História Tempting BO$$ - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), G-Dragon, Kylie Jenner
Personagens G-Dragon, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kylie Jenner, Lee Chaelin "CL", Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (bts)
Visualizações 11
Palavras 1.636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Last day of my life ...


Fanfic / Fanfiction Tempting BO$$ - Capítulo 16 - Last day of my life ...

Olívia - Pai ?! M...m...me diz que você não está relacionado a nada disso.

Jimin - Wang Tan ! como eu não tinha pensado nisso.

Olivia - Eu namorei meu irmão ? JK e você sabendo disso não fez nada.

JK - É porque eu te amo e não me importo.

Olivia - Eu sim.

Tan - Roupa suja lavamos em casa.

Eu estava perplexa com a situação, como ele pode fazer todas aquelas pessoas sofrerem e deitar tranquilamente em casa ao de MINHA MÃE.

Olivia - Mamãe não sabe disso, certo ?

Tan - Certo princesinha.

Olivia - Não me chama assim.

Tan - Eu sempre te chamei não é agora que não vou chamar.

Olivia - Tenho nojo de vocês.

JK - Olivia não fala isso - disse se ajoelhando perto de mim, segurando minha mão.

Tan - Odeio dizer isso mas você não pode conter a ninguém, inclusive você não vai sair daqui.

Olivia - Oi ?!?!?

Eu estava a ponto de ter um surto, tamanha decepção não cabia em mim, não sei descrever a vocês oque eu sinto e ainda mais com esse bebê na minha barriga estou totalmente apavorada, eu levantei e fiquei dando várias voltas e voltas pela enorme sala ainda incrédula, fui em direção a janela e fiquei admirando a paisagem lá fora e por 1 minuto esqueci eles e de certa forma aquilo tudo me acalmava.

Olivia - Você merece um fim trágico, é horrível dizer isso já que é meu pai mais você fez coisas horríveis e merece. - disse ainda olhando pela janela.

Alguém se aproximou de mim e me deu um abraço por um segundo me confortei no abraço porém logo me dei conta de que era JK e o empurrei.

Olivia - Tente de novo e eu corto seus braços.

Jimin - Vou embora.

Olhei para o mesmo que me olhou de volta.

Jimin - Olivia vem comigo.

JK - Você não vai !

Jimin - Quem é você pra me impedir.

Corri para os braços de Jimin e o abracei com tanta força e da mesma forma ele retribuiu aquilo, arrepios fluem e por fim agora eu sei, que é ele.

Tan - Esta é minha cartada final - sussurou para Zhua.

Zhua - Qual ?

Tan - Matthew !

Ouvir aquele nome eu gelei toda, calafrios pelo meu corpo todo, ouço a porta abrir mais não ouso soltar aquele abraço, parecia que haviam passando cola em nossos corpos e nada iria me soltar, foi oque eu pensava...

Matt - Olivia ? Minha Menina.

Foi instantâneo ele falou eu caí no chão aos prantos pois sabia de quem era aquele voz, aquele jeito de falar "minha menina" tudo aquilo era demais pra mim eu não sei oque me deu na cabeça que eu saí correndo e o abracei.

Olivia - Por que você fez isso comigo ? - Disse chorando - Mentiu esse tempo todo.

Matt - Desculpa, eu não sabia que seu pai iria me "matar" e eu não podia voltar pra você se não seria pior, eu precisava da ajuda dele e essa era a única forma de "pagamento".

Olivia - Nem uma mensagem, uma ligação, você é o pior - disse dando tapas em seu peito.

Matt - Olivia preste atenção eu nunca estive longe, sempre estive contigo todas aquelas noites era eu, aquele "Vai dormir querida" era eu.

Olivia - Eu sou uma idiota, você sempre estive ali e eu nunca percebi.

Matt - Tudo bem agora eu estou aqui com você, nunca mais vou sumir.

Olivia - ...

Ele me segurou e me colocou em seus ombros me carregando longe da sala.

JIMIIIIIIIIIN - eu gritava, e o mesmo tentou correr até mim porém foi segurado.

Eu vou te encontrar - Disse ele.

Olivia - Por que comigo ?

Matt - Pode parecer que não mas eu estou fazendo isso pelo seu bem e pela vida do garoto.

Olivia - Eu preciso voltar pra minha casa, por favor me ajuda.

Matt no início ficou meio recioso mais acabou cedendo a minha fuga.

Matt - Pegue este celular ele tem apenas um número que no caso é o meu se precisar de algo, dinheiro e afins apenas me ligue irei fornecer tudo aquilo que você precisar.

Sei que posso confiar minha vida a ele por mais que agora ela não vale de nada, meu coração doi tanto em "dizer" adeus ao menino que eu descobri uma paixão incondicional.

Seguimos pela mansão e eu andando como uma refém, olhos vendados, mãos amarradas enfim fomos para a floresta onde ele tirou minha venda e disse.

Matt - Minha menina é aqui que nos despedimos e não esqueça, Te amo.

Olivia - Duas coisas antes de eu ir.

Matt - Diga.

Olivia - Audrey ?

Matt - Quando foram separadas ela foi levada pelo Wu ele é um dos piores caras da casa e eu descobri que naquele mesmo dia ele abusou dela, sei o quanto essa menina é importante pra você não suportei tamanha covardia com uma mulher grávida ainda..

Olivia - Como assim ? GRÁVIDA ?

Matt - Ela me contou tudo,quando ela estava a caminho da sua casa era mais te fazer o convite de ser madrinha da criança, por conta do abuso infelizmente ela perdeu o bebê, ela está psicologicamente derrotada eu estou cuidando dela, não se procupe ela está em ótimas mãos.

Olivia - Eu ? Madrinha ? - chorei de novo.

Matt - Se acalme hoje mesmo liguei para Nanjoom e falei sobre TUDO, provavelmente ele já deve estar com elas nos braços.

Olivia - ...

Matt - Eu sei, pesado, você precisa ir.

Ainda atordoada com tudo aquilo perguntei.

Olivia - Por que você me juntou a ele ?.

Matt - Na verdade eu fui forçado, mais vou te contar a verdade ! Sempre fui apaixonado por você e eu ia pedir você em casamento, conversei com seu pai que no início foi super compreensivo, mais depois disse que eu tinha que resolver algumas coisas pra ele, quando notei já estava envolvido demais, todos que tentam se aproximar de você ele afasta de alguma forma.

Eu o abracei disse adeus e sai correndo, ainda não sei oque vou fazer com essa criança mais primeiro eu preciso sair daqui, corri sem olhar pra trás como se minha vida dependesse daquilo o que era realmente verdade.

               JIMIN POV

ME SOLTA - eu gritava desesperado.

Tan - Pode solta-lo.

Jimin - Ela é sua filha como você pode tratá-la assim.

Tan - Por ela ser minha filha eu posso fazer oque eu quiser.

Jimin - Deixe ela ir embora comigo.

JK - Você não merece ela, o que você já fez por ela ?

Jimin - Cala boca.

Tan - Você pode ir.

JK - Assim tão fácil ?

Tan - Ele não vale nada, pelo menos ainda temos Audrey.

Jimin - Onde ela está ?

A porta se abriu novamente...

Ela..ela...Fugiu - Disse Matt ofegante.

Tan - Ela quem ?

Matt - Olivia !

Tan - Como isso aconteceu ?

Matt - Chegando perto do quarto dela eu a soltei, foi aonde ela me golpeou. - disse mostrando um corte na barriga.

Jimin - Pra onde ela foi ?

Matt - Não faço a menor ideia.

Tan - Zhuaaaaaaa !

Zhua - Diga.

Tan - Pegue seus meninos e vá atrás dela, AGORA !

Zhua - Eu já os comuniquei só que ninguém responde.

Tan - Jungkook vá com ela, enquanto Matt se recompõe.

Jimin - Matt eu vou te matar.

Ele recebeu uma ligação e saiu correndo da sala, meu coração gelou, minhas pernas amolesceram, quando finalmente eu a encontrei ela vai embora, mais não vou desistir ela deve estar apavorada.

Peguei meu celular e liguei para Nanjoom.

                ON CALL

Nanjoom - ONDE VOCÊ ESTÁ ?

Jimin - Na mansão do Tan.

Nanjoom - Oquee ??? Você está louco ??? Quer morrer ???

Jimin - Muito coisa aconteceu aqui, te explico depois - Nanjoom ficou mudo por dois segundos.

Jimin - Nan...por favor... - comecei a chorar.

Nanjoom - Jimin, você precisa me contar o está acontecendo.

Jimin - N..No momento o que você precisa saber é que a Olivia fuigiu, ninguém s..s..sabe onde e..e..ela está - já com a voz toda trêmula.

Nanjoom - Me passas as coordenadas que vamos ai.

Jimin - OK !

                  OFF CALL

Eu estava ali sozinho, sentado no chão da sala, chorando e eu poderia muito bem ir embora mais não conseguia...

JIMIN ? - alguém com uma voz suave disse, não conseguir ver quem era por conta da minha visão toda embaçada.

             NANJOOM POV

Alguém havia me passado as coordenadas de um suposto apartamento onde Audrey se encontraria, eu nem pensei duas vezes e fui.

Hoseok - E se for uma armadilha.

Nanjoom - Só saberemos indo até lá.

Subimos direito para o quarto e enfim quando abri a porta pude ver minha Audrey sentada em frente a janela olhando pro nada e falando coisas como "Eu sei que você vai voltar" ; "Não se preocupa, vamos nos reencontrar" ...

Nanjoom - Amor ?!

Ela se virou vorazmente e ao mesmo tempo assustada.

Audrey - Nan ?! - Já chorando veio correndo em direção aos meus braços.

Nanjoom - Está tudo bem agora, está salvo ; Ei meu amor papai está aqui - disse passando a mão na barriga.

Audrey - Não faz isso.

Nanjoom - Isso oque ?

Audrey - Ela não está aqui e sim lá - disse apontando pro céu.

Por segundos eu fiquei achando que ela estava louca, eu sempre acreditei nas coisas que ela falava mais essa achei impossível, foi aí que eu raciocinei e ela me contou o que aconteceu, meu mundo caiu, esse dia pareceu ser o último da minha vida.

Eu recebi a ligação de Jimin ele transmitia não estar muito bem por mais que esse seja o pior dia da minha vida eu preciso ajudar minha criança pois eu sei que esse garoto é capaz de qualquer coisa, saímos às pressas.

             1 HORA DEPOIS

Chegamos em frente a mansão e estava um completo silêncio até estranhei, checamos ao redor e nada ; quando estávamos prontos para entrar ouvimos um desparo de arma, corremos mansão a dentro e chegamos numa sala, que ao abrir a porta, nos chocamos ao ver a cena ...

JIMIIIIIIIIIN !!!! - já encima dele e coberta pelo sangue Audrey clamava o jovem.












Audrey - Nan, eu não sinto o pulso dele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...