História Testemunha do amor - Capítulo 72


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Tags Padackles, Romance
Visualizações 60
Palavras 1.676
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Slash
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um capitulo minha gente...boa leitura.

Capítulo 72 - Continuamos a fazer amor.


Fanfic / Fanfiction Testemunha do amor - Capítulo 72 - Continuamos a fazer amor.

os dois voltaram pro apartamento de jensen com sorriso bobo no rosto estavam tao feliz.jensen nao sabia o que fazer com tanta felicidade e jared com coseguia dizer o que o amava.

-obrigado jen.

-pelo quer.disse o abraçando por tra

-por existe na minha vida.

-entao estamos empatados.disse o virando pra si e o beijando.

-jen nos passamos uma noite e quase um dia todo fazendo amor.

-eu sei jay!mais é que voce é delicioso de mais pra so uma noite e um dia.

-voce tambem!mais agora temos que ligar pro seu pai.

-estraga prazer.disse indo pro quarto.

roger depois que jensen lhe entregou acarta,ficou muito chocado com o que tinha descobrido.nao podia contar ainda tinha que ter ceteza e buscar mais informaçoes.quando o dia amanheceu voltou a lê a carta e re-lê novamente pra ver se nao deixou passar nada.quando estava preste a sair o telefoone tocou.

-alo!

-pai!tudo bem.

-nossa ate que enfim deu noticia.disse rindo .-eu pensei que o jared tivesse comido ate sua lingua

-pai!

-brincadeira

-o senhor descobriu algo?

-nao muito!vou investigar mais

-oque descobriu?

-nada de muito interresante

-pai!

-jjensen quando eu estiver certeza te ligo 

-ta bom.

-beijos filho.

-beijo pai.

depois de desligar o telefone jensen preparou um cafe da manha reforçado e levou ate o quarto.

-nossa jen!assim eu vou engorda

-depois eu te ajudo a queima caloria.

      quinze minutos depois...

-te amo jen...

Sussurrou à última frase sendo agarrado pela cintura, sentido as mãos fortes do seu loiro o segurarem com precisão. Inebriava-se com os beijos e mordidinhas que sentia em seu pescoço gemendo em desejo quando uma das mãos que o apertava desceu às suas nádegas, apertando firme o músculo torneado.

— Sempre vou ser seu! Sempre... 

— jensen . Sou apenas seu! 

O membro de ambos totalmente despertos, roçava um no outro apesar de jensen estavestido.

— Eu quero você! Quero agora! jared

Ergueu levemente a cabeça sussurrando no ouvido do amado 

— jensen  quero você! Preciso de você! Faça amor comigo!

O loiro gemeu em respostando ainda mais a pegada àquele corpo tão seu. Beijou-lhe novamente, erguendo-o depois em seus braços fortes.

— jensen voce me trata como  uma garota.disse rindo

— Errado, meu anjo-te trato como o homem sensível e delicado que é. Nunca tratei outra pessoa assim, principalmente qualquer uma das garotas que eu saí.

O moreno sorriu satisfeito com a resposta. jensen Tinha apenas encontros e transas casuais.

—Eu adoro essa cama! Que gostosa!

Gemeu rouco ao sentir o loiro sobre suas costas, também despido. O membro dele escorreu entre o vão de suas nádegas.

— O que foi jared! Algum problema? Hum?

Sussurrou a pergunta no ouvido do garoto enquanto seu quadril erguia e descia, aumentando a pressão com o corpo desejado.

— Ah! Ah! jen...

— Isso não é nada em comparação ao que vou fazer com você girafa!

Pegou um frasco de lubrificante sobre um dos criados mudos, lambuzando rapidamente seus dedos. Tinha urgência.

— AH!

jared gritou ao sentir um dedo penetrar-lhe rapidamente.

— Sinto muito jay! Desculpe-me!

Afoito, penetrou o dedo na entrada do mais jovem esquecendo-se de ser gentil.

— Pronto girafa! Agora vai ficar melhor!

Seu dedo ia e vinha lentamente. E nesse mesmo ritmo, acrescentou o segundo e o terceiro dedo. Movimentava-o naquele interior quente e apertado enquanto seus lábios escorregavam pela nuca e ombros do moreno distribuindo beijos molhados, sussurrando-lhe palavras de lindas em seu ouvido.

— Acha que já está pronto para mim, meu jay? Acha?

— jee... jensen...

— jay! Quero está bem fundo dentro de você! Você quer jay? Diz! Quer que eu esteja bem fundo dentro de você? Quer que eu o possua forte? Hum?

— jen Eu te amo menino lindo!

Ergueu o corpo pegando dois dos seis travesseiros macios e brancos sobre a cama. Apoio-os em baixo do quadril de jared deixando suas nádegas ainda mais empinadas.colocando alguns travesseiro embaixo do moreno.nao queria apenas possui-lo,quria ama-lo.

— Ah! jay! Ah!

— Eu te amo tanto! TANTO! AH!

— Calma jay! Estou quase lá!

Ao penetrar completamente o corpo do moreno. jensen colou o abdômen sobre as costas largas de músculos trabalhados. Suas mãos enlaçaram as dele e suas pernas repousaram sobre a cama, encaixando-se entre as do moreno. Tinha-o completamente a mercê.

— jean!

— Grita jay! Grita!

Empurrava-se completamente adentrando o outro com força e pressão. Estocava-o firme e forte, rápido e profundo, preparara-o para isso. Queria se "fundir" a ele, queria mostrar-lhe que era o único que realmente o amava, o queria e daria aquilo que nenhum outro poderia dá. E se por ventura houvesse alguma dúvida nos pensamentos do amado sobre seus sentimentos por ele, nessa noite elas iam se esvair porque o amaria com devoção, amor e intensidade. Levá-lo-ia à exaustão.

— Hum! Hum! jen..

Ainda gritava, mas os sons expelidos porseus lábios saiam em forma de sussurro. Mordia forte um dos travesseiros estancando os gritos que não conseguia conter. Aquele loiro sempre o enlouquecia quando o tinha nos braços.

— Amo... Amo você! Tanto! jen... jensen...jen...

-voce é meu...jay...meu amado...minha vida..

Queria se declarar, rasgar todo sentimento em fim libertado.

— jensen! A... Amor... Vou... Ah! Ah!

— Segura... — Respirou fundo para conseguir falar. — Segura... Só mais um pouco... queridor! Vamos gozar... Juntos!

— jensen! criança!

— Quase lá! girafa...

O ápice se aproximava. Respirações e vozes descompassadas, mãos se apertando ainda mais uma na outra e o quadril do loirosubia e descia em um ritmo frenético.

— AH! AH!

Ambos gritavam enquanto seus líquidos  jorravam com força, manchando os lençóis, sujando seus corpos, misturando o gozo ao calor que banhava suas peles quentes e ainda sedentas.

—Você está bem? jared?

Perguntou preocupado ao sentir o moreno esparamado completamente sobre a cama.-Pelo amor de Deus criatura! Fala comigo! Desesperou-se.

O moreno ergueu o rosto do travesseiro e inclinando-o em direção ao outro rosto que o olhava preocupado, sussurrou devagar:

— Eu te amo jensen ross ackles! Não podia está melhor do que estou agora.

— jared...

Beijou-o enquanto lentamente se retirava do seu interior, sorrindo quando jared fechou os olhos e suspirou em desaprovação.

— Vem, girafa! Sei do que nós dois precisamos

Levou-o ao chuveiro e juntos deixaram que a água morna levasse os resquícios do ato de amor mais uma vez consumado. Ao desliga-lo, jared achou que podia comer algo. Estava enganado. Foi tomado novamente nos braços e levado mais uma vez para cama. jensen o encarou falando com a voz sensual:

— Você precisa de uma massagem relaxante jay!

Pegou um pequeno frasco guardado dentro do roupao.

— jensen! Não acredito! Você vai me fazer uma massagem? — Perguntou sorridente.

— Qual o problema? Não posso massagear o corpo do meu jay?

— Você está diferente! — jared comentou pensativo.

— Você me fez diferente jay! Depois de tudo o que passou, depois de tudo o que aguentou calado, sem falar de minha incompreensão. Você escolheu voltar para mim, escolheu... — O jovem pôs dois dedos nos lábios do loiro impedindo-o de continuar

— Sempre vou voltar para você criança. Eu te amo!

Nada respondeu diante da declaração. Lentamente, deitou o moreno antes sentado na grande cama e abriu o frasco contendo um óleo cremoso e perfumado cuja fragrância lembrava flores do campo. untou suas mãos com o líquido iniciando uma massagem lenta e gradual no mais alto desde o tornozelo. jared suspirava e fechava os olhos. Era incrível como aquelas mãos  mexiam com sua sanidade.

— Ah! Que gostoso!

— Está gostoso jay? Vai ficar ainda melhor!

Suas hábeis mãos iam subindo trabalhando em cada músculo torneado do garoto, sentindo cada cicatriz, cada pequena marquinha que mesmo existindo, devido à vida perigosa de caçadas, não roubava a beleza e maciez daquele corpo tão seu.

— jen! Amor!

— Relaxa jared!

O que mais poderia resultar daquele simples gesto? Quinze minutos depois o loiro  envolveu o moreno com o seu braços e entre beijos, carinhos e mãos deslizantes sobre a pele enaltecida pelo óleo mineral, jensen o possuiu novamente, mas dessa vez ambos olhavam-se nos olhos em uma troca mútua de beijos cheios de luxúria.

-o que voce tem jen?

-Nada! Apenas me beije!disse apos recupera o folego.

-nao esquece voce tem que ir encontrar seu pai.

-infeslmente!

-entao vai tomar um banho.

-vem comigo?

-eu nao consigo sentir minhas pernas crianças.diss rindo.-mais quem sabe mais tarde? hum?

-tudo bem!mais tarde eu vou cobra.disse levantando da cama e indo pro chuveiro.

depois do banho se vestiu socialmente,tinha uma reuniao com o advogado de kit.marcaram de ser encontrar antes de ir a delegacia onde se encontaria com seu pai.

jared o acompanhou ate a porta se abraçaram fortemente,nao sabiam porque mais as lagrimas cairam no rosto de ambos.

-ate mais tarde jay.disse soltando do abraço e dando um longo selinho

-ate meu amor.disse o puxando e beijando com paixão deixando o loiro sem folego.

-agora pode ir.disse rindo com corvinhas.

-ha?

-voce pode ir agora.

-claro!eu tenho um compromisso com..com

-o advogado do kit!

-isso!ta vendo o que voce faz comigo.

-o mesmo que voce comigo.disse indo em direçao ao quarto.

-jay! jensen o chamou com urgencia.

-fala amor.disse virando pra jenssen

-jay eu...eu..te.."merda jensen fala logo,porque tem que ser tao dificil pronuncia isso.qual é jenssen o homem estar te olhando e sorrindo do jeito que voce gosta jeito corvinhas.e agora ele ta chegando bem perto meu coraçao vai sair pela boca e "jensen nao terminou o pensamento jared o puxou para mais um beijo forte e dessesperador,logo passou a pequenos selinho e acordou com o rosca de labios.

-eu sei...eu tambem te amo muito.disse jared ao solta dos braços do amado.

jensen sorriu então jared sabia que ele o amava tanto quanto ele.

-eu tenho que ir agora.disse dando um rapido selinho em jared e abrindo a porta.-ate mais a noite baby.disse piscando e fechando a porta.

Eu quero todo seu amor, o seu amor
esse presente é todo meu, você e eu
Você é tudo que eu quis
Só com você eu sou feliz
o teu amor faz bem pra mim Eu quero todo o seu amor, o seu amor
esse presente e todo seu,você e eu
É muito mais do que esperei
você é tudo que sonhei pra vida inteira
até o fim.
meu amor,meu amor.... há meu amor

 

 

Notas Finais


o que estao achando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...