História Tempo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Life Is Strange
Personagens Chloe Price, Frank Bowers, Kate Marsh, Maxine Caulfield, Nathan Prescott, Rachel Amber, Warren Graham
Visualizações 23
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nessa minha "dimensão" a Max é bobinha, mas nem tanto. Boa leitura

Capítulo 1 - A volta


Por Max,

- Voltar para essa cidade me traz boas e más lembranças- digo a mim mesma no meu quarto, já faz dois meses que estou aqui e somente agora terminei de arrumar as coisas. Olho no relógio e vejo que estou meio atrasada, dou comida para o Sr. Scrap (minha iguana) pego meu patins e vou para a minha primeira aula. Ao chegar à sala de aula encontrei com Kate e Warren, que viraram meus amigos. Conheci Kate na fila do dormitório e Warren conheci na biblioteca.

Logo depois da aula Kate e Warren me convidaram para comer alguma coisa, aceitei, pois estava morrendo de fome (risos). Entramos no carro no Warren e fizemos um pequeno passeio, tudo na cidade continuava a mesma coisa, o farol, parque até a lanchonete dos Price onde costumávamos ir sempre.  Mesmo estando aqui a dois meses ainda não tinha saído da faculdade para fazer isso.

Ao entrarmos na lanchonete foi como se tivesse voltado ao passado, as mesmas mesas azuis com seus bancos em couro vermelho, o grande balcão com detalhes prata e suas banquetas giratórias, até as pessoas parecem que nunca saíram do lugar. Sentamos em uma mesa e logo vieram nos atender.

- Olá meninos o que vão querer? Perguntou Joyce antes de me ver – Max!!!! – disse largando a jarra de café e me abraçando – Que bom te ver, o que te traz de volta?

- Olá Joyce, também é muito bom te ver – disse retribuindo o abraço – Nossa cidade tem a melhor faculdade de todo o pais – disse rindo.

- Chloe vai ficar muito feliz em saber que você voltou- disse ela pegando o talão de pedidos – Então o que vão querer?

- Eu vou querer bacon com ovos – disse Warren olhando o celular

- Eu quero panquecas – disse Kate largando o cardápio

- E você Max? Perguntou Joyce

- Senti muita falta dos seus waffle – respondi sorrindo

- Então vou trazer um prato cheio para você – disse ela sorrindo e tocando na minha cabeça.

- Sua melhor amiga não sabe que você voltou? Perguntou Kate.

- Não – respondi passando a mão no pescoço

- Quem é Chloe? Perguntou Warren mexendo celular

- A garota de cabelo azul que anda com Rachel – disse Kate apertando as mãos

- Aquele pessoal do clube vortex – disse Warren me olhando – Eles não são coisas muito boa

- Chloe de cabelo azul, como assim?

-Sim ela pintou o cabelo, abandonou a faculdade, só quer saber de festa, bebidas e erva, briga constantemente com o pai – respondeu Joyce entregando nossa comida.

- Sinto muito – respondi

-Não precisa se desculpar Max- disse ela – Chloe não reagiu muito bem sua partida e a morte do Jason.. Bem mudando de assunto, bom apetite- disse ela saindo

Ficamos todos em silêncio enquanto comíamos, esse silêncio só foi quebrado pela juke box que começou a tocar do nada, o que fez com que a lanchonete toda caísse na risada.

Após a refeição, Kate e Warren decidiram voltar para o campus e eu decidi dar um volta de patins pela praia.

 

Por Chloe,

Ao abrir os olhos me deparei com Rachel do meu lado, nem me lembrava de que tinha dormido aqui, ela ainda estava deitada quando me levantei, Victoria e Nathan estavam deitados no chão ainda dormindo, caminhei entre eles e fui direto para o banheiro. Consegui tomar um banho antes que todos se acordassem do banheiro escutei Victoria brigando com Nathan por terem perdido a aula, enquanto Rachel forçava a porta para entrar. Quando sai do banheiro Rachel estava com uma cara de braba.

-Bha poderia ter aberto a porta antes – disse ela braba

- Quer que te espere para pegar um almoço lá na lanchonete? Perguntei mudando de assunto

- Não – disse ela – Quero que me pegue no píer daqui a 50min.

- Ok – respondi pegando minhas coisas e saindo pela janela.

Bom já que ela não quer almoçar eu quero (risos), não sei por que sai pela janela, pensei entrando no carro, até parece que a mãe da Rachel não sabe que dormimos lá no quarto, mesmo que ela não soubesse iria desconfiar, pois meu carro ainda estava na frente da garagem dela (risos).

Quando entrei na lanchonete, minha mãe estava de bom humor por incrível que pareça.

- O que ouve D. Joyce, esta sorridente? Perguntei me sentando nos bancos do balcão

- Estou feliz – respondeu ela me dando uma caneca

- Posso saber o motivo – disse

- Max esta de volta – disse ela servindo o café

- Aquela vadia voltou e não me procurou – disse socando o balcão

-Olha o palavreado Chloe – disse minha mãe me reprendendo – Ela deve estar muito ocupada com os estudos, por isso não te procurou, então o que vai comer?

- Nada – respondi olhando o relógio – Tenho que pegar a Rachel no píer.

- Quando você vai criar juízo Chloe – disse ela enquanto eu já estava saindo.

Depois que sai da lanchonete fui direto para o píer pegar Rachel que quando cheguei já estava de bom humor.

- Porque esta com essa cara? Perguntou ela ao entrar no carro

- Pode acreditar nisso Max, minha melhor amiga voltou e não veio me ver, estou muito puta com isso – respondi.

- Nossa achei que eu fosse sua melhor amiga – disse Rachel mexendo na bolsa

- Não começa – disse rindo – Max e eu somos amigas desde a infância

- Então ela não te considera tanto assim – disse ela

- Cala boca Rachel, deixa de ser cobrinha – respondi parando no sinal.

- Ahhh, tinha me esquecido que ninguém pode falar nada sobre a santa Max – disse ela juntando as mãos –disse rindo e zoando.

- Cala a boca – respondi lhe empurrando e fazendo o carro andar.

- CUIDADO CHLOE – gritou Rachel

Mas não deu tempo de frear e acabei batendo no skatista. Rachel e eu descemos do carro para ajudar o cara a se levanta, porem não era um cara era uma garota.

- Max!- disse ao ver ela caída no chão.

- Ai, Chloe- disse ela passando a mão no braço esfolado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...