História TERAPIA ROMÂNTICA (JIKOOK) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Decidi que vou continuar e dessa vez não irei desistir! Obrigado pelo apoio!

~Boa leitura! Espero que gostem! ❤️


💜Surto de Army💜

{Eternamente morta com esse tiro do Jimin!!!!! Como consegue ser tão perfeito???}

Capítulo 5 - CAP. 4


Fanfic / Fanfiction TERAPIA ROMÂNTICA (JIKOOK) - Capítulo 5 - CAP. 4

Jimin ~ON 


~Depois de pensar por um longo tempo, decidi finalmente aceitar o convite de Jungkook, por dois motivos óbvios: Primeiro que eu não vou recusar um jantar de graça, e segundo que eu necessito sair com mais frequência. Mas, também pensei bastante a respeito sobre Jungkook ser casado... Cheguei a conclusão de que se ele me convidou, ele quer, então... Por que não? 


~Peguei o suposto número de Jungkook na recepção, respirei fundo algumas vezes antes de finalmente tomar coragem para ligar. Disquei o número, e aguardei alguns segundos, quando escuto uma voz feminina, provavelmente é alguém que eu não esperava e que não gostaria que tivesse atendido. 



×•×•×•×•× Ligação ON וווו×


SOYEON: -Casa dos Jeon, quem fala? 


JM: -Oi... Eu sou o Jimin, preciso falar com Jungkook, ele está? 


SOYEON: -Jimin... Jimin... Acho que não conheço... -ela murmurou. -Na verdade ele está no trabalho.


JM: -Ah sim, poderia pedir para ele retornar a ligação? 


SOYEON: -Claro, mais alguma coisa? 


JM: -Não não, é só, muito obrigado! 


SOYEON: -Adeus! 


×•×•×•×•× Ligação OFF וווו×


~Me pareceu que ela não gostou de eu ter pedido para que avisasse Jungkook sobre retornar a ligação... Acho que é só impressão minha mesmo. 


~Fiquei olhando para um canto da minha sala (a de terapia) por alguns minutos, quando escuto meu celular vibrar, indicando uma notificação. A mensagem era do Tae, dizia o seguinte: 



                   ~TaeTae~ 

               Oi Jiminieee! Então, tu aceitou o convite do Jungkook? Me conta tudooooo! 


~Nem sei porque fui abrir minha boca pro Taehyung, nunca vi pessoa mais X9 do que ele... Fazer o que né. 



Jimin ~OFF

Jungkook ~ON 


~Finalmente mais um dia cansativo de trabalho terminou. Estranho... Nunca reclamo de estar cansado, principalmente em relação ao meu emprego, uma coisa rara de fato, mas é a idade, um dia ela chega. 


~Agora são exatamente 22:45 e eu acabei de chegar em casa, o trânsito estava péssimo, mas também não faço muita questão de chegar cedo. Estaciono meu carro na garagem e entro pela porta dos fundos. Subi as escadas discretamente para que Soyeon não notasse a minha presença, vou até meu quarto e fecho a porta com todo cuidado, mas quando me viro, Soyeon estava sentada na cama, com uma roupa justa para seu corpo. 


SOYEON: - Por que demorou tanto? 


JK: -É... O trânsito estava horrível. Estou exausto, acho que vou tomar um banho. 


SOYEON: -Então você tá cansadinho é... -disse ela se aproximando de mim. -Então pode deixar que hoje eu vou dar banho no meu kook. 


JK: -Hoje não, eu realmente estou muito cansado, deixa pra outra hora. 


SOYEON: -Tá. -a mesma revirou os olhos e saiu rapidamente do quarto. 


~Ufa! Consegui me livrar dessa! 

~Depois de um relaxante banho, fui até a cozinha preparar algo para comer. Eu não estava com tanta fome, então só fiz um miojo e me sentei na sala de jantar para comer. Após ter terminado tudo, me dirigi até a pia da cozinha para lavar o prato, e senti alguém me abraçando por trás, e adivinha? Soyeon de novo. 


SOYEON: -Kook...?


JK: -Hum? 


SOYEON: -Quem é Jimin? 


~Arregalei os olhos com a pergunta, mas logo me recompuz. 


JK: -É um amigo, por que? 


SOYEON: -Ele ligou, eu disse que você não estava, então ele pediu pra você retornar. 


JK: -Ah sim, obrigada por me avisar. 


~Após alguns minutos, fui até a varanda, um lugar que realmente amo observar. O céu estava bem estrelado, e mesmo com a agitação de Seul era possível ver algumas constelações a olho nú. Apreciei aquela cena linda e decidi retornar para Jimin, não sei porque mas eu estava um pouco apreensivo. Há algum tempo eu havia feito um convite para o mesmo jantar comigo, e admito, estou com medo da resposta. Meu pensamento negativo é interrompido por uma voz delicada e familiar. Jimin. 


•°•°•°•  Retorno da ligação ON  •°•°•°• 


JM: -Oi? 


JK: -O-oi Jimin, é o Jungkook. 


JM: -Ah sim, que bom que você me retornou... É... Então, eu pensei bastante e eu vou jantar com você.


JK: -... Você tá falando sério??


JM: -Sim.


JK: -Eu pensei que você não fosse aceitar. 


JM: -Pensou errado querido. 


JK: -Nossa, que grosso. A gente se vê em breve então, "querido". 


~Ouvi uma pequena risada logo após a minha imitação debochada e Jimin se despediu.


JM: - Até breve! 


•°•°•°•°• Retorno da ligação OFF •°•°•°•°•


[ALGUNS DIAS DEPOIS]



~É hoje finalmente! Cara, sério, eu tô muito ansioso. Não sei porque mas quando fico perto do Jimin sinto umas coisas, sei lá né...  Aí cê deve tá pensando "O Jungkook é gay incubado", mais ou menos... Tô mais pra bissexual do que pra gay, mas sim, sou homossexual. Um dos grandes motivos pelos quais meu pai me obrigou a casar com uma mulher, eu já havia me assumido, e minha família abominava completamente a idéia, mas sempre fui eu mesmo, escondido pelo menos. 


~Chegou a tão esperada hora de eu ir buscar Jimin. Parei em frente ao apartamento do mesmo, e ele já estava parado me esperando. Nossa, beleza é o que não falta nesse menino. 


JM: -Eae! 


JK: -O-oi, você tá muito lindo em! 


JM: -Eu sei, eu sei. -convencido. -Vamos? 


JK: -Claro, entra aí. 


~Durante o percurso não ousei falar uma palavra, e pelo visto, Jimin também não estava disposto a falar nada. O trajeto inteiro foi feito com um silêncio tenso. 


~Estacionei no estacionamento do restaurante. Descemos e nos dirigimos ao local, muito elegante por sinal. Eu já havia vindo algumas vezes aqui, mas por algum motivo, que eu não sei qual é, está muito mais chique hoje. 


~Fui até a recepção e informei meu nome e o nome do meu acompanhante para a atendente, que rapidamente nos indicou uma mesa mais afastada do movimento agitado do local. Nos sentamos em um canto com vista para a rua, que estava muito mais tranquila do que de costume. 


~Uma garota, que eu julgo ser a garçonete, surgiu em frente a mesa, e com um olhar gentil, cumprimentou eu e Jimin com uma reverência, que é claro, retribuímos.


Rosé: -Boa noite senhores, sou a Rosé e irei servi-los hoje, por favor, aqui estão os cardápios, fiquem a vontade. 


JM: -Obrigado, obrigado, pode ir viu. A gente te chama quando tivermos escolhido. 


~Admito que a garota me olhava bastante, e era muito atraente, mas o que mais me surpreendeu foi a atitude de Jimin. A garota ficou sem reação, apenas pediu "Com licença" de uma forma educada, e deixou a mesa. 


JK: -O que foi aquilo Jimin? 


JM: -Nada ouxe, onde já se viu ficar encarando os outros, que falta de educação. 


JK: -Então tá né.


JM: -Jungkook, é você que vai pagar né? 


JK: -Uhum...


JM: -Uau, quem diria que meu paciente estaria pagando um jantar pra mim em um lugar como este, a vida nos surpreende. 


JK: -Nem me fale o quanto. 


~O resto do jantar foi completamente calmo, exceto pelos olhares que Jimin me dava e risadas extremamente exageradas. Após um bom tempo, estávamos satisfeitos, e eu já havia pagado a conta. 


JM: -Nossa, hoje foi incrível Jungkook! Obrigada, eu amei! 


JK: -Magina... 


~E mais uma vez aquele clima tenso havia voltado. Ninguém ousava dizer uma palavra sequer. Até Jimin quebrar o silêncio. 


JM: -Jungkook... Vamos pra minha casa? 






Continua...














Notas Finais


Genteeeee, eu sei que eu havia falado que ia ter hot nesse capítulo, mas vou deixar vocês curiosos hehe o que acham que vai rolar em?

Podem dar idéias também, qualquer coisa é bem vinda!

Espero que tenham gostado! Sei que ficou ruim kkk mas é isso!

Obrigada!


~Curtam e comentem, please

PURPLE U 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...