História The Anonymous (Vkook...) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Friend, Got7
Personagens BamBam, Eunha, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), SinB, Sowon, Umji, Yerin, Youngjae, Yugyeom, Yuju
Tags Bangtan Boys, G-friend, Got7, Namjin, Paixão, Romance, Taekook
Visualizações 44
Palavras 331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Capítulo 0.9


Fanfic / Fanfiction The Anonymous (Vkook...) - Capítulo 9 - Capítulo 0.9

- Quer me matar, é?

- Por que? - chego perto de seu ouvido - não posso te controlar, baby? - sussurro em seu ouvido e mordo seu lóbulo 

- Eu nunca fui o passivo - fala com dificuldades 

- Tudo na vida tem sua primeira vez, vou ser melhor que as putas que você come - tiro sua blusa 

- Cuida de mim daddy 

- O que você quer, me fala- falo enquando preciono sua cintura no meu membro 

- Eu quero que você...

- Vai fala, o que você quer - preciono mais 

- Eu quero...

- Quer o que baby boy?

- Eu quero que você me foda 

- Seu pedido é uma ordem - tiro minha blusa e sua calça, desço na altura de seu membro e passo a língua ainda por cima da sua box 

- Não me torture, daddy- tiro sua box e passo a língua por toda extensão de sua glande, logo em seguida colocando todo seu membro na minha boca, chupo aquilo como um pirulito, o melhor pirulito para falar a verdade, o mais prazeroso disso é escutar seus gemidos abafados e seu corpo já todo suado, logo sinto seu leite em minha boca e engulo. Tiro minha calça juntamente com a box

- Fica de quatro para o daddy - mesmo com um pouco de receio ele obedece, preciono meu membro contra sua entrada, vou colocando de vagar e o mesmo gemia de dor, deixo um tempo até que ele se acostumasse 

- P-pode se mover - então começo com estocadas lentas que cada vez ia aumentando a velocidade - M-mais rápido, daddy- fala entre gemidos

- Como quiser - acelero as estocadas ficando mais rápidas e profundas atingindo seu ponto de prazer, até que chegamos ao ápice juntos e caímos cansados na cama com a respiração pesada 

- Puta que pariu

- O que?

- Melhor foda ever - rimos 

- Somos dois idiotas, né?

- Sim 

- Kookie, posso te falar uma coisa?

- Pode

- Eu gosto muito de você...


Continua...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...