História Tempo de Amar - Capítulo 3


Escrita por: e Natsune57

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Eijirou Kirishima, Katsuki Bakugou
Tags Abo, Bakugou Katsuki, Kiribaku, Kirishima Ejirou
Visualizações 56
Palavras 3.594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Natsune: Eai gente!,voltamos gente lindo dos nossos coraçãos!!٩(♡ε♡ )۶

Demorou,eu sei mas olha a gente aqui de novo!(๑•̀ㅂ•́)و✧,eu sei q eu falei q não ia demorar mas né...,não deu...(-_-;)

Mas oq importa é que voltamos porra!!(〃>▽<〃)/*

Logo avisando q o cap ta longo e claro,bem caprichado(eu acho),importante que tentamos.

A maioria da escrita foi de Salety,eu escrevi pouquinho mas a maioria dos créditos pode dar a ela(*´∀`),chega de enrrolação e boa leitura(ฅ>ω<*ฅ)

Capítulo 3 - III



Sality


Logo Após Sentir Bakugou Escapar de Suas Mãos, Kirishima Leva Um Chute Forte Em Seu Rosto, O Qual o Fez Cair do Sofá. Quando Kirishima Se Levanta, Apenas Vê o Vulto de Bakugou Correndo Pelas Escadas, Aparentemente Chorando, Semi Nu.


Kirishima Sobe Logo Atrás de Bakugou, Mas Quando Tentou Se Aproximar, O Loiro Bate Com a Porta do Quarto Em Sua Cara


- O Que Aconteceu? Me Diz - Kirishima Falou Sem Conseguir Uma Resposta do Outro Lado - Ei, Baku- Kirishima Tenta Chama-lo, Mas é Interrompido Por Seus Amigos


- Quem Que Você Ta Chamando? - Sero Perguntou


- É-É Ninguém, Eu Estava Só Pensando Alto - Falou Descendo As Escadas


- O Que Aconteceu Aqui? - Kaminari Falou Olhando Pro Ruivo Já Sabendo Que Iria Dizer a Palavra "Nada" - Tipo, Ninguém Cai Daquele Jeito do Sofá e Depois Sai Correndo Pras Escadas


- Eu Perdi o Equilíbrio e Me Esqueci de Uma Janela Aberta, Aí Fui Correndo Pra Fechar - Kirishima Criou Uma Desculpa Qualquer


- Vou Fingir Que Acredito - Sero Falou Com Um Olhar Desconfiado Pro Ruivo - Mas, Eai, Já Tais Pronto? - O Moreno Perguntou Vendo Que o Amigo Estava Completamente Bagunçado


- Ainda Não, Eu Vou Lá Em Cima, Em Cinco Minutos Eu Fico Pronto - Kirishima Falou e Saiu Correndo Pelas Escadas Novamente


O Ruivo Novamente Tentou Perguntar Ao Loiro Sobre o Que Havia Acontecido


- Bakugou, O Que Aconteceu? - Perguntou Em Um Tom Calmo e Leve


- VAI EMBORA - Bakugou Falou do Outro Lado da Porta Com Um Tom Altamente Enfurecido


Kirishima Achou Melhor Não Insistir, Foi Até o Seu Quarto e Enquanto Se Arrumava, Ficava Pensando "Eu Não Lembro o Que Eu Fiz, Mas Tenho Certeza Que O Bakugou Odiou". Quando Terminou de Se Arrumar, Mesmo Preocupado Com Uma Possivel Fuga de Bakugou, Kirishima Decide Sair Por Achar Ser Melhor Para Si e Para o Loiro


- Estou Pronto, Vamos? - Kirishima Falou Descendo o Ultimo Degrau da Escada


- Vamos - Falaram os Dois Amigos Ao Mesmo Tempo


Enquanto Estavam Caminhando Até Um Pequeno Festival Que Estava Acontecendo, Os Três Começam Algumas Conversas Para Passar o Tempo


- Vocês Dois Sabem a Kyouka?


- Sim - Sero e Kirishima Dizem Ao Mesmo Tempo


- Então, Acho Que Eu Vou Conseguir Finalmente Conseguir Namorar Ela - O Loiro Falou Com Muita Empolgação


- Isso é Sério? - O Moreno Perguntou


- Seríssimo, Depois de Tanto Ela Se Fazer de Difícil e Dizer Que Não Queria, Eu Finalmente Consegui Algo Com Ela, Daqui a Uns Dias, Nós Iremos Nos Encontrar Em Um Jardim Muito Bonito Que Fica Aqui Pelas Redondezas - Kaminari Falou Com Um Sorriso Orgulhoso de Si Mesmo


- Bem, Espero Que Tu Tenha Sorte, Já Que Eu e o Kirishima Não Tivemos a Mesma... Estamos Na Seca a Tempos, Né, Kirishima? - O Moreno Falou Vendo Que Ruivo Estava Meio Desligado 


- Ah... É - Kirishima Falou Voltando a Si


- A Propósito, Vocês Ficaram Sabendo? - Sero Falou Chamando a Atenção dos Dois Para Si


- O Que? - Kaminari Perguntou Esperando o Moreno Lhe Responde-lo 


- Sabe Aquele Alfa Que Ninguém Gosta Por Ser Todo Metido a Besta? - Sero Falou Fazendo Os Dois Entenderem


- Sim, O Neito Monoma - Kaminari Disse Já Pensando No Que Poderia Ser


- Esse Mesmo... Então, Ele Vai Vir Aqui Na Aldeia Para Verificar As Plantações Pra Tal Dessa Festa do Rei


- Com Tantas Pessoas, O Rei Vai Logo Chamar Aquele Metido... Eu Não Tenho Nada Contra Ele, Mas, Ele é o Pior de Todos, Ele Fica Dizendo: "O Rei Coloca Todas As Suas Expectativas Na Plantação De Vocês e É Isso Que Vocês Recolhem? Desse Jeito Eu Vou Ter Que Dizer a Ele Pra Aumentar os Impostos" - Kaminari Imitou o Alfa, Já Que Estava Um Tanto Indignado Com A Decisão do Rei De Escolher Aquele Alfa Para Vir Até a Aldeia


- Concordo Contigo Kaminari, Pelo Menos Ele Poderia Ser Menos Arrogante - Kirishima Disse Fazendo o Loiro Concordar


- Nos Conversamos Tanto Que Já Chegamos ao Festival - Sero Disse Chamando a Atenção dos Outros Dois, Os Fazendo Perceber o Mesmo Que Si


- Que Cheiro Bom! Será Que é Aquele Bolinho De Cenoura Que Amo? - Kaminari Falou Começando a Arrastar os Amigos Por Meio as Varias Bancas de Comida Que Haviam Ali, Afinal, O Festival Era de Culinária


- Eu Acho Que Tu Estais Demasia Empolgado, Kaminari - Sero Falou Rindo do Amigo


- Mas, Como Não Ficar Empolgado? Olha Esses Doces! Olha Esses Assados! Me Diz, Como Se Resiste a Isso? - Kaminari Falou Apontando Pra Tudo Que Havia No Festival


- Bem, Nesse Ponto Eu Tenho Que Concordar, Kaminari. É Impossível Resistir a Isso Tudo - O Ruivo Falou Começando a Esquecer Um Pouco do Pequeno Probleminha Loiro Que Ficou Em Sua Casa, Começando a Entrar Na Onda de Kaminari


- Tenho Que Aguentar Dois Malucos Por Guloseimas Agora? - Sero Perguntou Olhando Para os Dois Amigos Que Haviam Saido Na Frente Em Busca dos Melhores Sabores


- Mas, Isso é Fácil. É Só Se Juntar a Nós - Kirishima Disse Olhando Para o Moreno


- Entre Para Nossa Marcha Pelo Sabor Mais Gostoso da Aldeia - Kaminari Falou Como Se Estivesse Possuído Pelo Duende das Guloseimas


- Prefiro Continuar Normal, Espero Que Isso Não Seja Contagioso - O Moreno Falou Fazendo os Outros Dois Rirem e Em Seguida o Puxarem Para o Meio Daquele Corredor Cheio de Bancas de Todas as Variedades de Comida


- Primeiro Nós Temos Que Comprar O Meu Bolo de Cenoura, Depois Nós Vemos o Resto - Kaminari Falou Arrastando os Outros Dois Enquanto Corria Como Um Raio Pelo Festival a Procura da Barraca de Bolos


Após Kaminari Arrastar os Outros Dois Até a Barraca de Bolos, Ele Comprou o Que Desejava e Se Aquietou Em Um Banco, Assim Deixando os Seus Amigos Irem Olhar o Resto do Festival. Sero Saiu Pra Caminhar Junto Kirishima, Por Que Desejava Tirar a Limpo o Que Realmente Havia Acontecido


- Me Diz a Verdade, Kirishima - Sero Falou Pro Ruivo Quando Já Estavam a Uma Certa Distância de Kaminari


- Que Verdade? - Kirishima Falou Sem Saber o Que Ao Certo Sero Queria Saber


- A Verdade de Que Tu Adotou Um Gato - O Moreno Falou Em Um Tom Levemente Serio


- Espera, Que? - O Ruivo Falou e Começou a Rir


- Por Que Tais Rindo? Essa é a Unica Razão Pela Qual Uma Pessoa Sairia Correndo Por Uma Escada, Eu Já Até Sei o Nome do Gato, É Baki e Parece Ter o Pelo Loiro, Aparentemente Ele Pareceu Ser Arisco - O Moreno Falou o Por Que de Sua Desconfiança


- Eu Só Ri Pela Seriedade Que Tu Falou - Kirishima Disse Já Pensando Em Uma Pequena Desculpa Pra Dar


- Mas Me Diz, Tu Adotou ou Não Um Gato?


- É Um Gato de Rua Que Eu Dou Comida as Vezes, Hoje Ele Apareceu Com Uma das Patas Machucadas e Eu Fui Fazer Uma Atadura, Enquanto Eu Ajeitava a Atadura, Ele Começou a Me Morder e Arranhar, Eu Me Afastei Dele e Cai do Sofá, Então Vocês Dois Chegaram e Eu Fui Correndo Atrás Dele Pra Terminar as Ataduras Porém Já Era Tarde, Ele Tinha Pulado Pela Janela e Pulado Em Uma Árvore - O Ruivo Falou Sua Historia Inventada Na Hora Pra Não Ter Chances de Pensarem na Possibilidade de Alguém Estar Com Sigo Em Sua Casa - O Nome Que Eu Dei a Ele é Baki


- Sabia! Minha Intuição Nunca Falha - Sero Falou Fazendo Kirishima Se Controlar Internamente Para Não Rir - Mas, Qualquer Coisa Que o Baki-Chan Precisar é Só Falar


- Ta Bem, Obrigado - O Ruivo Falou Ainda Se Controlando Pra Não Rir


Logo Depois da Conversa, os Dois Voltaram Para Onde Estava Kaminari, Ficaram Conversando de Vários Assuntos, Depois Foram Dar Mais Algumas Voltas Pelo Festival e Por Fim os Três Se Dispersaram Cada Um Para o Caminho de Sua Casa Lá Por Umas 20:00.


- Ele Já Deve Estar Longe, Com Certeza Deve Ter Ido Embora Pelo o Que Eu Fiz, Apesar de Eu Não Ter Feito Conscientemente - O Ruivo Pensou Alto Enquanto Caminhava a Caminho de Casa 


Quando Kirishima Chegou Em Sua Casa, Entrou e Ficou Meio Triste Por Pensar Que o Loiro Já Havia Ido Embora, Porém, Ele Ainda Tinha Uma Pequena Esperança de Que Bakugou Ainda Estivesse Na Casa, Então Subiu e Foi Em Direção ao Corredor Que Ficava o Quarto Que Havia Dado a Bakugou.

Quando Chegou na Frente do Quarto, Decidiu Bater Na Porta Antes de Entrar, Como Após Alguns Segundo Não Escutou Nada do Outro Lado, Entrou, Assim Vendo Que o Local Estava Vazio.


Ao Certo Kirishima Não Estava a Entender, Ele Estava a Se Preocupar Demasia Com Uma Pessoa Que Conhecia Tão Pouco, Em Sua Mente Só Apareciam Questionamentos do Por Que Disto, Mas, Em Nenhuma das Perguntas Se Concluía Com Uma Resposta. 

Após Tantos Questionamentos, O Ruivo Percebeu Que Não Adiantava Tanto se Questionar Sendo Que o Loiro Já Não Estava Mais Lá, Ele Havia Ido Embora. Com Tudo Que Havia Acontecido Durante Esse Dia Cheio e Complicado Que Teve, Kirishima Se Cansou, Então, Achou Melhor Ir Se Banhar Em Um Lago Que Havia Perto de Sua Casa Para Esfriar a Cabeça.


Após Já Ter Pego Suas Roupas e Uma Toalha, O Ruivo Deixou Sua Casa e Foi a Caminho Deste Lago, Enquanto Andava, Novamente Vieram os Questionamentos Em Sua Mente, Agora Um Pouco Diferentes, No Momento, Kirishima Estava a Se Questionar o Por Que de Estar a Sentir Tamanha Falta do Loiro Sendo Que Só o Conhecia a Um Dia e Meio e o Mesmo Não Havia Ido Embora Nem a Um Dia. 


A Mente do Ruivo Estava a Cada Vez Ficar Mais Confusa, Então Ele Decidiu Jogar Seus Pensamentos e Questionamentos De Lado, Percebendo Que Estava Tão Ocupado Em Pensar Que Andou Todo o Caminho e Já Havia Chegado ao Lago, Porém, Quando Foi Se Aproximar, Viu Que Havia Alguém Dentro das Águas do Lago a Se Banhar. Como Estava Escuro, Não Havia Como Enxergar de Longe Quem Era, Então, Silenciosamente, O Ruivo Se Aproximou Para Ver Mais de Perto Para Tentar Identificar a Pessoa.

Quando Mais Próximo, Viu Que Quem Estava a Se Banhar, Possuía Cabelos Em Tom Loiro Claro, Então, Kirishima Pensou Em Todas as Pessoas Que Sabem da Existência do Lago ou Moram Perto e Chegou Na Conclusão de Que Não Poderia Ser Nenhum de Seus Vizinhos Mais Próximo, Já Que Nenhum Deles Possuíam Esse Tom Nos Cabelos, Então, Ligando os Pontos, Percebeu Que Só Podia Ser Alguém, Porém, Achou Melhor Se Aproximar Um Pouco Mais Para Ver, Assim, Confirmando a Sua Suspeita.


A Pessoa Que Estava a Se Banhar, Era Bakugou, No Momento Que Viu o Loiro, Kirishima Sentiu Algo Dentro de Si Ser Preenchido, Enquanto ao Mesmo Tempo o Seu Peito Se Aquecia Por Dentro, Como Nunca Havia Sentido Isso Antes e Não Sabia o Que Era, O Ruivo Considerou Isso Como Alegria e Alivio Por Sua Preocupação Ter Ido Toda Embora, Automaticamente Se Tranquilizou Por Saber Que o Loiro Não Estava a Correr Risco Em Um Canto Qualquer.

Como Não Desejava Assustar e Espantar o Loiro, O Ruivo Decidiu Voltar Silenciosamente Até Um Pedaço do Caminho e Depois Ir Em Direção Ao Lago Novamente. Kirishima Decidiu Fazer Isso Só Para Não Correr Risco de o Loiro Pensar Que Ele Fosse Um Pervertido Que Estava a o Observar Enquanto Estava a Se Banhar. Após {Re} Chegar ao Lago, O Ruivo Decidiu Falar Para Anunciar Sua Presença.


- Quando Eu Cheguei Em Casa, Eu Fiquei Preocupado Por Não Ter Te Encontrado, Ainda bem Que Tu Não Foi Embora - O Ruivo Falou Vendo o Loiro Se Virar Em Sua Direção


- Eu Devia Ter Ido Embora Depois Daquele Ataque de Hoje Cedo - Bakugou Falou Fazendo o Ruivo Perceber o Que Havia Feito


- Desculpa, Eu Não Fiz Por Querer, Não Consegui Controlar...


- Se Foi Só Pra Isso Que Tu Veio Até Aqui, Pode Ir Indo Embora, Eu Quero Poder Meu Banho Em Paz, Sem Riscos de Ser Atacado de Repente


- Eu Vim Aqui Para Fazer o Mesmo Que Tu, Tomar Um Banho Em Paz - Kirishima Falou Em Um Tom Leve, Para Tentar Passar Confiança ao Loiro, Afinal, Não Possuía a Menor Intenção Que Fosse de "Atacar" o Mesmo


- Só Por Segurança, Tu Vai Tomar Banho Aí Nesse Canto - Loiro Falou Apontando - E Vais Ficar de Costas Pra Mim


- Está Bem - Kirishima Falou e o Loiro Se Virou Rapidamente, Por Não Querer o Ver Nú, Já Que Cada Vez Que Vê, Fica Com Seu Corpo Doloroso, Isso Que Só Viu Uma Vez


Kirishima Não Estava Se Impondo as Ordens Dadas a Si Pelo Loiro Por Ver Que a Unica Coisa Que Ele Queria, Era Se Proteger.


Quando Bakugou Escutou Barulho de Água, Olhou para Trás Apenas Para Verificar Se o Ruivo Havia Entrado, e ao Olhar Para Direção do Mesmo, Viu Em Suas Costas o Seu Porte Físico e Acabou Por Se Envergonhar de Maneira Involuntária, Para Tentar Disfarçar Ficou a Jogar Água Pelos Ombros e Braços.

Após Uns Cinco Minutos, Disfarçadamente, Kirishima Olhou Para Trás e Se Encantou Com a Cena Que Viu, A Luz Deixava o Loiro Muito Bonito, Isso Que o Mesmo Estava de Costas.

Sem Perceber o Ruivo Ficou Praticamente a Encarar as Costas do Loiro. Bakugou Teve Uma Leve Impressão de Que Estava a Ser Vigiado, Então, Olhou Para Trás e Viu Que Era o Ruivo Que Estava a o Encarar Fixamente.


- Vais Ficar Me Encarando Até Quando? - O Loiro Falou Fazendo Novamente Kirishima Perceber o Que Estava a Fazer


- D-Desculpa - O Ruivo Falou e Se Virou de Forma Nervosa e Envergonhada


Após Tamanha Cena Constrangedora, Os Dois Aceleraram os Seus Banhos Para Saírem o Mais Rápido Que Pudessem Daquele Lago e da Situação. 

Enquanto Se Vestiam, Cada Um Em Um Canto do Lago, Um Distante do Outro, Kirishima Se Preocupou e Decidiu Perguntar


- Tu Vai Pra Casa Comigo?


- Não Queria Nem Devia, Mas, Vou Voltar Por Que Eu Não Estou Em Mínimas Condições de Ir Para Outro Lugar - O Loiro Falou Deixando o Ruivo Melhor Por Saber Que Não Iriam Haver Riscos de Ele Se Machucar, Ser Atacado ou Algo Pior


Após Terem Colocado Suas Vestes, Os Dois Foram Para o Caminho Que Acabava na Casa.


Quando Chegaram, Kirishima Disse Que Iria Preparar o Jantar, Porém o Loiro, Só Por Precaução Decidiu Que Iria Ficar No Seu Quarto e Esperar o Ruivo o Chamar Quando a Comida Se Aprontasse.


Após Bakugou Descer, Ele Foi Até a Mesa e Sentou Para Comer, Assim Como Kirishima.

Depois de Passados Dez Minutos, O Ruivo Decidiu Quebrar o Silêncio Que Havia Se Formado


- Como Que é o Cio? - Kirishima Perguntou Curioso Como Uma Criança


- Pergunta Pro Meu Cu Que Foi Arrombado Por Causa Desse Merda de Cio - O Loiro Falou Em Um Tom de Raiva Olhando Para Kirishima Que Aparentemente Estava Se Sentindo Culpado, Porém, Ainda Com o Semblante de Que Aguardava Resposta, Então Antes Que O Ruivo Emitisse Mais Uma Vez a Palavra "Desculpa", O Loiro Decidiu Continuar - A Sensação é Uma Merda, Sem Falar Que Eu Me Sinto Um Saco de Bosta Por Não Poder Fazer Nada Nessa Porra de Período... Em Resumo, O Cio Transforma o Ômega Em Uma Merda Que Sente Dores Por Todo o Corpo e Sensações de Desconforto, Por Fim, É Uma Bosta - Falou Tentando Explicar da Forma Mais Simplificada - Mas, Pra Que Porra Tu Quer Saber Disso?


- É Só Curiosidade... Por Que é Tão Importante Ser Um Alfa Para Poder Herdar Esse Teu Trono? - O Ruivo Perguntou Com Um Semblante Que Aparentava Estar Bem Curioso e Ansioso Pela Resposta


- (Por Acaso Eu Tenho Cara de Professor Pra Ter Que Responder Pergunta Pra Um Homem Que Se Transformou Em Uma Criança Alfa) Por Exemplo, Se é Descoberto Que Eu Sou Um Ômega,  Eu Vou Ser Praticamente Renegado Pelo Povo do Reino, Já Que o Povo Nunca Iria Aceitar Um Ômega Como Soberano, Já Que Ômegas Não Podem Lutar Nem Comandar Nada. Um Ômega Só Serve Para Ser o Que Cuida da Casa e Dar Herdeiros ao Alfa No Trono, Querendo ou Não. Se Não For Um Alfa, Além de Não Poder Herdar o Trono, Não Pode Fazer Porra Nenhuma.


- Mas, Como é Escolhido Esse Alfa Pro Trono? - Kirishima Perguntou Com Um Tamanho Interesse No Assunto


- Através de Um Torneio Onde os Alfas Mais Fortes do Reino Lutam Uns Com os Outro e o Que Derrotar a Todos os Outros, Vence e Se Torna Dono do Trono


- Mas, Por Que dos Ômegas Não Poderem Comandar?


- Ômegas Não Podem Comandar Por Serem Vistos Como Fracos e Frágeis


- Mas Eu Não Acho Tu Fraco, Isso Que Tu é Um Ômega - Kirishima Falou Acidentalmente Deixando Bakugou Envergonhado


- Já Fizesse Um Monte de Pergunta, Agora é Minha Vez... O Que Um Alfa Como Tu Está Fazendo Aqui, Numa Aldeia Só Para Betas? - Bakugou Perguntou Em Seguida Dando Algumas Garfadas de Sua Comida O

Para Disfarçar Que Estava Envergonhado Pelo Elogio Dito Anteriormente


- Quem Me Trouxe Até Aqui Eu Não Sei Quem Foi, Porém, Eu Sei Que Eu Fui Deixado Na Porta da Casa da Minha Mãe. Como Ela Não Conseguia Engravidar, Ela Decidiu Me Adotar Por Um Tempo Para Ver Se Eu Iria Ser Um Bom Garoto, Então, Depois de Um Tempo, Ela Viu Que Eu Era Muito Sorridente, Então, Decidiu Me Adotar Definitivamente. Após Alguns Anos, Ela Percebeu Que Eu Era Um Alfa, Então, Ela e o Meu Pai ao Invés de Esconder Que Eu Era Um Alfa, Decidiram Ter Uma Reunião Com os Outros Aldeões. De Inicio Eles Queriam a Todo Custo Se Livrar de Mim, Porém, Depois de Uma Enorme Discussão, Me Permitiram Que Eu Vivesse Aqui, Porém, Se Eu Ficasse Agressivo, Eu Seria Expulso, Mas, Como Nada Disso Aconteceu, Eu Pude Ficar. - Kirishima Falou Fazendo Uma Breve Pausa Para Ver Se o Loiro Estava a Prestar Atenção e Em Seguida Prosseguiu - Aqui Na Aldeia os Ômegas Também Não São Permitidos Pelo Motivo de Que Podem Acabar Atraindo Alfas.


- Mas, Por Que Não São Permitidos Alfas? - O Loiro Falou Um Tanto Curioso Com a História Que Kirishima Estava a Contar


- Por Que a Muito Tempo Atrás, Quando os Alfas, Os Betas e os Ômegas Viviam Aqui, Uma Gangue de Alfas Veio Em Busca dos Ômegas Que Moravam Aqui, E Como Haviam Poucos, Eles Atacaram aos Betas Também. Por Esse Ataque Muitos Aldeões Ficaram Traumatizados, Então Proibiram Ômegas e Alfas Aqui - Kirishima Falou Terminando a História


Natsune


- Entendo...


- Pelo o Que Você Me Falou, A Sua Situação é Bem Difícil...


- Com Certeza, Não Quero Ser Controlado Por Porra de Alfa Nenhum! Não Quero Ficar Parado Fazendo Essas Merdas Entediantes e Muito Menos Engravidar


- Mas, Se Você Não Quer Engravidar, Não Engravida


- Não Fala Como Se Isso Fosse Fácil, Eu Querendo ou Não Eles Vão Me Obrigar, Mesmo Se a Força, É Obrigatório o Ômega Ter Descendentes, Não Tem Essa de "Não Quero", Se o Alfa Quiser Um Filho, Vai Ter Que Ser Na Hora e Quantos Ele Quiser. Os Ômegas São Tratados e Reconhecidos Como Objetos de Reprodução e Empregados Domésticos Que Não Tem Direito a Nada.


- Nossa... - Kirishima Não Imaginava Que Era Tão Difícil Assim a Situação do Loiro - Então, É Por Isso Que Queres Tirar a Marca.


- Se Eles Virem a Marca, Descobrirão Que Eu Sou Um Ômega e Ainda Mais, Vão Ver Que a Marca Não Foi de Alguém de Lá, Que Vai Ser Ainda Mais Pior


- Me Desculpa - Kirishima Acaba Por Se Sentir Duas Vezes Pior


- Para de Pedir Desculpas, Com as Suas Desculpas Resolvemos Merda Alguma - O Loiro Falou Em Um Tom Firme e Grosso, Em Seguida Dando Mais Uma Garfada de Sua Comida


- O Que Faremos Quando o Teu Cio Acabar? Para Onde Vamos? - O Ruivo Disse Em Um Tom Preocupado


- Falamos Disso Amanhã, Por Hora Já Deu de Conversas, Eu Estou Cansado - Bakugou Disse Dando a Ultima Garfada de Comida Que Antes Restava No Prato, Logo Após Se Levantando, Pegando Seu Prato e Indo Lavar 


- Não Precisa, Deixe Comigo, Eu Lavo - Disse Kirishima, Se Levantando Enquanto Pegava Seu Prato e o De Bakugou


- Eu Sei Muito Bem Lavar o Prato no Qual Comi...


- Eu Sei, É Que Eu Quero Lavar - O Ruivo Disse Calmo Dando Um Sorriso Sereno ao Loiro


- Tanto Faz, Vou Dormir No Quarto e Tu Vai Dormir Na Sala - Disse o Loiro, Por Fim Saindo da Cozinha, Indo Para Sala, E De Lá Direto as Escadas, As Quais Subiu, Passou Pelo Corredor e Foi ao Quarto, Nome Qual Entrou e Se Trancou


Quando Terminou de Lavar a Louça, Kirishima Foi Para a Sala Se Sentou No Sofá e Ficou a Pensar Na Possibilidade de Ter Que Sair de Sua Aldeia, Largar Sua Família e Ir Para Um Lugar Desconhecido Que Não Sabe o Quanto Pode Ser Longe, Nunca Foi Para o Reino Onde o Rei Novo Mora Sabe, Nem Sabe o Nome do Mesmo. Mesmo Estando Nervoso, Estava Ansioso de Poder Sair Daquela Aldeia e Conhecer Novos Lugares. Desde Pequeno os Seus Pais Nunca o Deixaram Sair da Aldeia, Sempre Falavam Que o Mundo Lá Fora Era Muito Perigoso, Cheio de Pessoas Más Que Só Queriam Saber de Seu Mal. Mas, Queria Tanto Sair Dali Para Conhecer Coisas Novas, Afinal, Não Iria Passar o Resto de Sua Vida Naquela Aldeia.


Como Que Contaria Para Seus Pais Que Teria Que Sair da Aldeia?


Tudo Isso Passava Milhares de Vezes Pela Cabeça do Ruivo, Mas, Estava Cansado De Mais Já Que Seu Dia Havia Sido Bem Cansativo, Então, Kirishima Se Deitou e o Sono Aos Poucos Veio o Fazendo Apagar Em Seguida.


Continua...



Notas Finais


Sality: Assim Como Eu Disse, Eu Cumpri. Consegui Escrever Mais Nesse Capitulo e Espero Que Tenham Gostado da Minha Escrita. Me Esforcei Para Deixar o Melhor Possível, Muito Obrigada Por Terem Lido.
Já Aviso Que o Próximo Cap Vai Demorar Um Pouco Devido A Eu Ter Que Dar Atenção as Minhas Fanfics, Espero Que Entendam

Até o Próximo, Bye-Desu-Nyan 💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...