História Ten Days (Pausada) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Visualizações 7
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Fluffy, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Como vai meu povo lindo?, como já disse, quando acabasse a "Um Ninguém para Alguém" terminaria essa fanfic, então né, estou aqui, cumprindo o combinado, e olha...eu gostei muito desse capitulo, principalmente o final, mas não pula pro final, vê tudo, hihihi, bem, espero que gostem

"Desculpinha se o capítulo ficou pequeno"

Capítulo 4 - A Garota Sem Medo de Morrer!!


8 dias para minha morte...

Acordo de modo normal, me posicionando sobre a cama e esfregando minhas mãos sobre meus olhos na tentativa falha de me acordar, logo indo ao banheiro e lavando meu rosto.

Ao terminar tiro minhas roupas lentamente, entro no boxe e ligo o chuveiro, deixando a água escorrer sobre meu corpo e cabelos.

"Ain, mais um dia de trabalho, e menos um de vida, faltam oito? Acho que faltam 8, difícil, bem, por que não estou aproveitando meus últimos dias? É oque eu deveria estar fazendo, trabalho para mim é aproveitar ? nem sei, não tenho certeza de nada desde aquela noite" Pensava Meghan.

Pensava Meghan que deixava a água morna andar por cima de seu corpo, deixando-a bem mais relaxada e fazendo-a não querer sair do banheiro.

{Depois de alguns minutos}

Saindo do banho após alguns minutos, Meghan vai até seu quarto e começa a se arrumar, terminando e indo até a saída do apartamento, para, depois disso, ir ao seu trabalho.

[No Trabalho]

Ao chegar em seu trabalho no escritório Meghan se encaminha em direção a sua mesa, onde durante esse percurso é interrompida.

— Meghan — falou um colega de trabalho de Meghan.

— Ah, oi, tem algo pra me falar? — pergunta Bella curiosa pelo motivo do interrompimento.

— Na verdade sim, o chefe mandou eu te avisar que você está de folga hoje e amanhã, ele disse que você é a mais esforçada de todos daqui, mesmo a maioria sendo homens — falou o amigo.

— Folga hoje e amanhã? isso não é descontado do meu tempo de férias né? — perguntou Meghan.

— Ele disse que não precisa se preocupar, são dia livres de trabalho por conta dele.

— Entendi, bem...obrigada por me avisar.

— Não tem de que Meghan.

Essa então foi sua última fala, Meghan após isso sai do escritório e vai em direção a sua casa, que não ficava a muito tempo dali.

[Em Casa]

Chegando em casa Meghan senta-se sobre uma cadeira da mesa, apoiando seu cotovelo na mesma e colocando sua mão sobre sua testa, ela estava bem quente, provavelmente com uma febre bem forte por causa do frio de Londres.

Ao abaixar sua cabeça na mesa Meghan sente seu celular vibrar em sua bolsa, ele rapidamente pega o mesmo e atende.

— MEGHAANN!!!

— Oi Anne.

— Ahh, aconteceu algo? você está bem?

— Nada, estou ótima.

— Hm, se é assim, eu posso te dizer algo?

— Pode sim.

— Sabe, amanhã é meu aniversário, poderíamos sair juntas?

— Juntas? e suas amigas universitárias?

— Eu já tenho muitos laços com elas, com você nem tantos, por isso quero sair com você.

— Bem, é... já que é assim, tudo bem.

— Yey, bem, me encon...calma, você não tem que trabalhar?

— Não se preocupe, amanhã eu vou estar de folga.

— Melhor ainda, bem, vou chegar aí às 13:00 de amanha.

— Okay, pode ser.

— Bem, combinado então?

— Combinado.

— Hihihi, okay, Anne desligando.

E então desligou o celular, eu dei uma leve risada com a sua última fala, mesmo que infantil foi engraçado, ela não é uma espiã ou algo assim para dizer "Anne desligando", bem, esquece, não importa.

Com isso dito eu vou até meu quarto, coloco minha bolsa sobre a cômoda e me deito, ligando o ar condicionado e começando a dormir.

.....

"Preparada Meghan?".

"Preparada para oque?".

"Para morrer é óbvio".

"Não estou preparada, mas se meu destino é a morte eu vou aceita-lo".

"Aceitando a morte? é difícil achar alguém assim hoje".

"Não tenho medo de morrer, tenho medo de não aproveitar a vida o suficiente, mas, infelizmente vai acontecer".

"Hihihi, não se preocupe minha jovem, independente de onde você for, Céu ou Inferno, os dois te trataram bem, óbvio que se você vier para o inferno você vai ver os outros sofrerem e você não, mas...você é um diamante lapidado, um pedra preciosa que não pode ser quebrada, principalmente por você não temer a morte".

"Talvez, veja a mim como preferir, só sei que, independente do que aconteça, meu futuro já foi traçado".

"Boa garota".

Falava a Morte passando as mãos por cima dos cabelos da jovem, olhando para a mesma e desaparecendo num estralar de dedos daquele sonho, deixando finalmente a garota sonhar em paz



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...