História The Adoption - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Histórias Originais, Zayn Malik
Personagens Barbara Palvin, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Amor, Drama, Escolhas, Segredos
Visualizações 3
Palavras 646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


As vezes o amor não é o suficiente, e eu não sei o porquê.

Mas eu e você nascemos para morrer.

Não me faça triste, me faça rir.

E vamos ficar chapados.

Eu olhei diante os seus olhos e estava vendo o meu lugar preferido, o seu corpo nu se queimava com o meu e assim estávamos sendo a chama do nosso mundo enquanto o deles estava fodido. Você foi a arma apontada sobre a minha cabeça e sem medo de morrer, você poderia ter sido aquele tiro. Você veste um Jeans Azul e uma camiseta branca e em suas mãos há a chance da escolha.

Me lembro como se fosse ontem, você estava sobre os portões de uma mansão e eu queria que você se fode-se mas então eu queria ir contigo para o mesmo caminho, você virou meu laço e minha salvação.

De: Não sei que merda foi essa.

Para: Minha melhor memória de todos os dias.

– Eu acho que ele vai odiar ler isto. – Digo rindo –

– Por quê ele odiaria ler algo assim?

– Porquê as vezes me sinto como um Harlequim e você sabe o que é ser um?

– Não sei de fato, mas me diga. 

– Um Harlequim serve para ser um servo e ninguém se importa com o que somos além disso. – Digo virando um copo de caipirinha –

– Mas você não é uma, para ele você é o paraíso mesmo que seu mundo pareça um inferno e está na hora de ir. Você não pode controlar tudo.

– Eu sei disso e tens razão, se formos voar juntos ele dará o grande voo e eu estarei aqui para ser um fodida louca com ele criando o nosso mundo.

Minha companhia e eu nós levantamos enquanto deixo cair um aviso, eu preciso estar longe do meu amor mesmo querendo segurar suas mãos. Nascemos para estarmos juntos e separados, o que é irônico. Mas a sua pele em mim sempre será nossa tatuagem e o seu olhar sempre pra mim ira significar que tudo é nosso. O ódio me fez ama-lo e me sentir quem sou, e por quem eu devo morrer. Ele é um criminal e eu também sou. Seu toque é como provar Judas, Deus me perdoe mas o seu mal me faz bem, e eu queria ser sua rainha.

***

– Você precisa escolher como viver cara

– Eu sei cara! Eu só não quero fazer essa porra sem ela. – Digo socando a mesa –

– Bro a esqueça a sua vida é conosco e tu pode conseguir qualquer vadia, você tem todas.

– Ela não é vadia e se tu não calar a porra da boca, te enterro como se tu fosse um qualquer. – Digo ameaçando Khalil v

Um minuto para ter minha decisão e o mundo tem que ser nosso e se eles não quiserem, que virem meus inimigos e demonstrem suas melhores armas.

– O que tu decidiu? 

– Eu decidi que o mundo será nosso e isso incluí E L A e se vocês não querem, então mostrem suas melhores armas. – Digo me levantando –

– É a tua escolha bro, e nós estamos aqui mas apenas não foda com tudo de novo porquê essa é nossa última chance. – Disse Ryan firme –

– Que assim seja, aqui meus irmãos é o last day de um mundo para o início do nosso e cada gota de sangue não será perdida. E quando acabar só desejo mais um pecado e não quero perdão. – Digo virando whisky no meu copo –

Que os jogos comecem e que um mundo venha a mim. E o meu amor será dela, não posso jogar mais quando eu quero um casamento e toda essa merda que odiei. E cada um vai pagar pelo o mal que a fizeram. Se o mundo for um inferno, eu serei o diabo vivo e que todas as almas rezem para que o tempo da morte não batam em suas portas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...