1. Spirit Fanfics >
  2. The Arranged Marriage >
  3. Suspeitas

História The Arranged Marriage - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Oioioi depois de tanta bomba esse alívio pra voces😊 Aproveitem a leitura

Capítulo 13 - Suspeitas


Por incrível que parecesse, o dia amanheceu chuvoso trazendo um pouco de neblina e deixando o ar mais úmido. Sam acordou lentamente, tudo por conta da tentativa de Rowena em se aquecer com o fino lençol que os cobria.


    -"Bom dia "-Sam ditou sorrindo e puxando sua ruiva para si,em um instante rolando na cama.


   -"Sam.... "- ela murmurou -"Por Deus, eu preciso dormir nem que sejam míseros minutos. E preciso que dê uma olhada nas crianças "-foi aí que o rapaz percebeu o semblante cansado da moça e também que ela estava vestida com uma camisola, bem diferente dele.


  -"Tudo bem"-vencido ele se sentou à cama enquanto via sua esposa se ajeitar com o cobertor quando levantou e pegou uma colcha mais grossa a cobrindo, recebendo aquele olhar terno dela antes de começar a se vestir. Quando olhou novamente a ruiva já estava dormindo profundamente. 


      O primeiro lugar de Sam foi o quarto de Claire, onde ela dormia junto com o pequeno Jack, aí ele percebeu onde motivo pelo qual sua amada parecia cansada. Sua mãe estava lá ela de camisola,significava que a pequena loirinha não estava bem.


   -"Mamãe? O que está acontecendo?"- era claro que tinha coisa errada, a começar por Dean não estar dali. 


   -"Rowena não falou? Ela passou a noite toda aqui com a Claire… Ela provavelmente comeu algo que não devia,além barriga dela doeu "



   -"Deveriam ter me acordado,mãe! Cadê o Dean?"-ele não deixaria aquela ausência do irmão passar


   -"Rowena fez um chá e a dor passou,foi o que ela me disse agora pela manhã que foi quando soube. Quanto ao seu irmão, pedi para Castiel procurar a alguns minutos,ele saiu de madrugada com o John, alguma emergência. "



    -"Ótimo, agora deixe-a . Ela está bem, só vai dormir bastante pra se recuperar. Vamos. "-ele sorriu,mas não estava totalmente tranquilo e não era só pela sobrinha,também pela esposa .


   Na sala,os dois não foram para a mesa como o de costume, mãe e filho sentaram-se lado a lado no sofá. Sam mantinha aquele olhar pensativo. 


    -"O que foi Sammy? Eu conheço esses olhinhos desde quando era pequeno. Não adianta dizer que não é nada."-a mãe estava certa, ele ainda se recordava da noite anterior e o de quão desastrosa ela poderia ter sido.


    -"Ontem,a Ruby aqui. Céus, ela enlouqueceu a Rowena e a mim também. Eu tenho medo de até onde isso pode chegar."- na cabeça do jovem médico, aquele era o início dos problemas no seu casamento ou um mal presságio, avisando que deveria ser mais cuidadoso com ela.


     -"Fica tranquilo, a Rowena está segura. Só cuida do casamento  de vocês,e não faça besteiras, a Rowena é preciosa,muito preciosa. "-Mary dizia aquilo com tamanha certeza porque ela mesma daria o troco a Ruby, ela aprenderia a não mexer com uma Winchester. 


        -"Eu sei que é. "-O momento estava lindo até um Dean desesperado aparecer assustado e logo atrás dele o tão sereno Castiel. 


     -"A Claire? Ela está melhor? "-era totalmente visível a preocupação do rapaz e seu desespero, mas o irmão tratou de tranquilizá-lo. 


  -"Ela está bem. A Rowena cuidou dela e quando eu soube ela já estava dormindo feito um anjinho. Depois da festa de ontem, é normal,ela é criança. Fica tranquilo cara "- Sam levantou dando uns tapinhas no ombro do irmão e os quatro seguiram para a mesa posta do café da manhã.  


       Felizmente, o dia voltou ao normal com eles já pondo seus pratos para a primeira refeição do dia quando Rowena surge com as duas crianças na porta,segurando uma mãozinha de cada lado.


   -"Bom dia…"- Rowena caminhava enquanto os pequenos seguiram para o colo dos pais. A ruiva se sentou ao lado de Sam e segurou sua mão que foi gentilmente acariciada por ele.


    -"Oh querida,deveria dormir. Precisa descansar mocinha."-Mary tinha aquela voz doce que simbolizava o cuidado e preocupação com ela, que era como se fosse uma segunda filha. 


 

    -"Eu concordo, e também agradeço por ter cuidado da Claire. "-O pai da menina estava realmente agradecido,ela era o que tinha de mais valioso na vida 


  -"Não agradeça, família é para isso ,não? "-ela lhe lançou um sorriso tímido antes de soltar sua mão do marido e levar as duas até o rosto,e por fim ajeitar o cabelo. 


     Todos voltaram a comer,inclusive as crianças. Sam por vezes reparava que a amada estava agindo estranho. Comeu apenas um pouco de salada de frutas e seguia ali como se fizesse uma força enorme para continuar ,até o rapaz levantar e chamá-la, guiando até a sala deixando os outros sem entender. 



   -"Rowena, está tudo bem? Não se esqueça que eu sou médico e não vai adiantar mentir"-ele falou advertindo a moça que apenas se jogou sobre o peitoral dele sussurrando.


-"Não…"- Foi fraco mas o suficiente para ele abraçar sua garota preocupado 

    


    -" O que há, hum?"-ele perguntou receoso alisando os cabelos dela.


  -"Me leva pro quarto?  Eu estou tonta e meu estômago esta revirando. Por isso eu acordei quando a Claire estava passando mal."-ela suspirou e ele a tirou dali, levando-a para o quarto. 


   Sentados na cama,ele tirou o pulso da garota e olhou os seus olhos, observando sua sonolência até que ela pareceu que ia desmaiar ,mas apenas se apoiou nele.


   -"Acho que foi o estresse de ontem, apenas. Não se preocupe."- ela se afastou, engatinhando até a cabeceira da cama e em seguida prendendo seus cabelos. 


   -"Você vomitou?  Pode ter sido algo…"-O rapaz parou por um instante, aqueles sintomas e conhecia e poderiam significar outra coisa além de um mal estar causado por comida.


     -"O que Sam? Eu já estou melhor,juro"-e de fato, seu rosto estava mais suave. 


     -"Rowena, sei que é coisa coisa de mulher mas eu não me lembro de você estar… bem,você sabe."-ele olhou atento com aqueles olhos cor de âmbar ele viu a moça abrir a boca pra falar várias vezes,até que por fim o fez.


     -"Você tem razão. Wow! Eu posso estar… Oh mas eu Deus."- O semblante dela era uma felicidade que beirava o desespero, tinha medo. qualquer um ligaria os pontos,as regras da garota não tinham descido e não era como se aquilo fosse surpresa. Foram tão cobrados e pressionados por um bebê que nem perceberam as evidências. 


   O rapaz imediatamente sorriu como um bobo,depois da noite anterior aquela notícias era como o sol na linha do horizonte.  Beijos e mais beijos atingiu a ruiva que também sorria entre cada um deles.


   -"Vamos esperar para ter certeza, sim? "-ele era médico, sabia que essas coisas podiam acontecer, então preferia esperar para ter certeza que não era um alarme falso.


   -"Sim.Esperamos" 



  -"Está tudo bem? Vocês saíram do nada"- era a voz de Dean batendo à porta preocupado. 


   -"Vamos descansar, a Row esta muito cansada, foi apenas isso."-Sam respondeu do lado de dentro e ouviu passos se afastando. 


    Logo apenas mãos deitaram na cama e adormeceram. A verdade era que depois de tantos días com ele, Rowena sentia extrema dificuldade em dormir sem ela na cama,por isso não tinha conseguido dormir antes, mas ela não ia admitir isso tão facilmente.



    Enquanto o dia para o casal passaria tranquilo, Mary já estava arrumada para sair e não iria ser nada agradável com a precisa que desejava encontrar. Assim que dentro da propriedade dos Ketch, andou elegantemente pela entrada até ser atendida por uma moça simpática. Não esperou um convite para entrar e muito menos foi educada,passou pela porta como um furacão encontrando os três membros da família na sala. 



    -" Mary! Que surpresa,a que devo…"- O homem mais velho foi interrompido pelo olhar e pelas palavras furiosas da loira.


   -" Me poupe das suas cortesias. O meu recado é para sua adorada sobrinha. "-no mesmo instante olhos furiosos encontraram os da morena -"Não se atreva a ir atrás do meu filho muito menos da Rowena. Você não sabe como quem está mexendo garota. "


  -"Mary,eu tenho muita consideração por você eu sua família ,mas invadir minha casa para desacatar a Ruby…"- ele ainda fazia o discurso enquanto odeio filho,Arthur apenas assistia. 


    -"Não se preocupe, eu já estou de saída.  Só espero que a sua sobrinha fique bem longe da minha família, o que inclui a Rowena. Passar bem!"-do mesmo modo súbito que entrou ela saiu e logo já estava no automóvel, automóveis caminho de casa.  Estava terrivelmente satisfeita por ver odeio quão apavorada e mal humorada Ruby tinha ficado, aquilo sem dúvidas a satisfazia mais do que deveria. Estava cumprindo seu papel,protegendo seu bem mais precioso, a família. 



  


Notas Finais


Kisses😘😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...