História That Girl - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nico, Nina, Pedro, Ramiro, Simón
Tags Lutteo
Visualizações 392
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Tudo bem? Espero que gostem!
Boa leitura!

Capítulo 6 - Capítulo 6


  Matteo corresponde o beijo e coloca as mãos em minha cintura. Não acredito que o beijei.


         - Não Matteo, não podemos. Isso é um erro.

           Matteo - Não, Luna.

           - Acho melhor você ir embora.

           Matteo - Mas...

          - Matteo, por favor...


      Isso foi um erro, um grande erro. Não posso ficar com Matteo, a culpa foi toda minha. Não devia ter deixado ele ficar aqui. Fui uma idiota.

       Deixo as coisas em cima do balcão e corro até o quarto torcendo para que Matteo não tenha vindo atrás de mim, aliás, como ele entrou aqui? Âmbar deve ter dado a chave reserva para ele e preciso conversar urgentemente com ela sobre isso.

        Tranco a porta de novo e deito em minha cama, deixo as comidas de lado e tento dormir, mas não consigo. Após horas me revirando na cama e tentando pegar no sono, finalmente consigo.


                                  ***

         Acordo às 9h e Âmbar ainda não chegou. Penso na possibilidade de ir ao shopping de novo e comprar roupas, já que ontem não foi possível.

            Visto uma roupa simples e confortável, parece uma boa escolha para um domingo de compras. Desço em direção ao carro e dirijo até o shopping.

      O shopping está cheio de famílias, crianças e namorados andando de mãos dadas. Por um momento, imagino Matteo e eu assim enquanto tomo meu café depois de comprar várias roupas, hoje foi diferente. Não comprei tantas roupas pretas e tentei variar nas cores que escolhi, minha mãe já me criticou várias vezes por usar somente roupas pretas e acho que ela estava certa, posso usar o preto, com certeza, mas com moderação, claro.


         - Oi Luna, tudo bem? - ouço uma voz que me parece um pouco familiar e logo a reconheço. É Nico.

       - Oi, sim, e você? - falo enquanto beberico meu café.

        Nico - Estou bem também. Porque saiu da festa aquele dia?

         - Eu não estava me enturmando e estava cansada também.

        Nico - Bom, podemos marcar um dia para nos conhecer melhor! Um jantar ou cinema, talvez.

        - Claro.

     Nico - Preciso ir na faculdade sua e da Ámbar.

        - Bom, eu já iria ir pra lá.

        Nico - Vamos?

        - Vamos!


     Nico pega seu carro e eu o meu. Chegamos a faculdade e ele anda ao meu lado. Quando abro a porta vejo Ámbar, Matteo, Jim, Fernanda, Pedro e Ramiro na cama de Âmbar.

         Matteo olha para mim e para Nico depois com os olhos arregalados. Será que ele pensou que há algo entre Nico e eu?


          Nico - Eai, oque estavam fazendo de bom?

           Âmbar - Nada demais. E você e Luna?

           Nico - Nos encontramos no shopping.

        Fernanda - Olhem os pombinhos! - ela fala enquanto dá risada.

          Matteo - Ah, cala a boca.

       Fernanda - Vem calar! - Fernanda fala com um sorrisinho e Matteo se aproxima dela e a beija.


        Sinto meu estômago revirar enquanto olho a cena, e em seguida já estou saindo do quarto. Espero que não tenha sido estranho para eles, já que saí de uma forma inusitada e mal educada.

        Nunca fui assim, mas não poderia ficar lá vendo Matteo e Fernanda se agarrarem bem na minha frente. Matteo me faz sentir coisas que nunca senti antes, ciúmes. Talvez eu esteja sendo completamente idiota e possessiva, conheci Matteo há dois dias e já estou desse jeito.


      Volto para o quarto e todos já foram embora. Ámbar está em sua cama trocando de canal na TV quando me observa entrando.


        Ámbar - Achei que você fosse passar a manhã no shopping.

        - Bom, eu ia, mas depois resolvi voltar.

 Ámbar - Todos estranharam seu comportamento quando Matteo e Fernanda se beijaram. Você tem que ser mais discreta Luna, ou eles vão descobrir.

    - Eu sei, eu sei. Quando vi Matteo e Fernanda juntos eu... Desculpe por estar ocupando seu tempo falando dos meus problemas amorosos.

     Ámbar - Somos amigas, você sempre poderá contar comigo, Luna! Pode desabafar, estou aqui! - ela bate de leve na cama e me aproximo e sento ao seu lado.


      - Eu admito, fiquei com ciúmes e estou começando a ficar preucupada comigo mesma.

        Ámbar - Todo mundo tem ciúmes Luna, é normal.

      - Não Ámbar, para mim não é normal! A única vez que fiquei com ciúmes foi quando uma garotinha ia na minha casa e eu tinha 6 anos. Eu ficava morrendo de ciúmes da minha mãe.

     Ámbar - Uau, Luna! Você e o Matteo já transaram?

     - Não, não e não Ámbar. E nem quero! Como vou transar com ele se o conheço há apenas dois dias?

   Ámbar - Não tem nenhum problema! Fernanda transa com um cara diferente a cada semana.

         - Mas eu não sou Fernanda.

       Ámbar - Não é mesmo. Fernanda é atirada e irritante às vezes. Você é legal e mesmo que eu não te conheça muuuito bem sinto que posso contar com você sempre. É até estranho. - ela sorri e sorrio de volta. - Já conheceu Simón?

      - Sim, ele não é um psicopata e gosta de The Vampire Diaries. É uma boa pessoa. - dou uma risadinha e Ámbar também. - Ele estava discutindo com Matteo e acabei o conhecendo.

     Ámbar - Símon é bem legal e o pai também. Minha mãe e o pai dele ainda não se casaram, mas moram juntos. Vou te levar lá um dia desses.

       - Eu aceito! Você vai ir a alguma festa hoje?

      Ámbar - Hoje não. Só quero dormir e comer a tarde toda, você pode participar se quiser.

          - Você é das minhas.

        Ámbar - Tem amor pela comida também?

         - Sempre! - começamos a rir.


       Depois de conversarmos, deito na minha cama e passo a tarde inteira vendo filmes. Tomo banho e coloco um pijama de malha macia. Como sempre, penso em Matteo de novo.


     Matteo é misterioso, brincalhão, sério, sexy, extrovertido e chato, às vezes. Mas essas qualidades pareçem cair tão bem e é por essas qualidades e por outras que estou completamente apaixonada por Matteo.



Notas Finais


Luna finalmente assumiu seus sentimentos! Espero que tenham gostado!
Beijos e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...