História The 100 - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias The 100, Vikings
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Echo, Emori, Floki, Indra, Ivar, Jasper Jordan, John Murphy, Lagertha, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Maya Vie, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes, Roan
Tags Abby, Aspen, Bellamy, Bellamy Blake, Clarke, Clarke Griffen, Clexa, Finn, Finn Collins, Hada, Indra, Ivar, Jasper, Kane, Lexa, Madiosn Collins, Madison, Monty, Natblida, Night Blood, Octavia, Octavia Blake, Raven, Raven Rayes, The 100
Visualizações 28
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Sci-Fi, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capitulo 12


Madison

Nós havíamos andado a noite toda para o acampamento, Murphy ia na frente mostrando o caminho, mas Bellamy fazia com que ele ficasse perto, sempre havia alguém apontando uma arma para ele apenas para ter certeza que não fugiria, minhas pernas doíam pela caminha e eu conseguia sentir que a ferida na minha perna que estava quase curando havia voltado a sangrar.

Mesmo com tudo isso eu não conto a ninguém, especialmente Bellamy e Finn, eles queriam ter parado a alguns quilômetros para que eu pudesse descansar, mas eu não conseguia a ansiedade para ver Aspen era maior do que todas as dores, enquanto andávamos conseguia sentir o olhar de Bellamy, ele queria saber se estava bem, ele olhava para mim dos pés a cabeça para ter certeza, ele havia feito isso a manhã inteira.

Madison: Não se preocupe, eu te aviso antes de morrer de desidratação. - eu falo quando percebo seu olhar em mim.

Bellamy: Nós deveríamos ter parado lá atrás, você precisa descansar.

Madison: Eu estou bem. - ele apenas finge que não ouviu e se volta para Murphy.

Bellamy: Muito bem, para onde agora? - ele fala fazendo com que Murphy pare de andar e consequentemente o grupo inteiro.

Murphy: Que tal soltar isso aqui primeiro? - Murphy fala levantando as mãos para que Bellamy veja que estava se referindo as algemas.

Bellamy: Não.

Murphy: Se formos atacados aqui não terei como me defender.

Bellamy: Eu não me importo. - quando ele diz isso, Finn pega a chave e solta Murphy. - Ei, o que é isso? - Bellamy fala seguindo Finn.

Finn: Foi sua ideia traze-lo. - eu vou na mesma direção que eles.

Bellamy: Sim, porque ele é o unico que viu onde os terráqueos mantem os prisioneiros.

Finn: Então provavelmente não deveríamos deixá-los sem defesas aqui, nós podemos cuidar do Murphy. - ele fala indo mais rápido passando a nossa frente.

Murphy: Posso ter um arma agora? - Murphy fala ficando entre mim e Bellamy, eu apenas o empurro para frente fazendo com que mostre o caminho.

__________________________________

Depois de mais alguns minutos andando nos achamos a vila, para a minha surpresa não haviam terráqueos vestidos para nos matar, mas sim crianças, idosos e os poucos adultos que estavam lá estavam muito ocupados cuidando dos poucos animais no celeiro, a vila era pequena sua entrada era rodeada de folhas e eu podia escutar as crianças rindo em algum lugar.

Murphy: Eu falei que encontraria. - Murphy fala para mim, eu apenas pego o rifle em minha mão e olho pela mira da arma para a vila.

Madison: Eu apenas vejo terráqueos.

Bellamy: Nosso pessoal não está aqui. - Bellamy fala também olhando.

Finn: Espere um minuto. Eles tem coisas da nave.

Madison: Então talvez eles saibam onde nossos amigos estão.

Murphy: Ou talvez eles já os tenham matado.

Finn: Filho de uma mãe.

Madison: O que?

Finn: O caolho. - Finn fala apontando a arma para um dos terráqueos, eu sigo a direção de seus olhos e o encontro. - Em volta do seu pescoço. - eu paro por um segundo e então vejo.

Madison: O relógio da Clarke. É o relógio do pai dela.

Bellamy: Ela não o daria sem lutar.

Finn: Nós também não vamos. - eu observo os terráqueos por alguns minutos, e então me abaixo para que eles não possam me ver.

Madison: Tá bom, vocês vem comigo. - eu falo para Bellamy e Finn. - Vocês dois ficam aqui, fora de vista. - eu falo para Monroe e Starling. - So atirem quando preciso, mas não atirem no terráqueo com o relógio. Entenderam? - eles fazem que sim com a cabeça.

Bellamy: E Murphy? - eu olho para ele que ainda estava ao meu lado.

Murphy: Vou ganhar uma arma agora?

Madison: Alguma coisa do tipo. - eu falo o puxando pela camisa para que fosse para a direção que eu indiquei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...