História Temptations - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Hopemin, Jiseok, Namjin, Sugamon, Taekook, Vkook, Yoonjin
Visualizações 314
Palavras 2.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Survival, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi manas, demorei esses meses por que eu tive vários imprevistos, eu mudei de país pra vcs terem uma noção então pensem como estava meu tempo para escrever, isso mesmo, era zero.
Bom aproveitem bastante amo vcs

Capítulo 13 - O que você está fazendo Jung Kook?


Fanfic / Fanfiction Temptations - Capítulo 13 - O que você está fazendo Jung Kook?

-E se perguntarem se eu ainda te amo ou vice versa? Estava escrito que poderiam perguntar isso.

-Diz que sim, somente mentir. – Estalou os dedos se sentindo desconfortável.

-Se eu dizer que sim... – pigarreou. – Não estarei mentindo.

Jung Kook levantou a cabeça encarando o mais velho.

-Isso não importa mais.

.

.

Algumas coisas machucam mais do que deveriam, era no que Jung Kook estava pensando no momento enquanto caminhava ao lado do homem que amava para ir até a sala onde ocorreria a entrevista, seria ao vivo, sem cortes e edições, eles tinham que fazer tudo perfeito, a Big Hit preparou um roteiro pequeno para os dois para os auxiliar.

Jung Kook estava pasmo como Taehyung poderia ser tão frio consigo, e isso o machucava intensamente.

Sentaram nas cadeiras um ao lado do outro, somente estavam esperando a mulher que os entrevistaria aparecer e acabar logo com aquela tortura, ambos não suportavam ficar ao lado um do outro.

Alguns minutos passaram e logo iniciaram a entrevista, a repórter fez a introdução tão habitual e forçada para Taehyung, o mais velho queria sair lá a todo custo então até a introdução estava o incomodando já que isso o fazia ficar ainda mais tempo ao lado de seu ex.

-Creio que todos queriam uma explicação para esse fato. – Dizia se referindo ao rompimento do casal mais amado da nação. – Por isso trouxemos os próprios responsáveis para responder essas questões que julgo eu que estão assombrando a mente de todos os fãs de BTS.

Pela primeira vez a câmera focou em Kook e V que acenaram com a cabeça.

-Sem mais rodeios vamos direto as perguntas que todos querem saber. – A repórter deu um sorriso para câmera, Jung Kook quis vomitar aquela mulher era tão forçada como qualquer outra repórter para si. – Por que nosso casal acabou?

Jung Kook olhou para Taehyung como se buscasse auxilio, ele não imaginou que logo a primeira pergunta seria tão indiscreta e direta.

-Nós somos duas pessoas... – Taehyung soltou um “hm” como se pensasse um pouco. - ... Diferentes de mais. – Sorriu, aquele sorriso poderia parecer qualquer um tipico de V, mas Jung Kook sabia que aquele sorriso era cheio de dor, seu peito se apertou, ele não sabia por quanto tempo conseguiria aguentar.

-Mas mesmo com as diferenças vocês conseguiram manter o relacionamento por quase 4 anos, e ainda por cima 3 deles sendo escondido de todos, isso para vocês não foi o bastante? – Sorriu olhando para os dois.

PD olhou com ódio para a repórter, ele sabia que ela estava tentando arrancar algo deles, os meninos tinham que tomar cuidado com o que falariam.

-Realmente, por muito tempo deu certo, mas nós chegamos a um ponto que percebemos que não daria para continuar, estávamos nos enganando pensando que nascemos um para o outro. – Taehyung disse firme, Jung Kook engoliu em seco respirando fundo. – Eu e Jung Kook. – Olhou para o mesmo. – Somos melhores como amigos.

Jung Kook desviou o olhar para o chão balançando a cabeça em concordância embora não achasse isso, Taehyung parecia tão seguro que realmente parecia que ele sentia tudo o que dizia e isso estava matando o maknae por dentro.

-Kook. – A mulher o chamou o fazendo olhar para si. – Você está tão calado, queremos saber o seu ponto de vista também. O que acha de tudo isso?

-E.. Eu? – Pigarreou quando a mulher assentiu, sua garganta estava seca e estava completamente nervoso. – Bom... – Riu fraco. – Muita coisa mudou nesses ano, principalmente nesse ano em questão entre eu e ele.

-Mudou como?

-Ah, eu conheci diferentes lados de Taehyung que eu jamais pensaria que conheceria, jamais imaginaria que ele fosse dessa forma, mesmo tendo passado um longo período ao lado dele esse ano foi significativo em nossa relação.

-Você diz que conheceu lados dele, mas lados bons ou ruins?

-Acho que os dois, embora Taehyung não tenha muitos lados ruins... – Riu fraco.

-Entendo. E você V, conheceu lados de Jung Kook diferentes nesse ano?

-Cada dia nesse tempo foi único, digamos que eu vivi dias muitos bons. – Sorriu.

-A relação de vocês parecia ser muito amigável e romântica, não consigo imaginar em algo forte o suficiente para que rompessem.

Taehyung olhou para Jung Kook que abaixou a cabeça envergonhado.

-Como todo relacionamento, nós tínhamos altos e baixos, e como eu disse... – Olhou novamente para a mulher. – Nós somos melhores como amigos.

-Você concorda? – Perguntou para Jung Kook, o mesmo somente a fitou nervoso o que não se passou despercebido pela mulher a sua frente que sorriu ela sabia que ela pegaria ele naquele momento. - Kook? Você está bem? Parece um pouco tenso.

-Eu? – Sorriu nervoso e olhou para Taehyung como se buscasse auxilio. Taehyung acenou com a cabeça minimamente o incitando a responder. – Se eu concordo se somos melhores como amigos? – Riu nervoso, o CEO da empresa se arrumou nervoso no seu acento, Jung Kook não estava bem a entrevistadora ainda cutucava nitidamente. –Eu, eu acho que sim, nós... digo... amigos, somos melhores.

Taehyung sabia muito bem o que estava passando na cabeça do mais novo ele queria ao máximo ignorar mas ainda se importava, segurou na mão do mesmo sorrindo e cortando Jung Kook.

-Nossa relação ainda é muito boa, ele sempre me respeitou e eu sempre respeitei ele, então mantemos uma boa relação.

-Certo, certo. – Sorriu. – E o BTS, o que isso afetou no grupo?

Taehyung soltou a mão do menor e olhou severamente para que não quase estragasse tudo novamente.

-Nada. – Jung Kook respondeu. – Taehyung e eu somos muito responsáveis com nossas armys e nossa empresa, BTS irá permanecer de pé.

-Nós não deixamos a vida pessoal interferir na vida profissional. – Taehyung afirmou.

-Mas vocês conseguem permanecerem juntos por tanto tempo assim? – Ela sorriu para a câmera. – Digo, a maioria das pessoas depois de um termino leva um tempo para se acostumar com a presença do outro, imagino como é para vocês que convivem todo instante juntos.

-O que essa filha da puta está fazendo? – Pd sussurrou furioso, a mulher estava literalmente fugindo do roteiro.

-Não vou mentir, conviver com ex não é uma tarefa fácil, porém nós mantemos o respeito um com o outro, isso ajuda bastante, e também temos os outros membros.

-As fãs estão se questionando se o motivo do termino foi por conta do ciumes excessivo em ambas as partes, o que vocês tem a dizer sobre isso?

-Talvez isso tenha ajudado um pouco ao desgaste do nosso relacionamento. – Taehyung respondeu, “desgaste” Jung Kook realmente não acreditava nas coisas que Taehyung estava dizendo.

-Com toda certeza nosso relacionamento estava totalmente desgastado, não? – Disse com certo sarcasmo  na voz, Taehyung olhou para ele severamente.

-Você descorda Kook? – A repórter perguntou olhando para o mais novo.

-Não, claro que não se ele está dizendo. – Riu em desgosto, Taehyung olhava para si como se perguntasse “o que você está fazendo?”.

-Você parece um pouco tenso Kook. – Ela o alfinetou e ele suspirou firme.

-Quem não estaria tenso? Eu estou sendo obrigado a ficar ao lado de quem eu amo e dizer com naturalidade sobre o nosso termino, desculpa mas a senhorita nunca deve ter passado por isso para fazer as perguntas que está fazendo.

-Me desculpa eu não quis ofender, estou fazendo meu trabalho..

-Desculpa nós, Jung Kook o que é isso? – Taehyung perguntou incrédulo.

O CEO estava com a mão no rosto desacreditando, a entrevista inteira foi pelo a ralo abaixo.

-Desculpa Taehyung, se você consegue fazer isso, continue, eu não consigo. – Seus olhos estavam cheios de lagrimas então ele removeu o microfone de sua roupa e se retirou.

O diretor pediu para que finalizassem a entrevista. PD Bang estava completamente furioso, ele não sabia nem como reagir a aquela situação já que ele esperava isso mais de Taehyung do que do mais novo.

-Desculpem o inconveniente, deixo registrado aqui ao vivo que a minha intenção nunca foi ofender nenhum membro do grupo BTS, assim encerramos nossa entrevista.

A repórter sem jeito olhou para Taehyung que se desculpou novamente e saiu rapidamente do local indo até o PD Bang.

-Vamos. – O CEO ordenou sem dizer mais nada, o manager saiu atrás de Jung Kook e Taehyung foi para o carro junto com o PD Bang, a casa deles não era longe do local onde gravaram, quinze minutos de carro, só faltava Jung Kook e o Jeonghwan para que pudessem ir, o CEO queria sair o mais rápido possível daquele lugar.

Os dois entraram na van e o CEO mandou o motorista ir.

-Me explica que porra foi aquela? – Perguntou furioso.

Kook não disse nada, ele sabia que estaria muito encrencado com essa situação então preferiu permanecer em silencio.

-Jeon Jung Kook, estou falando com você, vai permanecer calado? Na hora que você não tinha que falar você falou não é mesmo?

-Desculpe. – Murmurou.

-Desculpe? Você estragou tudo e agora pede desculpas?

-Chega por favor. – Pediu, seus olhos estavam cheio de lagrimas, Taehyung observava em silencio, ele sabia que o menor estava sofrendo muito por conta de toda a pressão e de seus atos, justo ele que sempre tentava ao máximo se sair bem em tudo.

-Como você tem coragem de pedir chega? Você estragou tudo, você só tinha que dizer...

-Chega. – Jung Kook ergueu a cabeça encarrando o CEO. – Eu estraguei tudo? Você tem certeza que fui eu?

-Você... Como ousa falar assim comigo?

-Foi você! Você acaba com tudo então pede pra eu contar uma meia duzia de mentiras na frente de uma câmera, se eu não consigo quem falhou fui eu? Você acabou com meu namoro e tirou toda a felicidade que eu tinha nesses últimos dias. – As lagrimas começaram a escorrer pelo seu rosto, todos estavam perplexos com a atitude do menor, o CEO nem sequer tinha uma resposta para dar, estava envergonhado perante a Jung Kook. – Se você quiser me castigar, vamos lá vai em frente, pode descontar do meu salário, pode até me tirar do grupo, mas tenha em mente que a culpa foi unicamente e exclusiva sua! Você fez duas pessoas se apegarem tanto para depois as afastarem como se fossem objetos, então eu não estou com essa culpa em minha cabeça, se alguém tem que sofrer com isso é você, não eu.

-Chega. – O CEO respirou fundo, ele sequer tinha respostas para isso pois tudo era verdade, ele se sentia envergonhado com as coisas que fez, mas também não poderia demonstrar isso então a viagem seguiu silenciosa, cada um em seu mundo particular.

Taehyung estava confuso, ele olhava para Jung Kook, ele não entendia como o mesmo poderia ter dito aquelas coisas quando a quatro semanas atrás o mesmo havia falado que eles deveriam mesmo acabar com tudo.

Chegaram a casa e esperaram a ordem do CEO, ele ainda não sabia se deveria fazer algo com Jung Kook.

-Podem descer, descansem bem essa semana. – Foi tudo o que disse com pesar na voz.

Os 3 desceram e entraram na casa onde os membros viviam.

Quando entraram viram todos os 5 esperando ansiosamente, eles teriam vido mais cedo o escândalo de Jung Kook na televisão, Jung Kook realmente estava sem cabeça então somente subiu as escadas em direção ao seu quarto, Taehyung suspirou fundo e decidiu conversar com o mais novo indo atrás de si, antes que Jung Kook pudesse fechar a porta a mão de Taehyung se espalmou na madeira a empurrando.

Jung Kook olhou para o mesmo ele realmente não queria ver o maior naquele momento.

-Agora não...

-O que foi aquilo? – Taehyung se esgueirou para dentro do quarto mesmo sem ser convidado, ele sabia que a sua presença não era bem vinda naquele momento.

-Eu não sei, por favor me deixa em paz.

-Como posso te deixar em paz? Você faz aquilo sem motivo algum e pede..

-Sem motivo algum. – Repetiu rindo amargamente.

-O que você quer Jung Kook? Você mesmo disse...

-Taehyung não importa okay? Nós somos melhores como amigos, e isso é verdade. – Se lembrou das palavras do mais velho.

Taehyung suspirou e fitou por algum tempo o menor e assentiu.

-É. – Afirmou.

-É.


Notas Finais


gente eu amei fazer esse cap, imaginei cada ceninha que olha, e eu realmente n gosto do PD Bang
comenteeeem pfv


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...