1. Spirit Fanfics >
  2. Tentando Salvar O Meu Relacionamento. - Sanegiyuu. - DS. >
  3. 2 - pegar ou largar.

História Tentando Salvar O Meu Relacionamento. - Sanegiyuu. - DS. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capítulo tem algumas idades alteradas.

Capítulo 3 - 2 - pegar ou largar.


E lá estava Sanemi na sala de estar, notebook em cima da mesinha de centro, a tv ligada em um vídeo do YouTube aleatório (ou quase) e o irmão mais novo ao seu lado com uma expressão confusa.

— anh? Sanemi, por que você tá assistindo isso aniki? – perguntou Genya, o irmão mais novo do Shinazugawa mais velho. Estava vestindo uma roupa qualquer que achou dentro do guarda-roupa. Por ser menor de idade, tinha que ficar aos cuidados do irmão mais velho.

Genya não sabia que Giyuu e Sanemi haviam terminado até chegar em casa naquele dia. Encontrou tudo desmoronado, literalmente. A casa estava uma verdadeira bagunça, jarros quebrados, a antiga mesa de centro quebrada, específicando, partida ao meio - ele sabia que o irmão mais velho era forte, mas não tão forte ao ponto de quebrar uma mesa, mesmo que pequena, ao meio.

Genya teve que limpar tudo naquele dia e tentar prestar apoio emocional ao irmão mais velho que estava quase destruindo o próprio quarto. Depois que soube que Giyuu e Sanemi tinham terminado, Genya teve que, literalmente, correr até a casa do moreno - ou a casa do primo dele, Sabito. Depois de saber toda a história por parte do moreno, que estava igual a Sanemi - tirando a parte que não destruiu o próprio quarto -, voltou para casa e ouviu a parte do albino. E ficou mais confuso que cego em tiroteio.

— como assim "por que você tá assistindo isso aniki?" – imitou a voz do garoto, que ficou emburrado. — estou precisando entender isso seu imbecil! – deu um tapa de leve, mas nem tão leve assim, na parte de trás do pescoço de Genya.

— não seria melhor pedir pra alguém fazer isso por nós? – disse massageando o local que foi desferido o tapa e apontado com o olhar para o notebook e para a tv.

Sanemi pareceu pensar por alguns segundos, colocando a mão no queixo e alisando o local. Era verdade que precisam fazer isso, mas não sabiam como, o jeito era pesquisar e localizar quem seria aquela pessoa anônima para que Sanemi conseguisse dar um belo e maravilho murro no indivíduo.

— é você tem razão. – não olhou para o mais novo, mas podia jurar que ele estava com os olhos arregalados - e estava mesmo. Eram raros os momentos em que Sanemi concordava com o irmão, da última vez que Sanemi concordou com Genya, foi quando Giyuu obrigou ele a se desculpar com o garoto. — vou pedir ajuda ao Tokitou. 

— oh, para ele? – perguntou com um sorriso inocente.

— não, – olhou para o mais novo. — vou pedir ajuda pro Cleyton. – disse de dos debochada. — faz o que quiser agora, só arruma tudo depois, tá na hora de sair.

Sanemi levantou indo pegar uma jaqueta moletom, por mais que não sentisse muito, estava muito frio lá fora e provavelmente poderia pegar um resfriado.

— a-ah, eu vou com você! – Genya se levantou indo até o albino, mas parou assim que ele o olhou.

— não precisa, mas se quiser... Vem logo então... – disse já saindo pela porta.

Genya sorriu e também pegou uma jaqueta moletom saindo logo atrás e correndo até o rapaz que estava na frente.

(...)

— e? – o garoto de mechas azuladas respondeu para o outro, que agora só faltava espumar de tanta raiva.

— "e!?" – perguntou com raiva no olhar, o ódio mais odioso que poderia ter.

— exatamente, e daí? Se você fez algo errado, conserte você mesmo. – disse e voltou para atrás do balcão, sentando num banco e começando a ler uma revista.

Sanemi estava quase a um fio de paciência, ele poderia pular no pescoço de Tokitou e esganar ele ali mesmo se não fosse impedido pelo irmão mais novo.

Tokito Muichirou é um garoto de 15 anos de idade, ele ainda está no primeiro ano do ensino médio na escola, ele trabalhava na loja de conveniências dos pais, junto de seu irmão gêmeo. Sanemi foi a essa loja atrás de Tokitou pedir ajuda para saber quem seria a pessoa que mandou as mensagens e fotos para Giyuu, mas ele esqueceu que era tokito e ele não estava afim de ajudar. Tokitou, por mais que fosse novo, era muito inteligente e consequentemente era um gênio. E Ele conseguiria descobrir facilmente quem é a pessoa que mandou aquelas mensagens e fotos para Giyuu. Como ele sabe disse? Tokitou conseguiu descobrir quem era o hacker da própria escola, apenas investigando um dos 13 suspeitos.

— mas que merda! – disse enquanto colocava uma moeda na máquina de lanches que tinha na loja. — por que caralhos ele não quer nem ajudar!? – pegou a barrinha de cereal, abriu a embalagem com o mais puro ódio e começou a comer.

— bom, acho que isso é por qu-- – foi interrompido pelo som de celular. Genya pegou o celular para ver quem era que estava ligando e atendeu. — alô?

Sanemi pôde ouvir o "Alô!" animado que o aparelho emitiu. Revirou os olhos lentamente não suportava o garoto com quem o irmão estava falando.

— a-ah! Tanjiro, como vai? – Genya falou ficando com o rosto vermelho.

O albino olhou para qualquer lugar e reparou que os olhos de Tokito estavam vidrados em Genya, ou no celular do irmão. Pensou que poderia ser por que estavam tempo de mais na loja, mas só foi ouvir o nome Tanjiro novamente que viu o garoto de pontas azuladas ficar com o rosto avermelhado.

Nesse momento uma idéia surgiu na mente do albino, deu um sorriso um tanto psicótico e foi caminhando em direção ao balcão onde Tokitou estava.

— então Tokito... – começou, colocou ambos os cotovelos em cima do balcão fazendo Tokitou o olhar com indiferença.

— o que foi? – perguntou indiferente.

— você vai me ajudar? – Sanemi perguntou com um sorriso de lado nos lábios.

— aquele assunto de novo? – o outro assentiu. — já disse que nã--

— se você me ajudar, vou lhe dar o número de Tanjiro. – falou e o irmão que nem percebeu que estava ao seu lado arregalou os olhos.

— ... – Tokitou estava calado, e com as bochechas coradas. Uma parte de si dizia para não a se meter no relacionamento dos outros, mas a outra parte... 

— então Tokitou... – fez uma pausa dramática olhando no fundo dos olhos do garoto. — pegar ou largar.





Notas Finais


Então né, a fanfic já tá acabando ;-; (sério gente, tá pra acabar kAkak).
Vou aproveitar o momento e dizer o seguinte: vai tá disponível no wattpad como capítulo único, mas não hoje, apenas depois. É nois :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...