História Terror na Casa 4 - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Harem, Hentai, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Ouija tabu


23:50- S/n

Ainda nao consegui dormi, más nao me julgue!

Quem dormiria com sete homens sádicos? Nao. Fantasmas.

Eu estou com tanto medo que gostaria de fugir dali! Más aquela frase que ele me disse me fazia ficar aqui, deitada na cama e paralisada.

Eu resolvo me levantar mas algo me faz ficar parada assim que vejo uma silhueta em frente a minha porta. Uma silhueta feminina que estava com uma faca.

Ela se corta deixando o sangue cair e respingar o chao, depois ela escreve algo na parede em japones e depois amostra dez dedos.

- voce... sete dias... morte... - com isso ela desaparece e isso me arrepio.

- ah, que triste... voce nao valera tanto agora. - diz um homem de cabelo marrom - meu nome é Hoseok, sou o único que pode fazer voce sair desta casa.

- c-como?

- voce conhece um tal de Ching? - minha mente vagou para o motorista assustado, que, havia mencionado sobre um tal de Ching - parece que sim. Ele poderá te livrar antes de completar 18 anos.

- o que exatamente eles querem comigo? 

- sua alma - aquilo me deixou tao atônica, minha alma nao é apenas a morte. 

- por que está me ajudando?

- porque voce tem algo de precioso que nós precisamos para podermos nos livrar da maldiçao.

- precioso...?

00:00

Nossa conversa foi pausada pelo som da  primeira badalada indicando que era meia noite. Por algun motivo começei a sentir medo de Hoseok.

Seus olhos estavam negros e suas pupilas com o tom de sangue, eu fiquei paralisada, o que de algun jeito facilitava para ele.

- sabe o que me deixa mais excitado? - eu balanço a cabeça negativamente e ele me empurra fazendo me cair na cama e enseguida me prensa na cama - ver você com tanto medo assim, eu acho tao sensual - ele vai até o meu pescoço e o cheira - gostaria de saber como vai ser quando sua alma pertencer a nós 

Ele chupa meu pescoço  com força e eu me contorço. Não sei dá onde tirei tanta força, más consegui empurra-lo brutalmente fazendo o mesmo cair no chão. Corri e sai daquele quarto o mais rápido possivel.

Na décima segunda badalada eu começei a enxergar tudo tao nublado e acabei desmaiando em frente a escada.

...

Pov's. Jimin

Estavamos todos reunidos para entrar em um acordo, eu e meus irmãos.

- S/n sabe demais - diz Jin furioso - precisamos logo mata-la, nunca vi uma presa tao esperta!

- nao faremos isso. Os espiritos ficaram zangados. - diz Min Yoongi - apesar de já estarem por ver o interesse de Kook na garota

- elas podem mata-la. - diz Hoseok

- isso nao é poblema nosso. - diz Jin

Jin nao gostava muito da garota, acho que foi por causa...

- chega! Está decidido! Um de nós terá que faze-la se apaixonar! - diz Jung kook

Depois da conversa ser encerrada resolvo ir para fora respirar um ar puro. Quando vou para a sala, me deparo com S/n, no chao. Espero que nao esteja morta.

- oi...? - digo para ela a sacudindo - ei acorda! Moça? Oii? Tá. ok. ta me dando o gelo. 

- humpf - ela geme um pouco de dor - onde estou...? - ela perdeu a memória. Perfeito!

- na nossa casa uai 

- e você quem é?

- seu marido uai.

- tu nao é meu marido.

- por que uai? 

- porque eu nao namoro fantasmas-demonios e muito menos caso. -  e voltou a memoria dela fudeu. Ela levanta do chao e olho confiante para mim - eu sou A Universal

- aiii guria tu se bateu muito com a cabeça. - nós olhamos o relogio e era 5 da manha - eita olha o horario concerteza demorou muito tempo desmaiada 

- eu preciso me arrumar para ir trabalhar - ela sobe correndo para cima

{...} ••• {...}

7:00

Pov's S/n

Eu estava louca para sair desta casa mal assombrada. Nem que para ir de encontro com histórias macabras.

Hoje eu iria de jeito para o tal senhor Ching, pelo nome ele deveria ser chinês, neste momento preciso dar um jeito de ficar viva já que agora falta apenas 6 dias para eu pelo menos tentar nao ser sacrificada.

Saio para fora da casa e vou indo direto para a farmácia. Procuro e proucuro, más nada.

Eu estou morta, vou ser fudida e nao estarei mais viva. 

- senhorita S/n? - diz um homen de meia idade que parecia estar na ultima etapa da vida (quem sou eu para dizer? Eu nem chegarei a ser adulta) 

- sim? 

- quer entrar? - eu entrei (autora: crianças e adolescentes nao pratiquem isso na sua cidade) - meu nome é Hogin Ching 0




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...