1. Spirit Fanfics >
  2. The awakening of a lord >
  3. Ravenclaw ou Slytherin?

História The awakening of a lord - Capítulo 4


Escrita por: aqua-rela

Capítulo 4 - Ravenclaw ou Slytherin?


1 de setembro

Acordo depois de quase não conseguir dormir ontem por saber que finalmente vou embora dessa casa.

" nem acredito que vou mesmo ir embora daqui " - penso nisso já pegando minhas coisas que estavam bem menores graças um feito que acabei aprendendo nos livros que comprei.

- agora acho que preciso avisar meus tios não quero ter que ir a estação de trem à pé. - desso com minhas coisas indo para sala vendo que todos estavam presentes. - tia petunia, tio válter preciso que um de vocês me levem para estação de trem.

Quando termino de falar consigo ver que válter parecia não ter gostado do que acabei de falar com ele vindo até mim.

- e porque acha que perderíamos nosso precioso tempo te levando para um lugar com outros como você.

- talvez você queira evitar que alguém venha me buscar e veja as condições que estou vivendo tio. - falo sorrindo não me importar com oque ele disse.

- válter talvez seja melhor leva daqui logo pelo menos vai estar bem longe de nós. - diz tia petunia mostrando estar preocupada com oque falei.

- tudo bem mas não quero que encoste em nada quando estiver no meu carro.

Depois dessa pequena discussão  tio válter acaba por me levar até estação de trem em
Londres indo embora quando sai do carro.

" nossa nem para dar tchau ao seu sobrinho ele serve " - acho melhor começar a preocupar a estação.

Começo a procurar alguma estação 9¾ mas acabo por não conseguir achar e ter que perguntar a um dos guardas do local.

- com licença pode me dizer onde fica a estação 9¾ porfavor.

- desculpe garoto mas não temos essa estação talvez você esteja no lugar errado.

- oh tudo bem obrigado pela informação.

Depois disso começo a andar pelo lugar achando que posso estar na estação de trem errada. Mas paro assim que vejo uma família de cabelos ruivos parados na frente de uma pilastra com uma mulher que parece ser a mãe falando com o filho.

- agora Ronald e só você correr até ela que você vai conseguir atravessar. - Diz a mulher me deixando curioso então vou até eles.

- olá aqui é a entrada da estão para hogwarts.

- e sim querido e seu primeiro ano em hogwarts? - pergunta ela comigo acenando com a cabeça. - que maravilha também eo primeiro do meu filho Ron talvez vocês possam ser amigos.

- claro eu adoraria mas poderia me dizer como faço para chegar na estação.
- sim, esso você correr de frente a aquela pilastra que você bai atravessá-la. Gostaria de ir primeiro.

- se não for encomodar aliás meu nome harry. - falo correndo para atravesar e quando estou atravessando ouço o garoto gritar para mãe que sou harry potter.

Já do outro lado fico surpreso por estar em um lugar diferente da estação de trem que estava antes. E não querendo perder tempo vou até o trem entrando nele com bilhete que professor snap avia me dado e começo a procurar um vagão vazio para ficar guando alguém fala comigo.

- não esperava tiver tão sedo potter. - era draco malfoy com seu mesmo olhar esnobe.

- oi para você também malfoy e não precisa me char de potter pode só me chamar de harry.

- se é assim pode me chamar de draco. - ele parecendo contente. - é se estiver procurando um vagão pode ficar comigo no meu.

- claro melhor que procurar um vazio.

Vamos até um dos vagões mas atrás no trem onde coloco minhas coisas  e aproveito para pegar um livro sobre fermentação de poções para ler na viagem.

- que livro é esse não parece com algum dos guais eles pediram para esse ano.

- E não é comprei esse livro porque gostei da matéria de poções e achei esse livro interessante.

- mas não é complicado entender oque tem no livro.

- naverdade um pouco mas como Já li todos os livros básicos deste ano consigo entender guase tudo.

- você já léu todos os livros desse ano. É eu achei que tinha chance de ainda ir para corvinal. - Diz ele chocado.

- mas por que você iria para corvinal você não falou que quem escolhe isso é um chapéu.

- ué eu não falei que o chapéu nós escolhe pelas nossas características? - digo que não com a cabeça. - bom eu posso falar agora. As principais características dos membros da Gryffindor são a nobreza, a ousadia e a coragem. A slytherin valoriza ambição, astúcia e individualismo. Corvinal inteligência, originalidade, espirituosidade e criatividade. E por último Hufflepuff que enaltece valores como bondade, amor e empatia acima de todas as outras coisas.

- parece bem simples então se eu tiver muita ambição vou para sonserina é inteligente corvinal. " não achei que fosse tão simples se for assim minhas melhores chances são corvinal e sonserina. "

- pode parecer simples mas é bem sério já que uma vez escolhido não tem mas volta.

- então conserteza vou ficar na casa d... - somos interonpidos por um garoto ruivo que abre a porta do nada.

- Harry porque você saiu sem dizer nada achei que tivesse ido embora. Fiquei te procurando por todo trem.

Só então percebo que o garoto era o mesmo que tinha visto mas sedo e pelo que está parecendo que ele quer ser meu  amigo por ser um tipo de celebridade.

- será que posso me sentar com você?

- claro não vejo problema se o draco não se importar.

- também não vejo nenhum problema contanto que pare de gritar.  sou draco malfoy. - draco fala parecendo querer ir por seu nome.

Depois disso a viagem seguiu tranquila com algumas discussões sobre qual casa era melhor entre os dois enquanto terminava de ler meu livro. Até que malfoy se levantar pegando algumas roupas.

- estou indo me trocar e vocês também deveriam vamos estar chegando em pouco tempo.

fala saindo da cabina comigo seguindo seu exemplo pegando minhas roupas indo ao banheiro que era apenas um por vagão quando entro vejo draco trocando de roupa não me importando com isso começando a me trocar também. Até ele me ver e tomar um susto.

- oque você tá fazendo aqui não tinha como esperar lá fora. - diz um pouco vermelho pela vergonha.

- é qual problema nós dois somos garotos você e eu não vamos ver nada de novo. - digo não me importando continuando a tirar a roupa.

- entendi mas se troca olhando para o outro lado.

- ok, ok não precisa virar um tomate. - falo vendo ele bem vermelho. " acho que ele nunca teve esse tipo de intimidade com outra pessoa. "

Depois de termos trocado de roupa voltamos ao vagão esperando chegar em Hogwarts que não deve ter levado mas de 20 minutos. Eu e draco pegamos nossas coisas para sair quando percebo que o ron estava dormindo e não tinha trocado suas roupas.

- ei acorda vai acabar voltando com o trem se não sair. - falo com ele acordan parecendo perdido.

- já chegamos? Não imaginei que fosse tão rápido. Então, vamos me disseram que todo começo de ano tem um grande banquete.

- acho que você deveria se trocar primeiro.

- há é verdade vou me trocar e te encontro na seleção.

- claro, vou com draco e te vejo lá.

Acabo saindo do trem e indo me encontrar com draco que estava seguindo um homem exageradamente grande que parecia guiar os alunos.

- então você iria me deixar pra trás? se continuar assim vou ficar magoado. - falo com draco se vira pra mim é revirando os olhos.

- se não tivesse ficado pra ajudar o mongol do Wesley não ficaria para trás.

- há vamos ele não é tão ruim. E melhor que meu primo acredite.

- tanto faz vamos logo.

nisso seguimos o homem que está no guiando até chegarmos a beira de um lago onde estavam alguns barcos.

- primeiros anos todos por aqui não quero nenhum de vocês perdidos. Todos devem entrar nos barcos mas apenas quatro em cada um.

- vamos harry é melhor já escolhermos com quem vamos dividir o barco se for com Wesley tenho serteza que vai acabar virando.

- não é como se ele tivesse aqui para dividir com agente.

Acabamos por ficar em um barco com outros dois garotos que não falaram nada o caminho todo mas acabaram rindo guando um dos outros barcos em que Ron estava acaba virando.

- não consigo acreditar nisso por acaso você é um tipo de vidente. - " Serra que o draco pode ver meus números da sorte. "

Enquanto pensava percebo que chegamos no outro lado do lago onde o mesmo homem que está nos guiando nós leva até a entrada do castelo. Que por sinal era enorme.

- atenção todos esta é a professora mcgonagall e ela vai estará responsável por vocês apartir de agora.

- obrigada hagrid, agora todos vocês sigam-me irei  levá-los ao salão principal para as classificações. É vocês quatro venham até aqui. - Diz ela se referindo ao grupo que estava no barco com ron jogando um feitiço que seca eles.

- pelo menos não vai fazer sua selecionado encharcado já é uma vitoria Wesley. - draco começa a falar do meu lado segurando o riso.

- muito engraçado malfoy pelo menos não vou com cabelo lambido como seu.

- já chega vocês dois parecem duas crianças pequenas brigando.

- aculpa é dele. - gritam os dois juntos voltando a discutir.

" eles são realmente crianças. "

Suspiro vendo que é melhor apenas seguir a professora que nos leva até uma porta bem grande que se abre mostrando um grande salão com quatro mesas com alunos mais velhos nelas e no final uma mesa com apenas oque parecem ser apenas para professores.

- eu li em um livro que eles enfeitiçaram o teto para parecer o céu anoite. - ouço uma garota falar olhando para cima vendo um céu falso lembrando também já ter lido sobre isso mas sou tirado dos meus pensamentos guando vejo um chapéu parecendo ter um rosto que começa a cantar.


- Ah, vocês podem me achar pouco atraente,
mas não me julguem pela aparência
Engulo a mim mesmo se puderem encontrar
Um chapéu mais inteligente do que o papai aqui.

Podem guardar seus chapéus-coco bem pretos,
suas cartolas altas de cetim brilhoso
porque eu sou o Chapéu Seletor de Hogwarts
E dou de dez a zero em qualquer outro chapéu.

Não há nada escondido em sua cabeça
que o Chapéu Seletor não consiga ver,
por isso é só me porem na cabeça que vou dizer
em que casa de Hogwarts deverão ficar.

Quem sabe sua morada é a Grifinória,
casa onde habitam os corações indômitos.
Ousadia e sangue frio e nobreza
destacam os alunos da Grifinória dos demais;

Quem sabe é na Lufa-Lufa que você vai morar,
onde seus moradores são justos e leais
pacientes, sinceros, sem medo da dor;
ou será a velha e sábia Corvinal,

A casa dos que tem a mente sempre alerta,
onde os homens de grande espírito e saber
sempre encontrarão companheiros seus iguais;
ou quem sabe a Sonserina será a sua casa

E ali fará seus verdadeiros amigos,
homens de astúcia que usam quaisquer meios
para atingir os fins que antes colimaram.
Vamos, me experimentem! Não deverão temer!

Nem se atrapalhar! Estarão em boas mãos!
(Mesmo que os chapéus não tenham pés nem mãos)
porque sou o único, sou um Chapéu Pensador!

Termina o chapéu de cantar fazendo uma breve explicação das quatro casas bem parecido com oque avia me falado. Depois disso a professora pega o chapéu começando a falar.

- guando chamar seus nomes venham para frente. para serem selecionados a suas casas. - Diz ela com uma lista do que devem ser os nomes dos alunos.

- Anna Abbotte - diz o nome de uma garota que vai até a frente se sentando no banco com a professora colocando o chapéu em sua cabeça.

Hufflepuff!  - Gritou o chapéu.

- Hermione Granger - a menina que tinha ouvido falar do teto a pouco tempo.

- Gryffindor!

É assim seguiu a seleção até chegar no ron que parecia ter terminado perdido a discussão com draco.

- Gryffindor!

- Têrencio boot.

- Ravenclaw!

- Neville Longbottom.

- Gryffindor!

- Draco Malfoy - chegando sua vez ele caminha até o banco para sentar-se oque nem chegando a acontecer direito com o chapéu já gritando sua casa.

- Slytherin!

- Theodore Nott.

- Slytherin!

- Harry Potter-Black.

guando ela fala meu nome todo salão ficou en silêncio com alguns alunos cochichando e outros suspirando de fascinados e devo admitir que achei extremamente divertido chamar toda essa atenção. Caminhei até o banco e me sentei com chapéu sendo colocado nainha cabeça.

- ora o que temos aqui consigo ver se tem grande inteligência você tem uma sede de conhecimento que faz querer aprender cada vez mais corvinal seria uma ótima escolha para você. também tem grande guantidade de coragem em você é bem Leal com aqueles que tem sua confiança mas também consigo ver que sua ambição é astúcia são são grandes é você prezando sempre ter poder. - enquanto ouvia o chapéu falar na minha cabeça percebo que alguns estão curiosos para qual casa vou. - bom já tenho minha decisão melhor que seja.

- Slytherin! - Grita ele deixando todo salão em silêncio até draco e ron começarem a aplaudir fazendo todos seguirei o exemplo.

Tiro o chapéu da minha cabeça caminhando até a mesa da sonserina me sentando do lado do draco.

- eu podia jurar que você iria pra corvinal - draco me fala deixando os outros sonserinos surpresos por nós conhecermos.

- oque posso dizer talvez eu seja mais do que apenas inteligente.

- quem sabe você pode estar certo.

- desculpe interromper. Mas você é malfoy são amigos. - pergunta o menino que avia sido classificado theodoro nott.

- somos sim nós acabamos por se conhecer comprando nossas vestes de Hogwarts depois disso acabamos por virar amigos.

- que legal. Por sinal sou Theodoro nott mas pode me chamar só de theo.

- então pode me chamar somente de harry.

Continuamos a conversar com as classificações terminando é o diretor fazendo um discurso prevê sobre não ir ao terceiro andar ou a floresta.

" não me parece muito efetivo dizer onde não se devi ir. "

Depois do seu breve discurso aparece uma grande variedade comidas doces e salgadas na mesa mas acabei ficando só com um prato de espaguete. Acabando de comer nosso monitor de casa nos leva até nossa comunal.

- quero que prestem muita atenção pois aquele que não memorizar a senha pode acabar ficando preso fora da comunal. - Diz ele indo a frente de um quadro. - veneno de basilisco.

Acabo ficando surpreso quando a pessoa do quadro abaixo  a cabeça mostrando uma passagem.

- agora sigam-me que irei dizer os pares de seus guartos 1° crabbe e goyle. 2° blaise zabini e theodoro nott 3° draco malfoy e harry potter vocês podem seguir para o dormitório masculino na direita.

Eu e draco seguimos aos nossos guartos no final do corredor.

- nossa é lindo - o guarto tinha tons de verde com os móveis pretos a cama de madeira escura e detalhes em prata.

- não achei grande coisa meu guarto e bem maior e bem decorado.

- se é assim porque não trouxe ele junto.

- não sei talvez estive querendo levar uma vida simples.

- tá vou fingir que acredito.

Começo a arrumar minhas coisas na minha parte do guarto colocando minha roupa de dormir enquanto draco parecia não se importarcom isso.

- não vai nem colocar outra roupa pra dormir?

- vejo isso amanhã quando estiver descansado.

- você quem sabe, boa noite draco.

- boa noite harry.


Notas Finais


Estou postando esse capítulo por talvez não conseguir postar semana que vem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...