História Testemunha do amor - Capítulo 71


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Tags Padackles, Romance
Visualizações 29
Palavras 1.227
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Slash
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


finalmente gente o moreno ira se entrega ao seu amor...boa leitura.

Capítulo 71 - Encontro de amor...parte 2


Fanfic / Fanfiction Testemunha do amor - Capítulo 71 - Encontro de amor...parte 2

jensen nao sabia o que dizer na verdade nunca se deu conta que era o passivo da relaçao a unica coisa que fez foi beijar jared com todas suas energia e paixao.

foi descendo beijando com vontade todo corpo do moreno,ouvindo jared gemer com seus toque.chegou ate o membro do moreno que estava coompletamente duro.depositou varis beijo na ponta do penis do moreno que gemia sem pudo.logo começou a chupa-lo com vontade ora lambia ora mordiscava de leve.

-jen...ahhh...isso....jen...mais...mais...

-eu te quero tanto jay...

-eu tambem amo...te quero muito.

jensen abriu um pouco mais as pernas de jared e com a lingua começou a lubrificar sua entrada.

-ohhh...jen...

Jensen estava nervoso seria a primeira vez que trocaria de posições, não sabia direito como proceder. Tinha medo de não corresponder e decepcionar o moreno. sempre foi passivo todas as vezes em que transavam.

-Relaxa Jen .disse Jared ao perceber o semblante tenso do loiro –Deixe o instinto te guiar...Não precisa forçar nada...Seja natural...

-nao quero te machucar jay.disse olhando bem nos olhos do moreno.

-nao vai me machucar.

-eu nunca fiz isso com um homem.disse corado.-eu nao sei como voce gosta eu tambem nao sou o 

-jen por favor nao fala nele agora.nao estrague a nossa noite amor.

-tem razao me desculpa.

-so relaxa e continua.

jensen voltou com a lingua na entrada do moreno que jogou a cabeça pra tras e gemeu alto.

-jen...ohh...jen....te amo criança...jen

quando sentiu que jared estava pronto colocou a camisinha. Ergueu-se se posicionando sua membro na entrada do membro de jared, entando lentamente. jared gemeu com a dor inicial, mas logo acostumou-se a  até ser totalmente preenchido pelo loirinho.

-jay?

-nao diz nada so continua.

Assim como da primeira vez, o encaixe entre eles foi perfeito. Os corpos moviam-se no mesmo ritmo e o desejo era evidente em cada movimento. Até o som dos gemidos saiam ao mesmo tempo. Encaixavam-se de tal forma que não dava mais para distinguir os corpos que pareciam fundidos em um só.

- Ahh Jay...Você é tão quente...ahhh...tão apertado...diria enquanto estocava forte conforme o moreno pedia.

-jen....mais....fundo...mete forte...amor....ahh...ohh...isso..jen...

jared gemia ao mesmo tempo que arranrava as costa do loiro,seus pes cruzaram em torno do loiro.

- Ah Jay !

Amava-o. Queria fazê-lo sentir-se amado, não queria que fosse apenas uma transa. Era amor. Estava fazendo amor com sua girafa.

Jen, você é lindo meu amor "falou também ofegante

Ah! Ah! Jay...Jay 

- Continua amor...continua 

- Jay...Oh jay... Como você é apertado  

Por um momento o mundo pareceu parar. Não se ouviam mais nada. Apenas o encontro de dois corpos que se chocavam de tornarem-se um só. Os gemidos de prazer ecoavam por aquele espaço, buscando brechas por onde pudessem extravasar. o calor.

- Jay...meuu ...Ah! meu jay...

- Ah jen... Mais Jen...mais!

Gritavam loucos de prazer. Jensen estocava cada vez mais forte, obedecendo aos pedidos do moreno. Jared tentando aumentar a penetração passou as pernas pela cintura de jensen, abrindo-se mais

 Jen...Ohhhhh...Jennnnn

- Ah! Ah! Ah!

Jensen, enlouquecido, sentia que iria explodir a qualquer momento. jared, excitado novamente, estava no seu limite e a cada estocada mais funda não se controlava mais. Jensen estocou bem fundo e ao sentir as contrações do moreno, explodiu dentro do amado. Atingiram o ápice juntos,exaustos e ofegantes.

- Eu te amo Jensen... Te amo meu amor

-voce é meu pra sempre.

Permaneceram assim por longo minutos. Abraçados, apenas beijando-se. Jensen ainda mantinha-se dentro do corpo sob o seu. Entrelaçados, apenas sentiam o bater de seus corações acelerados. Beijando-se com paixão, iam diminuindo os beijos, trocando selinhos.

-jay..porque nao me disse que era virgem?

-eu nao tive coragem.

-por que?

-porque te amo jen,porque voce é aprimeira pessoa que eu fala essas palavra 

-Você é um pedaço de mim  Jay segurou uma das mãos do moreno cruzando entre as suas-Você nunca mais vai me afastar de você, entendeu .disse e alcançou o violao e coomecou a cantar olhando jared nos olhos.-desnudo ,bajo la luna de abriPerfecta,si yo pudiera elegir
Me guardaría solo ese momento
Como el mas puro de los sentimientos
Que llegue a sentir por ti
Cuando empezaba a recorrer tu cuerpo
Y nos hacíamos mil juramentos

o dia amanheceu ensolarado os dois continuava a nomorar mais desta vez em silencio.nada mais importava pro dois amantes,o que eles mais queria eram continuar ali pro resto da vida.

-jen...nos temos que ir.disse jared enquanto jensen beijava seu pescoço.

-por que?hum?

-jen...nao...nao faz isso

-isso o que?

-nao me beije desse jeito.

mai jensen nao deu muito ouvido, começou a beija seu pescoço o chupando firme e delicadamente.ja estavam vestido da cintura pra baixo,jensen subiu em cima de jared e o beijou com paixao.jared por sua vez apertava as coisa do loirinho que gemia entre os beijo.

jensen foi descendo ate o mamilo do moreno

mordiscou de leve,chupou,lambeu,sugou e logo foi pro outro mamilo.

-jen...

jensen foi descendo para o umbigo do moreno e passou a lingua sensualmente por dentro,sem parar os movimentos abriu a calça do moreno e foi abaixando lentamente sem romper o contato visual.

assim que deixou jared nu,jensen voltou a beija-lo e jared respondia todas as caricias do loiro.

-jen...isso nao é justo.

-oque nao é justo?

-voce ainda esta de calça.disse tentando abri a calca do loiro.

-entao me deixe corregi este terrivel erro.disse se levantando e abrindo a calça sensualmente.-nao quero que nada estraga eu sentir sua pele na minha.disse e voltou abeija-lo.

jared nun movimento rapido ficou emcima do loiro e começou a  se esfregar nele.

-jay...para de mim...torturar

jared lentamente se posicionou no membro do loiro e foi descendo com cuidado.jensen nao era nada pequeno e jared fazia tudo sem romper o contato visual.

jensen achou que iria gozar a qualquer momento.ver jared descendo daquele jeito sensual nao resistiu e puxou para um beijo apixonado gemeram entre o bejo quando sentiu se completamente dentro do moreno .

logo o moreno começou a se mover, ainda beijando jensen que o segurava pela cintura.levantou-se para olhar melhor o loiro, sorriu,jensen estava vermelho com a boca entreaberta.

jensen olhava nos olhos e sorria abeetamente gemeu quando o moreno se mover de um lado pra outro.

-nao me torture mais jay.por favor

jared o beijou e começou a rebolar emcima do loiro que gemia sem parar.

 -jay...ahhh...isso...mais...rapido...jay...ohh...

-jen...oohh...jen...te quero...pra sempre...jen..."Jensen... Jen... Jensen..." Jared falava sem parar, aproveitando tudo que podia daquele momento tão especial.

Ah... jensen..." jaredse mexia com mais rapidez e com mais força até que começou a cavalgar literalmente em cima do loiro, que agora o segurava com força, ajudando-o nos movimentos.

Jensen começou então a massagear jared, que gozou forte em seguida. O loiro sentindo aquela pressão pulsante em seu membro, gozou fortimente dentro do moreno.

 -Eu não te machuquei?" Jensen foi o primeiro a falar, depois de recuperar o folego

-Claro que não, jensen. Jared falou debruçando sobre o peito do loiro e acariciando seu rosto, sorrindo. -Foi muito bom... e você, como está?

-bem!eu amei sentir voce dentro de mim

Depois, ficaram um tempo se olhando, e era Definitivamente, aquele momento nao precisava de palavras.

Oh y ahora necesito tu respiración
Y el beso de tu piel para mi soledad
Decirte que me duele tanto el corazón
Desde que tu no estás
Quiero volver atrás
A decirte que mi vida no es la misma sin tu amor
No soy el mismo
Sin tu amo

 

 

 

 
 
 

Notas Finais


comentem por favorzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...