História The Avengers - Lady's Black - Capítulo 77


Escrita por:

Postado
Categorias Agent Carter, Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Deadpool, Demolidor (Daredevil), Doutor Estranho, Homem-Aranha, Jessica Jones, Luke Cage, Os Vingadores (The Avengers), Punho de Ferro (Iron Fist), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bobbi Morse, Claire Temple, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Danny Rand / Iron Fist, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Edwin Jarvis, Fandral, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Franklin "Foggy" Nelson, Frigga, Grant Ward, Heimdall, Howard Stark, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Janet Van Dyne (Vespa), Jemma Simmons, Jessica Jones (Safira), Karen Page, Lady Sif, Lance Hunter, Laura Barton, Loki, Luke Cage, Maria Hill, Matt Murdock (Daredevil), May Parker, Melinda May, Natasha Romanoff, Nick Fury, Odin, Pantera Negra (T'Challa), Peggy Carter, Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang (Homem-Formiga), Sharon Carter (Agente 13), Skye, Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool), Ward Meachum, Yao/Ancião
Tags Agent Carter, Agent Of Shield, Aventura, Capitão América, Deadpool, Defensores, Demolidor, Drama, Gavião Arqueiro, Homem De Ferro, Hulk, Jessica Jones, Loki, Luke Cage, Nick Fury, Os Vingadores, Punho De Ferro, Thor, Viuva Negra
Visualizações 15
Palavras 6.575
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá gentih....
Boa leitura pra vcs....

Capítulo 77 - Novos problemas, velhos inimigos


Fanfic / Fanfiction The Avengers - Lady's Black - Capítulo 77 - Novos problemas, velhos inimigos

Savannah off.

Em todos esses anos de minha, nunca vi tanta gente falsa e interesseira em um mesmo lugar, acho que já vi sim, só que não tinham dinheiro e nem se vestiam assim.

Não preciso dizer que estou quase entrando em pânico aqui né, muita gente de terninho, cabelos impecavelmente arrumados, postura reta, maquiagem de vadias e jeito de piranhas, acho que vou morrer ou matar alguém aqui.

Revirei os olhos vendo uma piranha de terninho cinza dando em cima de um carinha que eu não sei quem é, mas tenho pena, suspirei e voltei meus olhos pro copo vazio em minhas mãos, poderia está fazendo algo interessante, mas naoooo to aqui cercada de idiotas riquinhos.

-Senhorita William - fui tirada dos meus pensamentos por uma voz atrás de mim, me virei pronta pra xingar a pessoa, mas ao vê quem era, abri um lindo sorriso.

-T'Chaka - exclamei colocando o copo no lixo e abraçando o senhor - é tão bom vê alguém conhecido aqui - fiz uma careta olhando pras pessoas.

-Pelo jeito não está muito contente em está aqui - disse ele depois que nos separamos - não aprova o tratado?.

-O tratado sim - falei olhando em volta - agora essas pessoas não, duas pessoas em um cela da delegacia, resolvem mais coisas do que todas essas aqui.

-Você acha isso? - questionou ele achando graça da minha comparação.

-Bem, Wade, Selena e eu sempre tomamos as melhores decisões quando eramos presos, então eu acho que sim - falei sorrindo, T'Chaka riu e olhou para algo atrás de mim.

-Venha, quero que conheça meu filho - disse ele estendendo o braço.

-Oh então vou finalmente conhecer um dos seus filhos, que legal - falei sorrindo, coloquei meu braço no seu, caminhamos até Natasha e um homem moreno, que estava de costas - ainda não me disse por que ta aqui - Natasha olhou para nos, dei um sorriso pra ela que me encarou com aquela cara de "eu vou te matar" - o que eu fiz? - perguntei mexendo apenas os lábios, ela olhou de T'Chaka, mas não entendi porra nenhuma, já falei que não sou boa com mímica - Oi ruivinha do meu coração.

-Olá Savannah - disse Natasha educadamente, arregalei os olhos, gentih me segura, Natasha Romanoff foi educada comigo? Foi isso?. Antes que eu pudesse me recuperar desse momento, acabo levando mais um tiro, o homem, filho de T'Chaka se virou e puta que pariu, Jesus me segura, acho que vou desmaiar, que homem lindu do caralho é esse?, minha boca foi ao chão agora - rei T'Chaka - sai do meu transi e encarei Natasha confusa, depois olhei pro senhor ao meu lado.

-Rei? Você é rei? - questionei confusa, chocada e surpresa, aparentemente eu sou a única que não sabia disso, já que Natasha continuava me olhando como se fosse me matar - por que to sabendo disso agora? - olhei pros três ao meu lado, parando um pouco no bonitão.

-Você leu a ficha que eu te dei? - perguntou Natasha ainda calma, mas eu sabia que ela estava se segurando pra não me jogar do prédio, franzi a testa confusa - ela tinha um bilhete dizendo Leia, deixei na sua cama ontem.

-Acho que Almofadinhas comeu ela ontem - falei ao me lembrar dos papeis rasgados no meu quarto, Natasha respirou fundo e sorriu, ELA SORRIU GENTIH, é fato, ela vai me matar - desculpa, você poderia ter dito né - olhei pra T'Chaka.

-Você não perguntou - disse ele sorrindo, fiz um bico e sorri - Savannah esse é meu filho T'Challa - ohei pro homem ao meu lado e ele sorriu pra mim, gentih me segura, ele sorriu, que sorrido. T'Chaka e Natasha começaram a conversa, deixando só eu e o bonitão aqui.

-Prazer em conhece-la senhorita William - disse T'Challa estendendo a mão, sorri e apertei a mão dele, que deu um beijo nas costas da minha mão, Uii que educado e linduh, minha lingua formigava para falar, mas não sabia o que dizer, como diria Wade improvisa.

-Prazer só na cama lindo - falei sorrindo e depois fiz uma careta ao percebe o que eu disse, T'Challa me encarou chocado, mas depois sorriu lindamente, acho que ele gostou.

-Concordo plenamente - disse ele descontraído, arqueei a sobrancelha surpresa, uma mulher disse que a reunião já ia começar e percebi que ainda segurava a mão dele - nos vemos depois senhorita William - ele deu mais um beijo em minha mão, depois a soltou.

-Com certeza - falei ainda sorrindo, olhei pra Natasha que indicou nossos lugares - depois da reunião, você vai me contar direitinho essa história de ser rei - olhei pra T'Chaka com a minha melhor cara séria.

-Tudo que você quiser saber minha filha - disse ele sorrindo, abracei ele novamente e me despedi os dois seguindo Natasha até nossos lugares.

-Você vai me matar né? - perguntei a Natasha enquanto sentavamos no nossos bancos, ela se virou e sorriu novamente para mim.

-O que você acha? - questionou ela apoiando as mãos na mesa, olhei pros lados caçando uma saída rápida, acabei vendo T'Challa e seu pai conversando e discretamente olhando para mim, sorri e acenei pros dois.

-Tenho certeza que você vai me ferir gravemente - falei inclinando minha cabeça pra olhar-la, Natasha riu e me mostrou o dedo do meio por debaixo da mesa.

Fiz uma cara de ofendida e me ajeitei na cadeira para prestar atenção no rei, gente T'Chaka é rei, to chocada.

Savannah off.

Sophia on

-Então pra quando é o casório? - perguntou Wade jogando a embalagem de doces no lixo.

-Daqui à 4 meses - falei olhando para Almofadinhas, que corria pelo apartamento do mercenário - ainda falta muita coisa pra ajeitar.

-Oh caralho isso em, por que vocês não vão pra Las Vegas? É mais rápido - disse ele tirando as armas da mesinha de centro.

-Ai não teria graça - falei enrugando o nariz, Wade pegou os papeis do chão e colocou no lixo - por que esse lugar ta sempre bagunçado?.

-Não sei - exclamou ele olhando pra pilha de roupa na cadeira, dei uma risada e fui até a pilha de roupa levando até a lalavanderia - então, você vai assinar o tratado?.

-Estou pensando em me aposentar - falei depois de colocar as roupas na máquina de lavar, Wade estava no chão com Almofadinhas em seus braços - vamos arrumar esse lugar.

-Sério? Tipo aposentar a Elétrica? - Perguntou Wade, peguei Almofadinhas e coloquei ele no sofá - só por causa do tratado?.

-Eu não concordo com esse tratado, mas já faz um tempo que estou pensando em me aposentar dessa vida de herói- expliquei revirando os olhos, Wade me encarou com cara de tédio - sou uma cientista, ou eu era, mas eu quero voltar a ser só isso sabe, com tudo que aconteceu desde que a Shield caiu, acabei deixando meus projetos de lado, e cá entre nós, apesar de amar essa vida, acho que será melhor assim, pelo menos terei tempo pra cuidar dos preparativos do casamento.

-Espero ser chamado pra ser padrinho, se não te sequestro - disse Wade fazendo uma cara séria - agora me conta o que aconteceu com a rena e a Selzinho.

Eu comecei a contar novamente o que aconteceu em Asgard, enquanto arrumava as coisas. Levamos mais ou menos 1 hora e meia pra termina de arrumar o apartamento todo, achamos varias embalagens de comida pelos cantos, cartuchos de bala, até camisinhas tinha por lá.

-Acho que acabamos - disse Wade colocando a katana em cima na estante, terminei de arrumar as almofadas no sofá, onde Almofadinhas dormia tranquilamente.

-Eu to com fome - falei arrumando meu rabo de cavalo.

-Acho que tem alguma coiaa comestível na geladeira - disse ele pensativo, arregalei os olhos e coloquei a mão na cintura.

-Não vou comer nada da sua geladeira Wade, tem coisas que já tão lá à anos - afirmei, Wade fez um bico e se sentou no sofá - vou pedir comida - peguei o celular.

-Os panfletos estão na geladeira - disse ele pegando Almofadinhas e abraçando ele - que coisinha fofaaaaa, to apaixonado, quem é o neném do papai? É você.

-Vou pedir comida italiana - falei rindo do jeito infantil de Wade.

-Vou colocar um filme pra gente vê - disse ele pegando o controle e ligando a TV, fui até a cozinha e peguei o panfleto do restaurante italiano, que ficava a algumas quadras daqui - Ohh benzinho?!.

-Sim - falei digitando o número do restaurante.

-Você disse que a coraçãozinho tinha ido pro negócio do tratado né ? - questionou ele, franzi o cenho confusa e coloquei o panfleto no lugar - esse negócio é em Viena? - perguntou ele, olhei pra sala confusa.

-Sim, como sabe? - perguntei discando a chamada pro restaurante.

-Ta no jornal - disse ele, franzi a testa confusa e fui pra sala, acabei desligando a chamada quando atenderam. Arregalei os olhos ao vê o que passava no noticiário.

"(...)Testemunhas dizem ter visto o Soldado Invernal no local do crime (...) Entre os mortos está o rei de Wakanda"

-Puta que pariu - exclamei passando a mão pelo rosto, Wade olhou pro noticiário e depois pra mim.

-Isso não é bom né - disse ele colocando Almofadinhas no chão, balancei a cabeça negando.

-Isso é péssimo Wade, dadas as circunstâncias por causa do tratado - falei andando de um lado para o outro, coloquei meu celular no bolso traseiro e peguei meu casaco - é melhor eu ir pro Complexo vê como estão as coisas por lá, saber como Natasha e Savannah estão.

-Eu vou com você - disse ele olhando pros lados e pegando a arma de dentro da almofada, parei no meio do caminho e encarei ele.

-Você realmente vai se meter no Complexo agora? - perguntei colocando o casaco, Wade me encarou confuso e depois voltou a olhar pro noticiário.

-Melhor eu ficar aqui - disse ele sorrindo e deixando a arma no sofá, olhei pra ele me perguntando quando foi que ele tinha enfiado a arma na almofada.

-Quando chegar lá eu aviso - falei soltando o cabelo do rabo de cavalo, Wade me puxou para um abraço apertado - Wadeee - gritei quando ele me rodou.

-Te amuh benzinho - exclamou ele me apertando contra si antes de me soltar - manda notícias da vadia da William.

-Também te amo maluco, pode deixar que eu mando notícias - falei dando um beijo em sua bochecha - cuida do Almofadinhas - olhei pro cachorro e depois pro mercenário - beijos - abri a porta e sai.

-Tchau - gritou ele antes de fechar a porta.

Caminhei para fora do prédio, apertei o casaco contra meu corpo ao sentir o vento frio passar.

Olhei pros lados confusa, eu iria a pé ou pegaria um taxi? Considerando que eu to morta de fome e muito cansada, acho melhor um taxi, ai eu aproveito e passo no restaurante italiano.

-TÁXI - gritei desesperada ao vê o carro passar por mim, corri até ele entrando rapidamente - pra torre Stark - de lá eu pego pro Happy me deixar no Complexo.

Sophia off

Savannah on

-EU JÁ FALEI QUE NÃO PRECISO DE COBERTO CARALHO - gritei jogando o coberto, que o médico tinha colocado em meus ombros, no chão - Vão cuidar de quem precisa, eu to bem - passei as mãos pelo rosto sentindo o sangue, que saía do corte em minha testa, meu vestido estava sujo de sangue e poeira, meus saltos tinham quebrado e agora estava descalça, meus braços e joelhos estavam arranhados e tinham alguns cortes.

Respirei fundo vendo o médico se afastar de mim, olhei ao redor encontrando T'Challa caminhando em minha direção. Não pude deixar de sentir um aperto no peito, ao lembrar que não consegui salvar seu pai.

-Desculpa - foi a primeira coisa que eu falei quando ele parou em minha frente, T'Challa me encarou confuso.

-Desculpa? Pelo que? - perguntou ele dispensando o médico com a mão. Vi o médico mostrar o dedo do meio para nós e sair da rua, acho que ele se irritou.

-Eu não consegui salvar ele - murmurrei olhando pra minhas mãos sujas, mordi meu lábio com força, me segurando para não chorar.

-Eu vi o que você fez lá - disse ele puxando o lábio que eu mordia gentilmente, encarei ele confusa e abismada, já falei que ele é lindo? - você salvou aquelas pessoas.

-Bem é... É meu trabalho - falei entortando a boca sem jeito, é tão raro alguém se lembrar de mim que quando notam fico chocada, e feliz claro - fiz o que qualquer pessoa faria, no caso qualquer vingador - mordi o lábio de novo, olhando pros lados - eu tentei... Sabe..

-Eu vi - afirmou ele dando um sorriso - ele gostava de você - sorri e coloquei meu cabelo atrás da orelha.

-Seu pai era um homem incrível, o conheci a pouco tempo, mas gostava bastante dele - Confessei inclinando a cabeça pro lado, percebi que T'Challa mexia sem parar no anel em seu dedo.

-Quer tomar um café? - perguntou ele do nada, franzi a testa confusa, de longe vi Natasha com o celular na orelha, olhei pro homem na minha frente, depois ao redor.

-Café não, mas uma bebida bem forte serve - falei sorrindo, T'Challa sorriu e estendeu o braço - conhece algum bar por aqui?.

-O hotel onde estou tem bar - disse ele enquanto nos afastamos da confusão, fiz uma careta ao pisar em uma pedra.

-Quero comida - falei plena e calma, se eu vou pra um hotel chique tenho que aproveitar né - e preciso de sapatos, de preferência confortáveis.

-Só isso? - questionou ele irônico, fiz um cara pensativa e confirmei.

Estavamos em uma parte reservada do restaurante, eu estava sentada com as pernas cruzadas sob a cadeira, olhando as flores incríveis da mesa, acho que to meio bêbada.

-Conhece o Soldado invernal? - perguntou T'Challa passando o dedo na boca do copo calmamente, arqueei a sobrancelha confusa e deixei meu copo na mesa.

-Bem, pessoalmente eu só o vi uma vez, eu acho - falei tentando me lembrar, minha cabeça já não funciona bem normalmente, imagina bêbada - mas eu conheço a história dele, o passado dele na Hidra.

-Sabe onde ele está? - perguntou deixando o copo de lado e cruzando os braços sobre a mesa, cemiserrei os olhos e me sentei direito na cadeira.

-Não se preocupe T'Challa, se ele for mesmo o culpado iremos prende-lo - garanti dando um sorriso, T'Challa abriu a boca para falar, mas foi interrompido pelo toque do meu celular, olhei pro aparelho, que estava em cima da mesa, vendo o nome Enlatado² brilhando, voltei meus olhinhos pro homem em minha frente e dei um sorriso amarelo - uhm.. Me da licença - peguei o celular e me afastei da mesa - O que aconteceu agora?.

-Bom dia pra você também Savannah - disse ele, revirei os olhos e respirei fundo - preciso da sua ajuda - franzi a testa confusa.

-Você precisa da minha ajuda? No que? - perguntei olhando pros lados, vendo uma mulher alta e morena indo falar com T'Challa, caralho que gostosa em.

-O Capitão está indo atrás do Barnes - disse ele, arregalei os olhos sabendo que isso não era bom - Tem uma equipe indo atrás dele também.

-Me passa a localização, eu vou também - falei colocando a mão na cintura, Rhodes me passou o endereço e disse que um quinjet iria me buscar - encontro você lá - suspirei e desliguei o celular, mordi a boca e me virei pra mesa - desculpa, mas eu... - olhei confusa para mesa vazia, ele foi embora e nem se despediu? - Eu mereço.

Peguei minha bolsa em cima da mesa e sai do Hotel, resmungando na rua igual uma doida, do jeito que eu estou, com o vestido sujo, descalça, machucada e descabelada, até eu to me achando doida.

Savannah off

Narrador

Bucareste

-Chega mais perto - gritou Savannah pro piloto do helicóptero, no terraço de um prédio, Bucky lutava com outro cara fantasiado - quem caralhos é aquele Rhodes?.

-Não sei - disse ele pelo comunicador, a loira revirou os olhos e viu Steve pular para o prédio em que Bucky estava.

Antes que ela responder o cara ao seu lado começou a atirar na direção dos homens no terraço.

-O QUE VOCÊ TA FAZENDO? NÃO ATIRA - gritou ela puxando o cara para longe da arma, Sam deu um chute no helicóptero fazendo os passageiros perderem o equilíbrio, Savannah, que estava sem cinto e em pé, acabou caindo da aeronave - me fudi - resmungou ela revirando os olhos.

-Te peguei - disse Sam segurando a loira pela perna antes de atingir o chão.

-Eu vou matar vocês três - disse ela depois de pousar no chão e colocar as mãos na cintura.

-Eu sou inocente - afirmou Sam antes de voar para longa da loira.

-Ótimo, agora to a pé - resmungou ela bufando. Bucky e o desconhecido desceram do prédio indo para avenida - EU QUERO FÉRIAS CARALHO, É PEDIR MUITO - ela correu atrás do capitão, que corria atrás do desconhecido fantasiado e do Bucky.

Os quatros pularam para dentro do túnel, agentes em carros pretos iam atrás deles. Savannah pulou por cima de um carro, tentando chegar até Steve.

-Capitão - gritou ela desviando de uma moto - PARA - Rogers virou a cabeça para olha-la.

-Desculpa, não posso - gritou ele indo mais rápido, Savannah resmungou irritada, desviou de uns carros dos agentes, Steve pulou na frente de um dos carros, depois tirou o motorista e saiu com o carro.

-STEVE, CARALHO TO COM UM ÓDIO DE VOCÊS - gritou Savannah parando e tirando o cabelo do rosto - Você vai ficar sem sexo por um dia - ela prendeu o cabelo em um cabo de cavalo, usando sua super velocidade, ultrapassou os carros e pulou nas costas do desconhecido, que estava grudado no carro de Rogers - SAI SATANÁS.

-Me solta - mandou dando um soco em seu rosto, Savannah grumiu de dor, mas não soltou ele, ela enrolou seus braços no pescoço dele o puxando para trás, Steve começou a jogar o carro pros lados, na tentativa de fazer eles saírem do carro.

-To enjoada - resmungou Savannah piscando os olhos, vários carros do governo vinham atrás deles, com Sam logo atrás - Solta o carro, gatinho mal, muito mal, Solta - ela começou a dar tapas na cabeça dele, Steve jogou o carro para o lado de novo - AHHHH EU VOU MORRER - gritou ela ao se soltar do desconhecido, que pegou sua mão e a jogou para cima do carro - puta merda.

O desconhecido pulou por cima de ultrapassando o carro e saltando para cima de Bucky na moto, Savannah se virou com cuidado, sentindo suas costas doerem e seu rosto arde.

- STEVE ROGERS, VOCÊ VAI FICAR SEM SEXO POR UMA SEMANA, SE NÃO PARAR ESSE CARRO AGORA - gritou Savannah batendo no teto do carro, ela bufou e olhou para frente vendo o fantasiado tentar derrubar Bucky da moto - esse cara é uma pulsa do caralho em.

-OLHA A LÍNGUA - gritou Steve, Savannah revirou os olhos e mostrou o dedo do meio para ele, pela janela.

Bucky finalmente tinha conseguido se soltar do desconhecido, que grudou em Sam. Bucky jogou uma bomba no teto da avenida, fazendo explodir e os destroço impedir a saída.

-Me fudi - exclamou Savannah arregalando os olhos, Steve freou com tudo, para não bater nos destroço e pulou do carro, já a loira ficou com o cadarço preso na porta do carro - PORRA - gritou ao sentir o carro virar, rapidamente ela puxou o pé de dentro do coturno e pulou de cima do carro, rolando pelos destroços e batendo a cabeça em uma das colunas.

Narrador off.

Savannah on

Senti tudo rodar de repente, luzes vermelhas e azuis piscando, barulhos altos e gente falando, afinal onde eu to mesmo? Na feira? Hoje é segunda? Eu tirei o feijão do fogo? Pera, eu transei hoje?.

-Savannah? Eii, Savannah ta me ouvindo? - ouvi uma voz ao longe me chamar, tentei abrir meus olhos mas a claridade não deixou.

-Deus? É você? - perguntei confusa, tentei levantar a cabeça, mas uma puta dor me impediu, abri os olhos vendo Rhodes abaixado ao meu lado - Ai, eu to no inferno.

-Ela ta bem - disse ele revirando os olhos, me sentei no chão, sentindo minhas costas doerem, passei a mão no rosto, sentindo algo quente e úmido em minha bochecha, levei minha mão até a altura dos meus olhos e vi que era sangue - cortou a testa, ta feio - Rhodes estendeu a mão, me ajudando a levantar.

-Ai caralho - gritei sentindo minhas costas estalarem, fiz uma careta de dor, respirei fundo e olhei ao redor, vendo Bucky preso, Steve e Sam rendidos e - T'Challa? - o caralho desconhecido, que me deu um soco é o príncipe gato - EU VOU MATAR VOCÊS - tentei andar e quase cai por causa das pedras na minha frente, Rhodes me segurou antes que eu caísse lindamente de cara no chão.

-Fica calma, bateu a cabeça com força - disse Rhodes me soltando, cruzei os braços e olhei para ele, tentei manter meu olhar sério pros outros quatros, mas meu rosto doía.

-Vamos embora - falei fazendo uma careta e sentindo meu nariz doer, me apoiei em Rhodes e sentei no chão lentamente, sentindo tudo em mim doer - Eita caralho.

-O que ta fazendo? - perguntou Rhodes me encarando, os agentes ao redor me olharam confusos, assim como os outros quatros.

-Tirando o sapato - falei puxando o coturno do pé, eu gostava desse coturno, agora eu perdi, to triste - alguém vai ter que comprar um coturno novo pra mim - gritei jogando o sapato na direção dos quatros idiotas.

Savannah Off.

Narrador on

-Então você gosta de gatos? - perguntou Sam a T'Challa, quebrando o silêncio que estava no camburão que eles estavam.

-Sam - repreendeu Steve, depois se virou para olhar o príncipe - o traje é de vibranium?.

-O pantera negra protege Wakanda há gerações, um manto passado de guerreiro para guerreiro, e agora porque seu amigo matou o meu pai, eu também visto o manto de rei - disse T'Challa olhando fixamente para frente - Então, eu pergunto, como guerreiro e rei, por quanto tempo acha que manterá seu amigo a salvo de mim?.

-Calem a boca - disse Savannah com a voz abafada, os três olharam pro banco da frente, onde a loira estava deitada com uma bolsa de gelo na cabeça, apertava os olhos com dor - se eu ouvir a voz de vocês, eu juro por Deus, que atiro alguém desse carro, puta que pariu.

-Como está a cabeça? - perguntou Steve se esticando para olhar a loira, ela abriu os olhos e se sentou no banco, escorada na janela, encarando seriamente os três.

-Se importa agora? - questionou ela com um sorriso sarcástico, tirou a bolsa de gelo da cabeça, mostrando o corte que a pancada tinha feito e o olho avermelhado, onde T'Challa tinha acertado o soco - rezem pro meu olho não ficar roxo, porque se ficar, eu deixo vocês roxos de pancadas e socos, e se ficar uma cicatriz na minha testa, eu esfaqueio vocês.

-Alguém já te falou que você é meio psicopata? - questionou Sam encarando ela assustado, Savannah mostrou o dedo do meio pra ele e voltou a fechar os olhos.

-Eu sinto muito pelo soco senhorita William, não era para acerta seu rosto - disse T'Challa sério, Savannah abriu os olhos e encarou ele.

-Vai pro inferno - exclamou ela antes de voltar a se deitar no banco, deixando os três surpresos por sua atitude - vão pro inferno os três, acho melhor ficarem calados, porque eu ainda to armada.

Complexo

Narrador

-Oi gente - disse Sophia entrando na cozinha, onde estava Wanda e Visão, ao percebe a tensão entre os dois, ela arqueou a sobrancelha - ta tudo bem aqui?.

-Sim senhorita Scott - afirmou Visão calmo como sempre, Sophia olhou para ele e depois para Wanda, que suspirou e se sentou na cadeira, a morena resolveu não se intrometer.

-Tuuudoo bem - disse Sophia sorrindo sem jeito, ela ajeitou as mangas de casaco e conferiu os bolsos, para saber se o celular e o dinheiro estavam lá - eu vou sair para deixar vocês conversarem a vontade, vou aproveitar para passar no mercado e comprar chocolate amargo, me deu vontade de comer - ela deu tchau e caminhou até a porta, porém Visão se colocou em sua frente.

-Infelizmente não será possível Senhorita Scott - disse Visão serenamente, Sophia o encarou confusa.

-Como assim? - perguntou ela confusa olhando de Wanda para Visão.

-Não podemos sair do Complexo - falou Wanda cruzando os braços irritada e saindo da cozinha, Sophia franzi o cenho e voltou a encarar Visão.

-Por que não podemos sair daqui? - questionou ela cruzando os braços.

-Por causa dos últimos acontecimentos, o senhor Stark achou melhor deixar-las seguras aqui, para evitar outro acidente - explicou Visão, Sophia arqueou a sobrancelha não acreditando - como são potencialmente perigosas...

-Espera ai, desde quando eu sou potencialmente perigosa? - questionou ela confusa e irritada - achei que Selena, Bruce e Wanda eram os únicos potencialmente perigosos, agora eu? Porque?.

-Dada a evolução recente de seus poderes - explicou ele, Sophia se lembrou das evoluções que seus poderes sofreram depois que Wanda mexeu com sua cabeça - com seus treinos, vimos que você, mesmo inconscientemente, se tornou perigosa, tanto para você quanto para as pessoas.

-Não sou perigosa - afirmou ela indignada e levemente magoada, afinal nunca tinha machucado ninguém de propósito.

-Você tem capacidade de matar alguém só com o toque de suas mãos - disse ele sério, porém calmo, Sophia cruzou os braços irritada - as pessoas estão com medo de..

-Não controlo o medo das pessoas, apenas o meu - disse ela séria - se não quer me deixar sair ótimo, diga ao Stark que teremos uma longa conversa quando ele chegar.

Sophia se virou e seguiu pro corredor dos quartos, ao passar pelo quarto de Wanda, viu a mesma sentada na cama olhando pras mãos, a morena se aproximou e deu duas batidas na porta.

-Está tudo bem? - perguntou Sophia cruzando os braços e sorrindo gentilmente, Wanda encarou ela e suspirou.

-Eles tem medo de mim - sussurrou a ruiva, Sophia entrou no quarto e se sentou ao lado dela.

-Ei, você não tem culpa disso OK - disse a morena segurando as mãos da mais nova - Não podemos controlar o medo dos outros, só os nossos - Wanda encarou ela com os olhos lacrimejantes.

-O que iram fazer comigo? - perguntou ela deixando uma lágrima cair, Sophia encarou a ruiva seriamente.

-Se depender de mim, nada - garantiu ela, Wanda deu um sorriso e secou as lágrimas.

-Acho que nunca pedi desculpas pelo que aconteceu naquele dia - disse Wanda mordendo o lábio, Sophia piscou os olhos rapidamente até que se lembrou do que a ruiva falava.

-Não precisa se desculpar - disse Sophia dando de ombros - o que aconteceu em Sokovia é passado, e além do mais, graças a você descobri novos poderes.

-De nada, eu acho - falou Wanda confusa, Sophia puxou ela para um abraço - obrigada.

-Não fica com medo, não vai acontecer nada com a gente OK - garantiu Sophia soltando a ruiva, Wanda sorriu - agora eu vou indo, porque tenho que ligar para Savannah, pra ela bater no Stark por nós.

-OK, eu vou conversa com Visão - disse Wanda se levantando, as duas saíram do quarto.

Sophia entrou em seu quarto, tirou o casaco deixando-o em cima da poltrona, soltou o cabelo do coque e tirou as sapatilhas.

-Altamente perigosa - resmungou ela tirando o celular do bolso traseiro enquanto andava de um lado pro outro - logo eu? Perigosa? - parou na frente da janela e olhou pro céu - como eu queria que você estivesse aqui Thor - ela suspirou e discou o número de Savannah.

-ALÔ - gritou Savannah fazendo Sophia afastar o celular do ouvido.

-Pra que gritar? Não sou surda - disse Sophia revirando os olhos.

-Desculpa não vi que era você - desculpou-se a loira ofegante, Sophia colocou a mão na cintura - o que aconteceu?.

-STARK PROIBIU WANDA E EU DE SAIR DO COMPLEXO - gritou Sophia irritada fazendo Savannah arregalar os olhos e quase cair com o susto.

-NÃO GRITA - mandou Savannah gritando, os agentes que passavam ao seu lado se assustaram e encararam ela - O que foi? Nunca me viu não? Eu em - os agentes se afastaram, continuando seus caminhos - Stark está aqui, acabei de vê ele e a Romanoff, ele tá com o Capitão agora.

-Ah, pergunte a ele se ele não tem mais nada de interessante pra fazer, porque eu tenho - exclamou Sophia revirando os olhos - Selena ta ai também? Não vi ela hoje.

-Aqui não ta - disse Savannah parando no corredor - Achei que estava ai, Stark falou que ela tinha dito que ia caminhar e depois iria arrumar a mala porque eles vão viajar.

-Espera - disse Sophia indo até o quarto da Stark - ela não ta aqui, as coisas dela estão aqui igual ontem - ela olhou dentro do closet - Sexta feira, Selena está no Complexo?.

-A senhorita Stark saiu bem cedo e ainda não voltou - disse a inteligência artificial.

-Acha que ela voltou pra Asgard? - perguntou Savannah olhando pros corredores vendo T'Challa entrar em uma sala.

-Da pra vê a Bisfrot abrindo de longe - disse Sophia voltando pro quarto - vou esperar ela voltar, caso não volte eu vou atrás.

-Mas não pode sair do Complexo - lembrou Savannah se escondendo ao vê Romanoff passar.

-Eu dou meu jeito, não se preocupe - garantiu Sophia apertando a ponta do nariz.

-Já to preocupada - disse Savannah suspirando, ela viu Everett Ross na porta da sala conversando com T'Challa e Romanoff - eu tenho que ir, me mantem informada OK.

-Ok, você também me mande notícias -mandou Sophia se sentando na cama - tchau, se cuida.

-Você também linda - disse Savannah antes de desligar, ela olhou seu reflexo no celular, vendo o corte recém costurado e o olho meio avermelhado, guardou o celular no bolso da calça e tirou o chaveiro do outro bolso.

A loira esperou Ross sair e caminhou até a sala, T'Challa estava sentado e em sua frente estava Natasha, Savannah se encostou na porta e deu duas batidas na porta com o pé.

-Atrapalho? - perguntou ela com um sorriso sarcástico, os dois olharam para ela.

-Eu vou vê onde o Tony está - disse Natasha saindo, ela se virou pra loira - não faz merda - a ruiva saiu, deixando os dois sozinhos.

-Senhorita William - cumprimentou T'Challa se levantando, Savannah entrou na sala e levantou a mão, mandando ele se calar.

-Sabe eu fiquei me perguntando a viagem toda até o esconderijo do Bucky se eu tinha falado ou feito alguma coisa para que você fosse embora sem se despedir - disse ela andando e olhando a decoração da sala - depois que vi você lá, fiquei me perguntando como você sabia a localização certa do local.

-Savannah...- a loira levantou o dedo onde estava preso o anel do chaveiro do gato preto, na cabecinha do gato estava uma bolinha piscando - eu posso explicar.

-Você me usou - disse ela séria, T'Challa engoliu em seco - sabia que o Capitão iria atrás do Barnes e que eu iria atrás dele, aproveitou que eu estava no celular e colocou esse rastreador em mim - Savannah cutucou o rastreador com o dedo - e isso nem sai do meu gatinho.

-Ele matou meu pai, eu precisava....- disse T'Challa sério, Savannah revirou os olhos e interrompeu ele.

-Acha que é o único aqui que perdeu alguém que ama por causa do Soldado Invernal? - questionou Savannah trocando o peso pra outra perna, T'Challa encarou ela e cruzou os braços - Sophia perdeu os pais e o irmão, Selena perdeu a mãe e o namorado, eu perdi meus avós e meu pai - ela se aproximou dele - sempre é um novo problema , mas o mesmo inimigo - a loira pegou o chaveiro e colocou na mão do príncipe - a diferença é que sabemos que não foi culpa do Bucky matar aquelas pessoas e sim da Hidra, porque quase nos tornamos como ele, um monstro da Hidra.

-Eu sinto muito - disse T'Challa se referindo a perca das pessoas, Savannah respirou fundo e se afastou.

-Tira disso do meu gatinho - mandou ela indo até a porta - ele foi um presente de uma amiga, é importante pra mim - dito isso ela saiu da sala, deixando o príncipe sozinho.

T'Challa olhou pro chaveiro de gato preto em sua mão, se jogando na poltrona que estava sentado antes, ele levantou o chaveiro até a altura dos olhos.

-Que mulher - exclamou ele com um sorriso - ela tem atitude.

Enquanto isso.......

Narrador off

Selena on

Base secreta

Senti um cafuné gostoso em meus cabelos, me remexi abraçando algo macio e fofo, estava tão confortável na cama, com esse cafuné que Loki estava fazendo..

Espera..... Loki e eu terminamos, eu sai de casa, então que cama é essa? Quem ta fazendo cafuné em mim?. Me remexi na cama e me virei pro lado, onde estava a pessoa que mexia em meus cabelos, pisquei os olhos lentamente.

-Olá querida - disse uma voz calma, uhm eu conheço essa voz, essa voz eu reconheço até no inferno, abri os olhos rapidamente e não pude conter o grito de horror.

-AI MEU DEUS, VOCÊ TA MORTO, MORTINHO - gritei pulando e caindo da cama, eu realmente não acredito no que meus olhos estão vendo - eu vi você morrendo.

-Tenho certeza que viu Grant Ward morrendo - disse Ward se levantando e caminhando até mim, me arastei para longe dele.

-Não se aproxima de mim assombração - mandei me levantando e correndo pro outro lado do quarto, Ward parou com as mãos para trás do corpo.

-Não precisa ter medo de mim, não vou machucar você - disse ele dando uns passos em minha direção, peguei o vaso de flores para me defender - fique calma.

-Eu to calma, muito calma - exclamei segurando o vaso na frente do meu corpo - não se aproxima não em, eu já vi supernatural, vai pra luz assombração.

-Eu não sou uma assombração, não mais - disse ele revirando os olhos e sorrindo - quando nos conhecemos em Maveth eu era apenas uma assombração vagando naquele mundo morto - arregalei os olhos e sem querer deixei o vaso cair.

-Espera... Você é o negócio que o Gideon queria colocar no meu corpo? - perguntei olhando para ele de cima para baixo - como está aqui? No Ward.... Espera... Por que eu estou aqui? - não sei não, mais isso tudo tá me deixando tonta e enjoada - Ai Jesus, acho que vou desmaiar.

-Não quero que se machuque sente-se - disse ele com uma expressão preocupada enquanto pegava uma cadeira para mim - prometo que conto tudo o que quiser saber - olhei meio desconfiada para ele e depois para cadeira, puxei a cadeira e me sentei um pouco longe dele, ele sorriu e pegou uma cadeira para se sentar também - pergunte o que quiser Selena.

-OK, quem é você? Por que ta no Ward? Por que Gideon queria colocar você em mim? Por que eu to aqui? Onde é aqui? Por que a Daisy me trouxe aqui? - quando percebi estava andando de um lado para o outro no quarto, me virei para encara-lo e o mesmo me olhava com um sorriso - por que esta sorrindo?.

-São muitas perguntas - disse ele ainda sorrindo, arqueei a sobrancelha e me sentei na cama - eu me chamo Hive, sou o primeiro inumano que os skrus criaram, estou no Grant Ward pois seu corpo foi deixando em Maveth e bem eu sai de lá pelo mesmo portal que você saiu - Hive cruzou as mãos em cima de seu colo, respirei fundo sentindo uma leve dor na barriga - sobre o interesse de Gideon em você, eu não sei.

-Nossa, isso é muito interessante - falei piscando os olhos e suspirando, a dor começou a aumentar então me levantei e voltei a andar pelo quarto tentando dispersa a dor - mas ainda não disse por que estou aqui.

-Estamos em uma base da Hidra - ele se levantou e veio em minha direção - você está aqui por que eu quero que reine ao meu lado.

-Desculpe, reine? Reine onde? - perguntei confusa, Hive sorriu e colocou as mãos para trás.

-Reinar sobre a terra, com nosso povo - disse ele e acho que o ponto de interrogação em minha cabeça era enorme para ele me encarar sério - os inumanos - explicou ele.

-Não sei se você sabe, mas a Hidra modificou meu DNA, eu não sei se o gene inumano ainda ta intacto e eu não to afim de descobri e virar pedra - falei forçando um sorriso, Hive me encarou - e dada as circunstâncias que levou o fim do meu namoro, acho que não sou a pessoa certa para "reinar" ao lado de ninguém - dei de ombro, sentindo uma leve tontura e me sentei na cama.

-Está enganada Selena, você é a melhor pessoa para ser minha rainha - disse ele se colocando na minha frente - sendo ou não uma inumana quero você comigo, como minha rainha - dei uma risada e me levantei, porém tudo começou a rodar e cai para frente - você está bem? Está sentindo alguma coisa? - Hive me segurou antes que eu caísse no chão.

-Eu não sei.... - exclamei gemendo de dor, coloquei a mão na barriga desesperada, to passando mal na presença do inimigo, misericórdia - doi aqui, eu não sei porque... Eu... Ai.

-Está sangrando - disse ele, arregalei os olhos confusa, então olhei para baixo e vi que minha calça estava manchada de sangue, Jesus, menstruação logo agora? Mas não ta na semana ainda.

-O que? Como assim? Eu... - senti tudo rodar, um forte enjôo e coloquei tudo pra fora.

Olhei pro chão e vi que eu tinha vomitado uma gosma vermelha, que logo identifiquei ser sangue. O que aconteceu depois foi muito rápido, de repente Hive estava me carregando para fora do quarto enquanto eu tentava não desmaiar.

-Selena? Está me ouvindo? Fique acordada - disse ele me encarando preocupado, tentei abrir a boca, mas não sentia meu corpo, era como se estivesse dopada, meu corpo não reagia aos meus comandos - Preciso de um médico agora - aos poucos a escuridão foi me consumindo - Fique acorda, não durma - senti meu corpo sendo balançado, minhas pálpebras ficaram pesadas e de repente tudo escureceu.

*************



Notas Finais


Olá gente, bom dia, boa tarde e boa noite...

Capítulo grande, eu sei...

Para aqueles que tantam pediram, finalmente Savannah e T'Challa se conheceram, altas Tretas ainda vão rodar entre eles...

Alguém se lembra do gatinho preto q Olivia deu pra Savannah? 😉😉😉

Iai, vcs acham a Sophia perigosa? Visão ta certo? Ou não? Acham que ela vai se aposentar?.

Selena sequestrada pela Hidra, novidade? Nenhuma😂😂, Hidra e sua tesão pela nossa Stark,... Vcs acham q ela vai aceitar ser rainha do Hive? Oq vcs acham q ela tem?.

Me digam a opinião de vcs, estou realmente muito animada com esse fim da fic e espero q vcs gostem da reviravolta q está por vim.

Oficialmente faltam 3 capitulos pro fim da fic, tirando o epílogo e é claro o pós crédito.


Bjs, amo vcs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...