História The Attendant. - Jikook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Got7, Jikook, Kookmin, Monsta X
Visualizações 71
Palavras 1.302
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, boa leitura. ❤

Capítulo 8 - VIII. Plano bem sucedido.


– Oi, Jackson. — Jooheon disse surpreso — Quanto tempo, hein?! — deram um toque de mão.

– Sim, quanto tempo. Não sabia que conhecia o Jiminzinho.

– Conheço, muito bem. — disse e deu um sorriso de lado, que percebeu ter irritado um pouco o loiro.

– Vamos, Jooheoney. — Jimin se pronunciou. — Essa é minha avó, e essa é minha mãe.

[...]

Depois de conversarem por algumas horas, Jimin e Jooheon subiram, e a mãe de Jimin fora fazer a janta, pois a mesma dizia que gostava de cozinhar, e também que não queria que Jimin cozinhasse em seu lugar enquanto ela vivesse.

Os dois - já no quarto de Jimin - sentaram na cama do mesmo é começaram a brincar e a conversar. Jimin ria alto junto com Jooheon, que contava piadas toda hora, fazendo o menor rir de qualquer coisa besta, mas quando isso não acontecia, Jooheon fazia cócegas no menor, que acabava rindo de qualquer forma. Os dois estavam extremamente alegres, e acabaram não se dando conta do tempo que se passou, quando ouviram batidas na porta do quarto é uma voz grossa - que denunciava quem estava do outro lado da porta - chamando por Jimin. O menor se levantou da cama, deixando Jooheon deitado para trás, e foi até a porta, a abrindo logo em seguida e dando de cara com Jackson, como esperado.

– O que você quer?

– O que ele tá fazendo na sua cama? — perguntou Jackson assim que viu Jooheon deitado na cama do menor.

– O que você quer? — Jimin repetiu a pergunta, ignorando a do maior.

– O que. Ele. Tá. Fazendo. Na sua. Cama? — perguntou pausadamente se aproximando de Jimin, porém, voltou a sua posição inicial assim que sentiu o olhar pesado de Jooheon sobre si, que agora se encontrava sentado na cama, com os cotovelos nos joelhos, e as mãos entrelaçadas uma na outra.

– Não te interessa, Jackson. — disse e ouviu o mais velho bufar. — Dá pra falar o que raios você quer?

– Sua mãe mandou avisar que a janta já tá pronta. 

– Ok, obrigada. — Jimin response seco e fechou a porta. — Vamos jantar? — perguntou Jimin, sentando ao lado de Jooheon que parecia tenso.

– Claro, vamos. — disse se levantando e parando na frente de Jimin.

– Aliás, de onde você conhece Jackson?

– Nós fizemos o ensino médio juntos, mas nunca fomos muito próximos. Nada demais.

– Hmm... 

Assim que terminaram sua pequena conversa, os dois desceram e se sentaram na mesa, aonde os outros três já os esperavam para começar a comer. A janta fora agradável, todos comiam e conversavam em harmonia. Jimin estava estranhando o fato de Jackson não estar emburrado, mandando indiretas ou olhares tortos para si e para Jooheon. A conversa fluiu muito bem, e acabaram conversando por mais tempo a mesa. Foi então que Jimin achou ser a hora certa para colocar seu plano em prática. Olhou para Jooheon sorrindo cúmplice, ato que foi retribuído no mesmo instante.

– Omma. — chamou a mais velha, que voltou sua atenção para o jovem na mesma hora, assim como os outros na mesa. — Eu tenho algo para contar a vocês. Na verdade, nós temos. — lançou um último olhar para Jooheon, e em seguida para Jackson. — Eu e Jooheon estamos namorando. — concluiu a frase abrindo um enorme sorriso. Olhou para Jackson, que aparentemente se contorcia de raiva, deixando-a aparecer no copo em que apertava. A ponta de seus dedos haviam perdido totalmente a cor, e o menor se levantou bruscamente da cadeira, levando seu prato, copo e talheres em direção a pia e os deixando lá, seguindo para seu quarto logo em seguida. Depois que receber devidamente os parabéns de sua mãe e avó, Jooheon e Jimin lavaram a louça e subiram para escovar seus dentes. 

– Toma, pega essa escova. Ela está nova. 

– Bem que eu podia usar a sua, né?! — Jooheon disse fazendo uma cara maliciosa, o que fez Jimin dar gargalhadas extremamente altas. Apesar de todas as brincadeiras e falas com duplo sentido - e o falso namoro -, Jimin sabia que Jooheon não falava sério, e que tudo não passava de brincadeira. Assim que terminaram de escovar seus dentes - separadamente -, os dois desceram e viram Jackson sentado no sofá, assistindo algum programa que não parecia ser tão interessante.

– O que está vendo de bom? — perguntou Jimin.

– Nada. — o loiro respondeu grosso e se levantou, subindo as escadas batendo seus pés com uma força desnecessária para Jimino.

O casal se sentou no sofá, é um silêncio se abrigou entre eles, pela primeira vez naquele dia.

– Quando vamos nos beijar? — perguntou Jooheon.

– QUE? — Jimin perguntou um pouco eufórico demais. Apesar de ter entendido o que o mais velho falara, não entendia o porque daquilo. Estava assustado com a possibilidade de beijar Jooheon, mesmo tendo passado pela sua cabeça que isso poderia acontecer, já que ambos agora "namoravam". — Por que tá perguntando disso agora? Jooheon, não acha que... Aaah, aonde quer chegar com isso?

– Se Jackson não presenciar uma cena dessas, não vai acreditar em nada. Ele vem vindo. A decisão é sua. — Jooheon dizia agora sussurrando no ouvido de Jimin, fazendo o acinzentado se arrepiar. Ao se afastar, ouviram os passos, que especularam ser de Jackson, se aproximando, e então Jimin apenas assentiu positivamente com a cabeça, e Jooheon colocou a mão da sua coxa, se aproximando cada vez mais. — Apenas relaxe, bebê. — disse, novamente próximo de Jimin, e então selou os lábios do menor, sentido a maciez daqueles lábios carnudos e rosados. Por um segundo, Jooheon ousou abrir seus olhos levemente, apenas para ter certeza de que Jackson estava ali, e quando o mesmo viu o outro ali, parecendo uma estátua, fechou seus olhos e aprofundou o beijo, pedindo passagem com sua língua para entrar na boca de Jimin, o que foi cedido na mesma hora. O beijo ficava cada vez mais quente, e apesar de não ser aquele o propósito de tudo aquilo, aquele beijo, aqueles toques e sensações estavam extremamente bons, fazendo os dois ali se esquecerem de tudo e todos, apenas tendo olhos um para o outro. No momento não ligavam mais para o plano, apenas queriam saborear mais de seu parceiro. Jooheon deitou Jimin no sofá, e logo estava em cima do menor, porém, sem que separassem suas bocas. Os dois pararam de se beijar por alguns segundos, deixando suas festas encostadas uma na outra, sentido a respiração quente e o coração ao acelerado do outro.

Jackson pigarreou alto, para chamar a atenção dos dois, foi só então que se deram conta de que estavam levando as coisas longe demais, e pior - ou melhor -, na frente de Jackson. 

Jooheon então se levantou, lançando um olhar quase de morte para Jackson, que desviou o olhar, olhando para qualquer ponto fixo longe dali.

– Por que não fazem essas coisas no quarto? Não tem uma cama lá?

– Enjoamos da cama, então pensamos que gostaria de nos ver em um momento desse, já que ficou quase todo o tempo atrás da porta de quarto de Jimin mais cedo. — respondeu Jooheon.

– O que quer dizer? Você 'tá ficando louco, Jooheon. 

– Tenho certeza do que ouvi, Jackson. Ou acha que foi esperto o suficiente para sair sem que eu ouvisse. Você somente ouviu a mãe do Jimin dizer que o jantar estava pronto, e então foi dizer que ela pediu para nos avisar. Faça-me o favor, Jackson. A mim você não engana. Vamos, Jimin. — Jooheon disse puxando Jimin para cima, que subiu sem ao menos olhar para Jackson. — Precisamos terminar algo. — terminou a frase apenas para irritar Jackson, que ficou no pé da escada, se corroendo de raiva por dentro.

Jimin não podia estar mais contente. 

Seu plano estava aparentemente dando certo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e qualquer erro, me desculpem aaaa. 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...