1. Spirit Fanfics >
  2. The awakening of a lord >
  3. Compras com snap

História The awakening of a lord - Capítulo 3


Escrita por: aqua-rela

Capítulo 3 - Compras com snap


29 de julho

" oque albos tinha na cabeça para me mandar aqui, espero que valha a pena " severos pensa em quanto anda até a casa de número 4 da rua dos alfaneteiros.

Bato na porta esperando alguém me atender quando ouço uma mulher provável petunia mandar alguém ir abrir a porta guando vejo um garoto baixo de cabelos negros que tanto odeio. - estou aqui para acompanhar harry potter na compra de seus matérias escolares. - falo vendo ele olhar pra cima e vejo que ele tem os olhos de lily com a diferença de serem mas parecidos com esmeraldas.

- oque você está fazendo aqui seu esquisito eu não permito que vocês venham a minha casa - diz petunia vindo até a entrada parecendo surpresa ao me ver. - por acaso veio veio buscar a aberração para sua escola de malucos, eu não vou permitir que leve ele para vou tar como vocês.

" aberração? Albus avia dito que ele vivia nas melhores condições com seus tios esse não parece o caso. Talvez  deve-se prestar atenção neles. " - também é bom te ver petunia mas estou aqui apenas para acompanhar o potter e diferente de quando era garoto posso usar Magia. - digo vendo ela se afastar com medo.

- mas a minha carta foi envia para Sra. Mcgonagall não deveria ser ela que me acompanharia. - vejo o potter andar até mim com oque parecia ser desconfiança. - você também trabalha em Hogwarts ?

- sim, ela está ocupada com outros asun.. - sou enteronpido por um homem gordo de cara vermelha que mas parecia uma morsa - oque uma aberração como você faz na minha residência. Sai daqui agora vocês não são bem-vindos.

- estou aqui para lavar potter comigo. Recomendo que não tente me atrapalhem. - falo com nítida raiva, já cansado por ter vindo á este lugar. - venha logo potter não quero perder meu tempo.

- nós vamos a pé? - fala ele parecendo não saber nada sobre Magia que era algo do qual albos dizia que ele era treinado.

- não, vamos aparatar se segure em mim e tente não vomitar - aparato nos dois não dando chance dele perguntar mais alguma coisa.



Sinto meu estômago revirar e algo subir pela minha garganta mas me controlo  para não ter que vomitar olho em volta e vejo que estamos em um lugar completamente diferente e na minha frente eu vejo que parece um bar com o nome de caldeirão furado. - como nós chegamos aqui derepente. nós já estamos no mundo bruxo. - começo a falar querendo enter um pouco mais de como ele nos trouxe aqui. Até onde sei ele já conhecia minha tia e não parece gostar dela.

- chegamos aqui aparatando e como se teleportar e não, ainda não estamos no mundo bruxo. - ele diz não parecendo estar contente - e se possível gostaria que ficasse quieto.

" parece que não e só da minha tia que ele não gosta. " - certo mas se não estamos no mundo bruxo porque estamos aqui.

- para você saber onde fica entrada do beco diagonal. Agora vamos logo. E me chame de professor snap. - fala ele entrando no estabelecimento que ao meu ver parecia não ter nada demais. - tom gostaria de usar a entra do beco diagonal.

- há severos e bom te ver faz tempo que não tem aparecido achei que tivesse morrido. - diz o homem chamado tom em forma de brincadeira - e quem e esse garoto atrás de você. Não é seu filho né.

- não estou apenas acompanhando o senhor potter. Agora será que posso usar a passagem.

- claro desculpe-me se foi evasivo não era minha intenção - fala surpreso ao ouvir meu nome. Talvez deve-se perguntar ao professor snap .

- tudo bem não tem problema e foi um prazer te conhecer Sr. Tom. - uso minha melhor máscara para logo em seguida seguir o professor snap.

- potter quero que preste pastante atenção para que quando tiver uma varinha possa vir aqui sozinho. - aceno com a cabeça vendo ele com oque deveria ser sua varinha tocando os tijolos em uma ordem que mostra uma entrada.

- então quando eu tiver uma varinha vou poder fazer isso. - falo para mim mesmo com professor snap percebendo não falando nada. - professor tenho uma pergunta porque aquele homem ficou surpreso com meu nome.

- escuta potter Você tem uma certa fama no nosso mundo então será normal as pessoas ficarem surpresas em te ver. - fico surpreso ao saber disso mas decido deixar para saber mais depois - então tente não chamar muita atenção vamos.

Começamos a andar e ficava surpreso que pudesse me ver tantas lojas no mundo que parecia ser completamente diferente sendo escondido apenas por um muro.

- agora Potter vamos no banco de Gringotes para ver o que seus pais deixaram para você já que Imagino que você nunca esteve aqui. - diz falando pela primeira vez sobre os meus pais.

O acompanho sem dizer nada até que vejo um oque deveria ser o tal banco quando entramos no Hall vejo oque parecia monstros mas tento ignorar seguindo professor snap.

- olá viemos fazer uma retirada do cofre potter. - professor fala com respeito oque me surpreende.

- claro e você teria a chave do cofre para retirada. - pergunta a criatura parecendo interessado no que lhe foi dito.

- naverdade não. Mas tenho o herdeiro potter comigo acredito que ele possa efetuar a retirada sem a chave. - fala me colocando a frente.

- bom ele poderia mas seria nesserario um teste de herança para confirmação. - enquanto fala ele desse do que parecia um banco. - siga-me irei levá-los para fazer um teste de herança.

Eu e professor snap sigmos ele até uma sala onde ele fala para nos sentarmos enquanto pegava um pedaço de papel. - aqui Ping três gotas de seu sangue no papel. - fala estendendo o papel e uma Adaga sem muita escolha corto meu dedo e deixo cair três gotas do meu sangue fazendo com que na terceira palavras começam a surgir na folha.

                     Harry James Potter-Black

Pai: James Fleamonte Potter ( morto )
Mãe: Lily Evans Potter ( morta )
Padrinho: sirius Black
Guardião mágico: Albus Dumbledore

Herança de títulos:

herdeiro Potter

herdeiro Black

herdeiro Peverell.

Cofres:

Potter: 109.789.987 galeoes

Herdeiro Potter: 550.000 galeoes (adicional de 50.000 galeos por ano)

Black: 683.967.322 galeoes

Peverell:2.778.935.756 galeoes

                               

Quando termino de ler fico confuso de como posso ter tanto dinheiro e ainda sem ter que morar com os meus tios naquelas condições. - Por que é que aqui diz que eu tenho um padrinho que eu nunca conheci e o que é um Guardião Mágico

- você não conhece o seu padrinho porque ele foi preso acusado de ser cúmplice do bruxo que matou os seus pais quando você ainda tinha um ano de idade - diz ele aparentemente não mentindo sobre oque está falando. - quanto ao seu Guardião mágico ele quem vai cuidar de você em quanto estiver no mundo bruxo.

Ele explica se levantando é despedindo da criatura mas não anter dele trazer ter caixas penas e estender elas para mim.

- aqui está herdeiro potter-Black seus aneis  de herdeiro você poderá efetuar apagamentos com o dinheiro sendo retirado de um de seus cofres. - fala mostrando três aneis um de ouro e uma pedra vermelha, o outro de metal negro com o que parece um símbolo cravado nele, eo último de oura quase branco é uma preda negra nele.

- já que isso é tudo estamos indo - quando saímos do banco professor snap coloca mão no meu ombro me fazendo olhar pra ele.

- Potter tenho coisas nas quais preciso tratar que não posso te levar então quero saber se consegue comprar seus materiais sozinho.

- claro professor não será problema nenhum. - falo mostrando um pouco de entusiasmo. Por poder final explorar e ver o que tem no mundo bruxo.

- então quando terminar me encontre na entrada do Beco Diagonal entendido.

- sim quando terminar irei imediatamente. - falo vendo ele se virar sumindo na multidão.

Minha primeira parada foi na loja de varinhas querendo já ter a minha. Procuro ela até ver um lugar com nome de olivaras vou até ela e guando entro um homem aparece. - Harry potter e um prazer conhecê-lo final mente.

- olá parece que sou realmente famoso aqui - digo surpreso com alguém que nunca tinha visto me reconhecendo.

- sim, sim mas imagino que veio comprar a sua varinha - diz ele já mexeu nas caixas parecendo procurar alguma para mim.

- sim eu gostaria de uma varinha por favor. - Vou até o balcão esperando me trazer a varinha.

- essa ébano 27 centímetros núcleo coração de dragão - pego ela fazendo um movimento que acaba explodindo as gavetas. - parece que não - fala trazendo outra. - tente está Sakura 29 centímetros núcleo crina de unicórnio. - pego esse fazendo o movimento mais suave mas não dando serto e explodindo um jaro. - não conserteza não.

Dessa vez ele vai até  os fundos da loja trazendo uma que aparentava ser diferente para mim.

- tome tente essa azevinho 32 centímetros núcleo pena de fenix. - diz ele mas sério desta vez e quando pego ela consigo sentir alguma coisa correr por meu corpo. - curioso muito curioso.

- desculpe perguntar mas oque seria tão curioso.

- sabe senhor potter eu me lembro de todas as varinhas que já vendi mas oque é curioso é o fato desta farinha ser gêmea daqui lhe causou está cicatriz.

Diz ele se referindo a minha cicatriz na testa que eu pensava ter nascido com ela.

- e quem é a pessoa que me causou ela?

- bom senhor potter nos não dizemos o nome dele o chamamos de você-sabe-quem.

- entendo obrigado por me esclarecer isso agora quanto te devo.

- bom são 7 galeos 10 se quiser um coldre.

- vou querer com um coldre.

- serto aqui está Sr. Potter espero vê-lo novamente um dia.

- igualmente Sr. Olivaras.

" o próximo são as vestes de Hogwarts da madame malkin acho que também séria bom ter outros tipos de roupa" enquanto penso nisso procuro até achar o lugar que quando entro sou recebido por uma mulher.

- olá em que posso ajudar você. Algum tipo de roupa específico. - perta ela olhando para as roupas largar do meu primo que estou vestindo.

- naverdade quero roupas pata Hogwarts e roupas normais calças, shorts, camisas, sueteres, meias, roupas de frio, de banho, formais, e roupas íntimas todas feitas do melhor material que tiver. - digo firme agora que sei posso comprar do bom e do melhor.

- t-tem Serteza disso Pode ficar um pouco caro - ela fala aparentemente pensando que não tenho como pagar.

- sim tenho certeza irá precisar das minhas medidas?

- claro, claro suba encima desse banco para tirar suas medidas porfavor.

Faço oque ela pediu e subo no banco deixando ela tirar todas as medidas quando um garoto loiro entra na loja olhando para mim com nojo pelo que estou vestindo.

- bom já acabei de tirar as medidas suas roupas ficarão prontas em alguns minutos. pesso que sente enquanto espera. - me sento em um banco em quanto olho ao redor percebo aquele garoto me olhando em quanto vinha em minha direção.

- eu sou draco, draco malfoy herdeiro da antiga e nobre casa malfoy. - enquanto ele fala era perceptível a arrogância nas palavras.

- olá herdeiro malfoy sou harry potter-black . - falo deixando ele surpreso com meu nome.

- você é harry potter então você também vai hogwarts esse ano não. - pergunta parecendo estar animado por falar comigo.

- vou sim estou aqui para comprar minhas roupas e você vai a hogwarts?

- vou sim estou aqui para comprar minhas roupas quero logo que o ano letivo come-se para usá-las.- ele falava mostrando estar bem animado.

- bom eu também quero logo começar a estudar e você porque esta tão animado.

- bom meu pai me disse que ele já foi um rei na sonserina é que tenho grandes chances de ser um também.

- oque é a sonserina e algum tipo de clube?

- você não sabe sobre as quatro casas de hogwarts - fala ele com uma cara de incredulidade.

- bom eu moro com meus tios que não gostam de Magia então não sei muito desse mundo. - explico dando de ombros.

- há então você mora com trouxas bom eu posso te explicar as casas de hogwarts são quatro cada uma sendo de um dos fundadores. O brasão de Hogwarts mostra a mascote/animal simbólico de cada casa e as cores da mesma. São eles, em sentido horário do canto superior esquerdo: o leão dos Gryffindor, a serpente dos Slytherin, a águia dos Ravenclaw e o texugo dos Hufflepuff. Todos são escolhidos para uma delas pelo chapéu seletor - ela fala parecendo cansado dessa longa explicação.

- então nós somos escolhidos  por um chapéu para uma dessas casas onde vamos ficar até nosso último ano onde não podemos trocar parece interessante. - digo um pouco confuso de como um chapéu poderia fazer uma escolha como essa.

- suas roupas já estão prontas - dis a mulher que acaba de voltar com várias sacolas cheias de roupas - como gostaria de pagar por elas.

- vou pagar com meu anel de herdeiro.

- claro encoste ele aqui nesta folha.

Encosto o anel na folha deixando umaa marca nele. Enquanto ela via o papel não sabendo oque dizer e olho para mim.

- foi uma honra fazer estas roupas para você Sr. Potter.

Aceno com a cabeça me dirigindo a saída da loja mas antes me despedindo de draco

- espero removê-lo de novo em Hogwarts.

- digo o mesmo espero que possamos ser amigos futuramente.

Depois de já ter saído de lá compro o resto do material sendo livros variados das matérias do primeiro ano e alguns amais sobre Magia e poções que me chamaram atenção assim como uma coruja de penas brancas com suas pontas douradas que chamei hélio.

" bom acho que já tenho tudo que preciso melhor ir até professor snap antes que ele vá embora sem mim. " no caminho vejo uma loja vendendo quites de poções assim como livros diferentes dos usados na escola que acabei por comprar para então ir até a saída no beco.

- porque demorou tanto potter se perdeu dentro de uma das lojas. - perguntou com seu habitual sarcasmo. - e oque são estes materiais, não são de um primeiro ano.

- bom eu acabei me interessando por poções e achei que alguns livros extras seriam bons para suprir meu baixo conhecimento em magia. - falo mostrando os materiais que comprei.

' parece que diferente do pai ele não é tão idiota " - certo me dê suas compras vamos aparatar não quero que deixe cair e tenhamos que voltar.

Entrego elas e seguro seu braço sentido mas uma fez eu ficando enjoado como da primeira vez mas já preparado não tendo mas vontade de vomitar. Quando chegamos ele me entrega as compras e começo a me preparar para o inferno que é aquela casa.

- agora que chegamos potter vou estar te dando esse bilhete você vai usá-lo para ir a hogwarts na estão de trem 9¾ o dia você já sabe.

- bom obrigado professor snap fico estremamente grato por ter me acompanhado. - digo vendo se viram para ir embora aparatando. " ele não tem medo das pessoas verem? "

Não me importando muito com isso entro em casa vendo todos estão na cozinha e logo tia petunia vem até mim.

" aberração decidimos que você vai ficar no quarto vazio de Duda apartir de agora - ela fala mostrando não estar muito contente com isso - mas você que deve limpá-lo e arrumá-lo.

Quando termina de falar ela volta para cozinha parecendo ir terminar de comer. Não querendo que muden de ideia subo até o quarto deixando minhas coisas no chão. Olhando em volta vendo que não tinha tanta poeira já que mês passado me mandaram limpá-lo. Trato de arumar minhas coisas e deixar a janela aberta para o hélio poder sair.

- se quiser pode esticar as asas - digo abrindo a ganhá-la que ele estava. " depois tenho que comprar uma ganhola maior. " penso nisso vendo que ele era um pouco maior que uma coruja normal. - só lembre de não se perder em quanto explorar.

Depois de já ter arrumado tudo me deito na cama que mesmo dura era melhor que aquele armário. " no fim das contas não foi tão ruim. " penso nisso já entregue ao mundo dos sonhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...