História Tenha-me - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Revelaçoes, Romance, Sakura, Sasuke, Suspense
Visualizações 205
Palavras 1.816
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Depois de três anos, essa saga finalmente está sendo concluída. Houve atrasos, mudanças de roteiro, inúmeros pedidos de desculpas e muitos, muitos hiatus! Mas uma coisa que sempre tive comigo é que nunca deixo as coisas pela metade. Apesar de faltar inúmeras vezes com vocês e das inúmeras desculpas e promessas, eu voltava e me esforçava ao máximo para trazer à vocês o que mereciam: um capítulo de qualidade!
Pensei vez ou outra em desistir dessa fic, mas tomei um amor por ela. Conquiste-me e Tenha-me era uma projeto inicial de trilogia que passou a ser um duo. Uma história com clichês mas também com coisas diferentes que eu nunca tinha lido antes. Foi uma aventurar escrevê-las. Foi uma alegria imensa programar a história, imaginar a reação das minhas amoras. Afinal, escrevo por e para vocês.
Mas tudo tem um fim, e agora é minha hora de finalizar essa história. Obrigada pelos favoritos, comentários, notas e pedidos de "continua por favor!!!". Obrigada por ficarem até aqui. Obrigada pelos que chegaram recentemente. E obrigada por aqueles que nem quiseram ficar para o fim da festa! Hahaha.
Obrigada, obrigada, obrigada!
Até uma próxima, se houver.
Amo vocês, amoras. Beijox da tia Mel <3'

Capítulo 25 - Epílogo


Dois anos depois

 

Sakura

 

Quando se está em um momento de felicidade extrema, você tende a olhar para o passado. Rever todos os passos e decisões que tomou para que te trouxessem até aqui. Então você percebe como você é forte; que mesmo diante de tantas situações que quis desistir e largar de mão, você perseverou, você se manteve firme, e agora, você desfruta de uma paz que nunca pensou existir.

Minha vida não foi fácil, não teve decisões fáceis e nem momentos nos quais tivesse como me orgulhar. Na maioria das vezes, foram decisões duras, difíceis. Não havia um meio-termo.

Olhando para meu passado, vejo cada caminho que segui. Aprender a cuidar de uma criança antes mesmo de ser capaz de cuidar de mim mesma. Perder minha mãe para o vício. Me prostituir. Deixar Anne em um convento. Naquela época eu não via um futuro feliz para mim, muitos menos um que envolvesse Anne comigo novamente.

Mas agora eu tinha Anne.

E tinha Sasuke.

E um bebê.

Quantas vezes passei por aquela rua, naquele mesmo horário, com os mesmos trajes. Encontrei vários homens, muitos que me tratavam como lixo, alguns que fingiam nem ver a minha existência, mas Sasuke sempre foi o diferencial. Parei apenas para retocar o batom no reflexo do vidro de seu carro, mas resultou em nosso primeiro contato.

A segunda vez foi em uma loja de sapatos, a terceira em uma das lojas Uchiha e então almoçamos juntos no restaurante italiano do shopping. Nosso relacionamento começou na base do uso. Sasuke precisava de uma noiva para não ter seu império ameaçado por golpistas e eu precisava de alguém para me ajudar a salvar Anne.

Um contrato nos uniu. Ele me deu uma casa, um emprego como doméstica em sua casa de dia e seu brinquedo sexual a noite. Era pra ser tudo profissional, não haveria sentimentos, mas houve. Chegou um momento em que eu queria ser sua esposa de verdade e não somente por contrato.

Sasuke me salvou da minha loucura, me tirou da sarjeta e me fez uma princesa, entretanto, me jogou na sua. Caí de paraquedas no ódio e inveja de seu pai. Fugaku era um homem amargo, que odiava o filho por motivos que nunca serão compreendidos. Seu ódio o cegou para tudo, sua missão de vida era atingir Sasuke de todas as formas possíveis, independente de quais sejam.

Há dois anos fui sequestrada por ele. Seu plano era matar a futura esposa grávida de seu filho na sua frente, mas felizmente, foi um plano frustrado. Em meio ao confronto, Fugaku foi baleado na cabeça e morreu ali mesmo. Seu capanga foi preso minutos depois. Não precisei dizer a Sasuke quem havia me dopado. Kurenai deixou uma carta pouco antes de fugir da mansão. Em meio a fuga, sofreu um acidente de carro e morreu. As duas pessoas que tanto nos fizeram mal estavam mortas, consumidas pelo seu próprio rancor.

Apesar de tudo isso, eu não faria nada diferente. A soma de todos esses momentos tensos e felizes, resultou em uma vida que não haveria outra melhor para se pedir. Eu ganhei uma família, amigos e pessoas que me amam incondicionalmente. Eu acordava e dormia sendo amada e amando de volta.

Vendo minha trajetória, percebo como todos evoluíram conosco. Sasuke abandonou o homem frio e reservado que era e assumiu a postura de pai babão e atencioso e companheiro para todas as horas. Ino terminou a faculdade e virou efetivada na Uchiha. Sasuke deu à ela até a chance de desenvolver a nova coleção sozinha. Tsunade e Kakashi assumiram um romance e estão namorando. Hinata se mudou para Nova York e Naruto foi junto, dando todo apoio às aulas de arte da moça. Itachi voltou a ser o bad boy que nasceu para ser, mas ironicamente, caiu nas graças da mulher mais correta e centrada que existe. Sasuke no início não gostou muito da ideia de ter sua secretária namorando seu irmão, mas Lina sempre foi responsável e soube muito bem lidar com a situação.

As crianças cresciam, Anne já estava com oito anos, praticamente independente. Zack já estava andando pela mansão como um foguete, se enfiando em todos os buracos e esconderijos que poderiam existir. Ainda estava aprendendo a falar, suas palavras não passavam de Nia (Anne), mama (mamãe), papa (papai) e ia para qualquer pessoa diferente.  Meu pai estava mais próximo de nós também. Largou a boate e abriu um restaurante, que está indo bem, aliás.

E eu estava estudando moda. Polly tem me ajudado muito me dando dicas e abrindo portas para minha carreira em ascensão. Anne voltou pra escola e passo o dia com Zack enquanto Sasu trabalha. Quando ele sai, busca Anne na escola e fica com Zack a noite enquanto vou pra faculdade. Estávamos empenhados em fazer funcionar e estávamos conseguindo. Certa vez Sasuke disse estar orgulhoso de mim, por ter voltado a minha vida acadêmica, pela minha força de vontade em não me acomodar. Aquilo me fez chorar e me fez amá-lo ainda mais.

Se há uma coisa que aprendi nessa vida, é que quando se ama alguém, essa pessoa será parte de você. Por onde você ande, passe ou pense, ela estará lá. Mas isso não significa que tudo tenha que girar em torno dela. Sasuke me elevou como pessoa, me fez ansiar por coisas novas e abraçar tudo de bom que a vida possa oferecer.

E hoje é dia de oficializar perante Deus, nossos amigos e familiares, o nosso amor. A mesma porta de madeira em minha frente, a mesma praça ao fundo que me lembra o dia que fugi por ela. Mas eu não irei fugir. Tudo que eu quero e preciso está bem atrás dessa porta, me esperando no altar.

Meu vestido é rendado, de mangas compridas com pedras em toda sua extensão. a gola é ombro a ombro e o véu é cravejado de pedras preciosas. Meus brincos e tiara é uma criação especial de Ino. Ela desenhou e confeccionou. Sua primeira coleção foi as joias para meu casamento.

A marcha nupcial toca e a entrada começa. Como nos ensaios, os padrinhos de Sasuke, Naruto e Itachi e em seguida minhas madrinhas, Hinata e Ino; logo depois virá Sasuke acompanhado por Tsunade e Kakashi; seguido por Anne jogando flores por todo o tapete que abre caminho para Zack com as alianças e, logo em seguida, eu, com meu pai ao meu lado.

Dessa vez não estou nervosa. Meus olhos estão em Sasuke e os seus em mim. Ao meu redor flashes e sorrisos estão apontados para mim, mas meu foco está em Sasuke. Quando meu pai me deixa no altar, deposita um beijo em minha bochecha e assume sua posição no altar.

A cerimônia me faz chorar algumas vezes, assim como Sasuke. Há quase três anos atrás nós estivemos aqui, prontos para casar. Era pra ser o dia mais feliz de nossas vidas, mas não foi. Hoje não há nada para nos impedir, nada para nos parar. Fico ansiosa pela hora em que o padre vai me fazer a pergunta, quero dizer logo. Quero gritar para todos, e quando finalmente acontece, eu não penso, apenas digo:

– Sim!

Sasuke solta um suspiro que nem ele havia percebido estar segurando. E quando ele me beija e a igreja irrompe em palmas e gritos, eu choro em seus braços. Está feito, não há como reverter. Estamos oficialmente casados.



 

***


 

– Eu amo nossos filhos mas não via a hora de ter você só pra mim o dia inteiro.  – Sasuke sussurra por entre beijos em meus pescoço. Suas mãos circulam minha cintura me puxando contra seu corpo.

– Somos pais, mas também somos um casal que precisa de uma boa dose de sexo, baby. – Respondo e me viro, ficando frente a frente.

Meus dedos trabalham ágeis, desabotoando sua camisa e tirando-a de seu corpo. Ao mesmo tempo, Sasuke desabotoa os botões do meu vestido e o tira, revelando o corpete e a cinta-liga branca.

– Anjo, você era gostosa quando tava grávida, mas porra… – A euforia em seu rosto me excita e o puxo pelo cinto, fazendo nossas pélvis se fundirem.

– Pronto para tirar o atraso? – Mordo seu queixo e aperto seu membro por sobre a calça.

Sasuke geme baixo e tira meu véu, o jogando longe.

– Porra, sim!

Ele me ergue me colocando em seu colo, entrelaço meus pés em sua cintura e Sasuke beija meu pescoço e toda extensão do meu colo. Em meio aos beijos, ele caminha até a cama imensa do hotel que estamos e me deita nele, tirando o resto  de peças de roupas que ainda haviam em nós.

Seus dedos longos acariciam minha pele e se arrastam do meu pescoço, passando pela barriga, indo em direção à pélvis. Sua mão abre minha vagina já molhada e me penetram. Meu corpo vibra e gemo baixo sentindo seus dedos. Com movimentos lentos e calmos, Sasuke me estimula em uma dança torturante.

– Lembra quando te pedi para me conquistar e me ter? – Pergunto em meio aos gemidos.

Sasuke agora está com seus lábios entre minha intimidade, chupando cada centímetro da minha carne macia e úmida. Ele ergue a cabeça o suficiente para sinalizar que sim.

– Lembro que estava em um momento como esse em cada vez. – Ele completa segundos depois. Vejo um sorriso torto em seus lábios.

Puta sorriso safado.

Levo minha mão até seu cabelo fazendo ele me olhar por completo, Sasuke capta meus olhos e vejo a intensidade dos seus.

– Você já havia me conquistado a muito tempo. Você já me tinha. – Concluo e sinto minha pele arder ao constatar.

Sasuke me conquistou com cada gesto, palavra e carinho e agora ele me têm.

Ele para de me chupar e se ergue sobre mim. Seu rosto a pouco centímetros acima de mim. Minhas mãos vão em direção do seu corpo, acariciando sua pele e aperto sua bunda dura. Sasuke se posiciona, colocando seu membro em minha entrada, ainda sem penetrar.

– E eu sou seu, senhora Uchiha. – Ele responde. Ouvir meu novo sobrenome me faz arrepiar e os olhos de Sasuke se incendeiam. Acho que ele também gostou.

Sakura Haruno Uchiha.

Sasuke entrelaça seus dedos aos meus e empurra contra mim. Nossas mãos unidas são o reflexo da nossa nova vida. Independente do que possa acontecer, sabemos que podemos contar um com outro. Serei a boia que o impedirá de se afundar e ele será o impulso que me fará voar. O complemento perfeito um para o outro.

– Eu te amo, Anjo. Eu amo você para todo sempre.

Com um beijo em sua boca, sussurro em seus lábios:

– Hoje e sempre, irei te amar, baby.

Sempre é muito tempo e não tem nada em mim que não me faça querer ficar ao lado desse homem por muito, muito tempo. Se a infinidade existe, quero vivê-la com ele. Se há vida após a morte, amarei Sasuke em todas elas.

 

FIM

 


Notas Finais


Não se esqueçam de favoritar e comentar sobre o que acharam. Até uma próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...