1. Spirit Fanfics >
  2. Teorema da existência insignificante >
  3. Mais um zero em meio a tantos outros

História Teorema da existência insignificante - Capítulo 1


Escrita por: softhyuk

Notas do Autor


menção (super hiper mega) subtil de taegi

Capítulo 1 - Mais um zero em meio a tantos outros


Yoongi usa calças jeans rasgadas e tem um piercing no nariz. Apoiado nas grandes de tinta azul lascada da escola básica, fuma cigarros de mentol enquanto espera pelo irmão mais novo. Funde-se com o cenário decadente de escola deteriorada: ela com rachaduras nas paredes de cimento; ele com hematomas na cara.

Tem olhar triste de quem se deu conta de que o mundo não precisa de si para girar — pertencemos a um sistema de existência insignificante. Há, no entanto, o apetite voraz de viver por algo que ele desconhece. É composto de dúvidas e pó e fumo. Não se conhece a si próprio e tem enxaquecas. E brigas são tão fúteis (ele sabe!), embora pareça que usar os punhos é a única coisa em que ele é realmente bom.

O porteiro adverte que não fume em frente à escola e ele dá uma última tragada, longa e desafiadora, antes de lançar o resto do cigarro ao chão e pisá-lo com a sola de borracha da bota. Ele faz isso quase todos os dias e há um par de olhos escuros que o observa em segredo através de cortinas entreabertas de algum apartamento ali perto e lhe conhece de cor todos os sinais do rosto.

Começa a chover fininho — uma chuva quase impercetível. Ele cobre os cabelos com o carapuço e a campainha estridente anuncia o fim das aulas. Grupos de pré-adolescente passam por ele com as mochilas às costas e o sorriso vitorioso de quem resistiu a mais um dia enfornado numa sala de aula. 

O irmão mais novo aproxima-se com as solas das sapatilhas a arrastar no asfalto esburacado e acolhe-o sob o seu guarda-chuva. São muito parecidos: o nariz arredondado e os olhos pequenos; o sorriso tão escasso e contido.

Vais ficar doente, diz.

Yoongi ri. Nada disso importa — é coisa fútil. Onde já se viu comparar uma gripe com a dificuldade em aceitar que se é apenas um grão de poeira num universo tão vasto?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...