1. Spirit Fanfics >
  2. Tenho um crush no meu melhor amigo. >
  3. Capítulo 29

História Tenho um crush no meu melhor amigo. - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Opa, turu bom?

Espero que estejam bem, porque acho que você precisará ter uma boa sanidade mental para o Kook hj ...🤐 👉👈

Talvez, um só talvez, eu poste capítulo nessa madrugada.

Vcs também passam a madrugada acordada? Conta para mim nos comentários para saber se posso postar nesse horário, combinado?

Boa leitura beberes do meu coração💕

Obs: isso foi muito gay... A D O R O😗✌

Capítulo 29 - Capítulo 29


Fanfic / Fanfiction Tenho um crush no meu melhor amigo. - Capítulo 29 - Capítulo 29

   

  Jungkook ( on ) mesmo dia do capítulo passado ...



Eu sei que foi ela que mandou as fórmulas para mim, na verdade, tenho é certeza disso! É triste saber que estamos tão perto e ao mesmo tempo tão longe...

Ainda estamos sem nos falar, isso nunca havia acontecido. Nunca passamos tanto tempo sem nos falarmos. Juro que quero mudar isso, vou fazer isso o mais rápido possível.

Mesmo que suas palavras tenham me machucado, também não colaborei muito. O que mais me deixou estressado foi por ela ter criado uma mentira tão cabulosa quanto aquela, qual era a necessidade de mentir para mim?

Seria muito mais fácil se a mesmo tivesse jogado as cartas na mesa e admitir o fato que ela e Sora não se entendem, pronto! Mas infelizmente, nossa " conversa " acabou tomando outros rumos mais comprometedores.


Assim que terminei a prova, descidi que isso deveria parar, preciso da minha melhor amiga de volta. Com isso em poucos segundos já me via perto da sala de dança, pois mesmo que estejámos distantes, sei de tudo que ela anda fazendo. Obviamente não fico a perseguindo, as coisas só aparecem para mim de supetão ou quando alguém - sem nenhuma intenção de sita-la na conversa para que eu saiba - vem para mim falando sobre a mesma.

Foi por muito pouco que adentrei a sala, mas antes de abaixar a maçaneta, vi pela "janelinha" uma cena um tanto erótica dela com o Hoseok.

No começo minha cabeça teve um leve delay, até porquê não fazia ideia do que estava ocorrendo. Eu sei muito bem que o hyung tem uma quedinha pela Ji, mas não imaginava que ele tinha sido tão rápido.

Senti um raiva possuir pelo meu corpo, enquanto o mais velho chupava e seus lábios com fervor. Por um momento, quase invadi aquele espaço e pedir uma explicação.

Esse pensamento evaporou quando ouvi um gemido sôfrego sair da mesma, que se encontrava em puro êxtase . Depois daquilo, não consegui tirar meus olhos dela.

A cada som abafado por ela, fazia meu corpo se esquentar cada vez mais. Quando Hoseok desceu beijos por seu pescoço, a mesma espremia os olhos, deixando sua boca vermelhinha e inchada entreaberta; e logo em seguida engoli em seco. 

Minha mente dizia para sair dali, mas meu corpo continuava estático. Quando sinal tocou, saí dali o mais rápido possível e fui ao banheiro lavar  meu rosto.


Fui em direção à minha casa me arrumar, pois antes de ir a festa eu tenho que buscar a Sora e ela odeia atrasos. E sim, nós ainda estamos juntos, mas algo mudou...


Depois que a mesma descobriu sobre minha briga com a Eun-Ji, ela tentou " substitui-la ". Foi até estranho um sorriso brotar em seus beços, por algo que estava me machucando. Mas não quero mais pensar nisso.




[...]




Aqui estou eu, em frente á um apartamento gigantesco à espera da minha namorada. Ela está muito linda com um vestido rosa bebê decotado junto dos saltos brancos.


- Oi, Jeongguk! - adentrou o veículo, colocando o sinto em seguida .

- Oi, So! - dei partida.

- Você nem me elogiou...- baixou a cabeça e a olhei. 

- Desculpa, esqueci de lembrar o quanto você está linda.

- Obrigada...

- Está usando um perfume novo?

- Como?

- Seu cheiro está mais doce... - me aproximei, mas ela se afastou e pareceu nervosa.

- Ahh... você percebeu! - coçou a nuca e sorriu.


Enquanto dirigia para chegar a casa do Hiro, o caminho foi todo silencioso. Estacionei o carro, e um sentimento de culpa adentrou em mim ao vê-la triste.


- Vem aqui. - disse e ela veio ao meu encontro, a abraçando - Desculpa, So. Não tenho culpa de ter me esquecido, mas mesmo assim me perdoa, tá? - Ela revirou e fiquei sem entender.

- Tanto faz... - saiu do carro e fomos andando até a casa do garoto.



A casa era bem bonita e de tamanho médio. Haviam pessoas na varanda, dentro e na parte de trás. Hana, Hoseok e Jimin estavam na varanda bebericando algo. 

Os olhares que os dois trocavam, enquanto o de cabelos castanhos fungava por estar de vela, me fez rir .


- Ei, vou ficar com minhas amigas lá dentro.  - disse a garota ao meu lado, sem ao menos esperar minha resposta.


Fui a caminho do pessoal que me olhou e sorrio.


- Ainda bem, né? Não aguentava ficar de vela sozinho.

- Aish...- Hana deu um peteleco em sua cabeça, fazendo eu e o Jimin rirmos a bessa.

- Que glória foi essa que a Sora não veio? - questionou Jimin.

- Na verdade ela veio, só que está com suas amigas. - Hana arregalou os olhos e coxichou algo para o ruivo, que concordou e falou outra coisa em seu ouvido. Confesso que aquela atitude foi bem estranha, mas devia ser algo só dos dois, preferi não me intrometer. 


Algumas horas se passaram e começei perceber muitos olhares sobre mim, a cada tempo só se aumentava cada vez mais e fiquei sem compreender.  Sei que sou popular, mas se fossem para ficar me encarando, pelo ou menos fosse de maneira mais discreta, né?


- Vou pegar alguma bebida, querem alguma coisa? - perguntou Hoseok e negamos .


Em meio às conversas, fiquei preocupado com minha namorada, que até então, não havia chegado.


- Gente, vou entrar, daqui a pouco eu volto. - os dois confirmaram e antes mesmo que me vira-se, eles já estavam aos pegas, eles são um onda...


Começei a andar até a porta e os olhares estavam aumentando, fora as coxichadas . Adentrei a sala barulhenta, cheio de pessoas dançando. Haviam as luzes de balada que deixava o clima mais divertido. 

Hoseok veio em minha direção sem nem ao menos perceber que estava ali. Quando me olhou, seu olhos arregalaram, mas tentou não demonstrar o nervosismo.


- Cara, aqui está MUITO chato, vamos. - começou a me puxar, mas parei de andar.

- Que merda é que tá acontecendo? - o fitei sério, começando a ficar com um misto de nervoso e raiva.

- Na... - o cortei.

- Hoseok,tu não mente para mim!

- Tá...- baixou a cabeça e continuou - vá na parede a esquerda que você verá. Sinto muito, cara. - me olhou pesaroso e tocou meu ombro.


Andei até lá,onde encontrei minha namorada com uma garota rindo muito. Fui chegando mais perto para ficar com a mesma, mas parei quando a vi beijando a loira. Meus olhos arregalaram-se de forma instantânea. Vi que a garota enfiou dois dedos na Sora e a masturbou naquele escurinho, no canto da parede.

Juntei minhas forças e ela me olhou. Seus rosto  se congelou, até dizer:


- Jungkook...- isso pareceu ser mais para ela do que para mim.

- Acabou! - peguei nosso anel de compromisso e joguei no chão. Virei-me para ir embora, ouvindo ainda os gritos da garota, numa tentativa falha de chamar minha atenção.


Peguei o carro e fui para um bar bem longe. Nem tinha tanto dinheiro, só iria beber algumas doses e ir para casa.


Sentindo casa vez mais o álcool possuir meu corpo, vi que ali tinha uma sorveteria e logo me lembrei da Ji...


Eu preciso vê-la agora! Não posso fazer isso em outro momento, tem que ser agora.






Notas Finais


Eita, e aí


Até o próximo💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...