História Temptation boy - Jimin, BTS - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, G-Dragon, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Bangtam Boys, Bts, G. Dragon, Hentai, Historias Parkjimin-ah, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Novela, Perfil Parkjimin-ah, Rap Monster, Romance, Seungri, Shoujo Romântico, Suga, Taeyang, Top
Visualizações 88
Palavras 1.283
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa pessoal ^^

Tudo bem?? O capítulo talvez esteja meio tenso hoje ksksksk;-;

Bem. Boa leitura para todos!

Até as notas finais :3

Capítulo 38 - Medo


( Jade on )

- Finalemmte terminei essa porra! - Exclamei, recebendo um tapa na cabeça vindo de Laura.  - Yah, por que fez isso? - A olhei fazendo um leve bico.

- Pra você aprender a ser menos nova suja. - Disse ela dando de ombros. - Quando o Jimin não está aí você se transforma.

A Laura é tão cruel...

- Yah, nem me fala. - Revirei os olhos. - Sinto falta do meu mochi...

- Aish, faz apenas uma hora que ele saiu Jade. - Laura reclamou e logo riu. - Vocês deveriam morar juntos.

- Não é uma má ideia. - Falei sorrindo fraco. - Vou expulsar você e as meninas de casa, assim poderei colocar o mochi pra cá.

- Você não teria coragem. - Raphaela apareceu rindo feito uma louca.

- Não teria?

- Claro que não. - Laura disse, não tirando seus olhos do celular.

Desde que ela começou a se relacionar com Taehyung, nunca mais deu atenção para nós.

- Onde está Lethycia? - Indaguei.

- AQUI. - A porta foi aberta em um estrondo e Lethycia apareceu.

- Yah, onde estava?

- Estava com o Jungkook. - Ela disse toda boba, sentando no sofá, quase em cima de mim.

- Resumindo. Dando o rabo. - Rapha disse, sentando no outro sofá.

- Isso mesmo. - Ela disse fazendo um joinha. Descarada. - Se a Jade não deu valor, eu dou. - Sorriu.

- É bom de cama? - Rapha perguntou curiosa. Lethycia assentiu rapidamente.

- Mas tira o olho.

- Não sei de nada. Eu sou a única encalhada aqui. - Disse ela fazendo bico.

- Ué. - Laura a olhou confusa.

- Está encalhada porque você quer. - Eu disse, revirando os olhos.

- Yah, o Yoongi aí. - Lethycia falou dando de ombros.

- Não tá na cara que o Yoongi gosta do Hoseok. - Laura disse revirando os olhos.

- Não percebi. - Falei, Lethycia e Raphaela olharam Laura confusa, assim como eu a olhei.

- A-ah, falei merda. - Ela bateu na sua própria testa e logo sorriu quando viu uma mensagem. - Preciso ir, Taehyung está na frente de casa! - A mais velha exclamou alegre.

- Não mesmo! Você precisa nos explicar isso! - Exclamei e logo ela mandou beijo pra todo mundo e saiu de casa.

- A noite ela vai nos esperar. - Rapha falou. - Cara. Eu amo casais gays.

- Nem sabemos se realmente são casais. - Lethycia disse.

Yoongi amar Hoseok? Hoseok ama Yoongi também?

Laura deve estar escondendo alguma coisa, já que ela é bem próxima de Hoseok.

(...)

No outro dia na escola, encontrei Jimin na biblioteca. Ele estava lendo.

Espera.... ELE ESTÁ LENDO?

Franzi o cenho e fui até ele sentando ao seu lado na cadeira.

- Desde quando você lê? - Perguntei baixo, fitando o livro que ele estava lendo.

- Isso é pra estudar. - Ele me mostrou a capa do livro, que mostrava ser de matemática. - Você estudou?

- Pra quê? - O olhei confusa. Ele riu baixo.

- A minha ruiva está no mundo da lua, não na escola. - Ele revirou os olhos. - Hoje tem prova de matemática.

Senti meu sangue gelar.

- P-prova? - Pisquei várias vezes. Droga! Eu não prestei atenção...

- Pensei que sabia... - Ele coçou a nuca.

- Vou tirar zero... - Choraminguei, deitando a cabeça na mesa.

- Yah, não se preocupe. - Senti sua mão acariciar meu cabelo me fazendo soltar um sorriso fraco. - Posso ajudar você. Falta 15 minutos para tocar o sinal ainda. - Deu de ombros.

- Okay! - Levantei meu rosto da mesa e logo ele começou a me explicar algumas coisas. Do jeito que ele podia também, já que ele também não é muito fã de matemática.

(...)

Eu tinha convidado Jimin para ir na minha casa, mas ele disse que iria sair com os garotos para uma festinha entre eles.

Não fiquei brava ou algo do tipo, afinal, ele também têm os amigos dele.

Cheguei em casa e abri a porta, quando liguei a luz, arregalei os olhos ao ver meu pai. Ou melhor, pai não e sim Dylan.

Pensando bem. Ainda bem que Jimin não veio comigo.

- Como entrou? - O olhei, colocando a mochila no outro sofá.

- A porta estava destrancada. - Disse dando de ombros.

- Você não tem o direito de ficar me seguindo. - Falei cerrando meus punhos. - Muito menos de vir assim na minha casa, sabendo que eu nem quero olhar na cara do senhor. - Fui curta e grossa.

- Não seja idiota. Eu que comprei essa casa. - Ele falou.

- Mas você a colocou no meu nome, então por tanto é minha. - Ele não sabia, mas minha mãe todo mês depositava um dinheiro para eu pagar a casa ao mês. As meninas me ajudavam colocando a comida. Sobre minha faculdade, é minha mãe que paga também. Mas sobre a faculdade ele sabe.

- Uma pena que seu namoradinho não tenha chegado junto com você. - Meu pai disse fazendo um bico. - Ele sabe que você vai casar com outro, Jade? - Engoli em seco.

- Eu não vou casar com ninguém. - Falei irritada. - Eu nunca vou ficar com outra pessoa, porque eu só tenho olhos para Jimin.

- Ah, pare de fazer draminha. - Ele se levantou do sofá rindo debochado.

Logo Laura desceu as escadas e ficou confusa ao ver Dylan ali.

- Olá Laura. - Sorrio olhando pra ela. - Te apresento o desprezível do meu pai. Dylan! - Fiz uma falsa alegria. Eu só queria que ele saísse logo daqui.

- Ah, então você banca uma pessoa nessa casa? - Ele riu debochado, fitando Laura e logo a mim.

- Não fale dessa forma. Ela ajuda. - Falei meio constrangida, não acredito que estou passando por isso.

Eu sempre fiz o meu possível para as meninas nunca olharem na cara de Dylan, mas não adiantou nada. Aqui está Ele, me fazendo passar vergonha.

- Não passa de uma pobre. - Sorriu cínico. Olhei Laura que parecia triste.

- Vá embora. - Falei, abrindo a porta.

- Que Valente ela. - Ele disse todo irônico. - Eu vou, mas vou voltar escreva isso. - Falou e logo saiu, suspirei fechando a porta e olhei Laura.

- Esse é o seu pai? - Ela me olhou, sentando no sofá. Assenti decepcionada.

- Me desculpe, Laura. - Eu queria desabar. Meu pai estava me derrotando aos poucos.

- O que ele quer com você? - Ela indagou. - Pra ele estar aqui é por que tem algum motivo, né? - Assenti meio triste. - Quer me contar sobre isso?

- Sim... Promete não falar para ninguém, nem Taehyung? - A olhei.

- Prometo. - Sorriu. Eu confiava nela.

- Meu pai quer que eu volte para os Estados Unidos. - Ela abriu sua boca num "O", indignada.

- Mas... Ele não havia prometido que você poderia morar aqui?

- Meu pai não parece ser bom de promessas, não é mesmo? - Debochei. - Mas vem algo pior do que isso.

- Tenho medo de saber. - Ela falou baixo.

- Meu pai quer que eu case com um filho do amigo empresário dele. - Falei baixo, sentindo meus olhos marejarem um pouco. - Ele não devia ter descoberto sobre eu e Jimin. Agora por causa disso, ele foi atrás de alguém para casar comigo.

- Isso é tão injusto! - Ela exclamou.

- E isso tudo é ganância... - Resmungo. - Laura, se o Jimin ficar sabendo disso, ele vai acabar comigo. - A olhei meio desesperada. Ela me abraçou de lado, me deixando um pouco surpresa.

- Não vamos falar sobre isso agora. - Disse afagando meus cabelos. - Mas seja lá o que for, vamos lutar juntas! Você tem seus amigos e acho que sua mãe também está do seu lado.

Eu não queria meter meus amigos nisso.

Droga, estava com tanto medo e um deles é perder Jimin.


Notas Finais


OIIIN DNV.

Pra quem não sabe, assim que a fanfic "prisioneira" ( se n conhece só ir lá no meu perfil ^^ ) irei postar uma fanfic nova medieval!

Eu gosto muito de coisas medievais então cá estamos.

Todos falam que fanfics medievais são complicadas de fazer, mas eu darei meu máximo pra trazer algo bem bom e diferente para vocês <3


É isso amores!

Comentem, favoritem e amem a fic :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...