História Teu olhar - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Banda Fly (Fly Br)
Personagens Paulo Castagnoli, Personagens Originais
Visualizações 18
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


......................

Capítulo 10 - Amigos q se pegam?


Sophia P.O.V

- Oi Bianca. - Paulo falou sorrindo. Ela ia começar a falar mas o Paulo a interrompeu. - Então tenho que ajudar a Sô, depois a gente conversa. - Ele disse passando a mão pela minha cintura e eu passei um braço por seu pescoço. Ela me olhou com uma cara de nojo e eu dei um sorriso falso pra ela.

- Então, tá, até depois. - Ela disse e saiu andando.

- Se eu fosse você ficaria longe dela. - Comentei enquanto andávamos até onde os carros estavam estacionados.

- Vocês já se conhecem? - Ele perguntou.

- Sim, ela é da minha faculdade e digamos que todos os homens de lá já ficaram com ela, menos o Gui e o Léo porque eu não deixei, e bom ela odeia a gente. - Disse rindo e o Paulo arregalou os olhos.

- Sério? - Ele falou e eu assenti. E caminhamos em silêncio até o carro. A chave do meu carro estava com a Mel, então eu enviei uma mensagem pra ela explicando o que aconteceu e que o Paulo me levaria pra casa e que quando eles fossem embora era pra eles irem no meu carro.

Paulo me ajudou a entrar no carro dele, meu joelho estava doendo muito e eu não estava conseguindo dobrar. Chegamos rápido e o ele estacionou dentro do prédio na vaga de visitantes, e subimos de elevador até meu andar. Deixei o Paulo na sala e fui mancando até meu quarto, fechei a porta, peguei uma toalha e fui pro banheiro.

Tomei um banho, e os arranhões arderam mais ainda, sai e coloquei um vestido branco soltinho que ia até na cocha. Penteei meu cabelo e fiz um coque frouxo, calcei meu chinelo peguei meu celular e meu notebook e fui lá pra baixo e o Paulo estava vendo televisão e eu me sentei do lado dele com o notebook no colo.

- Obrigada por me ajudar. - Falei e peguei meu celular que estava com várias notificações do instagram e twitter. Abri o instagram e fui ler os comentários da foto que o Paulo havia postado ontem, e só tinha comentários negativos e me xingando, tinha alguns que até mandavam eu morrer. - Paulo apaga aquela foto, por favor.

- Por que? - Ele perguntou pegando o celular e olhou os comentários. - Olha não liga pra isso. - Ele falou digitando algumas coisas e apagou a foto. Não iria adiantar nada apagar aquela foto, todo mundo já viu mas mesmo assim. Entrei no twitter e fui no perfil do Paulo.

" Poxa gente, vamos respeitar os outros ... A Sophia é minha amiga e merece respeito como todas vocês ... "

" Ela nunca fez nada disso com nenhuma de vocês então por favor né. " 

Obrigada por me defender, mas não precisava. - Falei e ele me olhou.

- Precisava sim. - Ele disse sorrindo.

Liguei meu notebook e logo meu pai já me chamou pra uma chamada de vídeo, ficamos conversando e eu apresentei o Paulo pra ele. Eles se deram muito bem e até ficaram conversando entre si. Meu pai disse pra gente ir lá em algum fim de semana e eu disse que assim que desse a gente ia. 

Depois de muito tempo conversando com ele, nos despedimos e os meninos logo chegaram e disseram que tinham que ir embora e eu fiquei meio triste porque a companhia do Paulo era boa. As meninas já tinham se despedido deles e eu fui até a porta. Abracei o Caíque e o Nathan e depois abracei o Paulo.

- Vai ter show semana que vem, aqui em São Paulo ... querem ir? - Ele pergunta ainda me abraçando.

- Claro. - Falei sorrindo. Ele me soltou me dando um beijo na bochecha.

- E depois a gente combina o dia que vamos pro Rio ok? - Eu falei e ele assente. 

Eles entraram no elevador e eu fechei a porta. 

- Apaixonou. - Manu falou rindo.

- Ta louca? - Falei rindo. - Ele é meu amigo.

- Aham, amigos que se pegam .. - Mel falou.

- A gente não se pega. - Revirei os olhos e fui pro meu quarto.

Comecei a terminar de fazer alguns trabalhos que tinha que entregar amanhã, essa semana seria longa e eu não vejo a hora de sábado chegar pra encontrar o Paulo.


Notas Finais


..............


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...