História Tempo de amar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys
Visualizações 58
Palavras 1.826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente como vocês pediram muito pra eu postar, tô aqui com mais um capítulo pra vcs kjkjk que no caso era pra sexta né mas tudo bem.
Espero que vocês gostem , desculpem qualquer erro e boa leitura! •~• ♡

Capítulo 5 - Notícia!


Me esbarro nele com força fazendo ele cair em cima da menina que comia atrás dele, fazendo o mesmo ficar todo sujo de comida.

- VOCÊ FICOU LOUCA GAROTA?! Gritou enquanto se limpava.

- Desculpa eu não tinha visto você. Falo com um sorriso de provocação.

- Você está me zuando? É isso? O mesmo lança um olhar tenebroso sobre mim.

- Claro que não! Você acha mesmo que eu ia fazer isso?! Falo sarcástica.

- Peça desculpas agora! Grita.

- Me obrigue. O desafio.

- Vou falar mais uma vez, peça desculpas agora.

- Porque eu deveria? Foi você que se esbarrou em mim. Cruzo os braços.

- Não me tire do sério garota!

- Ei Sofia acho que você deveria pedir desculpas para ele. He falou baixo em meu ouvido.

- Não tenho culpa se ele não olha por onde anda.

Falo e saio dali mas antes que eu saísse totalmente ele me puxa pelo braço me fazendo olhar para ele.

- Porque você fez isso? Olhou nos meus olhos.

- Eu não falei que ia ter volta? Apenas retribui o que você fez comigo, agora estamos quites. Falo e me largo dele saindo do local deixando o mesmo com cara de idiota.

Vou para o jardim, o meu precioso lugarzinho e me deito num cantinho, fico olhando para o céu como eu faço de costume isso me faz esfriar a cabeça.

- Ei No porque você fez isso com ele? He pergunta se aproximando de mim.

- Você ainda pergunta?!

- Você foi longe demais ele apenas esbarrou em você... falou com um tom baixo.

- Não acredito que você vai defender ele em vez de mim! Se você for criticar a minha atitude pode sair daqui! Falo sem paciência.

A mesma sai me deixando sozinha, eu não vou ficar adulando ela só porque é minha amiga, se não vai ficar do meu lado que não fique então, só não me venha falar que eu estou errada.

Suspiro profundamente, ninguém manda aquele garoto me derrubar bem feito pra ele!

- Você é corajosa hein. Taehyung se senta ao meu lado.

- Que nada qualquer um podia ter feito aquilo.

- Tantas coisas que o Yoongi fez e ninguém nunca discordou ou fez algo a respeito...

- Que tipo de coisas? Pergunto.

- Nem queira saber. Ele me olha.

- Ah vai Taehyung me conta!

- Porque ainda continua a me chamar de Taehyung?

- Porque é o seu nome?

- Eu sei mas eu não gosto que você me chame assim..

- Quer que eu te chame como então? O olho.

- De Tae ou de TaeTae. Sorri.

- Ok então, a partir de hoje só vou te chamar de Tae.

- Isso! Mas eai você não tem medo de que ele possa fazer alguma coisa com você?

- Ele quem? Volto a olhar para o céu.

- Você sabe, o Yoongi.

- Não, e o que ele poderia fazer comigo? Ele não é nem louco de encostar um dedo em mim.

- Ah sei lá, ele pode fazer qualquer coisa ninguém o punirá mesmo mas não se preocupe se ele fizer alguma coisa eu vou te proteger!

- Eu não preciso da sua proteção Tae, eu sei me cuidar muito bem! Me sento e fico o encarando.

- Foda-se irei te proteger do mesmo jeito, você querendo ou não!

- Como você é bobo hein Tae! Dou um leve soco em seu ombro.

- Mas eu estou falando sério! Ele ri.

O sinal toca e nós fomos para sala, me sento em meu lugar e fico em silêncio vendo a professora explicar.

A aula toda eu não tinha conversado com a He, ela sabe muito bem que eu sou orgulhosa e se a pessoa não vim falar comigo eu não falo com ela, fiquei  com o Tae já que ela não veio falar comigo.

(...)

O sinal da última aula toca indicando que a aula havia acabado, arrumei os meus material e sai junto com o Tae.

- O que você vai fazer mais tarde? Ele pergunta tirando alguma coisa do bolso.

- Provavelmente vou dormir a tarde toda e só vou acordar a noite.

- Nossa é isso que você faz todo dia? Ele me olha com uma cara de "sério isso".

- Sim, já que eu não faço nada apenas durmo pro dia passar rápido.

- Que tal a gente fazer alguma coisa? Ele muda de direção indo a uma pastelaria.

- Tipo? O acompanho.

- Sei lá, que tal a gente jogar vídeo game? -Ele pede pra moça um pastel- Quer um? Me oferece.

- Pode ser mas na onde? -respondo a sua primeira pergunta- Quero sim! De presunto e queijo por favor.

- Ok! Me dá dois de presunto e queijo por favor moça! Ele entrega o dinheiro para ela.

- Ok só um minuto. Ela pega o dinheiro e dá o troco para ele, logo em seguida ela lava as mãos e começa a fritar os pastéis.

- Pode ser na minha casa ou na sua sei lá!

- Na sua! -Respondo rápido- Q-quer dizer pode ser na sua, estou ficando cansada de ficar o dia inteiro em casa. Termino de falar meio sem graça, acho que ele entendeu errado o que eu quis dizer.

- Ok então, tá marcado! Quando for me manda mensagem esse é o meu número. Anota num papel e me entrega.

- Aqui moço os seus pastéis. A mulher entrega para ele então ele pega um e me entrega.

- Ok! Mais tarde eu te mando mensagem belê?

- Belê! Mas a sua mãe não vai brigar com você por você ir na casa de um garoto não?

- Não, a minha mãe é de boa! Mordo um pedaço do meu pastel.

- Tem certeza? Ele me olha mordendo o pastel.

- Tenho né.

- Quer que eu te acompanhe até em casa?

- Não precisa. Dou mais algumas mordidas.

- Ok então.. até mais tarde. Ele se distancia.

- Até..

(...)

Já são 14:30 e eu já estou pronta para ir pra casa do Tae, ainda deu tempo de eu tirar uma sonequinha, pego o meu celular e mando mensagem para ele.

"Hey Tae, Já estou saindo de casa em 10 minutos eu chego aí" entregue às 14:31.

"Ok, vou está te esperando" entregue às 14:33.

Saio de casa e vou para casa do Tae, no meu meio do caminho Jungkook me liga e eu o atendo.

CHAMADA ON

"- Alô, o que você quer?" falo sem ânimo.

"- Nossa isso é jeito de se falar com um amigo?"

"- Desculpa"

"- Aonde você está No?" Ele pergunta.

"- Tô indo pra casa do Tae agora, porquê?"

"- Nossa nem chama né, beleza deixa vocês dois"

"- Para de drama e fala logo o que você quer"

"- Quando eu te encontrar eu te falo! Estou indo pra casa do Tae também, beijos até mais tarde" desliga na minha cara.

LIGAÇÃO OFF

- Oush que cara estranho. Falo olhando para tela do celular.

Depois de alguns minutos caminhando finalmente eu chego na casa do Tae que na verdade parecia uma mansão isso sim, toco a companhia e espero alguém atender, logo uma mulher atende a porta, deve ser a empregada.

- O Sr.Kim já está te esperando lá na sala, pode entrar. A moça fala me dando espaço.

- Obrigada... entro na casa e vejo o Tae deitado no sofá mexendo no celular.

- Eai. Falo me sentando no outro sofá.

- Oi. Ele se senta.

- Só pra avisar o Jungkook vai vim também.

- Ele me avisou. Fala se levantando e arrumando as coisas.

- Então essa é a sua amiga que você falou que ia vim aqui hoje filho? Uma mulher brota do nada na sala, provavelmente era a mãe dele.

- Sim, mãe. Ele fala sem a olhar pois estava concentrado demais conectando os cabos no vídeo game.

- Bonita ela hein, vocês formariam um belo casal! Ela ri.

- Mãe!

- Desculpa filho mas é a verdade.

- Obrigada tia mas acho que isso não vai acontecer. Falo meio sem graça.

- Ah que pena... ficaria tão feliz se eu tivesse uma nora que nem você! -Ela me dá um sorriso- Vocês querem alguma coisa para comer? Pergunta.

- Não obrigada! Respondo.

- Eu vou querer aqueles bolinhos que só a senhora sabe fazer mãe! Fala se sentando no sofá novamente.

- Ok então, vou preparar para você meu filho! A mesma vai para a cozinha.

- Porque você chamou a minha mãe de tia No? Ele me olha.

- Ah não, deve ser costume lá no Brasil as pessoas chamam as mães dos seus amigos de tia.

- Ataa isso é meio estranho.

- Eu sei! Dou risada.

A companhia toca e o Jungkook logo aparece na sala se sentando junto com nós.

- Demorou hein. Falo o olhando.

- Vim o mais rápido possível. Diz ele se jogando no sofá, porque todos tem essa mania?!

- Tá agora fala a tal notícia que você ia contar para mim.

- É fala logo estou curioso! Tae falou enquanto pegava alguns jogos.

- Calma, calma a notícia é que depois de amanhã eu começo a estudar na mesma escola que vocês! Fala todo animado.

- Sério?! -pergunto surpresa- Que legal!

- Agora poderemos ir pra escola juntos Kookie! Tae falou pegando os controles.

- Sim! Poderei dormir aqui agora. Jungkook pega um dos dois controles e me entrega um.

- Que jogo a gente vai jogar? Pergunto.

- Resident evil 4. Responde ligando o jogo.

- Eu amo esse jogo cara! Jungkook diz todo empolgado.

- Eu não gosto muito... mas já que vocês escolheram eu jogo! Falo me empolgando também.

- Ok então! Quem morrer primeiro e não conseguir matar no mínimo 20 zumbis tem que pagar uma Coca-Cola para cada um! Tae diz soltando o play.

- Desafio aceito! Eu e o Jungkook falou juntos.

(...)

Passamos mais de duas horas jogando, todos estavam dando o seu melhor para não morrer passamos várias missões e adivinha quem perdeu? Isso mesmo eu. Terei que pagar coca para todos.

Demos uma pausa então o Jungkook foi pegar os bolinhos que a mãe do Tae tinha feito para eles, eu o acompanhei para pegar um pouco de água para mim.

Pego a água e a bebo, lavo o copo e deixo no guarda louça e volto para sala, quando eu voltava pisei sem querer no controle que estava no chão fazendo eu cair em cima do Tae que estava um pouco mais a frente deitado no chão.

Nossos corpos ficaram colados e o nossos rostos estavam perto de mais, o Tae ficava me olhando espantado, pois a nossa situação não estava nada boa e com isso me fez ficar toda vermelha de vergonha.

- Mas que merda está acontecendo aqui?! Jungkook aparece na sala.

AÍ MEU CÚ, FUDEU.


Notas Finais


Eta cu kjkjjkj acho que ninguém esperava por isso né non?
Até a próxima ^~^ 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...