História That friend - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho
Tags Coutinho, Futebol!, Neymar, Rússia, Selecao
Visualizações 283
Palavras 2.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoal boa noite, bom esta historia é um teste.
Talvez ela saia um pouco do cronograma da Copa, mais lembresse que é uma historia ficticia.
Em nenhum momento quero fazer que as pessoas citas sejam ridicularizadas.
A historia ainda não tem uma capa pore irei providencial uma até amanha, e irei postar tres capitulos seguidos.
Se gostar peço que me diga nos comentarios a baixo pois me ajuda muito a saber a opinião de voces, pois este tema e uma areia ainda inesplorada por mim, ja escrevi varias historias porem sobre este persinagem, e envovendo esportes.
Bom é isto
Boa leitura!

Capítulo 1 - Aquela amizade


Entrando novamente pelos portões da Granja Comary, passando novamente pelos mesmos seguranças chatos e fazendo novamente seus comentários idiotas sobre eu não machucar nossos craques e como sempre eu apenas rio e passo por ele.

Beyonce martelava nos meus ouvidos, já que meu humor de hoje era poder feminino, passei pelo refeitório que como sempre estava vazio e apenas com as senhoras que enchiam os réchauds, colocando as bebidas tudo para as muralhas que logo chegariam.

Passando pela sala do meu chefe, o único além de mim que estava ali naquela hora.

-Bom dia professor. Disse a Tite que sorriu para mim.

-Bom Dia Mariana, como foi seus dias de folga? Ele disse educado comigo.

-Foram ótimos, estrou totalmente pronta para os dias corridos. Disse sorrindo para o mesmo.

A copa na Russia finalmente tinha chegado, e não sei qual foi o dia que mais fiquei nervosa, se foi no dia da convocação dos times ou do amistoso.

“– Pelo amor de Deus Mariana para um minuto, a Maria já está começando a ficar agitada de novo. Aine minha melhor amiga e ex do meu melhor amigo falava enquanto eu andava de um lado para o outro.

- Você não entende Aine, que ela pode ser a primeira mulher a se tornar fisioterapeuta da seleção masculina? Philippe disse aparecendo da cozinha com uma garrafa de cerveja me entregando.

-Eu sei, mais calma amiga você vai conseguir. Aine disse sorrindo para mim.

-E você nanico não está ansioso não? Disse me virando para meu amigo.

-Primeiro, eu sou maior que você e segundo sim estou, mas ao contraria da senhorita eu sei me controlar. Ele disse me provocando e recebendo em troca uma almofadada no rosto.

- Vai começar. Disse Aine parando o que seria o início de uma provável guerra de almofadas.

- Boa note. O técnico Tite disse entrando ao vivo. - Nesta noite iremos informar o nome dos jogadores e a comissão técnica para a copa da Russia, Tite disse sério. – Vamos lá, Goleiros, Allisson Becker. Tite começou lentamente.

-Há fala sério Tite. Eu disse ainda mais nervosa.

-Philippe da um calmante para ela. Aine disse sorrindo para o ex marido.

Sempre achei interessante a relação dos dois, a mais ou menos um ano e meio os dois resolveram que iriam terminar o casamento de 5 anos, pelo o que eu entendi as ideias não batiam mais, e isto estava começando a se tornar briga e para não terminar mal eles decidiram junto que queriam terminar, mais pelo bem de Maria eles continuariam ser amigo.

Ele sempre saia com Maria e como eles eram tão amigos eles até dividiam seus novos relacionamentos, o que beirava o cômico já que Aine falava a verdade sobre os interesses de Philippe e ele os dela.

- Douglas Costa, Meia. Tite anunciou o primeiro meia fazendo Philippe pela primeira vez começar a ficar nervoso, eu Aine e Maria nos aproximamos dele, eu segurava um braço e a mao dele, Aine fazia o mesmo com a outra e Maria ficava no meio das pernas dele. – Paulinho Meia. Tite anunciou novamente.

-Vamos lá, vamos lá. Ele disse nervoso.

-Philippe Coutinho Meia.

Assim que o nome dele foi anunciado a sala explodiu em comemorações, ele para a surpresa de todos correu me dando um abraço primeiro me tirando do chão, e pude sentir o perfume do Coutinho, e nossa aquele perfume me levava a loucura, ele me colocou no chão com cuidado e pude ver cada detalhe de seu rosto, assim que nos separamos ele foi abraçar Maria enquanto Aine me dava mais um dos seus olhares irônicos.

-Não começa. Disse me aproximando dela.

-Comissão técnica. A voz de Tite fez todos nos voltarmos a tensão novamente. – Medicos, Renan Vieta. Ele anunciou primeiro os médicos enquanto minha mão suava, eu não conseguia me sentar precisava andar. - Fisioterapia. Minha respiração parou por alguns minutos. – Mariana Alvarez chefe terapeuta. O chão faltou e eu apenas consegui cai mais fui segurada por dois braços fortes.

-Parabéns. “

Um arrepio percorreu todo seu corpo, a voz roupa de Philippe me segurando em seus braços me fazia sentir coisas.

Ele era meu melhor amigo sim, mas isto não significava que eu não deixava de me sentir atraída por ele.

-Se concentra Mariana. Disse para mim mesmo, meus pensamentos impuros por Philippe poderia esperar até a hora que eu chegar em casa.

Hoje seria o primeiro treino dos jogadores, porem eu estava vindo aqui faz dias já, eu estudava todos os dias as lesões, condicionamento físico tudo.

“Bom dia amiga, estou com saudades de você, logo eu e Maria iremos aí para te visitar.

E já que nos amistosos vocês não aproveitaram a chance, que tal você e o Philippe pararem com a frescura e se pegarem de vez.

Bj de luz

Aine”

Revirei os olhos para Aine, eu não entendia qual o motivo de ela querer tanto me empurrar para Philippe, ele era apenas meu amigo, um amigo gostoso, lindo, com o sorriso mais lindo que já vi, cheiroso... Aí chega já estou perdendo o foco de novo.

Caminhei até minha sala, os auxiliares ainda não tinham chegado, eu fui até o banheiro colocar meu uniforme, era uma calça branca, e a camisa da delegação preta porem estava escrito fisioterapia.

Peguei meu crachá e coloquei no lugar, e me sentei na minha mesa pegando as fichas dos jogadores e marcando os que eu iria chamar primeiro. Já estava com saudade deles, não os via dês do ultimo jogo a 10 dias atrás.

----------------------------

Continuei na minha sala onde eu ouvi as vozes dos jogadores e meu telefone tocou anunciando que eu deveria sair para cumprimentar eles.

Subindo para o refeitório onde todos estavam, prendi meu cabelo em um rapo de cavalo apertado e entrei no lugar.

Os olhares se viraram para mim, enquanto eu adentrava e sentava do lado do professor Tite. Passando por uma das mesas vi Coutinho conversando com Neymar e Firmino.

-Nossa só se passou 10 dias e ela já está esnobando a gente. A voz de Neymar disse mais alta que o normal, me fazendo parar e virar para ele.

- Ola coisa abusada (apelido carinhoso que dei para ele) Como os dias de folgas? Disse me virando para ele e ficando atrás de Philippe.

- Ótimos. Ele disse sorrindo para mim.

-E você sorriso? Disse me virando para Firmino.

- Também obrigada. Ele com seu clássico sorriso.

-Você nem vou perder meu tempo perguntando. Disse me abaixando e olha Philippe nos olhos, recebendo seu clássico sorriso.

- Poderia perguntar se eu dormi bem? Ele disse ainda sorrindo.

-E dormiu?

-Não, você não estava lá comigo. Ele disse fazendo todos da mesa explodirem em risadas.

Eu e Philippe temos uma certa história de comedia pesada por assim disser, na maioria das vezes eu digo que ele não é um bom jogador, que é perneta, que perde gol que até faria, e ele faz comentários ridículos sobre nos dois em camas ou as vezes sobre eu ter uma mão de macho para fazer as massagens.

- Vai sonhando nanico. Disse dando um beijo no rosto dele e saindo da mesa e caminhando para a mesa da comissão técnica.

-Bom dia. Disse tomando minha pose de mulher seria, naquela mesa eu era vista como algo estranho, a maioria ali eram velhos machistas e não entendiam muito bem por que Tite tinha convocado uma mulher que era da equipe da seleção feminina sub 20, porem aquilo não me incomodava, apenas me fazia fazer meu trabalho ainda melhor para que eles pagassem a língua.

-Senhorita Alvarez, como foi estes dias de folga? Um velho qualquer da equipe medica disse meio irônico. – Fez muitas compras.

Eu revirei meus olhos para a pergunta, só faltava ele me perguntar se lavei louça e arrumei a casa.

-Na verdade não senhor, trabalhei sabe, e o senhor? Jogou muito golfe ou o senhor já não consegue mais erguer os tacos? Disse irônica fazendo Tite engasgar do meu lado.

-Pode ter certeza que meus tacos ainda levantam. O homem disse sarcástico. – Gostaria de ver algum dia? Nossa que velho nojento, e só de pensar nesta cena me dava nojo.

- Não muito obrigado, tenho certeza que seria triste, deprimente e patético, assim como o senhor. Disse me levantando da mesa e pegando uma maça saindo do lugar e indo até a minha sala. - Após o café da manha e da reunião com o professor preciso ver cada um de vocês. Disse antes de sair e ir para a minha sala.

“Está tudo bem?

Nanico Coutinho”

“Esta sim, preciso estudar algumas coisas só isto.

Mariana”

“Tudo bem qualquer coisa você sabe onde me encontrar, de noite vamos sair com os meninos?

Nanico Coutinho”

“Claro vamos sim! E pode deixar qualquer coisa você vai ser a segunda pessoa que vou procura

Marina”

“A segunda? Estou deveras chateado.

Nanico Coutinho”

“Claro Aine será a primeira, srsr

Mariana”

“Olha só que traição, mais tudo bem, estou aqui e mais tarde resolvemos para onde vamos.

Nanico Coutinho”

“OK, até daqui a pouco.

Marina”

E rindo caminhei até minha sala, falar com Philippe sempre me fazia bem, ele me ajudava, sabia exatamente o que falar e quando não tinha o que disse ele apenas me segurava nos seus braços.

Me lembro do dia que nos conhecemos, ele era tão engraçado, e foi amizade à primeira vista.

“Estava entrando no estádio do Barcelona, estava muito ansiosa.

Me sentei no camarote esperando para ver os jogadores, quando do meu lado apareceu uma menininha com um lindo sorriso.

-Oi. Disse olhando para ela que sorria para mim. – Como você se chama?

A menininha que pelo jeito não falava ainda me olhava sorrindo, eu tinha uma pipoca na mão e ela queria, eu peguei uma sem milho e dei para ela que sorriu ainda mais para mim.

-Você gosta de pipoca? Disse saindo da minha cadeira e me sentando no chão e foi aí que vi a camisa dela, estava “14 papai”. – Você é filha do Coutinho. Disse para a menininha que pareceu conhecer o nome por que sorriu ainda mais, e ela realmente a cara dele.

Eu sabia que Coutinho não iria jogar naquele dia, pois estava suspenso, nunca imaginei que iria conhece-lo pessoalmente.

Eu peguei a pequena e comecei a procurar o pai dela, porem a menininha era mais esperta e viu o pai dela primeiro.

-PAPA. Ela gritou fazendo o homem virar para a menina e sorrir aliviado, e uau ele era mais bonito pessoalmente, e que perfume era aquele? Mesmo longe eu conseguia sentir.

-Maria, graças a Deus. Ele disse a pegando dos meus braços- Muito obrigada moça.

-Tudo bem, estávamos comendo pipoca. Disse sorrindo para ele que retribuiu com o mesmo sorriso.

-Prazer Philippe Coutinho. Ele disse educado, e nossa além de bonito era educado e meu Deus que perfume era aquele?

-Prazer Mariana Alvarez. Respondi apertando sua mão.

-Espera Mariana Alvarez? Você quer disser a preparadora física da seleção sub 20 feminina? Ele disse me olhando curioso.

-Sim. Disse ficando um pouco envergonhada por ser reconhecida.

-Uau, você fez um trabalho incrível com elas, parabéns pelo título. Ele disse sorrindo ainda mais.

-Você assiste futebol feminino sub 20? Perguntei vendo Maria pedir mais pipoca e a dando o que ela queria.

-Com certeza, de lá vai sair as nossas estrelas do nosso país. Ele disse vendo Maria comer sua pipoca.

O hino da champions league começou anunciando que o jogo iria começar, voltei para a minha cadeira e Philippe se aproximou se sentando ao meu lado.

---------------------------------

O jogo terminou com uma vitória do Barcelona, nos fazendo comemorar.

- Bom foi um prazer te conhecer. Disse para Philippe e dando adeus para Maria.

-Você não quer ir tomar um sorvete? Ele disse meio sem jeito.

E assim fomos e dai nunca mais nos separamos”

Minha sala de espera estava lotada de marmanjos esperando para entrar, meus auxiliares faziam o básico enquanto eu começava a chamar para os outros exames.

- Menino abusado. Disse e vendo Neymar se levantar e vir para a sala.

Deixei Philippe por ultimo eu iria ter mais tempo com ele.

-Nanico vem. Disse já que ele era o último na sala.

-Então senhorita o que iremos fazer hoje? Philippe disse se sentando na maca.

-Vou te dar uns choques para o meu prazer. Disse vendo a cara de espanto dele. – Estou brincando é só um eletrocardiograma, tira a camisa. Disse vendo um sorriso maldoso se formar no rosto dele.

- Estou começando a gostar disso. Ele disse me puxando para mais próximo dele.

-Quer parar. Disse pegando os Eletrodos e colocando nele e começando a fazer o exame. – Para onde vocês querem ir? Perguntei olhando para ele.

- Não sei, vamos em uma boate sei lá. Ele respondeu sorrindo para mim e fazendo carrinho no meu braço.

-Tudo bem. Respondi terminando o exame. – Vem comigo. O levei até a esteira. – Vamos fazer alguns testes para ver se seu rendimento. Coloquei mais eletrodos nele e ele subiu na esteira. – Vamos começar com você correndo, vou aumentando a velocidade quando chegar ao seu máximo de velocidade só me disser para. Ele concordou comigo enquanto eu pegava o controle da esteira. – Vou começar. E pegando minha prancheta me aproximei dele enquanto ia aumentando a velocidade.

-Para. Ele disse assim que atingiu uma certa velocidade enquanto ele corria e eu preenchia na ficha dele.

-Estica bem as pernas, e o joelho. Disse o olhando correr. – Deu ou aguenta mais?

- Aguento. Disse ele concentrado.

-Certeza? Respondi, pois, eu conhecia as limitações dele.

-Deu. E eu parei a esteira porem não anotei o tempo.eu sabia o que ele tentando fazer. - E aí?

-Phillipe. Disse jogando a água para ele. – Eu sei que você está se desgastando por causa das dores do ultimo jogo, e eu te falo para com isto você vai estourar o joelho e acabar saindo da copa mais cedo. Respondi o fazendo se sentar.

Ele respirou fundo se sentando no banco que tinha na minha sala, enquanto eu me sentava do lado dele.

-Você é patético, mais tem que parar nanico. Disse o provocando e conseguindo finalmente o sorriso que eu tanto esperava. – Você é incrível e tem muito potencial, mais precisa para de se forçar assim, se você deslocar este joelho você vai acabar ficando meses fora de campo ta bom. Disse pegando a mão dele. – Eu vou te liberar, mais por favor, qualquer coisa me fala, temos um trato?

-Temos um trato. Ele disse tocando minha mão e me abraçando, ele era o melhor amigo que eu tinha conseguido, pena que as vezes só as vezes meu coração queria outra coisa.


Notas Finais


um beijo e um queijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...