História Thank you - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Drama, Romance
Visualizações 12
Palavras 1.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Tudo bem? Desculpa a demora ando meio enrolada com tudo o que está acontecendo na minha vida.
Mas espero que gostem do capítulo.

Capítulo 2 - Body shot


Observei minha roupa no espelho do meu quarto, indecisa se iria com ela ou com outra. Eu usava uma saia preta curta de couro com uma blusinha, também preta, transparente e embaixo um sutiã de renda e calçada com um coturno preto. 

 

Pendi a cabeça para o lado achando que estava faltando alguma coisa, olhei para a minha penteadeira e fui até ela procurando uma argola. 

 

- Alexia, anda, só falta você para irmos. - Ali falou rolando na cama e choramingando e por fim deu um suspiro alto.

 

- Aí Ali, se você me ajudasse a achar meu brinco eu já estaria pronta. Cadê a Lana?  - perguntei enquanto revirava minha gaveta procurando o brinco.

 

- Ela foi lá para baixo comer antes de irmos. - concordei e soltei uns pulinhos de alegria quando achei minha argola. Coloquei-a e dei uma última checada no espelho, eu estava muito gostosa e não era convencimento.

 

- Tô pronta. Vamos! - Ali soltou um gritinho de animação quando me ouviu dizer isso e se levantou correndo da minha cama pronta para descer e ir para a sala, onde os outros estavam nos esperando.

 

Alisson era bonita, na verdade bem bonita. Seu cabelo era um tom de castanho claro e que quase estava batendo na sua bunda - e que bunda viu -, seus olhos acinzentados a deixava mais bonita ainda, fazendo um contraste com a sua pele morena. Ela usava um vestido vermelho curto que realçava o seu corpo, que era de dar inveja - junto com um salto preto. 

 

Descemos as escadas da casa indo para a cozinha, onde Justin e Ryan viravam uma dose de vodca pura enquanto Alana estava incentivando eles soltando gritinhos de apoio. 

 

Vi os dois baterem os copos na bancada fazendo uma careta e logo em seguida eles se entreolharam e bateram as mãos. 

 

- Ok, já acabaram o show? - Alisson, já impaciente, falou pegando um pedaço pequeno da pizza e a chave do carro indo em direção a garagem.

 

[•••] 

 

Acordei. Não muito bem mas eu acordei e isso já era o suficiente depois de uma noite como ontem.  

 

Sentei na cama e respirei fundo tentando lembrar de alguma cena da noite passada mas com a dor de cabeça que estava ia ser algo impossível. Olhei para o lado esquerdo da cama e Alisson dormia profundamente. Levantei da cama e na minha primeira pisada no chão a dor de cabeça veio com tudo, me xinguei mentalmente por ter bebido muito e usado droga. 

 

Saí do meu quarto e fechei a porta, desci as escadas lentamente passei pela sala e Ryan dormia largado no sofá.

 

"Ryan virou mais uma dose de tequila para dentro e veio em minha direção chupou meu pescoço junto com o sal que estava lá e subiu a sua boca devagar até chegar na minha onde pegou o pedaço de limão e o chupou. 

 

Estávamos fazendo o body shot. 

 

Jogou o resto do limão no chão colocando suas mãos na minha cintura me puxando para mais perto dele, estávamos com um total zero de espaço entre nós, olhei para ele e dei uma leve risada colocando meus braços em volta do seu pescoço puxando seu rosto para perto do meu, passei minhas unhas arranhando seu pescoço o sentido arrepiar. Ryan deu um aperto em minha cintura subindo sua mão até o meu cabelo, onde o pegou puxando forte aproximando sua boca da minha e finalmente me beijando. 

 

Ele me beijava no início de um jeito delicado descendo suas mãos até a minha cintura onde a apertava e fazendo leves carinhos com seus dedos, a partir do momento em que colocou a mão na minha bunda que começou a me beijar rápido. Apertou a minha bunda subindo uma mão até o meu cabelo puxando ele de novo, desci as minhas mãos do seu pescoço para o seu corpo as passando pelo braço parando em sua barriga, a arranhando levemente. 

 

Foi aí que por um instante eu abri os meus olhos e vi a cena de Justin com uma menina, e aquilo foi o meu fim."

 

Balancei a cabeça levemente tirando aqueles flashes da noite passada, me xinguei mentalmente por ter sido mais uma vez fraca ao ver Justin com outra. Não fazia o menor sentido aquilo, ele pouco se importava de me ver com outras pessoas, com o seu melhor amigo, e eu, mesmo assim, sofria vendo ele com outras.

Eu era fraca quando se tratava dele. 

E eu me odiava por isso, porque era como se fosse um limbo, eu não podia fazer nada para parar aquilo como também não tinha o direito de falar sobre. 

Fala sério, eu fiquei com o melhor amigo dele, e era sempre, eu não estava sobre boas condições de exigir alguma coisa dele. Afinal, eu era a bobinha da situação e ele nem sabia do que eu sentia por ele.

Me apoiei na bancada da cozinha, suspirando, peguei um copo que estava sobre ela e o enchendo de água, o bebendo devagarinho. 

Meu estômago roncava de fome, revirei os olhos para isso e fui caçar alguma coisa para comer. Andei até a geladeira abrindo e encarando ela até surgir algo que parecesse comestível. Acabei por pegar uma simples tigela com morangos e me sentei na banqueta de frente para a bancada. 

Peguei um morango observando ele, o girando em meus dedos, eu estava viajando no coitado do morango. 

- Sabe, eu só acho que isso é para comer não analisar.- Soltei um gritinho de susto ao perceber que Ali estava do meu lado já com uma xícara de café. 

- Porra garota, que susto. 

Ela riu se desculpando e se sentou ao meu lado. 

- Mas me conta, e você e o Ry hein? - Soltou um risada maldosa me empurrando de leve com o ombro.

- Aí, para com isso. Não tem nada haver viu, você sabe muito bem disso. 

Ela era a única que sabia sobre o Justin. 

- Bem não foi o que pareceu ontem a noite. - Dei de ombros rindo fraco e negando com a cabeça. 

- Bom dia amores da minha vida. - Me arrepiei ao ouvir aquela voz. - Quem te viu e quem te vê hein. - Ele falou olhando em minha direção com um ar malicioso. 

Apenas revirei os olhos e ri. 

É Justin, eu que te digo isso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...