História Tempo Nublado - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Sans, W. D. Gaster
Tags Drama, Dust X Blueberry, Epic X Dream, Error X Ink, Fell X Science, Horro X Lust, Nitghtmere X Cross, Outer X Killer, Reaper X Geno
Visualizações 29
Palavras 913
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem essa é minha primeira história, não sei mexer muito bem aqui no sistema, então provávelmente tem coisa errada. Mas espero que gostem.

Capítulo 1 - Um Novo Recomeço


Fanfic / Fanfiction Tempo Nublado - Capítulo 1 - Um Novo Recomeço

Olhando em volta, um som de água caia sobre o mais profundo lago, era as lágrimas de uma pequena criança. Criança essa que chorava, olhando para o vazio. Frágil como um pequeno floco de neve que caia sobre seu rosto. Depois daquele dia... O mesmo achava que nunca mais sorriria novamente, mas... O pequeno estava se enganando, o seu sorriso pertencia a outra pessoa, a qual pensava ser o última monstro que poderia o fazer sorrir novamente, seu nome é...

(Trim) (Trim)

(Trim) (Trim)

(Tr...

Uma pequena mão desliga o despertador, que marcava 8h da manhã. O jovem senta na beirada de sua cama, se espreguiçando, desejando apenas ignorar o despertador e voltar para a sua cama. Esses pensamentos não foram escutados, invés disso se levantou pegando suas roupas e uma toalha para seu banho.

Em baixo do chuveiro ele pensava sobre como a partir daquele dia, tudo poderia mudar, tanto para o positivo tanto para o negativo, isso seria fruto de suas escolhas. Ele sai do banho, com uma roupa para a escola, com uma blusa de frio azul claro sobre uma blusa de mangas curtas de cor preta, a mesma por cima não estava fechada, com um short marrom escuro que combinava com seu grande cachecou, por baixo do short uma legue que iria até a sua canela, de cor cinza escuro vinha acompanhada com listras azul clara, uma na vertical e outras na horizontal, apenas a perna direira tinha essas linhas a outra continha apenas a cor sem nenhum detalhe. Sentado na cama colocando seu tênis de cano alto composto pena cor marrom com detalhes azul claro, pensava na nova escola, escola essa que o mesmo nunca foi, vc agora deve estar pensando que ele simplesmente só mudou de escola, pois esta do 1°ano, mas não, desde seus 6 anos de idade o garoto tinha parado de ir para a escola, ou para qualquer outro lugar... Mas agora com 15 anos, ele resolveu voltar para a escola, mas o menino nunca parou de estudas ao contrário do que vcs estão pensando, ele estudava em casa, com um professor que seu pai tinha contratado só para dar aula para seu filho.

Com milhões de pensamentos o garoto já estava pronto, e dessia para a sala, que ficava no andar de baixo da casa. Suas malas estavam prontas também, tinha apenas duas e uma mochila que carregava seu matéria escolar. A escola que o menino iria tinha pequenas "casas" embutidas na escola, com dois andarem o segundo tinha, um quarto para duas pessoa que junto tinha um banheiro, no andar de baixo continha uma pequena sala com uma televisão, na esquerda já era a porta de saída do quarto, na direita tinha uma pequena cozinha com uma mesa de jantar de quatro cadeira. Como ele sabia disso sendo que nunca tinha entrado na escola, bem seu pai pediu para que os mordomos tirassem foto pelos quartos e locais, assim o garoto não ficaria tão perdido.

No começo o menino não queria ir, mas seu pai insistiu, tando ordens para o mesmo que não deveria o dizer não, apenas obedecer calado era seu único direito. Depois de um assidente entre os dois, depois que aquilo aconteceu, ambos não se davam bem, por fim o menino apenas aceitou calado e arrumou suas malas, para que hoje ele fosse para a escola, que por sinal era um pouco longe da sua casa.

Sentando-se em sua cadeira, o mesmo come seu café da manhã, ele escuta o carro se ligar na garagem, tudo pronto, seu pai não estava ali, estava trabalhando como sempre, se verem era raro e se isso acontecia, normalmente dava briga entre os dois. O menino se levanta, pronto para partir, no entando o mesmo não estava triste, pelo contrario estava até feliz por finalmente sair de uma possível prisão.

-Mestre chegamos. Diz o motorista, se levantando e abrindo a porta a o passageiro, tirando as malas do carro e levando para dentro da escola.

Chegando na recepção da escola a moço da suas boas vindas, e pede com educação os documentos do novo aluno, fala também diretamente com o motorista do aluno o quarto do mesmo, que era para deixar as malas lá, enquanto o motorista ia levar as malas do garoto a moça pede:

-Por favor poderia me dar seus documentos e falar seu nome, por gentileza. O garoto da seus documentos e por fim fala seu nome.

-Aqui está meus documentos, meu nome e ink color da família creator. Diz isso com uma voz suave e baixa.

-Bem-vindo a Multiverse University, seu quarto e o 58, suas malas já devem estar lá, pode entrar, qualquer dúvida e so me chamar, ok?

-Ok. Ink diz isso e entra lá escola, com a chave na mão tenta achar seu quarto, pensando quem seria seu colega de quarto. Quando acha o lugar, entra, não tinha ninguém lá, apenas suas coisas arrumadas provavelmente pelo motorista que já tinha indo embora.

Ink sobe para o andar de cima, deitando em sua cama do lado da parede em vez da janela, pensando se foi uma boa ideia ter ido para lá, sua aula começaria apenas 9h da manhã tinha 30 minutos ainda. Pensando ele arruma algumas coisas que o seu motorista deixou torto ou fora do lugar correto, terminando tudo, desse para o primeiro andar, saindo pela porta, trancando a mesmo, começando a explorar aquele novo ambiente, já calculando se perder ali pelo tamanho do local. 


Notas Finais


Se vc quiser continuar lendo, fique siente que eu gosto de drama, então vai ter muito drama nessa história. Porém se vc também gosta de romance fofo e com coisas mais íntimas, embarque nessa história junto comigo.
Talvez no começo da história seja um pouco lendo, mas para frente isso vai mudar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...