História Tentando te conquistar (Castiel) - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Lysandre, Nathaniel, Nina, Personagens Originais
Tags Amor Doce, Castiel
Visualizações 170
Palavras 1.352
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - Suspensão


Passa um tempo ficamos nos olhando, quando estavamos quase dormindo eu lembrei

- Você tem que me levar para casa, temos prova amanhã e não podemos faltar

- Ue dorme aqui

- Não tenho uniforme

- Você já me viu de uniforme na escola?

- Na verdade não

- Então

- Mas eu vim arrumada de mais para ir com aquela roupa para escola

- Ai Luna, Tem roupa sua aqui, na verdade tem uma gaveta com roupa sua

- Como?

- Nas você visitou muito minha cama, se lembra? E várias roupas voaram, ai em vez de você colocar as que estavam no chão, você colocava a que estava na sua bolsa, pq vc é uma cabeça dura

Fico corada

- Ue corou pq?

- Nada – Desvio o olhar

- Já sei, falei que você veio muito pra cama comigo, Você é muito timida, e eu vou começar a te deixar com vergonha de propósito agr.

- Paraaa – Pego o travesseiro e jogo na cara dele – Bobo

Ele ri e me abraça, finalmente dormimos

Dia seguinte acordamos, nos trocamos e fomos para a escola, chegamos e fomos até Lys e Yu

Ficamos conversando até Yu falar:

- A noite foi boa Luna?

- Por que?

- Tem um chupão perto do seu peito

Coro

“Por que coloquei essa blusa decotada?”

- Eeee Castiel – Lysande fala – Ela é tão pequena, e você tão grande, tenho dó dela

Coro mais

- Gente – Castiel fala rindo – A Lu fica envergonhada – Ele me abraça

- Vergonha por que?

- Ela é assimm, toda tímida em relação a isso

- Desculpa Lu – Lys fala

- Tudo bem – Sorrio tímida

- Olha ela só é tímida na hora de falar, pq na hora de fazer... – Lys e Yu dão ridasa

Chuto a canela dele

- Ai ai, ta bom, desculpa

Sinal bate e vamos para a aula, fazemos a prova na primeira aula

Na segunda aula o professor pede para fazermos duplas, Castiel veio do meu lado com a carteira dele. O Professor deu uma atividade para nota

Eu estava escrevendo minha parte, quando Castiel colocou a mão dele na minha coxa ( Eu estava de shorts ). Não liguei e continuei escrevendo, ele começou a apertar e a descer a mão dele, e começa a colocar a mão dele embaixo do shorts

- Castiel, para – Sussurro

Ele continua

- A gente ta na escola – Continuo sussurrando

- Ninguém ta vendo, relaxa – Ele sussurra de volta

Respiro fundo e continuo escrevendo. Ele chega com a mão em minha intimidade e começa a massagear

- Ca-Castiel, para – Sussurro de novo

- Algum problema Luna? – Professor

- Não professor

- Está vermelha, quer tomar água?

- Quero sim

- Pode ir

Tiro a mão dele dali e vou beber água, volto e me sento

- Não começa – sussurro de novo

- Ta

Ele coloca a mão na minha perna, e eu olho para ele

- Se essa mão descer eu vou te bater – Continuo sussurrando

- Ta bom, calma amorzinho

Terminamos a atividade e entregamos. Bateu o sinal do intervalo, quando todos se encontraram no pátio:

- Castiel eu vou te bater

- Bate, você não tem força

- Não é o que esses arranhões na suas costas dizem

Ele ri

- Eu to falando sério, nunca mais faz isso

- O que aconteceu? – Lys pergunta

- Eu...

- Nada não – Interrompo Castiel

- Não foi nada Lu, calma

Me irrito e fico de braço cruzado

- Gente, a gente já volta – Castiel fala passando o braço pelas minhas costas e andando para algum canto – Vem

- Fala – Falo ainda irritada

- Você realmente ficou brava?

- Fiquei, não pelo fato do que você fez, é o momento, sabe a gente estava na escola e todos estavam na sala, ai eu fico vermelha e o professor tem que me pedir para eu ir beber água. Se coloca no meu lugar por favor

- Ta, te entendo, me desculpa?

- Se me falar que não vai fazer mais isso

- Oi? Não posso mais fazer isso?

- Não, se estivermos em um lugar onde pessoas podem perceber não

- Ah que susto – Ele ri

Voltamos com Lys e Yu. Estávamos conversando  e eu fui no banheiro, quando estava saindo Ambre passou por mim e voltou

- Olha só – Ela se vira pra mim – Mesmo vendo que ele te traiu comigo, ainda está com ele – Ela ri – E ainda foi para cama com ele – Ela fala olhando para o chupão que Yuki havia falado

- Olha só, mesmo vendo que não consegue separar a gente de nenhum jeito, continua se achando

- Eu ainda não consegui, mas já causei duas brigas que fizeram vocês ficarem semanas sem se falar – Ela sorri – E o principal que foi o melhor, te vi chorar o dia inteiro nessa escola, só faltava a pipoca

- Idiota – Falo indo em direção dela

- Vai vir para cima? Senhora chifruda

- Filha da Puta – Falo empurrando ela

- Quem você pensa que é para colocar a mão em mim? – Ela me empurra de volta

- Sou alguém que te incomoda muito neh, pois toda hora tenta me provoca

- O meu ponto não é você não, é o seu namorado – Ela chega mais perto – Foi maravilhoso naquela festa, senti ele bem exitado, você não consegue fazer isso neh? Ai que dó da Luninha – Ela aperta minha bochecha

E em seguida dou um tapa bem forte na cara dela e nesse momento todos olham. Então começamos a brigar, a se bater e logo aparece Castiel e Lysandre separando a gente.

Castiel me segurava e Lysandre segurava ela

- Vadia, Puta, ninguém te quer não, só te usam para se divertir, tanto que é pra mim que ele faz declaração de amor e sou eu que ele leva para passar o tempo

- Para Luna, chega – Castiel fala

- Você tem culpa nisso também, ta falando o que?

- Já falamos disso, por favor

- Deve ser horrivel olhar para ele e lembrar que ele prefere ir para a balada comigo do que ficar vendo um filme com você em casa, eu tenho dó de você Luna, ele não te ama, se amasse não teria traído

Consegui me soltar do Castiel e comecei a bater nela de novo, Castiel veio me puxar para longe e eu segurei a blusa dela que eu acabei rasgando

Ficamos nessa briga por um bom tempo, até a diretora chegar e mandar as duas para diretoria, ouvimos vários sermões e por fim levamos suspensão, tivemos que pegar as coisas e ir embora

Na saída, ela disse:

- Isso é culpa sua

- Minha? Você que começou. Quer saber cansei! Foda-se você – Me virei para o caminho da minha casa

- Cuida bem do seu namoradinho viu? Vai que eu apareço de novo e ele resolve aproveitar o que ele não aproveita com você

Ignoro e continuo andando, ela vem atrás e fala por ultimo

- Aposto que você não deve fazer nem o terço do que já fiz com ele, aposto que o que ele gosta de verdade você nunca fez

- Ah é? Do que ele gosta então?

- Você é namorada dele você que tem que saber

Ela se vira e vai embora, eu vou também, chego em casa, entrego o papel da suspensão  para minha mãe e explico tudo, ela fica brava no começo, mas logo entende

Na hora do almoço minha mãe me chama falando que Castiel estava subindo para meu quarto.

- Oi Lu...

- Oi

- Ta brava comigo?

- Não, o que eu tinha que resolver com você sobre esse assunto eu já resolvi

- Então acho que você só está tensa por causa da briga

Eu estava deitada de barriga para baixo na minha cama, e ele se deitou em  cima de mim e começou a fazer massagem nos meus ombros, fico pensando um pouco

- Licença

- O que foi? – Ele sai de cima de mim

- Preciso te perguntar uma coisa – Me sento

- O que?

- Você já levou a Ambre pra cama?


Notas Finais


Ai ai ai ai
Comentem :3
Espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...