História Tempo e Espaço - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.053
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Eternidade


                O Tempo pode não ter visto tudo o que aconteceria com o casal após se esconderem, mas viu o bastante para saber que o portal que eles passariam era um de frente para o outro e saber que eles fugiriam pelos portais na mesma hora. Assim, quando os jovens deuses passaram pelos portais, pararam um de frente para o outro.

Não precisavam saber o nome um do outro, nem de onde o outro veio e nem mesmo o motivo de ter ido para lá. O olhar apaixonado deles já dizia tudo que precisava ser dito. E no meio do silêncio, um beijo apaixonado que representava esse amor que fluía em ambos.

Com esse beijo apaixonado, tudo voltara. Todas as memórias sobre suas vidas “passadas” e sobre seus poderes, sobre sua fuga, seu amor, seu desespero, tudo estava de volta. Porém, não se trata de um conto de fadas onde o príncipe encantado beija a princesa e eles vivem felizes para sempre.

Realidade sentiu duas entidades entrando em seu universo. Duas entidades que ele não sentia há milhares de anos. Em seu desespero, Tempo não olhou o bastante no futuro para ver o que viria a seguir. Cego por paixão ele apenas queria ver até quando precisaria esperar por sua amada e nada mais.

Realidade já tinha se acostumado em ficar de igual para igual com os outros deuses. Vendo aquela situação de amor, percebera então que seu reino estava sendo ameaçado. Pois de acordo com a Morte, o amor de Tempo e Espaço iria unir a força deles e seus universos. Assim se tornariam os mais poderosos entre os deuses.

Morte e Pesadelo então foram comunicados pela Realidade sobre o ocorrido. Os dois deuses que ameaçava todo o poder dos outros estavam unidos novamente e seu amor estava mais forte do que nunca. É como se a distância e a saudade tivessem apenas os unido mais e mais e os deixando mais e mais apaixonados um pelo outro.

O casal apaixonado estava distraídos com o reencontro e felizes demais pra se preocuparem  com qualquer coisa no momento. Assim enquanto estavam abraçados e chorando de alegria, não perceberam os outros deuses chegando atrás de vingança. Porém os deuses atrás de sua vingança, decidiram observar o casal e seguir eles.

Quando Tempo contou o que aconteceu na sua vida de “mortal”, Espaço fez a mesma coisa. Quando Tempo descobriu que ela precisava se casar, decidiu que casaria com ela para que ela fosse coroada e continuasse o “legado da família”. Mesmo que não fossem seus pais de verdade, a criaram e a amaram como se fosse sua filha, então ela tinha esse sentimento de querer retribuir o favor.

 Assim voltaram para o reino de Espaço e anunciaram seu casamento ao público. Como era de conhecimento público, o General ditador não poderia executá-los sem que a população soubesse e aceitou sua derrota para o casal. Não tentou atacar, pois eles tinham apoio da população e não é vantajoso para um governante destruir toda a população.

O casal apaixonado então se casou em uma linda cerimônia no meio da cidade com toda a população vendo. Quando Espaço assume o posto de rainha legítima eles fazem festas após festas todos os dias para comemorar que a verdadeira herdeira do trono havia retornado ao seu lugar por direito. Festas sem fim ocorrendo por todo o Espaço-Tempo, já que seus anfitriões podem fazer isso. Até que um dia eles decidiram terminar as festas e voltar à rotina “normal” de governadores.

Assim todas as acusações sobre Tempo são retiradas de seu universo por causa de seu cargo político atual. Sua família adotiva também participou das festas, assim ele conseguiu se compensar por ter fugido da festa de seu irmão. Todos os heróis de infância da nova vida do Tempo participaram da festa. Foi o momento mais feliz na vida dos imortais.

Porém, não saberiam que o momento mais triste e angustiante de sua imortalidade estava se aproximando mais e mais, já que os três deuses estavam esse tempo todo seguindo eles e observando as festas esperando o momento perfeito para atacar.

E então, o inesperado acontece. Quando o casal ia se deitar para dormir em seu castelo,  Realidade, Morte e Pesadelo então chegam ao local e os cercam. Eram três deuses contra dois, a vantagem era deles mesmo se todo o exercito do reino de Espaço tentasse lutar para ajudar seus governantes. Tempo e Espaço estavam despreparados, no momento da surpresa não tiveram tempo de reação para fugir das outras entidades.Então Pesadelo e Realidade pedem para Morte acabar de vez com eles e com seus respectivos universos, assim como fez com o Sonho. Porém, Morte teve uma idéia melhor: Prender eles no universo do Pesadelo.

O universo do pesadelo não é como os outros universos que são físicos. Lá as únicas coisas físicas são as que causam medo e sofrimento.

Assim então os deuses que antes estavam chorando de alegria, começaram a chorar de desespero. O casal foi jogado no universo do pesadelo. Em um mondo que o próprio pesadelo criou em especial para o casal apaixonado.

Um mundo aonde eles poderiam se ver. Aonde não precisariam de ar,comida ou descanso. Porém, quanto mais eles tentassem se aproximar um do outro, mais eles ficavam afastados.

O que seria mais doloroso para amantes imortais do que passar a eternidade sem poder se tocar?

Assim então os amantes que esperaram tantos anos para se reencontrar. Não poderiam desfrutar de seu amor.

Não importa o quanto Espaço usasse seus poderes nesse mundo para se aproximar de seu amado.

Não importa o quanto o Tempo decidisse voltar no tempo, acelerar ele ou tentasse ver o que aconteceria à eles.

Nada funcionava naquele mundo. Pesadelo pensou em tudo para aprisioná-los por toda a eternidade enquanto os outros deuses poderiam passar por aquele mundo tranquilamente para zombar do casal que um dia foi uma ameaça e agora se tornara uma grande piada para as entidades. Até mesmo a vida estava contra eles, mas fez questão de deixá-los imortais, para que os deuses aproveitassem o show pela eternidade.

Assim , o casal apaixonado que um dia fez tudo pelo amor, não poderia amar nunca mais e estavam destinados a passar a eternidade sem um simples toque de quem amou por tanto tempo. No fim, tudo foi em vão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...