouvir a risada do Taehyung junto ao som das ondas

Eu me deitei no lençol que Taehyung havia forrado sobre a areia branquinha observando as estrelas, era o dia mais feliz da minha vida

- Yoongi, não... - Yoongi deitou Taehyung do meu lado, ficando por cima do corpinho pequeno dele

- Só porque eu cansei eu não vou te jogar no mar - ele pegou a garrafa da minha mão, dando um gole

- Me dá um pouquinho, Yoongi

- Não ... Tem refrigerante pra você

- Mas eu quero cerveja

- Você nunca tomou cerveja, Taehyung - eu passei o braço em volta de sua cintura

- Vou tomar agora - ele abriu e fechou a mãozinha, como um bebê pedindo algo, Yoongi sorriu

- Só um gole

Yoongi lhe entregou a garrafa de vidro e Taehyung bebeu

- Eca ... - nós gargalhamos quando ele cuspiu o líquido fazendo careta - Tem gosto de mijo

- Você já tomou mijo?

- Eu não mas aposto que tem esse gosto, como vocês gostam?

- Você ainda é bebê, Taehyung... Um dia ainda vai gostar de cerveja

- Eu não

- Você sim ... - Yoongi enfiou o rosto em seu pescoço

- Vamos transar aqui?

- Não, está doido, estamos na praia- Taehyung negou com a cabeça

- São duas, quase três da manhã, ninguém vai passar aqui esse horário

- Hoseok tem razão, amor ... Temos que consumar o nosso casamento - Taehyung riu o estapeando

- Vai ter que ser bem rapidinho então eu não quero ser preso por atentado ao pudor

- Você não vai - Yoongi abriu os botões da camisa do Taehyung

E ele chegou, nove meses depois Seokjin havia nascido

- Hoseok, devagar, amor - Taehyung segurou meu braço, acho que eu estava ninando o Seokjin rápido demais - Tem que ser suave

- Tá bom

- Toma, amor - Yoongi voltou para o quarto com a mamadeira - E você está com fome, meu bem

- Aram - Taehyung assentiu devagar, ainda estava com os pontos da cesariana e qualquer coisinha doía - Quero batata frita

- Sabe que você não pode comer fritura, além de estar com pontos esta amamentando

- Só um pouquinho, Yoongi

- Não... - Taehyung encheu os olhos de lágrimas, sabia que Yoongi fazia qualquer coisa se ele chorasse - Tá bom, só um pouquinho

- Amor, eu acho que o Jin fez o número dois

- Me dá ele - Taehyung me estendeu os braços e eu lhe passei o Seokjin, Taehyung olhou dentro da fralda- Hmm eca, fez mesmo

- Cagao ... - Yoongi saiu do quarto, malandrinho

- Pega as coisas pra limpar ele, meu bem

- Tá

Jeongguk veio quatro anos depois, e muita coisa já havia mudado

- Hoseok ... - Taehyung se sentou no meu colo enquanto eu assistia ao jogo

- Hm ?! Amor, eu estou vendo o jogo

- Eu estou esperando um bebê

Eu o desviei a atenção da Tv para ele rapidamente

- É serio? Outro? - ele assentiu

- Descobri ontem

- Taehyung eu ... Nem sei o que dizer, mas ... É bom o Jin ter um irmãozinho

- Você precisa me ajudar a contar pro Yoongi

- Eu vou ajudar, amor - eu o puxei pra mim, o aninhando nos meus braços- Será que é uma menina dessa vez?

Yoongi agora era dono da oficina e eu não trabalhava mais na pizzaria, eu trabalhava em um escritório agora e Taehyung havia feito faculdade de enfermagem, nossa vida foi entrando nos trilhos, dia após dia

Eu ainda me lembro de chegar em casa e ver as crianças correndo nas pernas de Taehyung enquanto ele fazia o jantar

Ainda me lembro do calor do corpo quente, das veias saltadas nas mãos do Yoongi enquanto ele me tocava

Das noites de cinema ao ar livre, Taehyung sempre ficava no meio com a pipoca toda pra ele

Do baile de formatura, tanto o meu quanto o do Taehyung, Seokjin já tinha quase dois anos quando ele se formou

Me lembro que o deixamos com uma babá e levamos o Taehyung para ter o primeiro porre dele, e ele vomitou no meu sapato

Me lembro de quando fizemos tatuagens iguais

Me lembro de quando Taehyung escreveu nossos nomes numa árvore do parque

Eu teria tanta coisa para falar sobre o que vivemos em 70 anos de casados, e nós chegamos até aqui sozinhos, sem apoio de familiares, éramos só nós três por nós três

- Toma papai, pra você - Jeongguk me estendeu o copo com água

- Obrigado, querido - ele me deu um beijinho na testa indo falar com Seokjin

O médico se aproximou, com as mãos no bolso

- Vocês podem ir se despedir dele ... Eu sinto muito, não a mais nada que podemos fazer - ele foi embora tocando o ombro de Jeongguk amigavelmente

- Papai, você deveria ir primeiro, hm - Seokjin tocou minhas mãos enquanto saía lágrimas de seu olhos

- Tudo bem ...

Jeongguk me ajudou a levantar me entregando minha bengala de madeira

Eu fui até o quarto em que Taehyung estava, ele estava acordado

- Olá, meu amor

- Hoseok ... - ele me estendeu os dedinhos frágeis

- Como você se sente? - eu lhe dei um beijinho na testa

- Bem ... Você viu o Yoongi? Ele vai se atrasar pro trabalho

Eu segurei sua mãozinha, havia uma agulha na veia

- Você vai se encontrar com ele logo ...

- Vou ...

- Eu amo você, Taehyung ... Eu sempre amei você

- Você também amo você, amor... Mas você ainda vai dormir no sofá por ter quebrado meu vaso caro

- Eu prometo que não vou mas quebrar ...

- Você levou o Jeongguk na escola?

- Eu levei, amor ... Vou sentir sua falta, Taehyung... Você deveria ter me esperado, assim eu não ficaria aqui sozinho

- Doi

- Eu sei... Então se você quiser ir, tudo bem

- Os nossos filhos estão bem ? Eu não posso ir se eles não estiverem

- Eles estão bem... Eles tem suas próprias famílias agora

- E eu tenho neto ?

- Você tem... O jaemin, você lembra dele?

- Me lembro... Ele é igual ao Jeongguk era pequenininho - eu assenti

- O Yoongi esta me chamando, eu estou ouvindo a voz dele... Não chora, Hobi - ele passou a mão trêmula nos meu rosto - Ele vai chamar você também

- Eu sei que vai ... Mas eu vou sentir tanto a sua falta, querido- eu deitei a cabeça em seu peito

- Você foi o amor da minha vida, Hoseok

- Você também foi, Taehyung

O som dos aparelhos começaram a mudar

- Eu vou te esperar pro jantar

- Me espera - eu uni nossas testa - Como você sempre esperou ...

- Eu estou vendo o Yoongi

Eu vi Taehyung descansar no mesmo instante em que os médicos entraram no quarto

Sua mão não apertava mais a minha, nunca mais apertaria

- .... 16:05 horário de óbito

"Você não é algo para admirar?

Porque o seu brilho é algo como um espelho

E eu não posso deixar de reparar

Você reflete neste meu coração

Se você um dia se sentir sozinha e

A luz intensa tornar difícil de me encontrar

Saiba apenas que eu estou sempre

Paralelamente do outro lado"

..... 💮 ....

¥ Pov Jeongguk ¥

Meu Hobi se foi duas semanas depois, enquanto dormia, ele não aguentou viver sem os papais

Mas conforme os médicos, ele morreu de causas naturais, sem dor alguma, ele apenas foi encontrar os amores dele do outro lado

Eles estariam juntos novamente, como sempre estiveram

- O que vamos fazer com tudo isso, Jeongguk ?! - Seokjin perguntou enquanto estávamos sentados no tapete da sala aonde fomos criados

Nossos pais já não estavam, mas eu podia os ver em cada canto, podia ver Taehyung na cozinha fazendo o jantar, Yoongi assentindo os jogos de basquete na tv enquanto tomava cerveja, Hoseok no escritório sempre adiantando algo do trabalho para no dia seguinte poder chegar em casa mais cedo

- Eu não sei... São as coisinhas deles

- Como vamos viver sem os papais? - eu o puxei pra mim

- Não estamos sem eles, não é porque não os vemos que eles não estão aqui

- Eu vou sentir saudades dos domingos

- Se lembra que todo domingo a janta era pizza ?! - ele riu

- Era o dia mais legal da semana ... E quando você deu um colar de macarrão pro papai... Ele fingiu que amou, até usou na rua

- Eu tenho certeza que ele amou de verdade

- É claro que sim, eles amavam tudo que vinha de nós ...

- Eles foram os melhores pais que alguém poderia ter

- Foram ...

"Nós fomos feitos um para o outro

Para ficarmos juntos para sempre

Eu sei que fomos

Quando você vai embora

Os pedaços do meu coração sentem a sua falta"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...