História Tempos Sem Você - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eddsworld
Visualizações 23
Palavras 510
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único - Uma Carta de Desespero


“Naquele tempo, o tempo que ainda poderia ter você, eu era egoísta e egocêntrico, que pensava apenas em mim mesmo, que não lhe deu carinho e atenção o suficiente, mas você estava sempre satisfeito apenas por me ter do seu lado.

Não ligava para todo o mal que te causei, o quanto lhe trate mal ou até mesmo fazendo-o sofrer por erros meus. Você continuou amando-me do fundo de do coração, não importava o que eu causasse.

Por dias, semanas, meses e anos foram assim, comigo errando e você me perdoando, mesmo sabendo que não devia. Anos junto a mim, e eu sem dar muita atenção a sua presença ou apenas a deixando de lado.

Bem que falam que quando a pessoa amada se fora e não voltar mais, aí sim, vamos saber dar valor para aquilo que tínhamos e não ligávamos. Aprendi isso da pior forma possível, sem você, agora eu entendo, que não seu nada mais que farelos ou trapos velhos, que são apenas a sombra do que do já foram um dia.

Gostaria que meu eu, o meu eu que ainda tenha você, tivesse ficado e lhe apoiasse quando mais precisava, que quando chorasse, ele estaria lá para enxugar suas lagrimas. Deveria ter dito que me importava e que o amava, mas não fiz isso, por puro egoísmo.

Você seria o raio de sol de qualquer um, poderia ter facilmente uma pessoa melhor com sigo, mas você me quis e sempre esteve ali, perto de mim, não importava o porquê.

Todos, sem exceções, tinham dito que eu não era bom o suficiente para você ou que era o tipo de pessoa que te notaria, mas não ligou para isso e conquistou meu coração, os dois primeiros anos foram lindos, nós éramos o tipo de casal “perfeito”.

Por isso não durou mais, poderíamos estar junto e não ter terminado, mas não era por nenhum dos dois não ter coragem de terminar, mas, sim, por eu ter ido para longe, ter ficado três anos fora.

Porem no último ano, recebi uma notícia, aquela notícia, que me fez ferver de raiva, não de você, é claro que não, mas de mim mesmo, por estar distante, por conta desse intercambio estupido que fiz, voltei o mais rápido que pude, mesmo sabendo que você já poderia ter ido embora.

Cheguei e lá estava você com o seu lindo sorriso radiante, você me olhou e disse:

“Eu te amo com todas as falhas, só te peço duas coisas, que cuide bem das pessoas que se importa e não deixe seu sorriso encantador se esvair”

Depois disso você se foi, sem poder voltar. Pensar que te perderia daquela forma, dessa ida sem volta, me dói tanto, mesmo sabendo que irá ler essa carta ou me ouvir lendo para ti, precisava achar um jeito de tirar uma fração dessa dor.

Te perder para o câncer, para essa doença cruel. Aqui está o que eu nunca te disse e nunca poderei dizer.

Sempre te amei e sempre te amarei, Eddward Gould

Por seu amado, Matthew H.”


Notas Finais


Oi pessoas, então me desculpem por toda essa tristeza, mas faz pouco tempo que descobri que o criador de EddsWorld morreu de câncer, também que meu avô, por parte de mãe, está com câncer, eu e ela somos bem próximo. Além de eu já ter passado por isso com meu pai, já falecido.

Então me desculpe por ter deixado você triste, como está escrito na “carta” do Matt, eu tinha que achar um jeito de tirar essa dor, mas o chora não está dando mais certo, resolvi testar outra coisa e o resultado foi esse. Espero que tenham gostado e não tenham gastado uma caixinha de lencinhos. Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...