1. Spirit Fanfics >
  2. Tentação >
  3. Piscina

História Tentação - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


História baseada na novela As Aventuras de Poliana, exibida pelo SBT;
Os personagens não me pertencem, apenas a história é de minha autoria;
Não plagiem.

Capítulo 1 - Piscina


- Tia... Não precisa se preocupar comigo. Eu sei me cuidar. – Poliana fala tentando fazer Luísa mudar de ideia em relação a deixar Marcelo cuidando dela.

- Poliana... Já está decidido. O Marcelo irá ficar aqui com você até eu voltar. – Luísa fala fazendo a sobrinha revirar os olhos. Não era justo. Ela não era mais nenhuma criança. Tinha dezoito anos completos, quase dezenove. Não precisava de babá. Ainda mais se essa “babá” fosse Marcelo. Seu ex professor e noivo de Luísa. Que por coincidência, era o homem que ultimamente povoava seus pensamentos e seus sonhos mais obscuros e secretos. Poliana já havia perdido a conta de quantas vezes havia sonhado com seu futuro padrasto. Sonhos estes que não tinham nada de inocentes e isso a atormentava a cada dia que passava. Sabia que tudo o que estava sentido era proibido e errado. Marcelo havia sido seu professor e agora era noivo de sua tia, porém, não conseguia evitar seus sentimentos. Seus desejos mais intensos. – Poliana... Qual o problema de ficar com o Marcelo?

- Problema nenhum, tia. Mas é que... Eu não sou mais criança. Já fiz dezoito anos. E... Tô quase completando dezenove. Meu pai mesmo já cansou de dizer que eu já sou uma mulher e...

- Seu pai... Otto tá mais preocupado com a empresa dele do que com você, Poliana. Agora tá lá... Viajando a negócios da empresa dele enquanto a minha... Tá cada vez mais falida. Graças à ele. – Luísa fala irritada. – Mas isso vai mudar. Eu vou conseguir reverter essa situação. Vou... Vou dar um jeito de negociar essas dívidas.

- Vai sim, tia. Vai dar tudo certo. Ér... Que horas você sai?

- Daqui a pouco. O Marcelo irá me levar até o aeroporto e depois ele vem direto pra cá. – Poliana acena positivamente e se despede da tia. Sozinha na mansão, a jovem decide convidar a melhor amiga para tomarem banho de piscina. Era verão e fazia muito calor.

[...]

- Então, amiga... Como tá se sentindo em relação ao Marcelo?

- Como assim? – Poliana pergunta enquanto ajeita seu biquíni.

- Ah... Você sabe. A atração que você sente por ele ainda não passou, não é?

- Infelizmente não. E eu não consigo entender o porque que esse desejo não sai de mim. Nunca tivemos nada, Kessya. E outra... Ele nunca me deu sinais de que sentia algo. Eu... Eu simplesmente não consigo entender porque sinto isso por ele. Te juro que já tentei esquecê-lo... Mas... Não dá. É impossível. Eu confesso que saber que ficaremos sozinhos aqui em casa me deixa em pânico. Eu não sei o que pode acontecer. Da parte dele, creio que nada mas... E eu? Será que eu vou conseguir fugir desse desejo?

- Ai, amiga... O que eu posso te dizer? – Kessya fala e Poliana suspira pesadamente. Ela sentia medo do que poderia fazer sozinha com Marcelo numa mansão enorme como aquela. Seu pai estava viajando a negócios. Sua tia agora também viajava a negócios. Ela sozinha com Marcelo não ia prestar. Não mesmo.

- Seja o que Deus quiser... – A jovem sussurra mais para si mesma do que para a amiga e suspira mais uma vez.

Meia hora se passa e Marcelo acabava de chegar na mansão. O moreno com a ajuda de Antônio, leva até o quarto de hóspedes suas coisas e suspira. – E a Poliana? Ainda não a vi.

- Ah... Ela está com a amiga... Kessya na piscina.

- Entendi. Bom... Com o calor que tá fazendo... Seria impossível elas não estarem na piscina. Acho que vou pra lá também.

- Fique à vontade, Marcelo.

- Obrigado, Antônio. – O moreno fala e começa a procurar uma sunga de banho e também uma bermuda confortável para se juntar com sua futura enteada. Alguns minutos depois, Marcelo já se encaminhava para a piscina. – E aí, meninas? Posso me juntar a vocês? – Marcelo fala e Poliana engole a seco encarando descaradamente seu corpo. Ela nunca havia visto Marcelo sem camisa. A verdade é que toda vez que ele vinha visitar sua tia, ela sempre dava um jeito de não estar presente. Se sentia um pouco culpada por desejar um homem que estava prestes a se casar com sua tia.

- Claro que pode, Marcelo. – Kessya responde por Poliana que ainda não conseguia formular uma frase que fizesse sentido ao sair de sua boca.

- Poliana?

- Claro. Po... Pode ficar aqui com a gente sim. – A garota fala engolindo a seco mais uma vez. Marcelo sorri e se ajeita numa espreguiçadeira ao lado da de Poliana que suspira. O moreno decide puxar conversa com as duas jovens e por um bom tempo, a conversa é amena e animada entre eles. Kessya decide ir até a cozinha pedir para Antônio e Nancy prepararem algo para comer, deixando somente Poliana e Marcelo ali. – Eu... Eu vou dar um mergulho. – A garota fala e se levanta sob o olhar de Marcelo que “sem querer”, passa seus olhos por todo corpo da jovem sobrinha de sua noiva.

- “Ela cresceu. E definitivamente... Tá cada dia mais linda”. – O professor pensa enquanto seca o corpo da garota com o olhar por trás do óculos escuro que usava. Poliana se joga na água e logo em seguida volta seu olhar para Marcelo que a encarava. – A água tá boa?

- Tá uma delícia. Geladinha. – A garota fala sorrindo. Marcelo retribui o sorriso e se levanta.

- Acho que também preciso de um banho. – O homem fala e retira sua bermuda. Poliana arfa enquanto encara o corpo do professor e estremece ao mesmo tempo em que ele se joga na água. Rapidamente, Marcelo se aproxima da garota e a encara. – Você estava certa. A água tá maravilhosa. Poliana... Posso te fazer uma pergunta?

- Claro. – A garota fala sorrindo.

- E o João? Como tá a relação de vocês? Eu tô notando que ele tá triste, cabisbaixo. Não tem mais aquele brilho no olhar, sabe? Perguntei o que aconteceu, mas ele não me disse nada.

- O João e eu terminamos, Marcelo.

- Terminaram? Mas... Porque? – O homem pergunta se aproximando ainda mais da jovem que acaba se encostando na beirada da piscina.

- Eu... Eu já não gosto mais dele. Não da mesma forma que antes e por isso decidi terminar tudo. Não Estava certo continuar com ele sendo que...

- Sendo que...

- Sendo que outro homem está em meus pensamentos agora. – Poliana fala encarando Marcelo que suspira.

- Sei bem como é isso. – O professor fala surpreendendo a jovem.

- Como assim?

- Na época que eu namorava a Débora... Meus pensamentos estavam na sua tia e... Era horrível namorar uma pessoa querendo estar com outra. – Poliana acena positivamente com a cabeça e decide se afastar antes que fizesse algo que pudesse se arrepender depois.

- Eu... Eu vou atrás da Kessya. – A garota gagueja e Marcelo ri.

- Eu sou o motivo do seu término com o João, não é mesmo?

- Como? – Poliana fala já fora da piscina.

- Poliana... Não precisa mentir pra mim. Eu já percebi o jeito que você me olha. O jeito que... Que você fica quando tá perto de mim.

- Marcelo, eu... Eu não sei do que você tá falando. – A jovem fala e o professor ri. Marcelo num impulso consegue sair de dentro da piscina e se aproxima de Poliana que engole a seco.

- Eu escutei uma conversa sua com a Kessya há um tempo atrás. Vocês falavam sobre mim e eu ouvi quando você disse que sonhava comigo e que me desejava. Poliana... Eu não vou te julgar. Não vou te xingar nem te humilhar... Acho que somos livres para pensarmos e sentirmos o que bem entendermos. Não mandamos em nossos corações.

- Eu... Eu não esperava que você fosse reagir assim.

- Achou que eu iria te humilhar ou ficar bravo por você gostar de mim? Claro que não, Poliana. Eu respeito o que você sente. – O moreno fala deixando a garota mais aliviada.

- Eu... Eu vou atrás da Kessya. – A garota fala e o professor suspira pesadamente após sua saída.

- Essa semana vai ser uma tortura... Literalmente. Espero que Deus me dê forças pra suportar. – O moreno sussurra e se joga na piscina novamente.


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?
Mereço comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...