História The Adventures of The Dream Team - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, RenJun
Tags Aventura, Nct, Nct Dream
Visualizações 10
Palavras 2.228
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoal, essa é a minha primeira fic, devo confessar que ficou meio curto o capitulo, mas prometo que vou aumentar nos proximos. Enfim, boa leitura e divirtam-se!

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction The Adventures of The Dream Team - Capítulo 1 - O começo

                                                                                     1- O começo              
                                                                                                    Jisung
 

Eu estava perdido em meus pensamentos enquanto viajamos no avião de volta a Coreia, fizemos 3 apresentações na China o que me deixou extremamente cansado, de repente sinto algo me tocar e me balançar, tiro os fones de ouvido e olho em busca de quem está me balançando

- Pollito! Pollito!

Pisco os olhos e vejo Mark me balançando, Mark é um dos meus melhores amigos. Mas quando se mora num dormitório com outros garotos é impossível não se tornar amigo deles.

Mark é alto e inteligente e faz rap muito bem, ele é canadense mas tem descendência coreana então o coreano dele é fluente, ele olha pra mim e pisca curiosamente

- Tá pensando no quê, Jisung?

Ah é esqueci de me apresentar meu nome é Jisung Park, tenho 16 anos e sou o membro mais novo do NCT, sou extremamente desastrado, sou bem paciente e muito tímido também. Olho Mark e pisco os olhos tentando voltar meus pensamentos pro momento onde estou.

- Ele tá assim desde o momento em que aquela fã veio e roubou um beijo dele

Me viro e vejo que Chenle fala e se debruça na poltrona ao lado da minha. Chenle era o meu outro melhor amigo, tínhamos a mesma idade apesar de ele ser mais velho que eu alguns meses. Chenle é chinês; seu coreano não é tão fluente igual ao de Mark, por isso ele anda com um tradutor por voz que deve ter custado muito dinheiro, mas isso não é problema pra família dele. A família Zhong é uma das famílias mais ricas da china, e Chenle é o herdeiro de tudo.

- Cala a boca Chenle - Olho Chenle rir com sua risada extremamente estridente que lembrava a voz de um golfinho sair pro outro lado

- Não fica assim Pollito - Mark senta na poltrona ao meu lado- acontece e provavelmente foi o seu primeiro beijo
            - não foi não! -fico com um pouco de raiva, mas a quem eu estava querendo enganar era obvio que aquele havia sido o meu primeiro beijo, eu tinha sido pego de surpresa, eu odiava tomar susto o que sempre me dá vontade de chorar, mas me controlei por que ficava mal eu chorar na frente de uma garota. Sou pego de surpresa novamente quando Mark me abraça. - Não precisa ficar assim, isso é algo da vida- Ele diz perto do meu ouvido, sorrio feliz por Mark não ter me julgado e logo ele sai e vai pro fundo do avião conversar com os outros garotos do NCT Dream.

Coloco novamente os meus fones, e volto a ouvir música, normalmente eu iria brincar com os meninos mas eu não estava no humor pra isso. No nosso dormitório alem de mim, Mark e Chenle viviam mais 4 garotos: Renjun, Haechan, Jeno e Jaemin.
Renjun era o mais delicado de nós. Ele tem uns traços bem bonitos e delicados, ele também é chinês, mas seu coreano é fluente, as vezes é como se fosse minha mãe principalmente na mania de cuidar da gente e ver se sempre estamos em perfeita saúde, Haechan é o mais bonito e galante da gente. O que me dava um pouco de raiva, por que ele sempre tem a atenção das meninas, já briguei algumas vezes com ele por isso mas ele não se importa e fica me mimando e falando que sou muito fofo com raiva. Que Saco! Preciso treinar até ficar com raiva! Jeno é o mais alto (estou quase mais alto que ele) ele possui um corpo forte e musculoso seu nariz é bem grande também, chamo ele de Pinocchio mentalmente mas não falo na cara dele porque confesso que ele me assusta um pouco.
Já Jaemin é o mais simpático na minha opinião ele ficou um tempo afastado para cuidar da saúde dele (ele teve um problema sério na coluna, o que impedia ele de dançar) ele é o mais baixo de nós e é o mais quieto, até mais que eu.
Eu olhava pela janela e ficava ali pensando comigo mesmo sobre o que estava mudando na minha vida. As coisas que eu sentia, as angustias as mudanças… era como se eu fosse um alienígena, eu sei que poderia conversar com Mark sobre isso mas isso era algo que me deixava envergonhado. Por isso eu focava meu tempo livre em RPGs, futebol e dança.
Mark e Haechan eram bem ocupados por que além do NCT Dream eles também era do NCT 127, outra sub-unit do NCT e Mark ainda fazia parte do NCT U, mais outra sub-unit. Às vezes eu sentia a falta de Mark, acho que esse foi um dos motivos de eu ter me aproximado mais do Chenle. Chenle era parceiro pra qualquer coisa, seja pra bagunça ou pra algo sério. As vezes ele chegava a ser extremamente arrogante e metido. Bom nunca percebi isso, deve ser pelo fato de eu ser meio lerdo… é o que os meninos falam, mas não sei porque sou no meu ritmo.
Eu estava tão agoniado e com medo do que os outros meninos diriam por isso decidi me isolar, sério que espécie de homem eu seria se ficasse com vontade de chorar toda a vez que uma garota me beijasse? olho pra trás e vejo Jeno e Chenle brincando de guerra de travesseiros, Renjun mexia em sua necessaire de remédios, Mark lia um gibi do Homem Aranha, Haechan devia estar no banheiro pois não o vejo e a porta do banheiro estava com a luz verde acesa o que indicava que estava ocupado e Jaemin estava mexendo no celular, viro pra janela e olho as nuvens, o que me dá muito sono e antes que eu perceba já estou dormindo.


- POLLITO!
Sou acordado mais uma vez, dessa vez quem me acorda é Renjun
- você está bem? Não tá passando mal né – Ele pergunta preocupado
- Eu tô bem Renjun – pego minha mochila no pé da poltrona
- você tava dormindo pesado, nem sentiu o avião pousar- ele diz ainda me olhando e desviando de Chenle que passa correndo
- Ainda não estou tão acostumado com fuso horário – digo me levantando e colocando a mochila nas costas
- Eu não sei você mas tudo o que eu quero é tomar um banho bem quente e assistir minha Netflix- diz Renjun dando espaço pra eu passar
- Eu só quero dormir mesmo – digo, por fim, torcendo pra conversa acabar ali.
Desço do avião com Renjun atrás de mim, olho ao redor no aeroporto e vejo nosso cuidador ali nos esperando. Agora o jeito é chegar em casa e dormir pra tentar esquecer o que aconteceu. Não que eu não tenha gostado mas como eu disse foi de surpresa e eu odeio surpresas. De verdade.

Quando acordo no outro dia já é quase meio dia.
Vou ao banheiro cuido da minha higiene pessoal e quando saio do meu quarto e vou em direção à cozinha vejo que ela está vazia, o que é bizarro por que normalmente Haechan e Mark estariam jogando videogame, provavelmente eles foram trabalhar com o NCT 127, o que devo confessar que deixava a casa vazia, apesar de ainda haver mais 5 pessoas ali.
Vou indo em direção a cozinha e vejo Jaemin ali tomando seu café.
- Onde tá todo o mundo? - pergunto.
- Renjun saiu com o Chenle e o Yuta, Jeno tá piscina e o Mark e Haechan foram pro estúdio.
- Ah entendi.
Yuta é um dos membros mais velhos do NCT, ele faz parte do NCT 127, ele é bem próximo da gente, assim como o Taeyong. Eles cuidam muito bem da gente, e meio que fazem o papel de pais pra gente, Renjun também tenta quando eles não por perto, mas as vezes Renjun é bem irritante com isso. Pego a garrafa de leite na geladeira, e o achocolatado e faço leite com muito chocolate, assim como gosto. Jaemin me olha mas logo desvia o olhar e volta a comer a maçã dele.
- Pollito – ele chama
- o que? - respondo
- eu vi que ontem no avião você estava no mundo da lua… e tenho quase certeza que não tem a ver com a garota do show. - ele me olha curioso esperando minha resposta.
Droga. Jaemin era mais esperto do que parecia, nem eu realmente sabia o que estava acontecendo, era um mix de emoções e sensações, e também a falta delas, as vezes essa rotina de idol me irritava, por que era escola, estúdio, treino de dança, viagens, shows, empresários, era a realização do meu sonho mas sei lá eu gostaria de viver a minha infância primeiro.
- Finalmente acordou Pollito – Jeno entra na cozinha sem camisa e todo molhado por ter saído da piscina, ele enxuga o cabelo e o corpo e se debruça no balcão – por que você tava tão quieto ontem?
Nossa até o Jeno havia percebido, não havia outro jeito. Eu tinha de contar.

                                                                                                      Mark

Eu sabia que havia algo de errado com o Jisung. Normalmente ele era quieto mas sempre que a gente estava junto ele parecia uma criança. Jisung é como um irmão mais novo pra mim, e gosto muito de conversar com ele, sobre qualquer assunto. Haechan também é um irmão mais novo pra mim assim como os outros meninos, mas Jisung realmente me lembra um irmão mais novo.
Olho pro lado na van e vejo Haechan jogando no celular, ele havia viciado num daqueles jogos de combinar doces, e ficava o dia inteiro nele, então não adiantava conversar com ele porque ele bloqueava tudo ao redor e só se focava no jogo.
Abro minha mochila e pego meus fones de ouvido e plugo no meu celular, coloco uma música qualquer do Coldplay, e me recosto no banco da van.
- Preciso relaxar… - penso
Mas eu não estava conseguindo fazer isso, era algo agoniante tipo um mal pressentimento ou excitação por coisas diferentes acontecerem, abro minha mochila novamente e pego a foto da minha família.
- Tomara que isso seja só uma sensação…

 

                                                                                                                    Jisung

Conto tudo o que estava acontecendo pro Jeno e pro Jaemin e olho eles esperando a reação.
- Era isso? - Jeno pergunta
- sim – respondo
- isso é normal Pollito, todos nós temos essas inseguranças, não precisa ficar com vergonha- Jeno fala enquanto veste a camiseta.
- Sim e qualquer coisa pode falar com a gente – Jaemin fala e sorri pra mim. Fico feliz por eles tambem terem esse tipo de inseguranças, afinal todos nós começamos a trabalhar desde cedo não é?
Volto a tomar o meu leite, e olho Jaemin se levantando
- o que quer comer Pollito? - Jaemin fala apoiando na mesa e me olhando, ele cozinhava muito bem.
- Acho que só waffles mesmo- falo sorrindo de leve.
- Ok – ele vai até a geladeira e pega os ingredientes, e depois vai até o fogão.
- Hey eu também quero hein! - Jeno fala enciumado
- Tá bem Sr. Ciumes – Jaemin ri
Olho pro meu achocolatado e o misturo com a colher, depois olho pra janela atrás de Jeno – acho que vai chover, o tempo está muito nublado -falo
- tempo perfeito pra sair por ai numa busca ao tesouro! - Jaemin senta ao meu lado e vira seu boné pra traz
- Tesouro? - diz Jeno abismado
- Por que não? - Jaemin responde
Sorrio de leve. - Seria bom pra variar um pouco – respondo por fim
- Sentiram minha falta? - Chenle entra na cozinha seguido por Renjun.
- Demoraram hein?! - diz Jeno
- o Renjun quis comprar uma boneca – Chenle responde
- Não é uma boneca! É uma figura de ação da Viúva Negra- Renjun responde
- Não deixa de ser uma boneca- Chenle rebate
- Viuva negra? Não sabia que você tinha essa espécie de fetiche – Jeno responde se aproximando de Renjun
- Nâo é um fetiche – Renjun responde
- O que é fetiche? - pergunto curioso porque eu nunca soube o significado dessa palavra
- Cala a boca, Pollito! – Jeno me responde
- Mas eu quero saber- Respondo fazendo bico
- Não quer não – Jeno me responde
Abaixo a cabeça chateado
- Olha só o que ficou pronto – Jaemin coloca um prato de waffles na minha frente e eu sorrio feliz, e começo a comer.
- o que vocês compraram Chennie? - Jaemin pergunta enquanto vai até Chenle
- o que tava na lista do Renjun – Chenle diz
- tá bom então - Jaemin pega a sacola e leva pra dispensa

                                                                                                       2 horas depois

Assim que Mark chega em casa vou até o quarto dele e vejo ele aprontando pra ir tomar banho.
- e ai Pollito, tá se sentindo melhor?
- Bem melhor – respondo – acho que era apenas cansaço – eu sei que acabei de mentir pro Mark mas eu não queria o preocupar a toa – e então o que fizeram? Álbum novo?
- por ai – ele responde.
Sinto alguém me abraçar por trás – Mark termina o que você tem pra fazer e encontra a gente na sala tá? Você precisa ver isso - Jaemin fala, bagunça meu cabelo e sai.
Olho Mark sem entender e nossos olhares se chocam.
- Só vou tomar banho e já vou, vai na frente Pollito- ele fala
- Tá bom – saio indo pra sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...