História Temporal - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Won Ho
Tags Chuva, Hoseok, Monsta X, Rain, Reflexão, Shin Hoseok, Wonho
Visualizações 16
Palavras 418
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drabble, Droubble, Fluffy, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Encharcado


Fanfic / Fanfiction Temporal - Capítulo 1 - Encharcado

Shin Hoseok, aquele que era conhecido por sua seriedade e maturidade, pulava nas poças de água, como uma criança, formadas naquela rua pela chuva que caía sobre si, porém não se importou em se molhar.

Porque, afinal, viver tinha que ser como uma chuva de verão.

 

Imprevisível.

 

Nessa estação, o que mais há é o calor, acompanhado do Sol e falta de nuvens no céu, o que não é algo, de fato, ruim. Era uma situação perfeita para se ir na praia e conseguir aquele tão sonhado bronzeado.

Mas tudo pode acontecer.

O dia se tornou mais acizentado, rapidamente. As nuvens pesadas se acumularam sobre a cidade e o platinado andava pela cidade, de uma lado para outro, resolvendo seus negócios. A correria diária de sua vida.

E o tempo fechou.

 

 

Intensa.

 

Os primeiros pingos caíam com agressividade, e logo aumentaram de número até se transformarem naquele temporal que quase pegara o platinado de surpresa, sorte que tinha seu guarda-chuva. Hoseok também era conhecido por ser pessimista. Absolutamente tudo poderia dar errado. Mesmo negando com todas as forças, alegando que estava analisando as possibilidades; usava até mesmo o argumento de ter uma lei para isso.

 

E rápida.

 

No fim, a vida não era curta, só veloz demais.

Porque assim como começa, também acaba sem mais nem menos. Como algo tão poderoso podia ser tão frágil assim?

Hoseok sabia disso; pareceu redescobrir aquilo enquanto encarava as gotas gordas que iam de encontro ao chão.

Comparou as coisas ao seu redor; a chuva era o otimismo e a alegria para ver as coisas mais simples; e o guarda-chuva era o medo, a insegurança de experimentar novas sensações. 

Engraçado como um evento da natureza pôde trazer tantas reflexões para aquele homem exausto.

Então ele largou o objeto e deixou-se molhar.

Fechou os olhos durante um curto momento onde respirou fundo diversas vezes, sentindo a chuva lhe lavando todo o cansaço — ao menos, o psicológico —, estresse e pessimismo. Passando a dançar e brincar, sozinho, enquanto gargalhava na chuva; os outros pedestres estavam distraídos demais querendo um lugar para se proteger para prestar atenção naquela loucura e carros não passavam por ali.

Hoseok mudou. Passou a ver o mundo com outros olhos. 

E voltou para casa naquele estado:

Encharcado e sorridente, como o bobo que deveria ser há muito tempo.

Parou de carregar o guarda-chuva em dias ensolarados, provavelmente por querer que o momento se repetisse mais uma vez.

E iria, quando ele precisasse recarregar suas forças para continuar seguindo em frente.


Notas Finais


Eu poderia ter feito essa One em Originais, mas, sabe, achei meio injusto, já que a ideia veio da foto do Wonho segurando o guarda-chuva. Me julguem.

A lei que é referida é a de Murphy, que diz que tudo que pode dar errado, dará.
(Pesado).

Bom, mas é isso, acho que dessa vez eu escrevi algo decente.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...