História Tempos de Sangue (Interativa) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Antigos, Cavalos, Espadas, Interativa, Lutas, Medieval, Rainhas, Reinos, Reis
Visualizações 15
Palavras 1.224
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Slash, Survival, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aqui estamos no penúltimo capítulo, eu pensei muito para escrever isso, pois eu poderia tee terminado essa guerra de várias formas possíveis, mas imaginei que essa seria a melhor, e peço desculpas se eu decepcionei alguém, tentei fazer o meu melhor kkkk
Enfim, chega de falar e boa leitura !

Capítulo 23 - Europa - 21


A neve antes branca agora estava vermelha, banhada com o sangue de soldados.

Os dois exércitos estavam quase acabados, essa guerra não tinha um vencedor, com tantas mortes faziam os dois lados perderem.

-Você terá coragem de matar o seu próprio pai ?- Herman olhou para o filho abaixando a sua espada.

-Se for necessário sim- Alexander o olhou sério sem baixar a guarda- Pode se entregar agora, e assim não precisará morrer.

-Você pode ser o rei mais poderoso de todos os tempos, governar a Europa, você tem tudo para isso.

-Eu não sou igual a você pai, eu não quero poder.

-Todos querem poder Alexander, você ainda não quer, mas um dia eu sei que a vontade de dominar chegará até você.

-Não em mim, você está enganado, eu fui criado por boas pessoas, ou pelos achei que fui, mas você me ensinou muitas coisas, e uma delas foi para suspeitar ate mesmo da sua própria família, se lembra ?- Alexander o olhou sério.

-Claro que me lembro- Herman sorriu e voltou a empunhar a sua espada- Esse será o seu fim então Alexander, um príncipe brilhante que teria um ótimo futuro, seu nome será apagado de todos os livros e registros assim que seu sangue for derramado.

Alexander deixou algumas lágrimas escorrerem, ainda não acreditava que estava escutando isso de seu próprio pai.

-Vamos ver quem vencerá- Disse batendo a espada com força na de Herman.

Os reis e rainhas já foram grandes guerreiros na juventude, e suas habilidades permaneciam como antes, conseguiam derrotar sozinhos uma boa parte do exército, principalmemte Belenice que avançava o mais rápido possível para alcançar Delphine.

Titanus chegou antes que a mãe.

-Vamos ver se treinou bem- Delphine sorriu para ele e imediatmemte começou a atacar.

Titanus atacou de volta e conseguiu bloquear o ataque dela.

Os dois lutavam quase no centro do campo de batalha enquanto as pessoas ao redor lutavam por suas vidas.

As espadas batiam uma na outra fazendo o barulho do ferro se espalhar.

Delphine usou a distração da guerra para conseguir machucar Titanus.

-Chegou a sua hora- Ela disse e chutou a perna dele onde havia feito o corte.

O rapaz gritou de dor e acabou caindo de joelhos.

-É dessa forma que um herói morre, você é honrado, não será esquecido, eu farei questão de ensinar as crianças no futuro que não devem desobedecer a lei.

Ela se preparou para um corte mais em cima, dessa vez seria no pescoço e o sangramento seria suficiente para mata-lo.

Matthew e Marx estavam ocupados com outros soldados e por conta disso acabaram não vendo.

Delphine levantou a espada e a soltou logo em seguida para que caísse e levasse a cabeça de Titanus juntos.

No mesmo instante a espada de Delphine foi parada por outra, a espada de Belenice.

-Já chega, você acabou com muitas vidas, está na hora de pagar com o seu sangue.

-Vai ser um prazer matar mãe e filho juntos- Delphine levantou sua espada que foi parada novamente por Belenice.

-Veremos.

A batalha estava praticamente ganha, Marjorie, Chloe e Mery haviam dominado uma boa parte dos guerreiros e fizeram os últimos de prisioneiros, assim como Marx e Max.

Isabelle ainda tinha o seu instinto e não fez a mesma coisa, acabou com todos os soldados possíveis, assim como Matthew e Pietro.

Aron iria governar a Espanha, precisava agir como um futuro rei e então também conseguiu manter os prisioneiros.

Mas um último soldado restou, o mesmo soldado que logo em seguida matou Olivia Sanchez, a rainha da Espanha, o que fez com que seu marido Ludwig o atacasse.

A luta não durou muito, o rei já era velho e cansado, não tinha as mesmas habilidades de antes, e acabou sendo morto pelo soldado logo em seguida.

Aron viu aquilo e correu, a luta com o soldado foi difícil, mas Aron era muito experiente, e depois conseguiu mata-lo, fazendo questão de colocar a cabeça do soldado em uma lança e a levantar para o céu.

-Delphine ! Esse é o seu último soldado !

A mulher olhou rapidamente mas logo teve que se proteger de outro ataque de Belenice.

Agora existiam apenas duas lutas, Delphine contra Belenice e Alexander contra Herman.

Os outros pararam para assistir, o final daquelas lutas decidiria o destino da Europa.

Delphine atacava mostrando que não era uma simples líder, e que também sabia lutar como uma guerreira, o que ela não esperava era que Belenice também era uma ótima guerreira.

-Você não entende o que eu quero fazer aqui ! As pessoas seriam melhor com o meu governo, todos teriam os direitos necessários para as sobrevivência !- Delphine disse alto quando recebeu um corte no braço.

-E como os moradores pagariam por esses direitos ? Servindo vinho para você ? Você acabou com famílias, destruiu lares e foi capaz de acabar com a maior cidade da França !- Belenice conseguiu distraí-la e atravessou a sua espada na perna dela.

Delphine caiu imediatamente por causa da dor.

-Você matou reis e rainhas ! Ordenou ataques e matou inocentes, se estivesse em um julgamento, seus crimes seriam imperdoáveis.

-Meus parabéns Belenice, ganhou o que queria, mas e agora ? E quando ficar velha ? E quando seu lugar for tomado por outra pessoa ? Acha que esse mundo terá um bom futuro ? Vocês estão amaldiçoados !- Delphine estava ajoelhada, mas em nenhum momento deixava o sorriso vencedor do rosto.

O rosto manchado de poeira e sangue de Belenice observava as pessoas ao seu redor.

-Eu sou Belenice Artorius ! Rainha legítima de Roma e recentemente nomeada da Europa, a partir de hoje todos serão livres e a paz reinará !

Delphine riu e bateu palmas.

-Belo discurso, vai me prender agora ? Pra mostrar que é uma rainha misericordiosa ?

-Não, eu ainda me lembro das pessoas que você matou, e me lembro que também matou o meu marido- Belenice sorriu para ela e atravessou a sua espada na barriga de Delphine.

A mulher ainda ria e aos poucos foi perdendo os sentido quando o sangue começou a sair pela barriga e a boca, não demorou para finalmente estar morta.

-Essa foi a última pessoa a morrer por guerras no solo Europeu !- Belenice disse alto e foi aplaudida por todos.

Alexander e seu pai ainda batalhavam ao lado, o príncipe não aguentaria muito, estava machucado e cansado.

-A guerra está perdida, está na hora de fazer o que é necessário filho, e se tornar o rei da Inglaterra- Herman parou de lutar e se ajoelhou- Eu sempre soube que se tornaria um bom guerreiro.

-Eu não sou igual a você pai, e agora tenho ordens da minha rainha, Belenice, não haverá mais mortes, o senhor será julgado e receber a punição devida- Alexander guardou a sua espada e pegou um pedaço de pano que estava próximo, foi para trás de Herman e amarrou suas mãos.

-Terá um futuro brilhante meu filho- O rei sorriu enquanto era arrastado para perto de Belenice.

Alexander fez uma reverência para a rainha e se juntou aos amigos.

O campo de batalha parecia um enorme cemitério, muitos foram sacrificados, mas os sobreviventes sabiam que aquele seria um lugar melhor a partir de agora, talvez surgissem novos inimigos pelo caminho e ao longo de suas vidas, mas nada iria ser como Delphine, uma mulher inteligente e forte que teria de tudo para se tornar uma boa rainha, e que abandonou tudo, destruiu famílias, vidas e lugares, apenas para conseguir poder, mas ela fez algo que não esperava, ela fez com que os reinos deixassem suas diferenças de lado, e pela primeira vez se tornassem um só.


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse desfecho de guerra, comentem o que acharam e se eu poderia ter melhorado isso de alguma forma kkkk

Aguardem o último capítulo que ainda sai essa semana, vou dar uma dica, terá um salto temporal, então muitas coisas podem ter acontecido ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...