História The answer - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Dr. Bruce Banner (Hulk), Loki, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pepper Potts, Personagens Originais, Steve Rogers, Thor
Visualizações 81
Palavras 648
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E esses dois, vai ou não?
Espero que gostem❤❤

Capítulo 14 - Nightmares


Fanfic / Fanfiction The answer - Capítulo 14 - Nightmares

Eu e Thor ficamos no meu quarto, ele estava deitado comigo na minha cama, nós ficamos conversando, nos beijando, as vezes ficávamos em silêncio, olhando um para o outro, e não era nem um pouco desconfortável.

Astrid: Quem é Jane?- perguntei de repente, a expressão dele ficou tensa no momento em que ele ouviu aquele nome.

Thor: Onde ouviu esse nome?

Astrid: Quando você me beijou, na cozinha- ele me olhou confuso, esperando por uma explicação- Quando eu fico surpresa ou brava, meus poderes telepáticos se descontrolam, quando Tony o viu me beijando, ele pensou "Jane realmente já era?"- expliquei dando de ombros.

Thor: Jane é uma midgardiana, eu a conheci na primeira vez que vim para a Terra, ela me ajudou, e acabamos nos apaixonando, fiquei um tempo sem conseguir voltar para a Terra, quando voltei, ela me desculpou, continuamos em um relacionamento, até que tive que voltar novamente para Asgard, ela disse que não iria me esperar, que não conseguiria viver dessa forma, e terminou tudo.

Astrid: Eu sinto muito, você ainda deve a amar, se as coisas acabaram dessa forma.

Thor: Eu não a amo mais, isso tudo aconteceu já faz um tempo, mas as vezes eu me pego pensando onde ela poderia estar, e como está.

Astrid: É porque você ainda se importa, ainda se preocupa.

Thor: Claro, seria impossível não me importar, eu acabei criando um vínculo forte com ela, Erick e Darcy.

Astrid: É claro, eu entendo.

Thor: E você, nunca esteve em um relacionamento?- perguntou apoiando a cabeça na mão.

Astrid: Não, eu não tinha muito contato com pessoas, apenas os que "cuidavam" de mim, e as outras cobaias, quando íamos treinar.

Thor: Entendo...

Eu acabei mudando de assunto, ele ficou mais um pouco ali comigo, mas quando começou a ficar com sono, voltou para seu quarto, eu não demorei muito para dormir, andar o dia inteiro no shopping sugou minhas energias.

Eu acordei no meio da noite, tentei voltar a dormir mas estava difícil, acabei me levantando para beber água, quando cheguei na cozinha, encontrei o Tony, ele estava sentado na mesa, parecia pensativo, ele só percebeu minha presença quando eu abri a geladeira.

Tony: Eu não tinha te visto aí.

Astrid: Eu percebi, parecia que você estava em outro planeta- comentei enchendo um copo com leite e indo me sentar de frente para ele.

Tony: É, eu estava pensando em algumas coisas.

Astrid: Quer conversar?

Tony: Não quero falar sobre isso.

Astrid: Você não precisa- falei de forma sugestiva, ele me encarou por alguns segundos e concordou, eu li os seus pensamentos, ele estava se sentindo culpado, pelos acontecimentos em Nova York e Sokovia.

Tony: Sim, é o que ronda minha mente a maioria do tempo.

Astrid: A culpa não é sua Tony, vocês estavam ajudando aquelas pessoas, vocês salvaram uma cidade inteira, não é agradável, mas algumas mortes são inevitáveis.

Tony: Fui eu Astrid, eu que criei o Ultron.

Astrid: E você sabia que ele iria virar um super vilão doido que quer matar toda a humanidade?- perguntei em tom irônico, ele apenas olhou para baixo- Se você soubesse, você não o teria criado, sei que não.

Tony: Isso não me ajuda a dormir, eu simplesmente não consigo.

Astrid: Eu posso te ajudar com isso se quiser.

Tony: Pode me fazer dormir?- perguntou confuso, eu apenas concordei, sorrindo- eu agradeço, mas eu vou acordar com os pesadelos.

Astrid: Não, você não vai- ele me encarou por um tempo e se levantou, eu o segui até seu quarto, ele se deitou e continuou com os olhos abertos.

Tony: Obrigado Astrid- eu sorri para ele novamente e coloquei meu dedo indicador em sua testa, usei meus poderes telepáticos para o ajudar a dormir, era algo parecido com uma hipnose, ele não teria pesdelos aquela noite.

Eu voltei parano meu quarto satisfeita, eu gostava de ajudar as pessoas, principalmente as que eu gosto. E mesmo que eu não tenha passado tanto tempo assim com os vingadores, eu já me sentia parte da família, e me importava muito com cada um deles...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...