1. Spirit Fanfics >
  2. Texto em Dedicação as Trans >
  3. Pequeno Texto Sobre

História Texto em Dedicação as Trans - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Pequeno Texto Sobre


Certo dia me peguei pensando, qual a sensação de morrer. Será que é igual antes de eu ter nascido. Um vazio sem memórias, ou em um plano espiritual será um vazio cheio de memória?

Várias incógnitas vagam em minha mente: se sou corajoso demais por não ter medo da morte, sensato demais por ver que a vida não tem sentido, ou apenas um covarde que não aceita não ser eterno.

Não sei bem qual é o sentido da vida, não quero ser o chato que diz: "não há um sentido", mas é muito estranho pensar que precisamos aproveitar esse tempo finito. Enfim, não quero julgar ninguém, mas pra mim tudo não passa de memórias. Se eu escrever agora que estou feliz, mas feliz pra caralho, eu leria isso daqui a anos e pensaria: "hmmm mas eu estava feliz" SIM ESSA É UMA REAÇÃO SUPER NORMAL.

Mas sinceramente, não consigo crer que nossa existência possuí sentido, só imagino que por inúmeras coincidências passamos a existir, mas isso não significa que precisamos viver depressivos, pra mim é o contrário: já que o tempo é curto, vamos ver as melhores coisas.

Pra mim a vida é pra ser aproveitada, e na teoria era pra ser boa, porém na prática não é bem assim. Eu tenho minha opinião formada sobre isso, e o porque da vida ser tão ruim: digamos que só existem dois lados, um certo, outro errado. Você sempre vai querer estar do certo, já que ninguém quer estar no errado. Essa teoria é simples, e bem óbvia. Mas quando se trata de humanos, nem sempre o 2 2=4. Uma hora de tanto querer estar no "certo" você passará a ter vergonha do que é, e isso afetará sua autoestima, quando chegar a esse ponto fará de tudo pra se moldar no que acredita ser o certo, que sempre é imposto por terceiros. Quando isso acontecer, você estará tão abalado, que verá os iguais a você como "errados", e em vez de empatia, sentirá frustração. E por serem parecidos, você se afastará com medo que as pessoas a sua volta os vejam juntos, percebendo que são iguais, e assim tirando de seu pedestal. Encantado você é normal, e padrão possuí seus pequenos privilégios, que embora pareçam "direitos", sim, são privilégios. Tal quais os dão o direito de julgar as pessoas, mesmo que não faça diferença em sua vida, é necessário dar a opinião, pra reforçar que é diferente, e não compactua com tal dogma.

Eu acredito fielmente que a maioria das pessoas não são quem realmente queriam, e sim apenas tem medo de se mostrarem os diferentes, e assim perderem os seus privilégios. Enfim, só isso!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...