1. Spirit Fanfics >
  2. ;;Tentação - Markhyuck,, >
  3. ;;Tentação tem nome,,

História ;;Tentação - Markhyuck,, - Capítulo 1


Escrita por: creamxsmok

Capítulo 1 - ;;Tentação tem nome,,


Markhyuck ▪

Tentação tem nome ▪


E como eu amo ver aquele garoto me provocando até mesmo quando não pode. Sempre que você senta no meu colo sinto meu corpo indo as alturas, Haechan, você deve saber o quão apaixonado eu sou por você.


Seu corpo, toda as suas curvas, seus olhares, sorriso, até mesmo sua forma de andar me deixa louco, talvez eu seja viciado pra Caralho em você, talvez eu seja um completo idiota por você, que mesmo sabendo que eu não era o único que você transava, eu continuo te tratando como meu, apenas meu.


Sempre sentava no meu colo com manha porque eu não lhe dava a devida atenção, mas eu amo te ver implorando, quero me sentir que eu não sou igual seu outros ficantes.


- "Você faz melhor do que elas." - Falei dando beijinhos em seu rosto, escutando sua risada perversa, e porra, como isso me deixava louco.


- "Elas fazem um bom trabalho, você que é totalmente viciado em mim." - sia voz suave e doce me acalmava e me excitava tanto.


Voz fodidamente gostosa que fazia meus ombros relaxarem mas meu pau endurecia como pedra.


Era tão bom passar um tempo com você, mesmo que parte do tempo você passasse gritando meu nome, eu queria aproveitar de outra forma.

Eu sempre estive a disposição de te amar e de te ajudar, sei os problemas que você passa, mas eu nunca consegui ser o suficiente.

É bom demais te ver sentando em mim, se satisfazendo por cima de mim, tanto que você briga comigo pelas marcas que eu deixo em você, mas eu te digo, Lee Donghyuck...

Eu sou possessivo, eu sempre vou deixar marcas em seu corpo, por cima das marcas de seus amantes, sempre vou te satisfazer mais que seja amantes, e você sabe disso, eu dei disso.

Tão bom passar a mão em seu corpo, senti-lo totalmente entregue pra mim, ver seus olhinhos ansiosos a cada movimento meu, escuta-lo gemer meu nome assim que eu acabo de entrar em você. Era tão adorável, que mesmo estando entre suas pernas, vendo seu corpo totalmente nu, conseguia ser inocente e gracioso.

E como eu sou apaixonado por você, Lee Donghyuck, todas nossas fodas, sejam elas apenas rapidinhas ou até o dia amanhecer, todas elas tem um sentimento, um sentido pra mim, é hora na qual eu fico e me concentro em você, é a hora na qual eu fico mais relaxado e feliz.

Eu sou um bobo, idiota por você, eu sou capaz de tudo, menos de te deixar, mas se você pedir... talvez eu te deixe, porém, só eu sei lhe foder de um jeito que você implore por mais, só eu sei meter em você até cair lágrimas de prazer, só eu sei te satisfazer com pequenos toques, apenas eu te amo.

Nenhum deles, de seus ficantes, sabe lhe fazer gozar com eu sei, e eu tenho certeza disso porque você sempre volta pra mim no final de noite. Você é tão egocêntrico de deixar seus amantes e não admite o quão eu te fodo bem, mas está tudo bem, seus gemidos falam tudo isso.

- "Ah... Mark... Mark... mais, eu quero mais..." - Falou em suplícios, sentindo seu ar lhe abandonar aos pouquinhos, gemendo tão manhoso.

Estava muito longe de ficar satisfeito, estava pouco me fodendo se você já tinha gozado, eu só queria me enterrar em ti ao ponto de te ver chorar. Eu sou cruel demais pra você, meu bebê? Na verdade, eu amo ser cruel.

Te privar de orgasmos, te impedir de gemer, de te algemar pra não encostar em mim, te torturar ao ponto de você ter que implorar pra gozar, eu amo isso, Donghyuck, e você ama também, pois eu vejo o quanto você sorri enquanto eu arrombo toda sua entrada, vejo seu sorriso de satisfação.

- "Ah... merda..." - escutei sua voz falha após gozar. Toda noite eu aproveitava bem de seu corpo, de suas expressões, de você, então, era óbvio seu cansaço.

Você sempre toma banho primeiro, enquanto eu arrumo o quarto, trocava a fronha, arrumava toda aquele bagunça, com um sorriso, afinal, eu acabei de foder Lee Donghyuck, foda-se se você não é meu, eu estou feliz que consegui deixar meus chupões e mordida em ti.

Eu tomo banho por último, mas sempre esperando não te ver mais no quarto, você sempre me deixava, sempre, você não é de ninguém.

Sai do banheiro, vendo a pequena figura vestida e sentada na cama, com os olhinhos fechados pelo sono.

- "Haechan, oque ainda está fazendo aqui?" - vi que despertou com um pequeno susto, oque me arrancou um sorriso.

- "Mark-Hyung, posso dormir aqui? Eu estou cansado..." - dei um sorriso.

- "Claro que pode." - me vesti, uma calça moletom; enquanto terminava de secar meus cabelos, e vestir uma blusa de mangas curtas.

Me deitei ao seu lado, percebendo que usava minha blusa de mangas compridas. Se agarrou em mim, se confortando imediatamente, ainda com os olhinhos pesados de sono.

E oque me chamava mais atenção era suas mãos, a blusa de mangas compridas ia até suas mãos, as fazendo parecer pequenas e fofas. Só tinha vontade de apertar e beijar.

- amor... - Por mais que eu soubesse que você chamava todo mundo assim, eu fico tão feliz quando me chama assim.

- "Diga, meu bem." - Falei manso, acariciando seus cabelos.

- "Promete... que não vai me deixar..?"

Você é tão imprevisível...

- "Eu não consigo te esquecer, Mark..."

Você é tão venenoso...

- "Eu quero só você..."

Você tão excitante...

- "Eu quero amar e ser amado pro você, Mark.. Eu te amo muito..." - sorri diante sua declaração, lhe dando um selinho.

- "Eu te amo muito Haechannie, se você prometer ficar comigo, eu nunca vou te deixar..." - vi seu sorriso inocente e adorável, vendo a felicidade em seus olhos.

- "Eu te amo!"

Você é a minha tentação, merda!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...