História Textos - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 5
Palavras 373
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Qual é a cor do amor?


Fanfic / Fanfiction Textos - Capítulo 7 - Qual é a cor do amor?

Quem pode dizer a maneira certa de amar? Quem fez as regras do que é permitido ou não?

 Meu amor, esse mundo não foi feito para nós. Vamos fugir ? Aonde eu for contigo estarei feliz.

Meu amor, não quis te contar mas estou vindo da minha cidade natal e ouvi dizer que estão matando pessoas como nós. Sirenes e alarmes por todas as partes nos denunciam. Reconhecemos a liberdade das outras pessoas como sempre mas eles não, talvez, coisas desse tipo definem o mundo caótico em que vivemos. Então, que tal fugir para algum planeta paralelo a este?

Ouvi dizer que estão matando pessoas como nós que sentiram o amor, antes de sentirem o mundo. Talvez se eu tivesse escutado o universo estaríamos longe agora. O erro pode ter sido meu.

Eu coloquei meu ouvido no seu peito e escutei a voz que não cansava de sussurrar: abomináveis. Nem seu jeito de consertar um erro é tão terrível assim.

Ontem eu tive vontade de chorar de novo, porque as ruas à noite são tão seguras quanto a sua casa.

Porque os homens continuam sendo maus com a ideia de que o inferno arde mais do que o sol do sertão. Porque a minha ou a sua existência não anulariam a vergonha de uma verdadeira "criação" imperfeita. Eu não queria chegar ao ponto de ter que acreditar que a minha morte daria algum poder mártir a lutas como a nossa.

Ouvi dizer que estão matando pessoas como nós. Que quem eu amava já tinha sido escolhido socialmente e a minha cor determinava até aonde eu poderia chegar.

A minha cor é de amor e meu amor é livre.

Acho que invadiram meu abrigo e estou indefeso. Fique aonde  está e se proteja, meu amor. Porque a felicidade segue teus passos e eu a consigo enxergar sempre que te vejo. Você replandece em qualquer ambiente, mesmo onde os maus habitam. A nossa fuga você agenda para outras vidas, porque eu irei te encontrar.

A paz não poderia ser tão inalcançável assim, já que sempre carrego o amor, transbordo, distribuo e o faço sem esperanças de reciprocidade. Faço tudo por PAZ e enquanto nada muda, faço das tuas lembranças minha morada e da minha morte tua força para seguir.


Notas Finais


Não tenha medo de ser quem você é :) seja fiel ao que sente e lute por seus ideais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...