História The Avengers - Lady's Black - Capítulo 78


Escrita por:

Postado
Categorias Agent Carter, Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Deadpool, Demolidor (Daredevil), Doutor Estranho, Homem-Aranha, Jessica Jones, Luke Cage, Os Vingadores (The Avengers), Punho de Ferro (Iron Fist), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bobbi Morse, Claire Temple, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Danny Rand / Iron Fist, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Edwin Jarvis, Fandral, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Franklin "Foggy" Nelson, Frigga, Grant Ward, Heimdall, Howard Stark, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Janet Van Dyne (Vespa), Jemma Simmons, Jessica Jones (Safira), Karen Page, Lady Sif, Lance Hunter, Laura Barton, Loki, Luke Cage, Maria Hill, Matt Murdock (Daredevil), May Parker, Melinda May, Natasha Romanoff, Nick Fury, Odin, Pantera Negra (T'Challa), Peggy Carter, Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang (Homem-Formiga), Sharon Carter (Agente 13), Skye, Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool), Ward Meachum, Yao/Ancião
Tags Agent Carter, Agent Of Shield, Aventura, Capitão América, Deadpool, Defensores, Demolidor, Drama, Gavião Arqueiro, Homem De Ferro, Hulk, Jessica Jones, Loki, Luke Cage, Nick Fury, Os Vingadores, Punho De Ferro, Thor, Viuva Negra
Visualizações 9
Palavras 5.414
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 78 - Sem saída


Fanfic / Fanfiction The Avengers - Lady's Black - Capítulo 78 - Sem saída

Savannah on

-Vamos caralho, me dá minha comida porra - chutei a máquina de doces, que tinha engolido meu dinheiro e não tinha me dado o pacote de doces - Sai cacete - sacudi a máquina e nada - PORRA, DESGRAÇA, FILHO DE UMA PUTA, EU QUERO O CARALHO DO DOCE - comecei a dar socos nela, maldita, roubou meu dinheiro que eu tinha roubado do enlatado.

-Que palavreado lindo - escutei uma voz falar atrás de mim, me virei encontrando Steve encostado na parede, revirei os olhos, nem preciso dizer que ainda to puta com ele e o passarinho 2, então resolvi me fazer de difícil.

-O que você quer capitão? - questionei voltando meus olhos para máquina, escutei Steve respirar fundo e se aproximar.

-Quero pedir desculpas - disse ele encostando na máquina, cruzei os braços fingindo não ligar - me desculpa - encarei seus olhos de cachorro sem dono, sua boquinha vermelho estava muito beijavel e.....Se controla Savannah, lembre-se que ele foi mal..... Se bem que eu poderia puni-lo no quarto, quem sabe amarrado na cama, como veio ao mundo, eu gosto dessa ideia - Sammy? Ta me ouvindo?.

-Oi!? Desculpa o que disse? - perguntei afastando os pensamentos nada apropriado pro momento, Steve sorriu e colocou as mãos no bolso da calça - não me venha com esse sorrisinho lindo, ainda estou brava com você.

-Eu sei, me desculpe OK.... Mas se coloca em meu lugar - disse ele suspirando, inclinei a cabeça pro lado confusa - se fosse a Sophia ou a Selena no lugar do Bucky, o que você fazia?.

-Matava quem quisesse machucar elas - falei entendendo o ponto de vista dele, suspirei - olha.... eu entendo que queira proteger o Bucky, ele é seu amigo desde de sempre, você poderia ter me chamado, eu teria ajudado.

-Sério? Mesmo tendo assinado o tratado, você me ajudaria? - questionou ele confuso, revirei os olhos e cruzei os braços.

-Como se a porra de um papel fosse me impedir de ajudar meus amigos - falei, Steve sorriu - Mas isso não significa que eu desculpei você e o passarinho, minhas costas ainda ta doendo.

-Eu sinto muito, se quiser posso fazer uma massagem mais tarde - sugeriu ele todo inocente, mas como minha mente é mais poluída do que o esgoto, imaginou outras coisas.

-Eu adoraria uma massagem - falei com sorrindo malicioso, Steve corou e antes que pudesse dizer alguma coisa, Sam apareceu.

-Achei vocês, vão interrogar o Barnes agora - disse ele enquanto passava por nós, Steve me deu um beijo rápido e foi atrás do passarinho, fiquei olhando para onde eles foram, ainda surpresa com o beijo voluntário e público de Steve, afinal, ele nunca demonstrava afeto em público devido as reações dramáticas do Stark e da Romanoff.

-Oh povo estranho em - exclamei balançando a cabeça, olhei pros lados e voltei meus olhos para máquina - agora é eu e você querida - estalei os dedos, amarrei o cabelo, tomei distância para dar um belo chute na desgraça que roubou meu dinheiro - 1, 2 e 3, isso é pelo meu dinheiro - corri em direção a máquina e de repente tudo ficou escuro - Mas que merd.... Ai - acabei batendo a cara na máquina de doces - meu nariz.

Luzes de emergência foram ligadas, agentes passaram pelo corredor correndo, uma sirene foi ativada e tudo que eu pensei foi.

-Perdi meu dinheiro e meu doce - resmunguei apertando meu nariz dolorido, fui em direção a sala que Natasha disse que estaria, depois de virar uns corredor, percebi que tinha me perdido - mas que beleza em - exclamei revirando os olhos, cruzei outro corredor e sai na área externa, onde tinha várias mesas e cadeiras e uma maquina de salgadinhos - quem sabe eu consiga dessa vez .

Caminhei até a máquina e peguei meu dinheiro, quando voltei meus olhos pro vidro da máquina, vi meu reflexo e de outra pessoa atrás de mim, me virei encontrando Bucky a poucos passo de mim.

-Ah... Oi.. - falei confusa, ele tinha uma cara meio assassina enquanto caminhava em minha direção - quer salgadinho também? - em resposta ele jogou uma cadeira, da qual desviei rapidamente, caindo no chão - vou aceitar isso como um não - peguei a perna da cadeira e me defendi do seu soco - Menino que revolta é essa, ta com o diabo na cabeça jovem? - Bucky pegou a minha arma improvisada e jogou longe, arregalei os olhos constatando que me fudi legal - Steve que me perdoe, mas não vou me machucar de novo - ergui a mão fazendo ele voar para cima das mesas, me levantei do chão pronta para lutar - olha eu não quero te machucar sab......

Bucky me interrompeu com um soco, que puta que pariu, doeu muito, antes que eu pudesse reagir, ele me jogou em cima da mesa me enforcando com seu braço biônico.

-Pode..poderia se le..lembrar de mim - falei sentindo o ar indo embora e aos poucos perdendo os sentidos.

Savannah off.

Narrador on

-Ela ficará bem? - perguntou Hive ao médico que examinava Selena, a mesma se encontrava deitada em uma marca desacorda.

-Eu não sei dizer se sim ou se não - disse o médico respirando fundo apreensivo com a reação do líder.

-Como assim não sabe dizer? - questionou Hive irritado e preocupado, o médico se assustou e se afastou.

-Bem... Ela foi envenenada - disse Radcliffe entrando na sala, Hive se virou para ele enquanto o médico saía rapidamente.

-Como assim envenenada? Um veneno não seria forte o suficiente pra causar isso nela - disse Hive encarando Holden.

-Um veneno normal não, mas essa toxina no organismo dela... Eu não conheço - Holden se aproximou da marca olhando pro quarto, Hive o encarou ele confuso - eu nunca vi nada parecido, o veneno conseguiu matar os organismos mutagênicos dela e matar o feto.

-Que feto? - perguntou Selena abrindo os olhos, Hive se aproximou dela a ajudando a se sentar na cama - onde eu to? Quem é você? - ela olhou para Holden que sorriu em resposta - o que aconteceu?.

-Eu sou Holden Radcliffe, cientista, prazer em conhece-la - Selena encarou ele ainda tonta, ela voltou seus olhos para Hive que sorriu e pegou a mão dela.

-O que aconteceu? - perguntou ela respirando fundo e fechando os olhos - eu não to bem.

-Você foi envenenada - disse Hive sério, Selena olhou dele para Radcliffe confusa - Radcliffe estava me explicando o que aconteceu com você - os dois voltaram seus olhos para o cientista que limpou a garganta e pegou o tablet com o prontuário médico dela.

-Então.. Como eu estava falando, essa toxina é desconhecida, não existe aqui na Terra - disse ele mexendo no tablet, Selena soltou sua mão da de Hive e passou as mãos no cabelo -Isso quer dizer...

-Que eu fui envenenada em Asgard - completou ela cobrindo o rosto com as mãos e bufando.

-Teria alguém lá que iria querer você morta? - perguntou Hive se apoiando na cama, Selena respirou fundo e fez uma cara pensativa até que se lembrou de uma coisa.

-O chá - exclamou ela arregalando os olhos, Hive e Holden encararam ela sem entender - Aquela ruiva me deu um chá horrível, disse que era uma erva do reino dela - a Stark encarou Holden - foi a única coisa diferente que bebi ou comi em minha estadia em Asgard.

-Não sei o que essa tal ruiva tem contra você, mas ela não queria só um aborto, ela quero te matar mesmo - garantiu Holden deixando o tablet na mesinha, Selena encarou ele confusa.

-Como assim só um aborto? - questionou ela piscando os olhos sem entender, Holden olhou dela para Hive.

-Bem... Você estava grávida - disse ele fazendo Selena arregalar os olhos chocada - o veneno matou o feto e seu organismo mutagênico.

-Espera... eu to confusa - Selena respirou fundo, tentando absorve a notícia - está dizendo que eu perdi um filho? E o que quer dizer com matou meu organismo mutagênico? O que isso significa? Que eu não sou mais uma aprimorada? Que... Que além de perde um filho, eu perdi uma metade de mim? - Selena sentiu as lágrimas escorrendo pelo rosto, Radcliffe olhou para Stark com pena, Hive abraçou a loira de lado.

-Sinto muito, mas... Mas isso não é tudo - disse Holden colocando as mãos no bolso, Hive soltou Selena e encarou o cientista, a Stark se ajeitou na cama ainda chorando.

-Como assim não é tudo? - questionou Hive sério, Radcliffe pegou o tablet e colocou no colo da Stark - o que é isso?.

-O diagnóstico da Selena - disse Radcliffe encarando a Stark, ela pegou o aparelho e começou a ler o resultado do exame - eu sinto muito - Hive encarou Selena sem entender, a loira deu uma risada e deixou algumas lágrimas caírem, Hive pegou o tablet e começou a ler o exame.

-O que isso significa? - questionou ele olhando pro cientista, que engoliu em seco.

-Significa que eu estou morrendo - disse Selena olhando para Hive, o inumano olhou pro cientista esperando que ele negasse a informação.

-Sem o organismo mutagênico, Selena não tem como se curar - explicou ele se virando para Stark - é muita sorte você ainda está viva, o veneno matou primeiro a Safira negra e depois o feto, é como se estivesse corroendo você por dentro, por isso vomitou sangue.

-Como faz para parar isso ? - questionou Hive, Selena respirou fundo tentando absorve a informação, deitou sua cabeça no travesseiro olhando pro teto.

-Não tem como parar - afirmou Radcliffe respirando fundo.

Alemanha

Base federal

-Posso falar com você? - perguntou Savannah a T'Challa, que se encontrava parada ao lado do carro dele.

-Mova-se, ou moverei você - mandou a segurança do príncipe, Savannah encarou ela com os braços cruzados sem se deixar abalar com a ameaça.

-Interessante, mas não será necessário - disse T'Challa sorrindo, a segurança se afastou deixando ele e Savannah sozinhos - sobre o que quer conversa?.

-Natasha me disse que foi você que me salvou do enforcamento do Bucky, quero agradecer por te me salvado - explicou ela balançando o corpo para frente e para trás, T'Challa sorriu ainda mais e colocou as mãos para trás - uhm.. Obrigada.

-De nada, não fiz mais do que meu trabalho - disse ele repetindo o que ela tinha dito mais cedo para ele, Savannah revirou os olhos e sorriu.

-Acha mesmo que pode encontra-lo? - perguntou ela inclinando a cabeça pro lado, T'Challa respirou fundo e caminhou até a porta do carro.

-Meus recursos são consideráveis - disse ele abrindo a porta, Savannah cruzou os braços e se virou.

-É, o mundo só levou 70 anos pra encontrar ele - disse Natasha se aproximando deles, T'Challa e Savannah virou-se para encara-la - você pode fazer isso em metade do tempo.

-Você sabe onde ele está - disse T'Challa, Savannah olhava da ruiva pro príncipe, com o braço apoiado no teto do carro, Natasha sorriu e olhou para ela.

-Eu sei alguém que sabe - garantiu a ruiva inclinando a cabeça pro lado sem desviar os olhos da loira, T'Challa encarou a William também, a mesma olhou pros dois sem entender.

-O que? Eu não sei de nada não em - exclamou ela se afastando do carro, Natasha cruzou os braços e arqueou a sobrancelha, a loira revirou os olhos - Sinto que irei me fuder legal.

Complexo

-Wade não.... Espera está tudo bem OK....É só que a Selena ainda não voltou, só queria saber se ela passou ai - disse Sophia respirando fundo, ela colocou a mão livre na cintura. A noite já tinha caído, só estava Wanda, Visão e ela no Complexo.

-Aqui ela não apareceu, quer que eu procure ? - perguntou Wade ofegante, Sophia fechou os olhos e passou a mão no rosto.

-Por favor Wade - pediu ela olhando pro céu escuro - eu não posso sair daqui agora - ela caminhou até o outro corredor, vendo um forte clarão vindo do jardim - Wade, eu vou ter que desligar OK.

-Ta bom, mas manda notícias chuchu - disse ele antes de desligar, Sophia guardou o celular e caminhou até a sala, onde estava Wanda e Clint.

-O capitão precisa da gente, vamos - disse Clint puxando Wanda pela mão, de repente Visão passou pela parede, Sophia se escondeu atrás da coluna, depois correu até seu quarto pegando sua mochila, que ainda não tinha desfeito, colocou seu uniforme dentro dela e pegou seus chicotes, ao voltar para sala encontrou Visão dando uma gravata em Clint.

-Clint, você não tem mais poder do que eu - disse Visão, Clint olhou para Wanda, que encarou Sophia atrás deles dois.

-Ele não tem, mas eu tenho - disse Sophia esticando o chicote e jogando em Visão, o chicote se envolveu em seu pescoço e a Scott puxou o andróide e deu um choque ele, fazendo ele afrouxar o aperto.

-Visão, chega deixa ele ir embora - mandou Wanda mexendo as mãos com suas energias vermelhas, Sophia soltou o chicote sabendo que a mais nova cuidaria do andróide - eu vou sair daqui.

-Não posso permiti - disse Visão, Wanda esticou as mãos e com seus poderes tirou Clint do aperto de Visão, Sophia correu até o agente o ajudando a levantar.

-Desculpa - pediu manda empurrando Visão contra o chão.

-Se você fizer isso... Eles nunca iram parar de ter medo de você - disse Visão sendo afundado cada vez mais, fazendo o piso trincar.

-Eu não controlo o medo deles, só o meu - afirmou Wanda antes de empurrar o andróide fazendo o chão rachar e ele ser afundado andares abaixo.

Sophia e Clint ficaram olhando pro curado que se formou no chão, até que Wanda parou.

-Vamos, ainda temos uma parada - disse Clint chamando a atenção das duas.

Narrador off.

Selena on

-Onde estamos exatamente? - perguntei olhando ao redor, estavamos em um tipo de galpão abandonado, tinha uma sala onde Holden estava com Daisy, uns aparelhos que eu não sabia o que era, Hive estava do meu lado com as mãos para trás, ele tinha me entregado um conjunto de roupas limpas, já que as minhas estavam sujas de sangue. Eu não fazia ideia de que horas eram, mas já estava de noite.

-Em um galpão abandonado - disse ele olhando para frente, olhei para ele com a sobrancelha arqueada - não se preocupe ninguém nos achara aqui.

-Nossa me sinto muito melhor agora - ironizei revirando os olhos, me levantei do banco, me apoiando nele - olha, eu adorei esse dia, sério, conhecer você e tal, descobrir que eu estava grávida, que fui envenenada e perdi o bebê e a Safira negra e que pra completar to morrendo - respirei fundo, eu ainda não conseguia acreditar naquilo, saber que a Safira negra tinha ido para sempre e que eu estava grávida do Loki, é demais - mas como seu cientista disse, eu to morrendo, não sirvo pra ser sua rainha, então que tal me levar pra casa.

-Para você morrer lá? Sinto muito, mas não posso deixar você ir - disse ele segurando minhas mãos, enruguei a testa confusa, e puxei minhas mãos.

-Se eu estou morrendo, quero morrer ao lado das pessoas que eu amo Hive - falei sentindo um nó na garganta - por favor.

-Você não vai morrer, irei cura-la - garantiu ele sorrindo, ok, o cara é doido, eu já percebi isso, certo, mantenha a calma Selena.

-Você ouviu a parte que seu cientista disse que não tem cura? Porque eu ouvi - falei cruzando os braços, meu corpo começou a pesar então voltei a me sentar no banco, Radcliffe disse que as dores de barriga que eu vinha sentindo desde ontem era o veneno corroendo meus órgãos internos lentamente, depois que ele matou a Safira negra, seu processo acelerou e rapidamente está se espalhando pelo meu organismo, me dando no máximo 2 dias ou menos de vida.

-Eu sei, eu ouvi o que ele disse... Só que talvez exista um jeito de te salvar Selena - disse ele se sentando ao meu lado, puxei as pernas e as cruzes esperando sua explicação - antes de trazer você para cá, Radcliffe e eu estávamos estudando um jeito de recriar o experimento Kree.

-E isso deu certo? - perguntei curiosa, encostei minha cabeça no banco, puxando minhas pernas até o peito.

-Não, os lideres da Hidra que se voluntariaram pro experimento morreram - disse ele como se não fosse nada, encarei ele com os olhos arregalados.

-E como isso vai me salvar? - questionei elevando a voz e sentindo minha garganta arder.

-Radcliffe precisava de sangue Kree pro experimento dar certo, agora ele tem isso e diferente dos outros você já tem o organismo inumano - disse ele sorrindo, inclinei a cabeça pro lado e franzi o cenho - sem seu organismo mutagênico no caminho, seu organismo inumano pode agir.

-E quem garante que esse experimento pode me salvar? Espera... Pra que você ta recriando o experimento kree? - questionei abaixando as pernas, Hive se levantou, colocando as mãos para trás, era surreal olhar para ele e vê o Ward, mas seu jeito de falar e de agir era totalmente diferente - Hive... Por que está recriando o experimento kree? - me apoiei no braço do banco e me levantei.

-Não vou mentir para você - disse ele se virando para mim, cruzei os braços e mordi minha bochecha - Recriamos o experimento para transformar os humanos em inumanos - nem preciso dizer que fiquei chocada com sua informação.

-Isso é loucura Hive - exclamei me afastando dele, olhei para sala onde Holden e Daisy estavam, então me lembrei de algo a uns anos atrás - está usando o sangue da Daisy né.

-Exatamente - disse ele se aproximando de mim, dei uns passos para trás tentando fugir, mas a maldita tontura voltou - você precisa descansar - Hive me segurou antes que eu caísse.

-Eu to bem - murmurrei sentindo meu corpo ficar lento, Hive me pegou no colo e caminhou até a sala - to com frio...

-Radcliffe - chamou Hive entrando na sala, virei a cabeça vendo Holden tirar a agulha do braço de Daisy, em sua mão estava uma garrafa cheia de um litro vermelho, que eu identifiquei como sangue. Hive me colocou em uma cama no canto da sala.

-O que aconteceu? Falei que ela não pode se estressar - disse Radcliffe me examinando, ele colocou uma luz em meus olhos, dei um tapa em sua mão derrubando o aparelho - OK, abre a boca - ele pegou um termômetro, arqueei a sobrancelha e me afastei dele.

-Não vai enfiar isso na minha boca - falei lançando um olhar assassino para ele, Holden olhou para Hive e depois para mim - Enfia isso no seu cu.... - ele aproveitou e enfiou o termômetro na minha boca, soltei uma exclamação e revirei os olhos.

-Pronto - disse Radcliffe tirando o termômetro, Daisy se levantou da cadeira e olhou pro aparelho por cima do ombro dele - está com febre.

-Precisava disso? - perguntei limpando minha língua com a manga do casaco - isso estava limpo?.

-Bebe isso - disse Daisy me entregando uma garrafa de água, não queria aceitar, mas minha garganta estava seca, então peguei a garrafa - o que ela tem? - perguntou ela a Hive.

-Nada demais - disse ele calmo, parei de beber a água e encarei ele com a sobrancelha arqueada, voltei meus olhos para Daisy e entreguei a garrafa para Holden.

-É Daisy, não é nada demais, só to morrendo - falei com um sorrindo sarcástico, Daisy olhou para ela com os olhos arregalados - e agora esse doido quer me curar com um experimento maluco que matou outras pessoas.

-Ei, eu aperfeiçoei o experimento - garantiu Holden deixando a garrafa na mesinha, olhei para ele com uma cara de tédio - tenho quase certeza que ira dá certo agora, só preciso de voluntários.

-Quase certeza? - repeti, Radcliffe me encarou meio incerto e depois olhou para Hive, Daisy se sentou na cadeira que estava antes.

-Eu irei cuidar disso agora - disse Radcliffe pegando a garrafa de sangue, antes de sair ele olhou para mim - descanse, precisa ficar calma para bem... Não morrer rápido - arqueei a sobrancelha e me ajeitei na cama, ele olhou para Daisy - descansa também, não quero matar nossa gansa dos ovos de ouro.

-Precisa descansar também - disse Daisy ajeitando o curativo em seu braço, percebi que ela tinha um corte na bochecha.

-Descansaremos quando morrermos - disse Radcliffe distraidamente, Hive, Daisy e eu olhamos para ele e o mesmo percebeu o que tinha dito - não quer dizer que alguém vai morrer... É só um jeito de dizer... Bem... Estamos pronto pro teste alfa - Ele sacudiu a garrafa e saiu da sala com Hive.

Suspirei e ajeitei o travesseiro me deitando, me sentia como se não dormisse a dias, me virei e olhei para Daisy e vi que ela encarava a tela do computador.

-O que está fazendo? - perguntei bocejando, pisquei os olhos tentando me manter acordada, Daisy girou a cadeira e me olhou.

-Recrutando alguém - disse ela sorrindo, coloquei as mãos debaixo do travesseiro e trouxe as pernas para mais perto, ainda sentia frio, Daisy se levantou e pegou um lençol no armário improvisado ao lado da cama - pega, você vai ficar bem.

-Não sei se você escutou mas eu to morrendo - falei me cobrindo com o lençol deixando apenas a cabeça para fora, respirei fundo e fechei os olhos cansada.

-Não se preocupe, Hive vai achar um jeito - ouvi ela falar antes de cair no sono.

Selena off.

Narrador

Alemanha

-É melhor você sair do apartamento Wade, podem ir atrás de você - falou Sophia olhando pela janela da van, Scott, o novo recruta, dormia ao seu lado, Wanda estava no banco da frente com Clint.

-Puta que pariu, agora que eu tinha colocado ar condicionado - disse Wade choramingando.

-Se cuida, me avise quando estiver em um lugar seguro - disse Sophia sorrindo - Tchau.

-Se cuida - disse Wade antes de desligar, Sophia suspirou e olhou pra foto da tela de bloqueio, onde estava ela e Thor sorrindo.

-Você está bem? - perguntou Wanda olhando para Sophia, a morena piscou os olhos e encarou a mais nova.

-Estou, estou sim - garantiu Sophia com um sorriso cansado.

-Deveria dormir também - disse Clint sem tirar os olhos da estrada - qual foi a última vez que dormiu?.

-Estou tão mal assim? - questionou Sophia franzindo a testa, Wanda soltou una risada.

-Mais ou menos - brincou a Maximoff, Sophia revirou os olhos e sorriu - dorme um pouco, quando chega eu acordo vocês.

-Ta bom - disse a morena por fim.

Sophia se esticou no banco e cobriu os braços com o casaco, encostou a cabeça na janela, olhando pro céu azul, se perguntando como estaria as coisas em Asgard e quando Thor iria voltar para ela.

Asgard

-Eu não gosto dela - exclamou Thor irritado, Frandal olhou pro amigo confuso. Os dois se encontravam perto da porta, encostados na coluna.

-Não gosta de quem? - questionou ele tomando mais do vinho em sua taça, Thor apontou com a cabeça pro outro lado do salão, onde estavam algumas damas do castelo, Frigga, Sif e Sigyn - Ah, entendi... Sinceramente? Ela me da medo, a midgardiana também, mas... Não sei, tem algo na princesa que me da medo.

-Eu também sinto isso amigo - disse Thor cruzando os braços - algo me diz que ela não é quem diz ser.

-Como assim? - perguntou o ruivo encarando o vingador. O loiro olhava fixamente para princesa, que ria enquanto conversava com aa outras mulheres.

-Não sei explicar, mas... É como se eu sentisse que ela ira fazer algo ruim, os midgardianos chamam isso de pressentimento - disse Thor fazendo uma leve careta, Frandal apenas disse entendi e voltou seus olhos para ruiva - eu só... Só não entendo o que ela fez para fazer Loki mudar de uma hora para outra.

-Ela não fez nada, Loki sempre foi ambicioso, sempre desejou o trono e agora foi lhe oferecido o que ele sempre quis - disse Frandal dando um suspiro, como se já estivesse cansado do assunto - ele apenas se aperfeiçoou a situação em que se encontrava, Selena foi a brecha que ele achou para ser bom aos olhos dos outros, para fingir que tinha mudado.

-Não, não acredito nisso, sei que meu irmão já mentiu sobre várias coisas, até mesmo sobre está morto, mas... eu não acho que ele tenha mentindo sobre seus sentimentos pela Stark, eu tenho certeza de que o que ele demonstrava era.. é verdadeiro - confessou Thor olhando pro amigo, ele afastou o corpo da coluna em que se apoiava - eu via os olhares deles, uma pessoa pode fingir muitas coisas, mas não pode fingir amar outro alguém, não sem acabar amando de verdade, nem mesmo Loki.

-Acho que no fim das contas, o trapaceiro acabou sendo trapaceado pelo próprio coração - exclamou Frandal dando uma risada, ele olhou pro seu copo já vazio e fez uma careta - vamos pegar mais bebida, já que é a única coisa animadora nessa festa - Thor não teve como contradizer o amigo, já que ele também estava achando a festa chata.

Os dois caminharam até a mesa de bebidas, sem percebe que atrás da coluna, estava o trapaceiro de quem falavam, camuflado por sua magia e assim como entrou, saiu do salão sem ser visto por ninguém, indo direto para seu quarto.

Na presa de saírem de Asgard rapidamente, Sophia tinha se esquecido de pegar as coisas de Selena que estavam no quarto de Loki, deixando para trás algumas roupas, que a Stark tinha trazido com o tempo e deixado lá, alguns sapatos, o presente que Selena tinha comprado para Peter, o tablet em que ela trabalhava e uma caixinha de jóias, onde Loki encontrou o relicário da Stark, que antes tinha sido de sua mãe, Angelis.

Parecia patético, ele sabia disso, mas as coisas dela ainda estavam do mesmo jeito, o tablet na mesa perto das frutas, as pantufas ao lado da cama, as roupas junto com as dele no closet, a única coisa que ele tinha mexido, foi na caixinha de jóias.

Loki olhou pro relicário em suas mãos e mais uma vez abriu ele, dentro do pequeno relicário de ouro estava duas fotos, na foto do lado esquerdo, estavam Tony, Howard, Maria e Angelis sorrindo, foto essa que Selena tinha achado, vasculhando a caixa que seu avô tinha deixado pro seu pai, na outra foto, estavam Selena e ele abraçados. Ele olhou novamente para foto e fechou o relicário, passando a corrente de ouro pelo seu pescoço e escondendo-o para dentro de sua armadura.

-É a coisa certa - disse a si mesmo, ele percorreu os olhos pelo quarto, mesmo com todas as mobílias, ele sentia um enorme vazio no lugar, um silêncio, que antes não o incomodava, porém agora, não só o incomodava, como também o machucava profundamente - odeio dizer isso, mas Thor está certo, você me mudou Selena.

Loki olhou mais uma vez pro quarto e sorriu, foi até a estante de livros e puxou um grosso livro de capa vermelha escura um pouco gasta pelo tempo, ele abriu o livro, que contia um buraco no lugar das páginas, dentro dele tinha um frasco escuro, uma adaga e uma caixinha preta, o trapaceiro pegou a caixinha preta e colocou o livro baú no lugar.

-Espero que não me mate - disse ele abrindo a caixinha e olhando pro anel dourado que tinha uma pedra de safira e pequenas pedras de esmeralda ao redor, Loki colocou a caixinha no bolso e saiu do quarto.

Ele tinha certeza de sua escolha agora, durante toda sua vida ele achou que o trono era seu maior desejo, mas na verdade seu maior desejo era ser amado e Selena o amava, disso ele tinha certeza, pensou Loki sorrindo enquanto atravessava o jardim a caminho da Bisfrot.

-Vai à algum lugar? - questionou uma voz atrás dele, Loki parou no lugar e revirou os olhos, se virou encontrando Sigyn sentada no banco entre as flores do jardim, ele colocou as mãos para trás e franziu a testa.

-Não deveria estar lá dentro? Recebendo os convidados ? - questionou ele ignorando a pergunta dela, Sigyn se levantou ajeitando o vestido azul e sorriu para ele.

-Acho que você também deveria está lá dentro, afinal é nossa festa de noivado - disse ela dando ênfase ao falar noivado, Loki arqueou a sobrancelha com um sorriso irônico no rosto - não me diga que esqueceu.

-Oh jamais me esqueceria de algo tão importante assim - disse ele com ironia, Sigyn cruzou os braços com uma expressão séria - agora se me der licença, tenho que ir - Loki se virou e voltou a fazer seu caminho para Bisfrot.

-Se voce for atrás dela, todos aqui morreram - gritou Sigyn fazendo Loki parar no meio do caminho, dessa vez espantado, ele piscou algumas vezes até entender o que ela disse, Loki se virou para encara-la, a mesma se encontrava com um sorriso - eu não serei a piada dos reinos Laufeyson.

-Desculpe, está me ameaçando? - questionou Loki surpreso, Sigyn arregalou os olhos espantada.

-Ameaçando? Oh claro que não, estou apenas... avisando - disse ela fazendo uma cara pensativa - caso você for atrás da humana para ela reinar ao seu lado, quando voltar pode não ter mais um povo para reinar - Loki encarou ela com os olhos semi cerrados, Sigyn tinha um sorriso inocente, que beirava a insanidade.

Foi ai que Loki percebeu, o jeito se vestir, de falar, de andar até mesmo de sorrir e se portá, não era igual a Sigyn que ele conhecera à anos atrás em Vananheim, talvez não tivesse percebido antes porque estava cego pela proposta de ser rei, mas agora ,tinha total certeza de que aquela mulher em sua frente não era Sigyn, deusa da fidelidade.

Ele sabia também que era poucas as pessoas em Asgard que tinham conhecimento e experiência em magia, algumas tinham conhecimento o suficiente para trabalhar com as ervas e coisas do tipo, somente três pessoas em Asgard tinham conhecimento o suficiente para fazer uma ilusão para ser outra pessoa. Frigga era uma delas, ela ensinou Loki, mas quem ensinou a ele a arte da magia negra e suas belezas foi...

-Encantor - exclamou ele olhando a mulher de cima a baixo, a mesma ficou levemente surpresa, mas logo se recuperou e gargalhou.

-Oh Loki, está bem enferrujado sabia - disse ela fazendo sua aparência voltar ao normal, seus cabelos ruivos ficaram loiros, o vestido azul se transformou em uma armadura verde bem justa, com um grande decote em V - demorou mais tempo do que eu achei sabe, você mudou bastante Lokinho, ficou fraco.

-O que está fazendo aqui? - questionou ele engolindo em seco, Encantor olhou para ele fingindo está surpresa com a pergunta.

-Querido, eu estou aqui em busca do que eu prometi - disse ela sorrindo, ao longe Loki pode ouvir o som de uma explosão e gritos vindo da cidade - eu vim em busca de vingança - o trapaceiro olhou para cidade vendo duas grandes naves atirando nela - eu meio que encontrei umas pessoas que queriam se vingar também e como você sabe, eu conheço vários meios de entrar aqui sem se vista.

-É um ataque - gritou Frandal ao longe com guardas ao seu lado correndo em direção a cidade, Loki viu Thor se aproximando com o Mjölnir em sua mão.

-Você - exclamou o loiro olhando para feiticeira - sabia que não era Sigyn, sabia que estava aprontando alguma coisa.

-E como sempre, foi lerdo - disse ela rindo, Thor rosnou e Loki o segurou antes que atacasse Encantor.

-Não vale a pena - disse Loki quando vou o olhar confuso do irmão.

-Isso ai Thor, ouve seu irmão, me matar não vai salvar vocês, afinal - disse ela sorrindo e abrindo os braços e rodando - não tem saída, são meus prisioneiros agora.

***********



Notas Finais


Olá gente bom dia, boa tarde ou boa noite (depende da hora que vc ta lendo😍😍😚)....

Uhmmm.. Oq dizer desse capítulo em!? 🤔🤔...

Savannah assinou o tratado, Selena doente, Sophia fugindo, Encantor sendo descoberta, mas ...

Será ainda da tempo de salvar Asgard?

Será que Savannah e Sophia iram se separar?

Hive ira curar a Selena? Ela aceitara ser sua rainha?.....

Como Olivia disse a alguns capítulos atrás, toda escolha tem sua consequência e agora nossas meninas estão sofrendo a consequência de suas escolhas... Mas, será q elas fizeram as escolhas certas?.

Oq vcs acham? Não deixem de comentar, falta 2 capítulos para fic acabar 😢😢😢 e teremos muitas emoções até lá...

Amo vcs, bjs...

Encantor é interpretada pela lindíssima Natalie Dormer.




Aviso do Tio Pool : lembre-se nunca comam ou bebam coisas que estranhos derem, vcs podem acabar envenenados igual a tia Selena 😉.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...